logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 fev 2014 às 16:36
Brasil não dá sorte e encara três europeus na primeira fase do Mundial

Convidada da FIBA, seleção brasileira divide grupo A com Espanha, França e Sérvia

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Dois dias após receber um dos quatro convites da FIBA para participar do Mundial deste ano, a seleção brasileira conheceu seus adversários na primeira fase da competição. E não deu muita sorte. O time comandado por Ruben Magnano caiu no grupo A e vai encarar a dona da casa, Espanha, além de Sérvia, França, Egito e Irã. As partidas serão disputadas em Granada.

Quatro seleções se classificam em cada um dos quatro chaves do torneio e passam a se enfrentar em jogos eliminatórios. O grupo do Brasil cruzará com os times da chave B, que é composta por Filipinas, Senegal, Porto Rico, Argentina, Grécia e Croácia. A partir da segunda fase, as partidas serão realizadas em Barcelona e Madrid.

Favoritos ao título, a seleção dos EUA está no grupo C e terão como adversários: República Dominicana, Turquia, Finlândia, Nova Zelândia e Ucrânia. O confronto entre norte-americanos e turcos será a reedição da final do Mundial de 2010, quando o time liderado por Kevin Durant sagrou-se campeão atuando em Istanbul.

O Mundial deste ano será disputado entre 30 de agosto e 14 de setembro. Será a 17a edição do torneio, que já foi vencido pelo Brasil em duas oportunidades (1959 e 1963). O país ainda tem um vice-campeonato (1970) e duas medalhas de bronze (1967 e 1978).

Confira como ficaram os quatro grupos do Mundial da Espanha:

GRUPO A – Sede: Granada

Espanha

Sérvia

França

Brasil

Egito

Irã

 

GRUPO B – Sede: Sevilha

Filipinas

Senegal

Porto Rico

Argentina

Grécia

Croácia

 

GRUPO C – Sede: Bilbao

Rep. Dominicana

Turquia

EUA

Finlândia

Nova Zelândia

Ucrânia

 

GRUPO D – Sede: Las Palmas

Eslovênia

Lituânia

Angola

Coréia do Sul

México

Austrália

 

[polldaddy poll=7770000]

  • maia bucks

    Fortes emoções

  • Jogador Estrela!

    As aparências iludem. A França não tem uma equipe tão forte como o Brasil. Se o Brasil aproveitar bem o garrafão que tem pode ganhar à França.

    • “A França não tem uma equipe tão forte como o Brasil”. A França é apenas a atual campeã europeia, tendo vencido a fortíssima Espanha nas semi.

      • Jogador Estrela!

        Com Espanha desfalcada*

    • Gabriel

      A França tem uma equipe bem mais forte, principalmente no perímetro, com Tony Parker e Batum e alguns jogadores que contribuem bastante como Boris Diaw e De Colo

      • Jogador Estrela!

        O Nando de Cola não passa de um jogador banal. E o Diaw pode ser facilmente engolido pelo Nene ou pelo Spliter. Eu acho que o Brasil tem as máximas condições de ganhar à França.

    • Raphael Mascarenhas

      A França tem um time muito bom. Parker, De Colo, Batum, Diaw e Ajinca. O único jogador que podemos não chamar de bom e o Ajinca. Até o Diaw vem fazendo boas atuações no Spurs e sempre que o De Colo tem muitos minutos joga bem. Não diria que “é só aproveitar o garrafão”. Não adianta aproveitar o garrafão e deixar eles meterem uma pancada de bola de longe. Conhecemos o Batum mt bem. Ótimo shooter. Como a linha de 3 na FIBA é mais perto, não duvido nada dele ficar com uns 10/10 se não apertarmos a marcação.

    • Zack Batista

      A França é uma das principais forças do basquete mundial. É uma seleção muito perigosa e com bons jogadores no elenco. Não se engane, tem jogadores q nem são tão badalados e rende bastante no estilo Fiba. Nando de Colo, Gelabale e Diaw são exemplos disso. Muita gente(vmos lá… são todos né..) aqui não fala nele, mas o armador reserva do Denver, o francês Evan Fournier é muito bom jogador. Se ele for ao mundial vai ajudar bastante. Tony Parker, Gelabale, Batum, Diaw e Noah(à princípio seria o time titular) é um time de respeito hein… Diot, Fournier, Bokolo, N.De Colo, F.Pietrus, Petro, Anjica, Turiaf… vindo do banco…É melhor não vacilar para a seleção francesa…

      • Raphael Mascarenhas

        O Noah não é americano? E nem tava lembrando do Fournier, do Turiaf e do Pietrus. O Fournier sempre mostrou ser um bom jogador quando teve tempo de quadra. Me lembro no ano passado, em alguns jogos como titular, sempre pontuou bem. Agora pensa. Parker, De Colo, Batum, Diaw e Ajinca, no banco Fournier, Pietrus, Petro e Turiaf. Só jogadores bons. SIM, BONS. Turiaf não é um jogador badalado na NBA, mas pode botar ele em qualquer outra liga, que ele vai se tornar referencia. Petro e Pietrus a mesma coisa. Fournier ja é bom na NBA, imagina em outras ligas.

      • Zack Batista

        Noah nasceu nos Estados Unidos sim. É filho do tenista francês Yannick Noah. Por ter a dupla nacionalidade, ele optou por servir a seleção francesa.

      • Gosto muito do Fournier, acho ele meio esquecido no denver.

  • Diego de Sousa – Morro da Propinolandia

    Memória Fraca…Jamaica!

    • Raphael Mascarenhas

      Estávamos sem Leandrinho, Nene, Varejão e Splitter. Memória Fraca.

  • Michel Moral

    Dependendo de como o Brasil for e suponhamos que vá com força máxima, deve brigar pela quarta vaga. Espanha e França estão classificadas. Servia deve ser a terceira.

    Agora, será uma vergonha não passar na primeira fase. Não há justificativa.

    Palpites:

    Grupo A- França, Espanha, Brasil e Servia.

    Grupo B- Argentina, Grécia, Porto Rico e Croácia.

    Grupo C- EUA, Turquia, República Dominicana e Ucrânia.

    Grupo D- Eslovênia, Lituânia, Austrália e México.

    • O Brasil completo, eu acredito na 2º posição da chave. Sei q a França e a Sérvia são pedreiras, mas o time brasileiro impondo seu ritmo, tem boas condições de vencer os embates.

      • Se jogar com a vontade do Mundial da Turquia (2010) e Olimpíadas (2012). O Brasil virá pedreira, mas se jogar com complexo de inferioridade pensando que os outros são muito melhores agente perde igual na Copa América de 2013 (agente perdeu até pra Jamaica).

  • Tom

    Brasil deve passar em 4° no grupo. Ae pega a Argentina e toma aquele sacode!

    • Roger

      Com a equipe completa, jogadores da NBA, o Brasil é a segunda força do grupo, perde apenas para a Espanha.

      • Brasil vs França
        Huertas vs Parker ► Parker
        Alex ou Leandrinho vs De Colo ► Empate (pra ser camarada)
        Marquinhos vs Batum ► Batum
        Nenê vs Diaw ► Nenê
        Varejão vs Noah ► Noah

        Nos matchups dá França. Claro que um jogo de basquete não é só isso, mas como ponto de partida de uma análise prévia saímos perdendo.

      • Douglas Baeta

        Que isso, França joga junto há um bom tempo, Tony Parker comanda o time. Não vejo chance para o Brasil ir mais longe que o terceiro lugar do grupo. Saindo nas oitavas.

  • Maicon

    Sinceramente, alguém assiste jogo da seleção achando que eles vão ganhar alguma coisa?

  • Vamos lá Brasil !!!!!!!!!!!!!! Estou confiante q iremos arrebentar nesse mundial !!!!! Tomara q os jogadores da NBA marquem presença !!!!!!!!

  • Bruno OKC

    Não esqueçam que é basquete FIBA! Tem muita diferença da NBA. Foi nesse basquete FIBA que Cory Joseph do San Antonio, fez um triplo duplo! Por isso temos de encarar de outra forma. Splitter pode render muito mais, assim como Huertas, Lucas bebê… tem chance de ir até as semis e pq n a final? só precisa empenho

  • Julio Zago

    Infelizmente não compartilho do entusiasmo de muitos aqui, é bem verdade que o Brasil possui um garrafão forte, mas até onde esses jogadores podem nos guiar? E quem chutará do perímetro? Marquinhos? Leandrinho? Alex? Acho pouco…
    A verdade é que não podemos competir em condições de igualdade com Espanha e França, talvez com a Sérvia, já irã e Egito são adversários em tese mais fracos, o que não significa garantia de vitória.
    Em resumo, na minha opinião temos um garrafão guerreiro e marcador, mas nos falta uma referência ofensiva, um grande scorer, sendo assim o máximo que podemos pleitear é uma classificação a segunda fase, mais do que isso é utopia.

    • Zack Batista

      Não vejo por aí não… Espanha completa vai ser bem difícil de vencer, com certeza, mas a França, temos totais condições de ganhar sim. O Brasil completo é uma das principais potências do basquete, não se engane. Sobre esses jogadores q mencionastes Zago, não só eu, mas o próprio Magnano, tem total confiança neles. Marquinhos amadureceu muito desde qdo foi dispensado da NBA. Já vi jogo desse cara c potências européias e até c a seleção americana, jogando muito bem. Jogou muito contra a forte defesa dos gregos e meteu muita bola de média e longa distância contra os americanos, te confesso q esse cara ganhou o meu respeito. O Alex Garcia é um dos principais defensores de perímetro do mundo, e por incrível q pareça, mete muita bola de longe tbém. Já Leandrinho qdo entra no jogo, faz muita diferença para essa seleção(o problema é q não é em todos os jogos..rsrs..). Enfim… Tenho sim confiança nesses caras…

      ” o máximo que podemos pleitear é uma classificação a segunda fase, mais do que isso é utopia”. Que isso Júlio… Está muito pessimista hein cara!? rsrs…Dar um voto de confiança nos atletas brasileiros… pelo menos tente..hehe.. Sei q é a sua opinião, e respeito… Abçs

      • Julio Zago

        Também tenho muito respeito por sua opinião Zack, sempre acompanho suas postagens aqui no site, mas sou um pessimista (ou seria realista?) por natureza.
        Torcerei efusivamente pela seleção, mas acreditar em Marquinhos e Alex contra as potências da Europa é um pouco demais para mim e Leandrinho, apesar de ainda ser um jogador respeitável, não possui capacidade para liderar uma seleção a grandes feitos.
        Lembre-se Zack: na teoria o Brasil perde para Espanha e França, mesmo acreditando que o time vença a Sérvia, o Irã e o Egito ainda assim teremos um adversário muito difícil pela frente, Grécia ou Argentina provavelmente, que são, em minha opinião, times mais consistentes que o Brasileiro.
        Ou seja, no máximo estaremos entre os 8 melhores, acho que é até onde o time brasileiro pode chegar, mais do que isso só com muita torcida mesmo.
        Grande Abraço.

    • Michel Moral

      Compartilho do entendimento do Zack, Zago.

      Os jogadores de perímetro que vc citou são do nível das outras seleções. Marquinhos pode ajudar muito. Ele recusou voltar à NBA para ser reserva, e às vezes temos que respeitar as decisões de cada um. E o Leandrinho, pra mim, tem tanto potencial como Fernandez e Rodriguez (não lembro se os dois se escreve com “z”).

      Claro que a seleção norte americana é exceção para tudo. Vencê-los não é tarefa impossível, aliás extremamente possível, mas convenhamos que teoricamente é a virtual campeã.

      A questão do Brasil é se vem completo e, se vier, querer jogar pra vencer qualquer um. Exceto a exceção (rs), ninguém tem um garrafão como o do Brasil, em termos principalmente de reposição. Nem mesmo a Espanha.

      Varejão dominando nos rebotes, Nene fazendo o Pivô no ataque, o corta e gira, e Splitter vindo do banco com Faverani. Tá mais que bem esquematizado… É só querer jogar.

      • Julio Zago

        Também respeito a sua opinião Michel, estou torcendo para estar errado, mas muitos dos jogadores em que estamos depositando nossas esperanças estavam presentes na vexatória campanha da Copa América, de repente eles que não venceram Jamaica e Uruguai estão no mesmo nível dos melhores jogadores das potências européias. Tomara que sim, mas eu acho que não.
        É bem verdade que temos um bom garrafão, com grande destaque na marcação, mas quem será o grande scorer do time do Brasil? Marquinhos? Taylor? Alex? Taylor e Alex já nos decepcionaram na Copa América, já Marquinhos não acho confiável para nos liderar contra os grandes europeus.
        Vamos torcer, mas acredito que uma classificação a segunda fase é o máximo que iremos conseguir.

  • Zack Batista

    Que pedreira essa chave do Brasil hein! Temos q ir com a força máxima se quisermos pensar em pódio. Espanha está um pouco acima dos demais, mas Brasil, França e Sérvia, estão no mesmo nível. Tudo pode acontecer.

    Falo mais uma coisa: se Magnano souber usar bem o garrafão brasileiro, numa rotação consistente c Nenê, Varejão, Splitter e Faverani(Nenê e Vareja nem preciso comentar – Splitter e Faverani são muito respeitados na Europa), com o Marquinhos, Garcia e Leandrinho inspirados e com o Huertas nos seus melhores dias, q se cuide Espanha e E.U.A hein… Sim, eu disse os americanos tbém… Haja visto q eles provavelmente não irão com a força máxima para o mundial.

    Eu acredito nessa seleção brasileira… Não acho q eles irão decepcionar…

    • Queria ter a mesma confiança que você Zack, mas acho que o Brasil não está no mesmo nível da França e confesso que não conheço muito do time da Servia, mas pelo simples fato de ser oriunda da URSS temos que ficar atentos.

      • Miguel

        Compartilho da opinião do Zack (desde que o time vá completo!). Acho que podemos surpreender e terminar em 2° ou 3°… Rodrigo LAC, Sérvia veio da Iuguslávia e não da URSS. Ainda assim, uma grande potência européia! Saudações!

      • Anônimo

        Servia oriundos da URSS..KKKKKKKKKKK Que burro da zero pra ele….

      • hehehehe verdade, esqueçam a URSS, é Iuguslávia

  • Se for com Huertas,Leandrinho,Nenê,Varejão,Spliter,Marquinhos,Alex,Giovannoni o Brasil tem boas chances de ser bem representado… Ficaria em dúvida entre Faverani,Hettsheimer e Bebê, e até cogitaria levar o Marcelinho Machado do Flamengo, porque não? Não sei se ele ja se aposentou da seleção, mas ele está em grande fase no clube e não descartaria levá-lo, assim como o Nezinho também…

  • Será que o Exum defenderá a seleção Australiana? Tava pensando aqui, a Austrália sim tem uma baita time, poderiam buscar medalha fácil, fácil.

  • robertolakers

    garrafão do brasil é mt bom e temos um bom armador ( huertas) e um bom como ala-armador(alex) no geral nosso quinteto é forte, mas acho q não da pra bater a frança pode até acontecer de vencermos mas é jogo duro então na dúvida eu fico na terceira e com esse time da pra vencermos Grécia ou porto rico, e chegando nas quartas dependendo de qm encararmos da pra conseguir chegar na semi

  • rodrigohawks

    Não passa da Primeira Fase …..

  • Anônimo

    Alguém que acompanha NBB…Como anda o Larry Taylor?

    • CosmeCelta

      Não repete a campanha do ano passado não.. Mas faz um ou outro jogo de mestre. Destruiu meu Franca na partida do primeiro turno. Pro nível NBB ele continua sendo um dos destaques.

  • Ficou feia a coisa pro Brasil, acho que passa em 4º e pega a Grécia na segunda fase. Tem alguma chance de avançar mas fico me perguntando se esta geração brasileira não está envelhecida? Outra seleção que está envelhecida é a Argentina, não considero os hermanos como grande potência mais. Acho que EUA, Espanha, França e Lituânia são as grandes forças.

  • Anônimo

    Brasil nem deveria estar nesse mundial, não teve competência de se classificar, teve é sorte de ter sido convidado, não azar de cair nesse grupo. Não passa da 1ª fase, ainda mais se os jogadores que atuam na NBA não participar.

    • Luiz Henrique Santos

      Pela forma que o Brasil entrou na disputa (Lobby) eu jamais aceitaria participar, e nem me animo muito a acompanhar a seleção, mas tentando separar o esporte da sua parte menos ética (a política da CBB) eu vejo o Brasil com chances de avançar a segunda fase entre 2ª e a 4ª posição de seu grupo, brigando com Sérvia e França e na sequência provavelmente enfrentando a Argentina, Grécia ou Porto Rico, ninguém considera o Brasil um dos favoritos e a seleção nacional realmente não o é, contudo, pode sim fazer uma boa campanha, quem sabe uma campanha digna dos 51 anos do maravilhoso Bicampeonato Mundial dos comandados do Kanela…

  • Ainda não está a nível de disputa mundial, mas o Canadá vai ser um time (no minimo) chato pra 2016 em diante, é um trabalho de base muito forte (e investimento) agente para pra ver as melhores escolhas de Draft dos próximos anos 2014,2015, 2016 e tem um canadense lá.

  • CosmeCelta

    Brasil tem um garrafão de respeito, o melhor do mundial com exceção aos EUA. Huertas na armação é ótimo, quando ele ta bem, dá conta do recado sim.
    No perímetro o Leandrinho precisa estar bem, na parte defensiva o Alex sempre garante um bom trabalho, e torço para que o Marquinhos chegue bem, mas torço mais ainda para um voto de confiança no Léo Mendl, o garoto precisa ganhar corpo, mas tem muito talento, mata muita bola, acho que ajudaria o Brasil em uma parte que hoje é carente.

  • Anônimo

    Se eu fosse treinador faria assim:
    Armadores: Huertas,Raulzinho e Rafa luz
    Ala armadores: Alex , Leandrinho
    Alas:Marquinho, Leo Mendl ou Caboclo(ta certo e mlk e novo , mais acho que vlw a pena arriscar..
    Ala pivo: Varejão, Guilherme Giovalone ou Lucas Mariano(mlk ta jogando muito )
    Pivos: Nenê, Splitter e Faverani….
    O time até q num ta ruim so tirava o larry, e Caio q foram a londres, sem o Marcelinho q se aposento da seleção….

  • simoes12

    Partiu novo vexame!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados