logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 11 dez 2015 às 12:05
Reggie Jackson reclama de atuações do Pistons contra times mais fracos

Equipe está na décima posição da conferência Leste com 12 vitórias em 23 jogos

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gabriel Farias

Adquirido durante a última temporada para substituir o machucado Brandon Jennings, o armador Reggie Jackson emergiu rapidamente de sexto homem do Oklahoma City Thunder para líder e destaque do Detroit Pistons. Com 17.6 pontos, 9.2 assistências, 4.3 rebotes e aproveitamento de 43% nos arremessos de quadra nos 27 jogos que atuou pela nova franquia, Jackson recebeu uma extensão contratual no valor de US$ 80 milhões por cinco anos, e recebeu de vez o papel de liderança da equipe.

Com as atuações dominantes do companheiro Andre Drummond, o Pistons de Jackson surpreendeu ao vencer partidas contra Atlanta Hawks (106 a 94), Chicago Bulls (98 a 94), Cleveland Cavaliers (104 a 99), Miami Heat (104 a 81) e Houston Rockets (116 a 105) nos primeiros 23 jogos, e figura atualmente na décima posição da conferência Leste, com 12 vitórias. Porém, algumas das onze derrotas da equipe na temporada 2015-16 chamam mais a atenção de Reggie Jackson que as vitórias antes citadas.

“Acho que nós jogamos bem contra bons times, fazemos o nosso trabalho e sabemos bem qual é o nosso papel no jogo. Porém, nós não temos jogado bem contra as equipes mais fracas”, reclamou o armador em entrevista ao site Basketball Insiders. “Por algum motivo, não fazemos o nosso trabalho direito quando jogamos contra esses times. Os bons times da liga jogam bem em todas as partidas. Precisamos fazer nosso trabalho”.

Analisando as derrotas do Pistons na temporada 2015-16 considerando o pensamento de Jackson, é possível constatar que a franquia de Detroit perdeu cinco das onze partidas na campanha para times que chegaram ao jogo abaixo dos 50% de aproveitamento: Indiana Pacers (0-3), Sacramento Kings (1-7), Los Angeles Lakers (1-8), Milwaukee Bucks (5-8) e Brooklyn Nets (3-13).

Apesar de ser a quinta melhor defesa da NBA com 97.6 pontos sofridos por partida, o Pistons figura na 22ª posição entre os melhores ataques, anotando apenas 98 pontos por jogo. A vigésima primeira colocação no ranking de posses de bola por jogo (95.6) também corrobora com a pressão colada por Jackson no ataque para melhorar contra as equipes mais fracas.

“Precisamos apenas arremessar nosso arremesso. Você não pode passar a bola quando está livre. Isso é uma grande parte do nosso problema”, afirmou Jackson. “É muito difícil conseguir oportunidades livres, então quando você não aproveita essa situação, é mais difícil ainda consegui-la de novo. Não importa se você já errou 20 arremessos. Arremesse e volte para marcar”.

Décimo melhor time no quesito de aproveitamento nos arremessos de quadra (45%), a equipe de Stan Van Gundy sofre com a disparidade entre seus titulares e reservas. Enquanto todos os cinco jogadores presentes no quinteto inicial do Pistons têm aproveitamento acima dos 40%, os reservas somados têm o pior aproveitamento entre todos os bancos da NBA, com 35%.

  • vitorhugoj3

    “Precisamos apenas arremessar nosso arremesso. Você não pode passar a bola quando está livre…” Alguém precisava dizer isso para o Andre Roberson…

    • DamonHeat

      Eu fico muito puto, quando um jogador tem medo de arremessar, quando esta totalmente livre.

      • vitorhugoj3

        kkkk Pois é mano, dá raiva. Agradeça por não ter Roberson no seu time …rs

  • Fear The Fro_br

    “A equipe de Stan Van Gundy sofre com a disparidade entre seus titulares e reservas.”

    De longe o pior banco da liga, apenas S.Johnson contribui decentemente com o time.
    E Jackson precisa olhar mais para seu umbigo, pq ele mesmo tem alternado bons jogos, com partidas pifias.

  • Raphael Melo

    Esse time fez um jogo duríssimo contra o Warriors ainda. Ainda bem que ganhamos do Sixers!

    A rodagem de bola deficiente e a inconsistência ofensiva dos atletas complica. Drummond é o único que mantem regularidade, mas se meteu em problema de faltas algumas vezes. Mas esse problema do banco está altando aos olhos. Contra o Pacers, o Van Gundy deixou os 5 reservas por quase todo o 2º quarto, e tomou uma run de 27-2, o que fatalmente deciciu o jogo.

    Mas o Brandon Jennings e Jodie Meeks, quando voltarem, vão ajudar a solucionar o problema do ataque e fortalecerão o banco.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados