logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 9 dez 2015 às 17:15
Reclamação de dirigentes teria motivado chegada de Jerry Colangelo ao 76ers

Diretor da USA Basketball foi contratado como presidente de operações da franquia

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gabriel Farias

O Philadelphia 76ers ganhou um importante reforço para a avanço da reconstrução de seu elenco com a contratação de Jerry Colangelo como presidente de operações da franquia. No entanto, a ideia de trazer o diretor da USA Basketball para a equipe não teria sido totalmente do Sixers. Segundo Brian Windhorst, da ESPN, o comissário Adam Silver e outros donos de times incentivaram a chegada do veterano executivo.

“Donos de franquias têm mostrado interesse que a NBA interfira na situação do 76ers desde 2014”, revelou o repórter. “Os mandatários reclamavam sobre como a questão econômica do time implicava na NBA, uma vez que a Filadélfia é um dos maiores mercados e era esperada uma participação financeira maior. Muitas equipes têm nos jogos fora de casa contra o Sixers seus menores públicos do ano”.

Dirigente responsável pela retomada da hegemonia norte-americana no basquete mundial, Colangelo chega ao time com a missão de restaurar a reputação de uma franquia abalada por seguidos resultados ruins causados pela política de tanking instaurada pelo gerente-geral Sam Hinkie. Neste início de temporada, o Sixers igualou o pior início de campanha da história da liga (18 derrotas) e estabeleceu a maior sequência de derrotas consecutivas das grandes ligas esportivas dos EUA (28).

“Espero que Jerry nos permita reformular nosso elenco mais rápido, pois nossa principal meta ainda é ser um time de elite”, declarou o dono do 76ers, Josh Harris, que acumula 107 vitórias e 227 derrotas desde que comprou a franquia. “Eu não quero dar o falso conforto à torcida de que vamos mudar imediatamente, mas acho que estamos preparados para a próxima fase do processo”.

Até aqui, a reformulação do Sixers sob o comando de Harris e Hinkie rendeu via draft os pivôs Joel Embiid, Nerlens Noel e Jahlil Okafor, além dos direitos sobre o ala-pivô Dario Saric e outras escolhas futuras de primeira rodada em recrutamentos.

  • TRUETHIAGO

    Certamente teve influência de outras franquia e da própria NBA. Não é interessante para ninguém, esportivamente ou financeiramente falando, ter uma equipe na liga tão fraca e sem rumo como estamos vendo os Sixers das últimas temporadas.

    Colangelo é um dos executivos de basquete mais respeitados dos EUA, premiado diversas vezes como “Executive of the Year”, montou bons times em Phoenix, enfim… Agora temos alguém que verdadeiramente conhece do negócio. Até eu, que sou dos mais céticos, acredito que devem de fato começar a acelerar esse tal processo que o Hinkie não conseguiu passar da primeira etapa.

  • Pierry Silva

    Se o 76ers quiser volta a ter um time competitivo na próxima temporada. Cap pra isso vai ter.

    • TRUETHIAGO

      Do que adianta espaço no cap, sem um time atrativo? Nenhum FA top cogitaria ir para Philadelphia, atualmente. E mesmo os intermediários viriam somente recebendo contratos overpaid, ou então sobram caras do calibre de Dion Waiters, etc.

      A vinda do Jerry Colangelo é importante justamente por causa disso, passa um recado tanto aos jogadores quanto aos adversários que ali existe uma tendência de mudanças nos planos e futuro. Claro, isso é somente um passo, a confiança leva tempo para ser readiquirida.

      • Pierry Silva

        Tu não vai conseguir atrair um Durant da vida, mas pode montar uma base já na próxima temporada. Falei competitivo no sentido de voltar aos playoffs, vai ser difícil, mas não impossível. Knicks ta aí pra provar.

        • TRUETHIAGO

          Não precisa ser Durant, mesmo um Mike Conley ou Nicolas Batum (para citar 2 Free Agents de bom nível da próxima janela) pensariam mil vezes antes de assinar. Ou, como eu disse, teriam que receber propostas bem vantajosas, pois se forem parecidas com a de outras equipes em estágio mais avançado, obviamente não daria para competir.

          Matemática simples: se o Grizzlies oferecer 13/14M ano para o Conley, os Sixers precisariam propor uns 18M; se o Batum tiver propostas de 15/M, teríamos que bancar uns 19/20, e assim por diante…

          Knicks não comprova nada, aliás, mostra que os jogadores cada vez mais olham os “projetos” do que propriamente a parte salarial, tradição, cidade badalada e cia ltda. Não pegaram nenhum FA entre os mais disputados (Monroe preferiu Milwaukee, só para citar um exemplo) apenas caras medianos como Afflalo e Robin Lopez. E olha que eles ainda possuem o Carmelo, nem isso adiantou.

  • – Tiago

    Olha a cara do Sam Hinkie de “Filho da puta, o processo de reconstrução estava sobre controle, só veio atrapalhar o nosso tank” KKKKKKKKK

    • pedrokadf

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk tipo isso !!

  • Mattews HeatNation

    Acho q p o Sixers é tankar esse ano e na próxima temporada trazer uns 2 jogadores de nível All Star (espaço na folha eles tem) q junto com as atuais e futuras escolhas do Draft formariam uma equipe competitiva !

    • TRUETHIAGO

      Quais??? Há poucos desse patamar na Free Agency 2016, sobretudo para o perímetro que é a principal carência do time no momento. Durant nem conto, acho que até se oferecessem 30M/ano ele não viria, rs… Rondo? DeMar DeRozan?? Muito difícil, haja lábia do Colangelo!!!

      Vejo alguma chance, como disse para o Pierry, de talvez vir um Conley ou Batum (que não são All-Stars, apesar de serem bons, lógico) desde que oferecendo valores bem acima do que a concorrência. E algumas outras opções de alguns novos em evolução, caso não renovem (restritos) tipo o Beal ou Harrison Barnes.

      Fora destes, é de Brandon Jennings, OJ Mayo, Eric Gordon, Joe Johnson, Luol Deng… e por aí para baixo. Ou seja, um misto de jogadores peladeiros, injury prones ou decadentes que honestamente, melhor desconsiderar.

      • Rodrigo Toledo

        É pegar Ben Williams se ficar em 1º no Draft, chamar o Saric de volta, torcer pro Embiid voltar saudável, manter alguns jogadores do elenco atual (Noel, Okafor, Wroten e Covington dá pra sair algo deles) e completar o elenco com jogadores mais experientes que tenham um nível. Aí já pra ser um time apenas fraco.

        • TRUETHIAGO

          Sim, é essa parte que a galera esquece. Não é igual no 2K ou simuladores do tipo, são vários degraus para subir, bem por aí como você falou: primeiro o time precisa passar de péssimo/horrível para um patamar somente ruim/fraco. Depois, fazendo os movimentos corretos é que poderá almejar ser competitivo ou brigar para voltar aos playoffs.

    • Erick

      que all star seria louco de assinar com o meu philly? hahaha

  • Wadson Pinheiro

    Grande executivo. Tem mentalidade vencedora. Quando estava no Suns sempre conseguia grandes jogadores e times competitivos.

  • Erick

    Espero que bote ordem nesse cortiço!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados