logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 dez 2015 às 11:56
Towns valoriza relação com “professor” Kevin Garnett

Em sua primeira temporada na NBA, pivô recebe conselhos do veterano quase diariamente

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Eduardo Ribeiro

A volta do ala-pivô Kevin Garnett para o Minnesota Timberwolves, além do valor sentimental, também teve como objetivo tornar o veterano um dos líderes do jovem elenco em reconstrução da franquia. E até o momento, o plano segue da melhor forma possível. Em entrevista recente, o pivô Karl Anthony-Towns, primeira escolha do draft de 2015, exaltou a parceria com o “mentor” Garnett.

“Conversando com ele, observando-o e aprendendo. Faço isso o dia todo”, afirmou Towns, que tenta emular até mesmo o estilo de preparação do veterano após os treinos com a equipe, desde os trabalhos na academia até o treino de arremessos.

Leia Mais
Porzingis surpreende e leva prêmio de melhor calouro do Leste; Towns vence no Oeste
Destaque entre novatos, Towns avisa: “Não sou um produto terminado”

O novato, no entanto, não compartilhou quais são os principais conselhos dados pelo veterano. “Eu não quero falar sobre isso” afirmou. “Existem algumas coisas que ele faz que todos nós já estamos acostumados a ver, mas existem outras que são incomuns.”

Apesar da atenção especial para Towns, uma vez que ambos são jogadores de garrafão, Garnett também tenta ajudar os outros jovens da equipe. Após um dos últimos treinos do time, por exemplo, o jogador de 39 anos permaneceu no local junto ao ala Andrew Wiggins, trabalhando no jogo de garrafão do jovem.

Em média, Kevin Garnett por apenas 15 minutos por partida nesta temporada e registra 3.2 pontos e 5.0 rebotes. Já Towns não vem sentindo a pressão em seu primeiro ano na NBA e acumula médias de 15.2 pontos e 9.3 rebotes, em 28 minutos de ação.

  • Cresce na minha mente a possibilidade de KG assumir o comando técnico da equipe. Ele tem dialogo com os jovens e tem o respeito dos medalhões, donos/executivos da franquia e respaldo da torcida de MN.

    É notório a confiança que ele passa pro Towns principalmente e em um segundo momento para Andrew Wiggins, mas como atleta a sua contribuição é muito limitada [ele não é o maior responsável por isso] e seria o momento de pensar na possibilidade de treinar esse time [eu ficaria satisfeito pela aposta]. Sam Mitchell e sua filosofia são defasadas, ele já vinha acompanhando o trabalho de Saunders e não existe aproveitamento de quase nada.

    • Erick

      Saiu uma reportagem há uns meses que o KG tem interesse em comprar o Minnesota após a aposentadoria! Então tudo é possível!

  • AlexS.F.

    Enquanto ele ajuda os meninos o Sam Mitchell atrapalha, Técnico Inutil

  • Erick

    Isso que falta na bagunça que é o 76ers 😐

  • Rafael Victor

    Grande Garnett!

  • Poderia ensinar o Wiggins a pegar rebotes. Impressionante o quanto o garoto é limitado nisso e em assistências, basicamente só pontua.

    Se não evoluir vai acabar se tornando um Kevin Martin.

    • Nem digo que ele seja limitado, mas ele não coloca a mesma energia nos rebotes defensivos do que nos ofensivos. Ele é o 5º melhor reboteiro entre os jogadores do perímetro:

      1) Russell Westbrook: 1.8 ORB;

      2) Rudy Gay: 1.8 ORB;

      3) Rondae Hollis-Jefferson: 1.7 ORB;

      4) P.J. Tucker: 1.7 ORB;

      5) Andrew Wiggins: 1.5 ORB;

  • Bruno Ribeiro-76ers

    Que inveja de ver esse time do Wolves e pensar que o Sixers não está assim, espero que no próximo ano, nosso time seja uma das sensações da temporada….

    • luiz

      Precisaria de um cara pra dar experiência e ajudar a acalmar os novatos do Sixers, não tem um cara q já tenha sido um grande jogador, veterano lá q consiga fazer isso.

      O Twolves foi inteligente e nota-se pelo q ele diz q até mto desse desempenho “solto” logo no primeiro ano, também é mto influência do Garnett

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados