logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 6 ago 2012 às 16:21
Austrália, Lituânia, França e Grã-Bretanha vencem na última rodada

Austrália 82 X 80 Rússia A abertura da rodada desta segunda-feira guardou uma das maiores surpresas do torneio olímpico até aqui. Após derrotar Espanha e Brasil, a seleção russa foi surpreendida pela Austrália e sofreu sua primeira derrota na competição. O placar não apenas pode custar a primeira posição do grupo B aos europeus, mas […]

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Austrália 82 X 80 Rússia

A abertura da rodada desta segunda-feira guardou uma das maiores surpresas do torneio olímpico até aqui. Após derrotar Espanha e Brasil, a seleção russa foi surpreendida pela Austrália e sofreu sua primeira derrota na competição. O placar não apenas pode custar a primeira posição do grupo B aos europeus, mas também tirar os australianos do caminho norte-americano nas quartas-de-final.

Depois de passar a maior parte do jogo atrás no marcador, a Rússia tomou a liderança no placar faltando quatro segundos para o fim. Vitaliy Fridzon – carrasco brasileiro na última quinta-feira – acertou dois lances livres para colocar um ponto de vantagem (80 a 79) em favor da seleção comandada por David Blatt.

Das mãos do armador Patrick Mills, porém, viria o castigo para os russos. No estouro do cronômetro, o armador converteu um arremesso de três pontos para virar a partida e sacramentar o terceiro triunfo australiano no torneio. “Foi um desses chutes que você sempre sonha em fazer”, definiu o atleta.  

Rússia (que termina a primeira fase com quatro vitórias em cinco jogos) e Austrália aguardam o fim da rodada para terem definidos seus adversários na próxima fase.

Destaques

Austrália

Joe Ingles: 20 pontos
David Andersen: 13 pontos e cinco rebotes
Patrick Mills: 13 pontos e quatro erros de ataque
Matt Dellavedova: dez pontos, seis rebotes e sete assistências

Rússia

Sasha Kaun: 18 pontos e seis rebotes
Alexey Shved: 13 pontos e seis rebotes
Andrei Kirilenko: 13 pontos e seis rebotes
Timofey Mozgov: dez pontos

Tunísia 63 x 76 Lituânia

A Lituânia obteve a segunda vitória nas Olimpíadas ao derrotar a Tunísia nesta segunda-feira, garantindo sua classificação para a próxima fase. O time europeu conquistou o triunfo por 76 a 63 depois de estar perdendo no primeiro tempo por 35 a 29.

No terceiro período, a Tunísia chegou a estar vencendo por 48 a 34, mas aos poucos a Lituânia conseguiu diminuir, especialmente por conta de seis pontos seguidos de Darius Songaila, e posteriormente com um tiro de três de Sarunas Jasikevicius para diminuir a diferença para quatro antes do quarto derradeiro.

Finalmente, nos dez minutos finais, os lituanos viraram o placar em 57 a 56, forçou a defesa, não permitindo ao adversário pontuar nos próximos cinco minutos. Quando a equipe africana voltou a mexer no placar, a Lituânia já vencia por 65 a 59. Depois, nos lances livres, o jogo foi definido em favor dos europeus.

Destaques

Tunísia

Amine Rzig: 17 pontos, cinco rebotes
Salah Mejri: 16 pontos, 12 rebotes, quatro bloqueios
Macram Ben Romdhane: 12 pontos, seis rebotes

Lituânia

Sarunas Jasikevicius: 13 pontos, cinco assistências
Darius Songaila: 13 pontos
Renaldas Seibutis: dez pontos
Rimantas Kaukenas: dez pontos
Simas Jasaitis: dez pontos
Mantas Kalnietis: cinco pontos, nove assistências, quatro rebotes

França 79 x 73 Nigéria

A França garantiu a sua quarta vitória em cinco partidas disputadas para fechar a primeira fase em cima da Nigéria com 23 pontos do ala-armador Nicolas Batum, do Portland Trail Blazers. Mickael Gelabale adicionou outros 11 e Boris Diaw, do San Antonio Spurs, contribuiu com dez.

Pela Nigéria, Chamberlain Oguchi foi soberano com 35 pontos, enquanto Derrick Obasohan obteve 18, mas não foram suficientes para chegar ao segundo triunfo no torneio, sendo eliminada com quatro derrotas em cinco embates.

Depois de um primeiro período dominado pelos franceses (23 a 10), a Nigéria voltou para o segundo com muita vontade e a diferença caiu para 11 antes do intervalo.

Na volta para o segundo tempo, a equipe africana seguiu bem e chegou a empatar em duas oportunidades, a última delas em 54 pontos. No quarto período, os nigerianos continuaram incomodando e voltaram a igualar o marcador em 62 pontos, restando cerca de cinco minutos para o fim.

No entanto, a dupla formada por Kevin Seraphin e Batum, anotou os últimos 17 pontos para garantir mais uma vitória.

Destaques

França

Nicolas Batum: 23 pontos, seis rebotes
Kevin Seraphin: nove pontos, cinco rebotes
Mickael Gelabale: 11 pontos, cinco rebotes
Boris Diaw: dez pontos, seis rebotes, quatro assistências
Nando De Colo: oito pontos, quatro assistências
Tony Parker: três pontos, sete assistências

Nigéria

Chamberlain Oguchi: 35 pontos
Derrick Obasohan: 18 pontos

Grã-Bretanha 90 x 58 China

Com ambas as seleções já eliminadas dos jogos olímpicos, os donos da casa ganharam a primeira e única partida com facilidade diante da China, liderando o jogo, pela primeira vez, aos cinco minutos do primeiro quarto até o fim.

Depois de ir para o intervalo com uma vantagem de 15 pontos de diferença, a Grã-Bretanha só aumentou este número no segundo tempo, com destaque para o ótimo quarto período, no qual anotaram 18 pontos e tomaram apenas dez dos chineses, terminando com uma diferença de 32 pontos.

Destaques

Grã-Bretanha

Kieron Achara: 16 pontos e seis rebotes

Nate Reinking: 12 pontos

Andrew Sullivan: 11 pontos

China

Zhizhi Wang: 11 pontos

Yi Jianlian dez pontos e 14 rebotes

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados