logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 23 nov 2015 às 09:08
Valanciunas recusa cirurgia e desfalca Raptors por seis semanas

Com fratura na mão esquerda, pivô ficará longe das quadras até início do ano que vem

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O Toronto Raptors não deverá contar com seu pivô titular até o início de 2016. De acordo com Adrian Wojnarowski, do site Yahoo! Sports, Jonas Valanciunas vai ficar afastado das quadras pelas próximas seis semanas para tratar a fratura na mão esquerda que sofreu na sexta-feira passada. Ele optou por tentar a recuperação sem submeter-se a cirurgia no local, o que pode abreviar o tempo fora de ação do lituano.

O jogador quebrou o quarto metacarpo no terceiro período da vitória dos canadenses contra o Los Angeles Lakers, após ter a mão atingida pelo craque Kobe Bryant quando saltava para uma enterrada. Ele sentiu dores na região imediatamente, foi para o banco de reservas e não conseguiu sequer cobrar os lances livres resultantes da falta. A fratura foi confirmada horas mais tarde, por meio de exame de raio-X.

Reserva imediato da posição, Bismack Biyombo foi escolhido de Dwane Casey para substituir o titular no restante da partida e já assumiu a titularidade do time neste domingo, diante do Los Angeles Clippers. O técnico planeja, porém, testar vários jogadores na vaga aberta e explorar as possibilidades de utilizar formações mais baixas, com atletas como o argentino Luis Scola atuando como pivô central.

“Bismack dá uma cara diferente ao nosso time. Luis na posição cinco também altera a equipe. É claro que podemos usar um quinteto mais baixo e móvel, pois Luis é muito versátil, além de termos caras como Patrick [Patterson], DeMarre [Carroll], Anthony Bennett e James Johnson para atuar como ala-pivô. Encontrar uma forma de distribuir os minutos abertos agora vai ser importante”, explicou Casey, sem entregar suas preferências.

Outro jogador com quem o treinador afirma contar para suprir a ausência do atleta lituano é o brasileiro Lucas “Bebê” Nogueira, que não vem sendo aproveitado neste momento. “Lucas sabe o que estamos fazendo aqui, nossas movimentações e jogadas. Alguém terá que suprir essa lacuna e todos vão receber chances. Ele está voltando da D-League agora e os minutos aparecerão para que entre em quadra”, garantiu.

Valanciunas, de 23 anos, disputa sua quarta temporada na NBA e acaba de assinar extensão prévia de contrato com o Raptors no valor de US$64 milhões. Em 14 jogos realizados nesta campanha, ele acumula médias de 12.7 pontos e 9.3 rebotes (melhores marcas da carreira), além de quase 56% de aproveitamento nos arremessos em quadra, em pouco mais de 27 minutos de ação por noite.

  • “Bismack dá uma cara diferente ao nosso
    time. Luis na posição cinco também altera a equipe. É claro que podemos
    usar um quinteto mais baixo e móvel, pois Luis é muito versátil, além de
    termos caras como Patrick [Patterson], DeMarre [Carroll], Anthony
    Bennett e James Johnson para atuar como ala-pivô. Encontrar uma forma de
    distribuir os minutos abertos agora vai ser importante”

    – Resumindo: Bebê continuará na D-league, mesmo o time não tendo um cincão clássico,
    só lembrou dele após ser perguntado.

  • Rômulo Franco Cardozo

    Esse cara fará muita falta ao time canadense… mais no ataque que na defesa, afinal o francês Biyombo ajuda bem por lá!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados