logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 13 fev 2014 às 15:00
Novo comissário não planeja expansão da liga para Seattle

Adam Silver aponta preocupações econômicas e competitivas para descartar o aumento do número de times da liga no momento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=kuZa4FvgPt4]

A NBA ainda não está pronta para aumentar o número de franquias. Pelo menos, isso é o que diz o comissário Adam Silver. Em entrevista a ESPN, o executivo confirmou que não existem planos de expansão da liga para a cidade de Seattle, onde um grupo de empresários estaria disposto a investir quase US$1 bilhão para trazer de volta o Supersonics.

“Seattle é um mercado maravilhoso e seria uma grande adição termos um time lá. Não há dúvidas de que, se estivéssemos preparados para expandir, conseguiríamos enorme valor por uma franquia. Mas não estamos planejando uma expansão no momento e não se trata de uma questão de preço”, revelou Silver, que assumiu o comando da liga no início do mês.

Um dos fatores que atrasam um possível aumento de equipes da NBA é a renegociação dos direitos de transmissão para a televisão. O comissário iniciará as conversas para renovar os contratos com a ESPN e Turner (que se encerram em 2016) e, enquanto valores não forem fechados, os mandatários não vão saber quanto custará a cada um deles a entrada de novos times na liga. O “custo” seria produto da divisão do dinheiro recebido das redes de TV, que é repartido igualmente entre as franquias.

Além da questão financeira, a qualidade técnica é outro fator levado em consideração quando se pensa em expandir a NBA. A atual situação da conferência Leste, em que somente quatro de 15 equipes possuem campanha positiva, traz dúvidas sobre a viabilidade competitiva de incluir mais jogadores e franquias à associação.

“Nós estamos atentos não apenas à divisão de dinheiro, mas também à disposição de talento. No fim das contas, eu sou o responsável pela saúde financeira e competitiva da liga. Embora tenhamos feito grande evolução com o novo acordo coletivo de trabalho, ainda não chegamos ao ponto ideal. Não temos 30 times lucrativos ou competitivos o bastante ainda”, avaliou Silver, que montou um comitê recentemente para auxiliá-lo nas negociações com a televisão.

Provavelmente, a maior esperança de Seattle voltar a ter uma equipe da NBA em breve está em Milwaukee. O Bucks vem se tornando uma questão problemática nos últimos anos, com dificuldades para construir uma nova arena que atenda aos padrões da liga e o aluguel do Bradley Center terminando em 2017. O dono do time, Herb Kohl, já admitiu vender parte de suas ações para viabilizar a construção de um ginásio mais moderno, mas, caso a situação não se resolva, a possibilidade de realocação da franquia é possível.

[polldaddy poll=7797742]

  • Bruno#L.A.Lakers

    Nelson Domingos torcedor fanático do supersonics pira com essa noticia ….. !

    • Ano passado já fiquei animado com o Sacramento indo pra Seatle e a mudança de de nome, mas como disse onten, daqui a pouco uma franquia volta pra Seatle…e morte ao OKC….

  • Embora seja contra a realocação de franquias, acho que seria uma boa realocar os Bucks em Seatle, trocando o nome para Supersonics. Que me desculpem os torcedores, por mais que a franquia tenha um campeonato e também tenha revelado bons jogadores durante sua história (Abdul-Jabbar foi um deles), a franquia não é tão relevante agora e não haverá um apelo popular em Milwalkee para lutar por sua franquia, como foi o caso do Kings. A última grande estrela que passou pela franquia foi o Ray Allen (Michael Redd era bom, mas não tanto quanto Ray-Ray). Se fizesse a realocação, não sentiríamos tanta falta assim, mas se puder ressuscitar a franquia sem precisar sacrificar outra, melhor ainda.

    • maia bucks

      Entao tira o Celtics de Boston ou lakers de LA ja q nao estao bem.

      Argumento ridiculo. Respeite Milwaukee rapaz, vc nao esta em condicoes de chamar OS Bucks de irrelevante.

      • Rodrisan

        Oscar Robertson é um dos mitos do Bucks… Um time do qual duas lendas como Robertson e Kareem jogaram nunca será irrelevante.

    • Tom

      Única coisa boa de uma possível ida do Bucks para Seattle é que eles teriam que trocar de conferencia, devido as distancias. Sendo assim, seria uma chance pro Wolves ir para o Leste e jogando na divisão mais fraca, ir ao playoffs! kkkkk

      • maia bucks

        Nao existe nada bom em sair de WI

  • maia bucks

    Que falacia… Wisconsin dara um jeito. Bucks jamais deixara Milwaukee. Chega a ser irresponsavel e infantil prever a morte da franquia. Chegar-se-a um acordo mais cedo ou mais tarde, nao eh de interesse da cidade perder uma franquia da NBA, ainda mais por motivo de “nao renovacao” do contrato da arena… Nem o dono da arena pensa Nessa possibilidade…

    Go Bucks, Go!

  • Os Bucks na decada de 80 até montavam grandes times…Teve um time que foi muito bom com Cummings, Moncrief, Dunleavy, Bob Lainer, Lister….

    • Luiz Henrique Santos

      O de 2000 também era interessante com Ray Allen, Glenn Robinson, Sam Cassell e o agora técnico Vinny Del Negro… Foi o time que me fez ser torcedor do Bucks… Na boa sou torcedor do Bucks, mas simpatizava com outras 3 franquias… Sonics, Hornets e Raptors, só falta realocarem o Bucks aí vou ter que torcer pelo Raptors… É muita falta de respeito com os fãs eles simplesmente realocarem as franquias… deveria haver um plano B para as franquias que não estão tão bem.

  • Jogador Estrela!

    Que tal não por o Clippers em Seattle? Estão em alta de momento, dão show, tem o melhor armador da liga e um dos melhores ala-pivô. Isto valeria uma arena cheia e os habitantes de Seattle além de ter a melhor equipe de futebol americano teriam das melhores da NBA.

    Embora também concordo com o @Daniel Serafim mas os Bucks já tem muita ligação a Milwaukee. Não é que se fosse muito mal, isto porque a franquia vai precisar de mercado para atrair certos agentes livres para completar o time quando o rebuild acabar.

    • Clippers não vai dar, Los Angeles é um mercado ENORME até mesmo para o Clippers.

  • Ricardo Stabolito Jr.

    Defender o retorno de uma franquia pelo fim de outra é corrigir um erro com outro, como diz a enquete. Se o torcedor do Sonics adora demonizar Oklahoma, no que Seattle será diferente se ficar com o Bucks? Não há como argumentar que seja algo diferente.

    • Perfeito, o ideal seria uma expansão…

    • maia bucks

      Alem do mais em Wisconsin entende-se Como importante uka nova arena, mas nao se pensa em tirar de.la a franquia. Herb (eleito 4 vezes senador e dono da franquia desde 1985) ja falou q so vende sua parcela se houver investidor q queira manter em WI a franquia… Ademais a populacao indaga o motivo pelo Qual escolas, pontes, hospitais e a prefeitura nao sao considerados velhos e.derrubados a cada 25 anos. A NBA quer se modernizar, mas nao fara isso as custas da franquia. A pressao faz parte do jogo…

      • Luiz Henrique Santos

        Se a NBA está tão preocupada assim, por que não cria um plano B, deixam umas duas franquias que não estão bem uma ou duas temporadas na D-League, recebendo o mesmo investimento que as outras franquias da liga para elas se reestruturar e voltar mais forte, como um berçario de franquias…

  • desde quando esse timinho do supersonics faz falta ? ano pasado torci muito pra a permanencia do sacramento kings .. inclusive tambem do Milwaukee bucks alia jamais que o bucks vai seixar de existir tem tradição de mais pra isso igual ao sacramento kings tambem …. se essa porcaria de Seattle voltar que volte se interferir em ninguem que volte ela e amis um time de vancouver pronto …. tambem sou contra a volta do hornets em cima do bobcats palhaçada isso vc se acostuma com um time e do nada ele some …. ATLANTA HAWKS ETERNO LETSS GO HAWKSSSSSSSSSSS O/

    • O engraçado é que essa franquia já rodou boa parte dos EUA….

    • GuilhermeKnicks

      Só pra você saber o Hawks já mudou de cidade também…

    • Prefiro o Supersonics do que esse time sem graça do hawks

    • sebas1606

      Acho engraçado um torcedor dos Hawks falar que o Supersonics não tem tradição hahahaha Aliás,você disse que é uma palhaçada se acostumar com um time e ele sumir….Foi exatamente isso que aconteceu com eles e com o antigo Hornets.

      • rodrigohawks

        eu torço pro atlanta hawks e não vou saber a historia do meu time ¬¬ sei que el ja passou por Milwaukee ja foi tri cityblackhawks e tal …. mas como eu disse nada contra seattle que por sinal se sumiu foi por falta de competençia da torcida local e dos organizadores … mas voltar com o fim de outra franquia e terrivel que volte numa expansão mas com o fim do Bucks não da …. sim eu sei que o hornets ja existia e tal e tem muita tradição mas querendo ou não o Bobcats ja deixou uma marca nao era pra sumir assim do nada …. assim para novos fãns que estão chegando na liga fica dificil criar uma identidade com qualquer franquia ja que com 10 anos elas somem ou mudam de cidade ¬¬

  • Carlos Eduardo

    Sinceramente, se o Thunder vier a perder suas estrelas, não acho impossível a franquia voltar para Seattle.

  • Por que diabos o Supersonics saiu de Seatle então ???? Enfim, uma vez vi uma conversa analisando a possibilidade de abrirem uma franquia em Las Vegas também. Seria bem legal !! “Las Vegas Players” awawawawa aí aproveita e coloca Seatle no bolo ! Fecha 32 times e pronto….

    • thomasturbando11

      Seattle

    • maia bucks

      Sem colocar as maos no meu Bucks! ai pode for franquia no alasca, Guantanamo, no raio que OS parta!!!!!!!!

      • Luiz Henrique Santos

        Isso aí, ninguém mexe com o Bucks… E mais seria bom mais franquias no Canadá em Montreal, Otawwa, Victória, Whistler em San Diego também não seria mal, mas não adianta encher de franquias se não tiver qualidade, por enquanto é melhor deixar tudo como esta.

      • Vitor Hugo

        Imagina que loko uma franquia em Guantano !!

  • Na boa, esse OKC que está sobrando na NBA, fico imaginando se a franquia ainda estivesse em Seattle fazendo historia, com Durant, Westbrook e Cia, seria sensacional, todos vestindo a camisa que um dia Payton, Kemp entre outros tanto honraram.

  • Tom

    Expansão nem rola. 30 times é o número ideal.

  • sebas1606

    Acho que no máximo em 5 anos ele vai ceder e Seattle vai voltar a ter uma franquia na NBA.Já se tem uma especulação pra acabar com as divisões,talvez eles tentem encaixar isso com a renovação do contrato de transmissão…Veremos.

  • Luiz Henrique Santos

    Se com 30 franquias são 82 jogos na regular imagina com mais, o máximo que pode acontecer é o Silver tentar realocar alguma (s) franquia (s), o que já sabemos não é a solução e muita das vezes afasta os torcedores dos seus verdadeiros times…

    • Ué cara, mas se ele colocar mais duas franquias e acabar com as divisões, dá pra fazer um calendário maneiro com 82 jogos do mesmo jeito…

  • Anônimo

    Porque Las Vegas não tem uma franquia de nada?

    • Piaia

      A cidade é pequena amigo, pouquissima umidade e variaçao de temperatura absurda! A cidade se resume, basicamente, a uma rua, The Strip. Fora que seria mais um time pra turista do que propriamente um time com a cara da cidade!

    • Bruno#L.A.Lakers

      Las Vegas não pode ter times profissionais pq e algo referente as casas de apostas que lá existem e algo assim pesquise e veras que não pode ter times por lá por causa disso !

    • Guilherme_Knicks

      Vegas é uma cidade totalmente comercial, acho que não daria certo uma franquia de qualquer esporte lá. Várias outras cidades poderiam tentar criar uma franquia, como San Diego, São Francisco, Jacksonville, Green Bay, Tampa, Baltimore e a própria Seattle que já tem tradição, fora outras cidades que tem por lá e as cidades do Canada tbm.

      • Warriorfan

        Em SF já tem os Warriors, que tá construindo uma arena do lado do AT&T Park pra se mudar de vez de Oakland! San diego acho pouco provavel ja que ja tem 4 franquias na California. Green bay é perto de milwaukee, ou seja, não rola! Tampa e Jacksonville=Florida=2 times ja! E baltimore é o que resta, mas tambem tem mt time naquela região (wizards, 76ers…)

  • Carlos Eduardo

    Tudo bem que não é assunto exatamente de basquete. Mas por que o Jumper não publica um post falando das palmadinhas que o Justin Biba tomou do Blake Griffin? Precisamos elogiar o Griffin por esse serviço a humanidade! =D

    • Carlos Eduardo

      Ah! Apesar de que a notícia é meio inverossímil… Mas que esse fresco merecia apanhar, merecia.

    • Ricardo Stabolito Jr.

      Na verdade, isso é material para o Fastbreak, no fim de semana. Fica a cargo do Vinicius Donato.

  • Warriorfan

    Pra mim, uma franquia que poderia ser realocada em Seattle é o Magic. Acho difícil pois acabaram de construir o Amway Center, que ficou linda por sinal. Mas acho mais uma franquia que não tem mt identificação com a cidade. Um jogo do Magic é mais uma atração turística do que um evento esportivo. Tradição por tradição, acho os Sonics mais importantes pra liga.

    • Ricardo Stabolito Jr.

      O Heat era muito pior antes dos títulos. Talvez ainda seja até hoje. A Flórida é assim – e Miami é pior do que Orlando.

      • Miguel

        Isso aí Stabolito… Que é isso? Acabar com a maior franquia da Florida não dá…

  • A turma Acha que titulos se resumem a tudo ¬¬ Orlando e muitoo melhor que miami em termos de torcida e fanatismo

  • Joseph

    Quanto mimimi, põe o Seattle de novo como expansão e tragam outra cidade. Sugestões: Vancouver novamente (como Grizzles e muda o nome de Memphis), ou qualquer outra cidade do Canadá que goste de basquete, Pittsburg que tem vários times (Penguins, Steelers) mas não tem time na NBA. Seria até bom pq teríamos 32 times, 16 de cada lado e abole de uma vez esta história de divisão, somente conferências e faz melhor de 3 contra times da própria divisão (45 jogos) e melhor de 2 contra times de outras conferências (32 jogos – total de 77 jogos por temporada), diminuindo em 5 jogos a extensa temporada regular. Agora parem com esta putaria de ficar realocando times tradicionais e como disseram já no post: morte ao Thunder e qualquer outro time que venha a ser criado da “morte” de um time tradicional! São atitudes como a de MJ de trazer o Hornets de volta que orgulham os fãs do basquete tradicional e competitivo.

  • Mailson

    What? Come on!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados