logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 30 abr 2011 às 13:26
Previsão: Oklahoma City Thunder x Memphis Grizzlies

Conferência Oeste: Oklahoma City Thunder (4°) x (8°) Memphis Grizzlies Confrontos na temporada: Oklahoma City 1 x 3 Memphis 04 JAN – MEM 110 x 105 OKL 08 JAN – OKL 109 x 100 MEM 08 FEV – OKL 101 x 105 MEM 07 MAR – MEM 107 x 101 OKL Datas do confronto 01-05: […]

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Conferência Oeste: Oklahoma City Thunder (4°) x (8°) Memphis Grizzlies

Confrontos na temporada: Oklahoma City 1 x 3 Memphis

04 JAN – MEM 110 x 105 OKL
08 JAN – OKL 109 x 100 MEM
08 FEV – OKL 101 x 105 MEM
07 MAR – MEM 107 x 101 OKL

Datas do confronto

01-05: Oklahoma City x Memphis – 14:00 (Em Oklahoma City)
03-05: Oklahoma City x Memphis – 22:30 (Em Oklahoma City)
07-05: Memphis x Oklahoma City – 18:00 (Em Memphis)
09-05: Memphis x Oklahoma City – 22:30 (Em Memphis)
11-05: Oklahoma City x Memphis – horário a ser definido (Em Oklahoma City)*
13-05: Memphis x Oklahoma City – horário a ser definido (Em Memphis)*
15-05: Oklahoma City x Memphis – horário a ser definido (Em Oklahoma City)*

*Se necessário

Horários de Brasília

Oklahoma City Thunder (55-27)

Maior sequência de vitórias: 6 (09/03 a 18/03)
Maior sequência de derrotas: 3 (23/02 a 27/02)
Playoffs: 4 a 1 contra o Denver Nuggets

Time-base

Russell Westbrook (PG)
Thabo Sefolosha (SG)
Kevin Durant (SF)
Serge Ibaka (PF)
Kendrick Perkins (C)

Reservas com mais tempo de quadra

James Harden (SG/SF)
Nick Collison (PF/C)
Eric Maynor (PG)
Nazr Mohammed (C)
Daequan Cook (SG/SF)

Técnico: Scott Brooks

Líderes (temporada regular)

Pontos: Kevin Durant – 27.7
Rebotes: Kendrick Perkins – 7.9
Assistências: Russell Westbrook – 8.2
Roubadas: Russell Westbrook – 1.9
Bloqueios: Serge Ibaka – 2.4

Líderes (playoffs)

Pontos: Kevin Durant – 32.4
Rebotes: Serge Ibaka – 11.0
Assistências: Russell Westbrook – 6.2
Roubadas: James Harden e Thabo Sefolosha – 1.2
Bloqueios: Serge Ibaka – 4.8

Jogadores-chave

Kevin Durant: o cestinha da NBA se deu bem nos quatro duelos contra o Grizzlies na temporada regular. A esperança do Thunder é que o bom desempenho dele se repita na semifinal. Suas médias foram de 30.5 pontos, 8.3 rebotes e 47% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Durant vai ser marcado ora por Tony Allen ora por Shane Battier, dois exímios defensores de perímetro. Além do talento, o camisa 35 do Thunder leva vantagem na altura e na envergadura sobre seus marcadores.

Russell Westbrook: assim como Kevin Durant, o armador do Thunder teve boas atuações contra o time de Memphis na temporada regular. Suas médias foram de 24.5 pontos, 9.0 assistências e 46.7% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Travará um duelo particular com Mike Conley, que cresceu de produção nos playoffs. Há boas chances também de ele ser marcado por Tony Allen. Westbrook é muito talentoso, mas precisa selecionar melhor seus arremessos e distribuir mais a bola.

Serge Ibaka: o monstro do garrafão do Thunder vem jogando muito nos playoffs. Na série contra o Nuggets, Ibaka teve médias de 11 rebotes e 4.8 tocos. Sua aplicação defensiva será fundamental para o time de Oklahoma City no duelo com o Grizzlies. Ibaka terá a missão de tentar parar Zach Randolph no ataque, além de não deixar que o adversário domine os rebotes. Dos quatro jogos contra o time de Memphis na temporada regular, Ibaka foi reserva em três (Jeff Green era o titular). No jogo em que foi titular e atuou por mais tempo, ele marcou 14 pontos, pegou seis rebotes, deu três tocos e teve um aproveitamento de 70% nos arremessos de quadra.

Kendrick Perkins: outro pilar defensivo do garrafão do Thunder, Perkins será importante para evitar que o espanhol Marc Gasol domine a tábua de rebotes. Ele foi adquirido na troca com o Celtics justamente para fazer o “trabalho sujo“ no garrafão. Com a camisa do Thunder, Perkins ainda não enfrentou o Grizzlies. Na temporada regular, o time de Memphis venceu dos três dos quatro jogos contra o time de Oklahoma City justamente porque Randolph e Gasol deitaram e rolaram no garrafão que tinha Jeff Green e Nenad Krstic.

James Harden: o reserva de luxo do Thunder também será importante no duelo com o Grizzlies. Ele será marcado ora por Sam Young ora por O.J. Mayo. Principal pontuador vindo do banco, Harden fica mais tempo em quadra que o titular Thabo Sefolosha. O detalhe é que, além de ser o terceiro cestinha da equipe, o camisa 13 do time de Oklahoma City melhorou muito sua defesa. Nas partidas disputadas contra o Grizzlies na temporada regular, Harden teve médias de 13.8 pontos e 54% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Memphis Grizzlies (46-36)

Maior sequência de vitórias: 5 (28/01 a 04/02)
Maior sequência de derrotas: 5 (10/11 a 19/11)
Playoffs: 4 a 2 contra o San Antonio Spurs

Time-base

Mike Conley (PG)
Tony Allen (SG)
Sam Young (SF)
Zach Randolph (PF)
Marc Gasol (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Shane Battier (SF)
OJ Mayo (SG/SF)
Darrell Arthur (PF/C)
Greivis Vasquez (PG)

Técnico: Lionel Hollins

Líderes (temporada regular)

Pontos: Zach Randolph – 20.1
Rebotes: Marc Gasol – 12.2
Assistências: Mike Conley – 6.5
Roubadas: Tony Allen e Mike Conley– 1.8
Bloqueios: Marc Gasol – 1.7

Líderes (playoffs)

Pontos: Zach Randolph – 21.5
Rebotes: Marc Gasol – 12.3
Assistências: Mike Conley – 6.2
Roubadas: Tony Allen – 2.3
Bloqueios: Marc Gasol e Darrell Arthur – 1.5

Jogadores-chave

Zach Randolph: principal jogador do Grizzlies desde a contusão de Rudy Gay (fora da temporada), Randolph deitou e rolou na série contra o Spurs. Agora, ele terá de encarar a marcação pesada de Serge Ibaka. Nos duelos contra o Thunder, na temporada regular, Randolph teve o seu jogo facilitado porque o garrafão do time de Oklahoma City era muito “soft”. Suas médias foram excepcionais: 26.5 pontos, 13 rebotes (cinco ofensivos) e 59.2% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Randolph não terá essa moleza na semifinal.

Marc Gasol: o irmão mais novo de Pau Gasol vem de uma ótima série contra o Spurs. Contra o time de melhor campanha na temporada regular, Marc teve médias de 14.2 pontos, 12.3 rebotes, 1.5 tocos e 53.3% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Agora, na semifinal, ele terá um osso duro de roer pela frente: Kendrick Perkins. A expectativa é de uma disputa ferrenha no garrafão. Nas partidas contra o Thunder, durante a temporada regular, Gasol teve médias de 11.5 pontos, 7.0 rebotes, 1.5 tocos e 56.8% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Lembrando que, nessas partidas, o time de Oklahoma City ainda não tinha Perkins à sua disposição.

Mike Conley: o armador vem de um bom desempenho em quatro dos seis jogos disputados contra o Spurs na primeira rodada dos playoffs. Agora, na semifinal ele terá pela frente Russell Westbrook, que é melhor defensor que Tony Parker. Conley também terá trabalho para conter o armador do Thunder, que é agressivo no ataque. Nas partidas disputadas contra o time de Oklahoma City, na temporada regular, o armador do Grizzlies teve médias de 13.0 pontos, 6.5 assistências e apenas 36.2% de aproveitamento nos arremessos de quadra.

Tony Allen: o melhor defensor de perímetro do time de Memphis tentará, na semifinal, o que não conseguiu nos duelos contra o Thunder, na temporada regular: tentar anular Kevin Durant. O jogador do Grizzlies leva desvantagem na altura. Não custa lembrar que Tony Allen já marcou, e bem, LeBron James e Kobe Bryant em momentos decisivos dos playoffs (na época em que ele jogava pelo Boston Celtics). O reserva Shane Battier também deverá marcar Durant, já que Allen pode ser deslocado para a marcação do armador Russell Westbrook. Vale destacar que o camisa 9 do time de Memphis teve um bom desempenho ofensivo nas quatro partidas disputadas contra o time de Oklahoma City Thunder. Suas médias foram de 18.8 pontos, 2.5 roubadas de bola e 54.9% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Seu rendimento no ataque pode ser decisivo na série, já que Randolph e Gasol terão dificuldades no garrafão.

Análise do confronto

O retrospecto entre Oklahoma City Thunder e Memphis Grizzlies na temporada regular é enganoso. O time de Memphis venceu três dos quatro confrontos graças ao bom desempenho de seu garrafão. Vale lembrar que, na época, o Thunder tinha Jeff Green e Nenad Krstic (trocados posteriormente com o Boston Celtics) e o time de Memphis tinha Rudy Gay (fora da temporada por causa de uma lesão no ombro). Agora, o garrafão do time de Oklahoma City Thunder tem Serge Ibaka (que era reserva na época dos confrontos) e Kendrick Perkins. São dois excelentes defensores. Zach Randolph e Marc Gasol, que vêm de um ótimo desempenho na primeira rodada dos playoffs, terão dificuldades para suplantar a defesa adversária. O Grizzlies tem sua força justamente no garrafão e na aplicação defensiva. No perímetro, a vantagem do Thunder é clara. Kevin Durant e Russell Westbrook são jovens e estrelas em ascensão. O time de Oklahoma City tem mais talento, um garrafão duro de ser batido e a vantagem no mando de quadra.

Palpite

Oklahoma City Thunder 4 x 1 Memphis Grizzlies

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados