logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 fev 2014 às 21:00
Alonzo Mourning e Kevin Johnson são destaques da lista de indicados ao Hall da Fama

Ex-comissário da NBA, David Stern entrará no templo máximo do basquete como indicado direto do Comitê de Contribuidores do Esporte

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=OTUSUk6RkD8]

O Naismith Memorial Basketball Hall of Fame anunciou nesta sexta-feira, durante a abertura do All Star Weekend, os dez indicados à introdução no templo máximo do basquete neste ano. Os ex-jogadores Alonzo Mourning e Kevin Johnson são os destaques da lista e tentarão ser eleitos em suas primeiras aparições como finalistas. Os escolhidos para integrar a classe de 2014 vão ser revelados no dia 07 de abril, no Texas, antes da decisão do Torneio da NCAA.

Além de Mourning e Johnson, outros quatro indicados surgem entre os finalistas pela primeira vez: os treinadores Nolan Richardson, Eddie Sutton e Gary Williams, além da equipe feminina da Immaculata University – tricampeã nacional no início da década de 1970. Três ex-atletas da NBA (Spencer Haywood, Tim Hardaway e Mitch Richmond) e uma ex-treinadora universitária (Harley Redin) voltam a ficar na lista final do Naismith Memorial.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=lhkQFkv-c9M]

“Nós estamos orgulhosos em apresentar um grupo distinto de finalistas da classe de 2014, que trouxe grandes progressos ao basquete. Cada um dos indicados fez a diferença para o jogo ao seu estilo. Não vai ser fácil para nosso comitê de honra escolher os membros que serão introduzidos neste ano”, declarou Jerry Colangelo, presidente do Hall da Fama, por meio de nota oficial.

O comitê de honra citado por Colangelo é formado por 24 integrantes e, para fazer parte do grupo homenageado deste ano, os finalistas precisam ser aprovados por 75% dos votantes (18). Os oito homens serão “avaliados” por um corpo votante masculino, enquanto o comitê feminino vai analisar os casos de Redin e da equipe de Immaculata University.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1a0dUoCCqiU]

A classe de 2014 já tem cinco membros garantidos pela indicação direta dos comitês especiais do Hall da Fama: Sarunas Marciulionis (indicado pelo Comitê Internacional), Bob Leonard (Comitê da American Basketball Association – ABA), Nat Clifton (Comitê dos Pioneiros Afro-Americanos), Guy Rodgers (Comitê dos Veteranos) e o agora ex-comissário da NBA David Stern, escolhido pelo Comitê dos Colaboradores do Esporte.

A cerimônia de introdução deste ano do Hall da Fama acontecerá em agosto. No ano passado, Oscar Schmidt tornou-se o terceiro brasileiro homenageado pelo Naismith Memorial, ao lado de Hortência e Ubiratan.

Confira a lista completa de indicados:

Alonzo Mourning: Ex-pivô convocado para o Jogo das Estrelas por sete vezes (1994-97 e 2000-02), selecionado para o quinteto ideal da temporada da NBA em uma oportunidade (1999) e com duas indicações para o time ideal de defesa (1999-2000, quando liderou a liga em tocos). Campeão da NBA pelo Miami Heat (2006). Camisa aposentada pela franquia (#33).

Eddie Sutton: Ex-treinador. Quatro vezes escolhido melhor técnico universitário do ano (1977, 78, 86 e 95) e o primeiro a comandar quatro instituições diferentes em Torneios da NCAA. Um dos oito treinadores da história da primeira divisão do basquete universitário a conquistar 800 vitórias e só teve uma campanha negativa em 37 anos de carreira.

Gary Williams: Ex-treinador. A frente da Universidade de Maryland por 21 anos (1990-2011), o técnico levou a instituição a 11 participações consecutivas no Torneio da NCAA (1994-2004) e conquistou o título nacional em 2002. Acumulou 668 vitórias em 1080 jogos como treinador do programa.

Harley Redin: Ex-treinador. Comandou a Universidade Wayland Baptist a seis campeonatos nacionais (1956-57. 1959, 1961, 1970-71) e 431 vitórias em 497 partidas. Treinou a seleção norte-americana feminina em competições disputadas nas décadas de 1950, 60 e 70. Membro do comitê olímpico dos EUA.

Immaculata University: Equipe tricampeã universitária feminina entre 1972 e 74 com recorde acumulado de 60 vitórias e duas derrotas. Primeiro time universitário de mulheres a jogar uma partida televisionada e no Madison Square Garden. Tinha três futuras integrantes do Hall da Fama no elenco: Theresa Shank, Marianne Crawford e Mary Scharff.

Kevin Johnson: Ex-armador convocado para três Jogos das Estrelas (1990, 91 e 94) e escolhido para o segundo quinteto ideal da liga em quatro temporadas (1989-91 e 94). Vencedor do prêmio de jogador que mais evoluiu em 1989 e dono da primeira camisa aposentada da história da Universidade da Califórnia. Atual prefeito de Sacramento e um dos principais responsáveis por ter mantido a franquia Kings na cidade em 2013.

Mitch Richmond: Ex-ala-armador presente em seis Jogos das Estrelas (1993-98, MVP da partida em 1995) e três vezes selecionado para o segundo quinteto ideal da NBA (1994-95 e 97). Vencedor do prêmio de calouro do ano da liga em 1989 e campeão pelo Los Angeles Lakers (2002). Teve médias de 21.0 pontos, com quase 39% de conversão nos arremessos de longa distância, em mais de 900 jogos disputados na carreira.

Nolan Richardson: Ex-treinador. Comandou a Universidade de Arkansas a três Final Fours do Torneio da NCAA (1990, 94-95) e um campeonato nacional (94). Ele liderou ainda outras duas instituições (Tulsa e Western Texas) a títulos nacionais de menor expressão. Faz parte do Hall da Fama do basquete universitário e teve carreira com 509 vitórias em 716 partidas.

Spencer Haywood: Ex-jogador quatro vezes selecionado para o Jogo das Estrelas (1972-75), escolhido para o quinteto ideal da liga em duas oportunidades (1972-73) e campeão da NBA com o Los Angeles Lakers (1980). Em seu único ano atuando na ABA, ele foi eleito o melhor calouro e MVP da temporada (1970). Além disso, foi campeão olímpico com a seleção norte-americana em 1968.

Tim Hardaway: Ex-jogador selecionado para o Jogo das Estrelas em cinco oportunidades (1991-93 e 97-98), membro do primeiro time da liga em 1997 e eleito para o segundo quinteto ideal por três vezes (1992 e 98-99). Campeão olímpico em 2000 e dono de camisa aposentada pelo Miami Heat (#10).

[polldaddy poll=7801331]

  • Paulo Monteiro-Phoenix suns

    Tenho apenas 17 anos,porém acompanhei jogos do phoenix nos anos 90,kevin johnson um monstro!

  • pedrokadf

    Alonzo Mourning com certeza merece estar nessa seleta lista ..
    jogou muito, um dos primeiros ídolos do Heat .. (pra mim o primeiro), tem seu anel, (o primeiro do Heat ), com a seleção americana, já ganhou vários títulos individuais, era um monstro na defesa, como gostava de dar toco .. kkkkk !!
    Zo deve sim estar no Hall da Fama !!
    Let’s go Heat !!

    • Se não me engano, o primeiro ídolo do Heat foi Rony Seikaly, o cara era bom:

      http://www.youtube.com/watch?v=pDmuy4QmCLU

      • Seikaly foi um o primeiro “FP” que o Heat teve. Ele contribuia no ataque e na defesa. Teve médias de double-double com o Heat, mas não se tornou tão idolo assim, talvez por não ser americano ( lol ), vai saber. ZO e Hardaway foram os primeiros grandes ídolos, até a chegada do Wade e Haslem.

  • Mitch Richmond jogou no sacramento kings também ….

  • ZO e Hardaway me fizeram assistir o miami heat, esses 2 merecem muito estar no Hall da fama

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados