logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 11 dez 2015 às 13:53
Sem segurança após lesão, Parsons admite desempenho insatisfatório

Embora bem fisicamente, ala do Mavericks não acredita em boas atuações antes de retomar confiança

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

A temporada do ala Chandler Parsons não poderia começar pior. Após uma lesão no joelho direito se agravar na série contra o Houston Rockets nos playoffs do ano passado, o atleta passou por uma cirurgia e no início dessa temporada deveria estar jogando sem qualquer limitação.

Na derrota do Dallas Mavericks na última quarta-feira (9) para o Atlanta Hawks por 98 a 95, o camisa 25 veio do banco de reservas e depois de anotar apenas cinco pontos, falou sobre o processo de voltar a jogar como antes.

“Todo o processo é frustrante”, afirmou. “Eu obviamente quero voltar a forma que eu estava jogando antes e quero estar nos momentos decisivos dos jogos, mas eu não joguei bem essa noite. Não estou convertendo arremessos, não tenho impulsão, não tenho pernas. É frustrante”.

Parsons que está em seu segundo ano de contrato com a equipe do Texas, registra médias de 7.9 pontos e 2.7 rebotes por partida nessa temporada, as piores em todos os seus cinco anos na liga, resultado também de não conseguir realizar a pré-temporada com a equipe devido à recuperação da sua lesão.

“Eu nunca lutei com algo desse tipo. É algo diferente que eu nunca passei. Tem sido muito difícil, mas vou continuar lutando até eu voltar ao normal”, declarou. “Eu sinto que estou a um passo atrás de todos, mas é algo que tenho que continuar lidando e trabalhando duro até que volte ao normal”.

Leia mais
Ídolo, Dirk Nowitzki se impressiona com Porzingis: “O céu é o limite”
Em entrevista, Mark Cuban comenta sobre McHale e teto salarial
Dwight Powell surpreende e se torna boa opção no banco do Mavs

O atleta revelou que não sente dores e sabe que seu joelho está bem fisicamente. No entanto, ele acha que uma lesão grave como a dele é um processo longo e admitiu que é um desafio permanecer positivo e confiante.

“Eu acho que o lado psicológico pesa muito”, relatou Parsons. “Obviamente, eu estou liberado para jogar ou eu não estaria jogando. Fisicamente me sinto bem, me incomoda às vezes, mas nada para se alarmar. Eu penso que está na minha confiança de jogar e tenho que ser agressivo para voltar a acreditar nela”.

  • Alisson-Bulls

    Jogador mediano.

  • Matheus Oliveira

    Tenho acompanhado mais jogos do MAVS de que todos os outros times. Parsons está tão mal quanto o Rose até aqui. Ainda bem que o Dallas deu a sorte de fazer até o Felton jogar nesse time, sem falar o Deron.. Pois como disseram no início de temporada, construir um time em volta do Parsons não dá

  • Guilherme Prates

    Cara, quem já se machucou levemente sabe como é: o mais difícil é perder o medo de fazer o mesmo movimento depois. Sério, é realmente TRETA!
    Imaginem depois de uma cirurgia no joelho.
    Por outro lado, são ossos do ofício: ele é atleta profissional e todos sabemos que esporte de alto rendimento não é saúde, é lesão; então, ele vai ter que lidar com isso…

  • Lord Cuban

    Vamos esperar até mais um mes para ver o que ele produz… Se por acaso ele quer fazer opt out do contrato para receber mais melhor começar a jogar algo visível… Se não o Cuban irá atrás de outro SF…

  • magaiver51

    bem que o site podia fazer um quiz pra ver os all-star do ano q vem hein… seria uma boa

  • MDias

    Gostava muito do Parsons no Houston. Antes dele vir para Dallas estava jogando um bom basquete mas daí trocou de time, se machucou e nunca mais foi sombra do jogador que era. infelizmente…

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados