logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 19 abr 2011 às 13:10
Fast Break @JumperBrasil – 19 de abril

Heat dispensa “reforço de peso” – Pat Riley, presidente do Miami Heat, desistiu de contratar o pivô Eddy Curry para a disputa dos playoffs 2011. Riley foi acompanhar alguns treinos de Curry em Chicago e decidiu levá-lo a Miami para melhor observação, mas acabou optando por não assinar um vínculo com o jogador. O motivo […]

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por @vinidonato

Eddy Curry (foto: nba.com)

Heat dispensa “reforço de peso” – Pat Riley, presidente do Miami Heat, desistiu de contratar o pivô Eddy Curry para a disputa dos playoffs 2011. Riley foi acompanhar alguns treinos de Curry em Chicago e decidiu levá-lo a Miami para melhor observação, mas acabou optando por não assinar um vínculo com o jogador. O motivo da desistência seria os quase 160 kg atuais do jogador. Curry, que atua na liga desde 2001, não participou de nenhum jogo na atual temporada. No site da NBA, as informações do jogador apontam 2,13 m de altura e 134 kg de peso. Curry tem 28 anos e atuou por Chicago e Nova York.

Lanterna 27 anos depois – O Houston Rockets foi o último colocado da divisão Sudoeste da NBA. Sabe quando foi que tal fato ocorreu pela última vez? Foi na temporada 1983-84. Naquela época, a NBA tinha apenas 23 franquias, o Kings estava em Kansas City e o Clippers em San Diego. A época foi tão dura para o Rockets que Michael Jordan estava no draft do ano seguinte, mas passou desapercebido pelo time que preferiu outro craque, Hakeem Olajuwon. Agora, no entanto, a equipe dificilmente terá a primeira escolha novamente e tem que se mexer pra sair do incômodo “quase”, que não leva aos playoffs nem rende bons novatos. Se pelo menos servir de consolo, vale registrar que todos os rivais de divisão estão nos playoffs (Spurs, Mavs, Hornets e Grizzlies).

Sacramento, CA (reprodução)

223 milhões de motivos – “Se você tem uma taxa de desemprego de 12,5 por cento e perde um de seus maiores empregadores, os efeitos são devastadores”, disse o prefeito de Sacramento, Kevin Johnson, recentemente. E ainda tem os impostos. Se o Kings realmente abandonar a cidade e escolher outro destino para o ano que vem, a perda pode girar em torno de US$ 223 milhões anuais. Os números são baseados em um estudo feito pelo Memphis Grizzlies a respeito do impacto da franquia na cidade. Assim como Memphis, Sacramento tem apenas uma – por enquanto – franquia de esporte profissional na cidade. E vê-se que os motivos para tentar mantê-la são muitos.

Bookers – os playoffs começaram mais equilibrados do que a maioria imaginava. Em Las Vegas, então, pior ainda. Na primeira rodada apenas uma equipe de melhor campanha (o Dallas Mavericks) conseguiu cobrir o spread, ou seja, aquela diferença de pontos que as casas de apostas usam para “equilibrar” os confrontos. O placar da primeira rodada com os handicaps foi de 7×1 para as equipes visitantes. Na segunda rodada, que começou ontem, deu empate de 1 a 1: o Heat cobriu facilmente enquanto o Bulls “perdeu” de novo.

TNT explode – O canal de TV TNT registrou números impressionantes de transmissão na rodada inaugural dos playoffs 2011. Segundo o site multichannel.com, os três jogos transmitidos pela emissora no domingo – Spurs x Grizzlies, Celtics x Knicks e Thunder x Nuggets – tiveram média de 2.8 pontos de audiência, 27% a mais do que no ano anterior, o que significou 3.29 milhões de residências e 4.54 milhões de espectadores, 33 e 36% de aumento, respectivamente. E tem franquia pensando em greve…

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados