logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 24 nov 2015 às 10:43
Bruno Caboclo mostra evolução e se destaca na D-League

Brasileiro já se tornou o principal jogador do Toronto 905 com sua defesa e seus arremessos de três

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Redação Jumper Brasil

Não são muitos jogadores que conseguem passar da D-League para a NBA. E os que fazem essa transição normalmente assumem papéis de coadjuvantes nas equipes principais. Mas o caso de Bruno Caboclo parece ser diferente, pois sua chegada ao Toronto Raptors é dada como certa. Uma das maiores carências vistas nele é a falta de experiência, e a franquia usa a liga de desenvolvimento exatamente para suprir esse problema.

Cometendo erros típicos de novatos, mas também acertando muito, o brasileiro tem mostrado evolução, tornando-se rapidamente o principal jogador do Toronto 905 na D-League. “É muito divertido. Estou conseguindo muitos minutos. O time é bom, muito talentoso. O treinador Jesse é muito legal”, afirmou Caboclo, referindo-se ao técnico do 905, Jesse Mermuys. “Faz tempo que não disputo jogos. Eu preciso de jogos para mostrar o que posso fazer”.

Leia Mais
Valanciunas recusa cirurgia e desfalca Raptors por seis semanas
O início de temporada dos brasileiros

O Toronto 905 foi fundado este ano e a possibilidade de dar minutos de quadra a Caboclo teria sido inclusive uma das motivações para a criação da equipe. No início da temporada, o brasileiro vem despontando como um jogador que arremessa muito de longa distância. Nos primeiros dois jogos ele tentou 34 arremessos, sendo 17 além da linha de três pontos. “Ele não tentaria esses arremessos com os Raptors. Então, como treinador, como você pode deixá-lo mais acostumado com essa experiência de tentar arremessos, ter sucesso e falhas, aprender com isso?”, ressalta o treinador Mermuys.

Mas o que mais vem chamando atenção no jogo de Caboclo é a sua defesa. Com bons lances na ajuda e dentro do garrafão, é por esse caminho que ele pode chegar ao Raptors da maneira mais rápida. “Defensivamente ele está fazendo algumas coisas de NBA, em termos de posicionamento”, elogiou Mermuys. “Reconhecendo onde ele precisa estar quando a bola está em certos lugares e isso é fundamental para nós, pois é aí que nós dizemos: ‘Cara, Bruno está começando a pegar o jeito'”.

  • Tecio

    Tomara que ele se de bem. to torcendo pra ele ser titular um dia no raptors.quando vc ver ele jogar da pra perceber que tem potencial mais precisa de alguem que o oriente se nao vai desperdiçar o talento

  • Rômulo Franco Cardozo

    Massa, queria muito ver esse moleque jogando em nível de NBA, seria ótimo pra ele e para o Brasil, afinal essa é a posição mais carente em nosso basquete.

  • Fabrica de Vassilo

    Se o Brasil tivesse uma estrutura de ensinar desde o colégio, ir lapidando os talentos e preparando-os, ou ao menos ensinar o fundamentos, não precisaria o menino ir ao Canadá como talento bruto pra ELES lapidarem. No Brasil nem pro futebol dão o preparo necessario, tanto que o jovem tem de se inscrever em uma escolinha de futebol e pagar mensalidades altas por isso. O menino teve uma sorte do kct de conseguirem ver o enorme potencial que ele tem enquanto ele ainda é bem novo, pois se talvez descobrissem ele daqui 3 anos sabe-se lá até se estaria ainda dedicado ao basquete.

    • Rafael Victor

      Grande verdade!

  • Ele pode ser o novo Giannis Atetoalgumacoisa. O atletismo, a envergadura e a juventude são características que, bem trabalhadas, vão fazer o garoto ir longe. Já arremessa muito bem, só precisa ter maior controle de bola e selecionar melhor os arremessos.

    Pode não ser nessa temporada (ainda), mas não falta muito para o Caboclo jogar na NBA.

    • matheus

      “Atetoalgumacoisa” foi boa e nomezinho difícil de escrever/falar esse do Giannis hahaha

  • VOLTA D’ANTONI

    Pode ser que esteja se destacando na defesa, mas ofensivamente está uma desgraça. Chutando 21% pra 3 e 32% FG não parece muito animador, ainda mais pq o cara ta jogando na dleague.

  • Rafael Victor

    Let’s Go, Caboclo!

  • Rafaela

    Dwane Casey é uma piada. Lowry, Carroll, Caboclo, Scola e Nogueira é de longe o quinteto ideal do Raptors

    • vinícius martins

      ta legal mas e o T Ross,DeRozan,Valenciunas

    • Thiago Tecachuk

      Carrol??? Ele está no Atlanta cara!

  • Alysson Alberto Elias

    Faltou completar a matéria com as médias dele…

    • 14,8 pts/ 37% FG/ 21,6% 3pts/ 0,923% LL/ 8,4 Rbt /1,2 ass /1,8 stl /1,8 blk.
      O que dá pra ver nesses números é que o time está dando tempo de jogo para ele (é o que ele precisa), com esse ano jogando muito no time de baixo, com tempo de quadra e treinamentos com os coach’s da equipe, ele pode evoluir, fazendo um papel parecido com Carroll fazia no time…

      • Alysson Alberto Elias

        Obrigado Vinicius.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados