logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 5 dez 2015 às 12:30
Comissário Adam Silver elogia “reconstrução competitiva” do Blazers

Para executivo-mor da NBA, franquia do Oregon é exemplo para times reformulando elenco

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gabriel Farias

O número de derrotas em uma temporada está diretamente relacionado com as chances de um time conseguir a primeira escolha do draft na NBA. Por isso, times como o Philadelphia 76ers apostam em montar intencionalmente equipes “pouco competitivas” na intenção de reconstruir o time via recrutamento. Após perder quatro de cinco titulares na última offseason, o Portland Trail Blazers recorreu a uma forma melhor de conduzir o processo de reformulação.

Diferentemente do adversário, a franquia do Oregon optou por reconstruir o elenco na agência livre, contratando jovens promissores e jogadores em ascensão na liga para fortalecer a base enquanto continua minimamente competitivo. A abordagem adotada pela equipe, muito mais saudável para a NBA como torneio e produto, recebeu elogios do comissário Adam Silver ao longo desta semana.

“Eu aprecio o fato do Blazers estar em um processo de reconstrução sem precisar alcançar o ponto mais baixo, piorar vertiginosamente”, afirmou o executivo, na derrota da equipe para o Dallas Mavericks na última terça-feira. “Paul Allen [dono da franquia] está na NBA há muito tempo e sabe que é preciso reformular em um momento, mas os fãs ainda querem ver times competitivos em quadra”.

Leia mais
Adam Silver diz que NBA não vai interferir em “Hack-a-Shaq” no momento
Adam Silver não antevê mudanças em período de moratória da NBA
Adam Silver considera aumentar vagas no Jogo das Estrelas

A equipe de Portland possui o terceiro elenco mais jovem da temporada (média de 24.6 anos) e a menor folha salarial da NBA no momento, mas, ainda assim, já conquistou oito vitórias em 20 partidas disputadas. O time ocupa a 11ª posição da conferência Oeste e, na verdade, está somente um jogo atrás do oitavo colocado (Houston Rockets) e a zona de classificação aos playoffs.

“Sinto que o Blazers vê uma obrigação em entregar um elenco competitivo à comunidade e, vendo dessa perspectiva, acho que continua muito bem sucedido”, exaltou Silver, que ainda nega a existência de times perdendo intencionalmente para conseguir melhores seleções de draft. “O recrutamento é uma forma legítima de reformulação, mas ser ruim por muito tempo – de propósito ou não – pode ser muito destrutivo para a franquia e a comunidade”.

Apesar da estratégia conhecida como “tank” ser uma preocupação para a liga, a NBA não deverá mudar o sistema de loteria do draft em um futuro próximo. Silver encontrou-se com donos de franquias em setembro e afirmou que a atual forma de emparelhamento para o recrutamento, privilegiando os piores desempenhos da campanha anterior, não vai ser alterada nos próximos anos.

  • Olavo #RipCity #Emerging

    Mesmo assim …

    #SuckForSimmons

    • Michael Bryant

      Simmons e do meu Lakers tira o olho

  • Rodrigo Santos

    Começar uma reconstrução com Lillard e C.J. McCollum não é nada mal… E um técnico que não deixa o time uma bagunça na quadra ajuda também. Devem ficar no meio da classificação e não ter uma escolha alta como eu esperava…

  • Rafael Victor

    Bom seria se todas equipes fizessem reformulação dessa maneira, mas… o tank ainda impera! Sixers taí pra provar isso!

  • Reconstrução competitiva, realmente, mas acho que um Tank forte seria mais útil para o Portland do que esse meio tank.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados