logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 10 jan 2016 às 22:38
Clippers bate Pelicans na prorrogação e alcança nona vitória seguida

Rodada também contou com triunfos de Mavericks, Nuggets, Blazers, Jazz, Cavs, Grizzlies, Knicks e Rockets

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Michel Zelazny

(OT) (11-25) New Orleans Pelicans 111 X 114 Los Angeles Clippers (25-13)

O Los Angeles Clippers, ainda desfalcado de Blake Griffin, recebeu o New Orleans Pelicans, que por sua vez não contava com seu astro, Anthony Davis, almejando encostar no Oklahoma City Thunder pela briga do terceiro lugar da conferência Oeste.

O primeiro quarto começou muito movimentado, com ambas equipes sem muitas dificuldades de chegar à cesta. Pelo lado dos anfitriões, o Clippers contava com a grande ajuda de seu armador Chris Paul, enquanto que New Orleans era ajudado por Ryan Anderson, substituto de Davis na rotação titular. No final do quarto, contudo, ambas as equipes passaram a ter um pouco mais de dificuldade em converter seus arremessos. Enquanto o Clippers não pontuou nos três minutos finais do período, o Pelicans fez o suficiente para abrir uma vantagem de cinco pontos rumo ao segundo quarto.

No segundo período, os visitantes aumentaram sua vantagem, que chegou a 11 após boa cesta do armador reserva Norris Cole. Os dois dígitos de diferença parecem ter acordado o Clippers, que rapidamente encontrou seu rumo e retomou a liderança ao fazer 13 pontos consecutivos. Ainda comandado por Paul, o Clippers ampliou a vantagem e foi para o intervalo ganhando por 56 a 49.

A tendência do segundo quarto continuou no terceiro período. A qualquer momento que New Orleans tentava uma aproximação, geralmente em lance orquestrado por Jrue Holiday, a equipe angelina respondia imediatamente. No último período, contudo, o jogo tomou novos rumos: com Holiday endiabrado, a vantagem do Clippers foi reduzida para apenas dois pontos com dois minutos restantes no relógio. A partir daí, o que mais se viu foi um festival de cestas perdidas por ambos os times. Com dois lances livres para praticamente sacramentar o jogo com sete segundos restantes, o ala-armador do Clippers JJ Redick, sempre muito preciso nos arremessos da linha, cometeu um raro erro. Quem não bobeou foi Holiday, que chamou uma falta quando arremessava para três, e, após converter todos os lances livres, levou a partida à prorrogação.

No período extra, as equipes mantinham-se com diferença de apenas uma posse, até Chris Paul acertar uma bela cesta de três. Apesar de tentar reagir, o belo esforço do Pelicans foi em vão, com o Clippers garantindo a vitória em 114 a 111.

Continuando suas respectivas tabelas, o Clippers continua em casa para enfrentar o Miami Heat na madrugada de quarta para quinta. O próximo jogo do Pelicans também será no Staples Center, mas o adversário da vez será o Lakers na terça-feira.

Destaques

New Orleans

Jrue Holiday: 29 pontos, 11 rebotes, quatro assistências e três roubos de bola
Tyreke Evans: 26 pontos, sete rebotes e sete assistências
Ryan Anderson: 16 pontos e dez rebotes
Omer Asik: oito pontos e 11 rebotes
Los Angeles

Chris Paul: 25 pontos, cinco rebotes, 11 assistências e três roubos de bola
Jamal Crawford: 21 pontos
Wesley Johnson: 15 pontos, quatro rebotes e cinco roubos de bola
Luc Mbah a Moute: 14 pontos e cinco rebotes
DeAndre Jordan: 12 pontos e 11 rebotes
JJ Redick: 11 pontos e cinco rebotes
Austin Rivers: dez pontos


(22-16) Dallas Mavericks 93 X 87 Minnesota Timberwolves (12-26)

Destaques

Dallas

Dirk Nowitzki: 29 pontos e sete rebotes
Chandler Parsons: 14 pontos e cinco rebotes
Zaza Pachulia: 13 pontos e 11 rebotes

Minnesota

Andrew Wiggins: 21 pontos e sete rebotes
Shabazz Muhammad: 16 pontos e cinco rebotes
Ricky Rubio: 12 pontos, sete rebotes, oito assistências e três roubos de bola
Karl-Anthony Towns: dez pontos e quatro rebotes


(26-9) Cleveland Cavaliers 95 x 83 Philadelphia 76ers (4-36)

Destaques

Cleveland

Lebron James: 37 pontos, sete rebotes e nove assistências
Kevin Love: 15 pontos, 15 rebotes e sete assistências
JR Smith: 14 pontos
Tristan Thompson: dez pontos e dez rebotes

Philadelphia

Jahlil Okafor: 21 pontos e sete rebotes
Ish Smith: 18 pontos, sete rebotes e dez assistências
Nerlens Noel: 12 pontos, nove rebotes e três tocos


(19-18) Boston Celtics 98 x 101 Memphis Grizzlies (21-18)

Destaques

Boston

Isaiah Thomas: 35 pontos e oito assistências
Amir Johnson: 14 pontos, nove rebotes e quatro assistências
Avery Bradley: 14 pontos
Jared Sullinger: 11 pontos e quatro rebotes
Jae Crowder: dez pontos

Memphis

Zach Randolph: 25 pontos e 13 rebotes
Mario Chalmers: 18 pontos, cinco rebotes e quatro assistências
Tony Allen: 15 pontos e dez rebotes
Matt Barnes: 12 pontos e nove rebotes
Marc Gasol: 11 pontos e 11 rebotes


(OT) (21-16) Indiana Pacers 103 x 107 Houston Rockets (19-19)

Destaques

Indiana

Paul George: 20 pontos, seis rebotes, quatro assistências e sete roubos de bola
Ian Mahinmi: 13 pontos e sete rebotes
George Hill: 13 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Rodney Stuckey: 13 pontos e quatro rebotes
Monta Ellis: 11 pontos e 13 assistências

Houston

Trevor Ariza: 24 pontos e cinco rebotes
James Harden: 21 pontos, nove rebotes e nove assistências
Dwight Howard: 21 pontos e 17 rebotes
Patrick Beverley: 16 pontos, cinco rebotes e seis assistências
Corey Brewer: 12 pontos


(15-24) Milwaukee Bucks 88 x 100 New York Knicks (19-20)

Destaques

Milwaukee

Greg Monroe: 28 pontos, dez rebotes
Khris Middleton: 20 pontos
Jabari Parker: 14 pontos, seis rebotes
Rashad Vaughn: dez pontos

New York

Carmelo Anthony: 24 pontos, dez rebotes, oito assistências
Kristaps Porzingis: 15 pontos, seis rebotes, cinco bloqueios
Robin Lopez: 13 pontos, nove rebotes
Lance Thomas: 13 pontos
Arron Afflalo: 11 pontos


(17-20) Charlotte Hornets 92 x 95 Denver Nuggets (14-24)

Destaques

Charlotte

Jeremy Lamb: 15 pontos, oito rebotes, três roubadas
Cody Zeller: 15 pontos, seis rebotes
Kemba Walker: 11 pontos, seis assistências
Frank Kaminsky: 14 pontos, cinco rebotes
Marvin Williams: 11 pontos, quatro rebotes

Denver

Danilo Gallinari: 27 pontos, seis rebotes
Emmanuel Mudiay: 11 pontos, seis assistências, quatro rebotes
Gary Harris: 12 pontos
Will Barton: dez pontos, oito rebotes
Nikola Jokic: quatro pontos, nove assistências, sete rebotes


(17-20) Utah Jazz 86 x 74 Los Angeles Lakers (8-31)

Destaques

Utah

Gordon Hayward: 25 pontos, três bloqueios
Rodney Hood: 14 pontos, seis rebotes, quatro assistências
Rudy Gobert: dez pontos, cinco rebotes, três bloqueios
Trey Burke: dez pontos

Los Angeles

Lou Williams: 18 pontos, oito rebotes, seis assistências, seis erros de ataque
Jordan Clarkson: 14 pontos, quatro roubadas
Larry Nance: dez pontos, 11 rebotes
Julius Randle: 11 pontos, sete rebotes


(26-12) Oklahoma City Thunder 110 x 115 Portland Trail Blazers (16-24)

Destaques

Oklahoma City

Russell Westbrook: 25 pontos, 15 assistências, nove rebotes, três roubadas
Kevin Durant: 28 pontos, seis rebotes, quatro assistências
Steven Adams: 17 pontos, dez rebotes
Serge Ibaka: 14 pontos
Andre Roberson: dez pontos, oito rebotes, três bloqueios

Portland

Damian Lillard: 31 pontos, nove assistências, sete rebotes, sete erros de ataque
C.J. McCollum: 22 pontos, sete rebotes, seis assistências
Mason Plumlee: 11 pontos, 11 rebotes, quatro assistências
Al-Farouq Aminu: 14 pontos, seis rebotes
Ed Davis: dez pontos, nove rebotes
Allen Crabbe: 11 pontos

  • Lucas Ottoni

    Pelicans perdendo, como sempre. É dura a vida de quem torce por franquia desorganizada, gerida por incompetentes, e que só perde. Mas paixão é igual a batom na cueca. Não tem explicação. E que continue o sofrimento…

    OBS 1: e o Anthony “canelas de vidro” Davis já está no estaleiro. Se não tiver pelo menos uma contusão por temporada, perdendo uma penca de jogos, não é o Anthony Davis, né? Estamos salci fufu! E o sofrimento não para…

    OBS 2: o Asik conseguiu fazer 8 pontos!!! Uau!!! Já é uma evolução!

    OBS 3: o próximo adversário é o Lakers. Se perder, é melhor acelerar logo esse projeto TANK. Pois a alegria de fãs de times como o meu só acontece em junho mesmo. Afff…

    • Rogério Rodrigues

      O negocio pros Pelicans esse ano é tankar e tentar uma pick top3.
      Desde que a 1# pick seja do Celtics, via Nets

    • Lucas

      Acho que eles já estão pondo suas forças todas no Ben Simmons pro ano que vem.

    • Marcio

      ue, pra quem ia aos offs

    • Michel Moral

      Anthony Davis a maior decepção disparada da temporada até aqui! Nem ASG que é o ASG ele merece!

  • Kleber

    Elogiar o Porzingis é chover no molhado, mas o futuro do cara é monstruoso. Completo demais. Já deu 7 tocos num jogo, hoje 5, vários putbacks, ágil, chuta de 3, jogo de perna, o cara é foda. E quando vai bem tem que elogiar, o que o Melo tem jogado ultimamente não é brincadeira também. Se passar a bola e rodar o jogo, ele é mais perigoso ainda do que tentando resolver sozinho. Triângulo do tio Phil é do mal mesmo.

    • Eduardo Henrique #55

      Esse menino vai ser grande… E grande eu falo, nível Shaq, Mutombo e quem sabe até Chamberlain,ou colocando ele bemm alto, Bill Russel (sem a mesma quantidade de anéis hahaha). Um muleque tão novo com tanta fome de bola chega a ser assustador

      • Kleber

        Se nada de excepcional ocorrer, o futuro dele é brilhante mesmo. No fim aquela quarta escolha foi uma benção muito bem disfarçada pro Knicks.

    • Matheus Oliveira

      Só espero que o Knicks consiga montar um time bom em torno dele, pra dar condição necessária pra brigar por título. Fora isso, se largar a bola na mão dele, ele decide e não vai tremer.. Joga demais

    • Michel Moral

      Exatamente.

      Hoje Melo é peça fundamental no sistema de jogo do Knicks. Acredito que seja mesmo mérito do Phill, que fez de tudo para que o time chegasse a este momento.

      Se na próxima offseason chegar um reforço de peso, NY pode começar a estimar saltos maiores do que uma oitava vaga de playoffs.

      Eu daria prioridade a um armador (Rondo) e um pivô 5 (Al Horford).

      • Lucas

        Acho que pivô não tem tanta necessidade,até porque o Porzingis em breve deve jogar na posição quando tiver a condição física e eles também tem o Lopez.Rondo seria uma boa,mas contrato máximo nem rola.

        • Michel Moral

          Eu não sou muito fã do Lopez, confesso. É um cara muito mais esforçado do que bom jogador.

          Agora, vocês têm razão. Lopez (titular) O’Quinn e Seraphin (suplentes); e Porzingis (titular) Derrick Williams (sixth man) são boas opções.

          Mas se quiser angariar coisas maiores, a rotação na 5 tem que se desenvolver de forma bem contundente.

          Acho que um armador é obrigação! Grant está muito cru e Galloway é role player. Calderon seria um reserva interessante, pois agora já não é mais o cara que era. Eu trocava ou esperava para dispensar o espanhol e, claro, iria atrás do Rondo.

          Outra deficiência do time é a posição 2. Afflalo é o titular, tem qualidade e pode ajudar muito com a sua experiência. No entanto, não tem ninguém no banco. Um bom reserva imediato de perímetro é fundamental para um time que pensa em título.

      • Fabrica de Vassilo

        pra mim só armador e um banco melhor, pois o time tem ótimas opções em todas as outras 4 posições.

  • Olavo #RipCity #Emerging

    #LillardTime

  • Romeu-Lobito-Angola

    Cavs dando-se muito bem. Agora vai encontrar osso duro de roer, o primeiro Mavs, depois SPURS e depois Rockets visto que estes dois ultimos será no dia a seguir. Quer dizer o Spurs dia 14 e o Rockets no dia 15 se conseguir passar por esses 3 contender, agredito que CAVS pode conseguir fazer uma sequência de 20 vitorias seguidas vistos que depois destas sequência de 6 jogos fora agora entra numa sequência de 4 jogos em casa.

    • Rômulo Franco Cardozo

      Acho que mais do uma boa sequencia de vitória 3 vitórias em jogos complicados como esses vai dar ao time uma sensação de que está no caminho certo.
      Sinceramente acho que blatt tem falhado em envolver o elenco como um todo na rotação… ter Mo Wilians e Varejão carregando água no banco é um desperdício!

  • Ramon

    E esse Lillard hein ? Pqp !

  • Anderson Mendonça

    (26-9) Cleveland Cavaliers 95 x 83 Philadelphia 76ers (4-36)

    OLHA ISSO, ATÉ NO BLOG ESTÃO DESMERECENDO O 76ERS !!!!!
    O JOGO FOI 95 A 85 …

    V-E-R-G-O-N-H-A
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Lucas

    É monstro demais esse Porzingis hein.

  • Thiago Legori

    Carmelo quase fazendo triple double. O NYK tem que aproveitar a boa fase agora ainda mais que alguns concorrentes diretos como Wizards e Hornets estão desfalcados.

  • Lucas Ramos

    Esperando demitirem o técnico pra voltar a vencer já são 7 derrotas seguidas

  • Fabrica de Vassilo

    Como o clippers gosta de entregar a paçoca, impressionante .. começou o ultimo quarto com uma vantagem de 12 pontos e foi deixando apertar até que ficou dois pontos. E uma luta do pelicans pra fazer um game winner ou um empate, e o clippers desesperado pra alargar a vantagem que eles mesmos deixaram apertar, até que sei la quem perdeu um lance livre, e fizeram uma falta imbecil no arremesso de 3 do holiday. Se não fosse o arremesso livre o pelicans teriam ganho, porém se tivesse acertado os dois LL, quem ganhava era o clippers, sem OT, fiquei torcendo pro pelicans ganhar na prorrogação, na moral.

  • Fabrica de Vassilo

    O Celtics ja chegou no jogo colocando o pau na mesa, 10-0 run, foi um jogo incrível até o half, com destaque pra ultima cesta, onde o IT teve double team e conseguiu arrancar um passe da culatra no meio da quadra pro kelly lá no garrafão. Voltou segundo tempo, teve aquela queda de rendimento que todo torcedor ja está acostumado, mas segurou a barra, o problema é que o grizz cresceu no ultimo quarto e o celtics começou a errar quase tudo, até que perdeu apertado, como é de costume. Fiquei frustrado, na moral, pq achei que ia ser um jogo fácil contra um time forte, e também por que não rolou aquela exploração do nosso garrafão como eu estava esperando.

    • Rômulo Franco Cardozo

      O time do boston está perto de se tornar um time realmente competitivo, acredito que mais 1 ou 2 peças… com um clunch de responsa esse time vai voltar a brigar pela ponta.

      • Fabrica de Vassilo

        eu to paciente com esse time, não duvido que vá embora uns 2 ou 3 jogadores mais uma escolha de draft por um jogador de elite, ou que haja uma troca aqui e ali e prosseguir com o rebuild, que acredito que termina em junho desse ano, com a escolha de draft do nets, daí só mecher os pauzinhos pra arrumar o jogador top e pronto, temos um time haha

        • Rômulo Franco Cardozo

          Estou nessa expectativa… precisamos de um time melhor pra voltar a ter jogos televisionados no brasil… rsrsrs

          • Fabrica de Vassilo

            kkkk pra mim n faz diferença, pq sou pobre e n tenho tv a cabo D=

  • scerbiack

    Depois de 2003 esse foi o melhor draft da pra citar uns 10 jogadores que no futuro tem tudo para ser estrelas dos seus times

    • Rafael Victor

      Concordo!

    • Michel Moral

      Tudo indica que sim. E até aqui, pelo tanto que se falou do recrutamento, o draft 2014 é um fake.

      Tem jogadores bons? Sim. Podem desenvolver? Sim. Tem bons jogadores? Sim. Porém, poucos ou talvez só Wiggins com uma perspectiva real de Franchise Player, enquanto que neste último draft Towns, Porzingis, Okafor e até Mudiay já estão dando as caras. Eu esperava jogadores chegando e jogando como os do draft 2015 têm feito.

      É cedo para tirar conclusões, mas contra os fatos que estão aí não tem como negar.

      • Rômulo Franco Cardozo

        concordo…

      • King Cuban

        Mundiay???? jogador péssimo péssimo mesmo… Maquina de Turnovers

        Não vejo um futuro brilhante em um jogador com 31.2 FG%, 250 3PT%, 34.3 eFG%, 4.0 TOV a jogar 29.5 minutos por jogo… Se tivesses dito D’Angelo Russell é uma coisa…

        • MarceloLRBulls

          Primeira temporada do cara, vamos com calma também. Westbrook é máquina de Turnovers até hoje e não deixa de ser um dos melhores da liga.

          Primeira temporada do Westbrook
          39.8 FG%, 27.1 3PT%, eFG% 41.4 e 3.3 TOV

          Uns anos depois e ta brigando por MVP pelo segundo ano consecutivo.

          Não estou falando que o Mudiay vai atingir esse nível, mas não da pra avaliar um jogador por sua primeira temporada. Outro exemplo só que o inverso é o Tyreke Evans que fez uma baita temporada como novato, e até hoje é a melhor dele como profissional.

        • Michel Moral

          Mudiay joga em um dos piores times da liga, isto é, cheio de problemas e lesões, jogadores que saíram, entre muitas outras coisas. Não é fácil para um calouro, de cara, criar uma identidade para um time desses.

          Pelo estilo de jogo que ele tem, acho mais do que natural ele ter um alto número de erros. Vai demorar um pouco para ele se firmar e vai ter bastante corneta em cima dele. Como o Marcelo disse, o Westbrook é um ótimo exemplo disso.

          É até positivo quando um jogador que, mesmo tendo números desfavoráveis, consegue mostrar que tem qualidade.

      • Lucas

        Talvez até o Winslow se continuar evoluindo pode vir a liderar sua equipe.

    • King Cuban

      Quem são esses???

      Quero ver esses 10 nomes desde que não estejas a falar do Mario Hezonja, Willie Cauley-Stein, Frank Kaminsky, Emmanuel Mudiay, Trey Lyles, Jerian Grant…..

      • Michel Moral

        Eu acho que o Mudiay já dá sinais de que pode ser um jogador muito bom. Tem uma visão de jogo diferenciada e tem muita técnica e controle de bola.

        Acho que ele largou na frente do Russell, por exemplo.

        Infelizmente teve a lesão…

    • Sávio Lima

      Draft de 2008 o melhor dos últimos 10 anos

  • Rafael Victor

    Dirk mandou bem contra o Timberwolves, que tem um monte de garotos cheios de talento, mas não consegue vencer, porque o técnico é muito ruim, não utiliza os moleques de forma adequada, tá minando e atrasando os caras, tem que tomar cuidado, porque o “Time de futuro” do Timberwolves, com esse presente ruim, pode nem chegar lá!

    Carmelo fez uma excelente partida (por pouco não mandou um triplo duplo), jogo de gente grande, de quem parece ter amadurecido e entendeu que priorizar o jogo coletivo favorece e melhora seu jogo individua! Jogando assim, acho, que o Knicks pode sonhar em chegar nos Playoffs essa temporada!

    Lakers X Jazz foi bem ruim de ver, acabei assistindo mais pelo Raulzinho, só que não foi tão bem quanto o jogo anterior (apesar de ter dado uma bela assistência pra enterrada do Hayward e ter acertado um bonito arremesso de 3), teve até um lance em que teve a bola roubada 3 vezes seguidas, só que o Lakers é tão ruim que os jogadores foram bloqueados nas 3 tentativas de fazer a cesta! Segunda vitória seguida do Jazz, próximos jogos serão mais dificeis, contra Blazers e Kings, vamos ver se saem!

  • Rodolfo Ribeiro

    Foi a derrota mais vergonhosa do Thunder na temporada. A apatia apresentada principalmente no late game foi algo surpreendente. O time passou o jogo todo deixando o Portland chutar tudo de fora sem,ao menos,esboçar uma marcação. E o final do jogo… Foi de rir pra não chorar! O Blazers chutou umas 6 bolas seguidas de 3 pontos e caíram todas, novamente sem ninguém a marcar. Fiquei impressionado com a postura dos jogadores e do técnico, que pediu tempo e mesmo assim o time voltou do mesmo jeito. O que essa cara falou pros jogadores? Tá de brincadeira, eu comia esses caras de esporro. A franquia precisa de um choque de realidade, é tudo muito tranquilo por lá..

  • Michel Moral

    Parece que o Love começou a se encaixar no time do Cavs. Um verdadeiro QB do basquete quando aciona o ataque após apanhar o rebote. Só para o LeBron foram umas 3 assists.

    Ele é um jogador muito diferenciado para a posição. Precisa voltar a ser o melhor arremesso entre os jogadores de garrafão e, assim, será ainda mais eficiente para o time de Ohio.

    • Daniel Azevedo

      Love precisa jogar mais dentro do garrafão. Cavs tem poder de fogo suficiente no perímetro, ele pode ser muito mais útil atuando na área pintada. O que impressiona é que ele e Irving não conseguem combinar um jogo bom dos dois, sempre que alguém vai bem o outro vai mal.

      • Michel Moral

        O problema é que o Love ofensivamente não é um jogador de garrafão. Prefere jogar como Dirk, no Jump Shot.

        Ele até pode jogar mais próximo à cesta e fazer jogadas com agilidade, porém nunca como um Big Man. Essa é uma conclusão minha, mas acredito que LeBron tem muita influência na forma com que a equipe joga. Lembro-me que em Miami Bosh pouco jogava dentro do garrafão e isso incomodava também. Acho que com Irving e LeBron em quadra, espaçar é uma alternativa interessante, pois os dois vão muito bem nas jogadas individuais.

        Mas como você disse Irving e Love ainda não combinaram para bons jogos. Claro que com jogadores de tanta qualidade e muitos shooters no time (como o JR Smith) fica difícil todo mundo combinar com jogos excelentes em números.

        • Daniel Azevedo

          Concordo, mas Love tem uma noção de posicionamento dentro do garrafão muito acima da média. Ele sabe como poucos se posicionar na briga por rebotes ofensivos. Já tinha parado pra penar nessa questão de espaçar a quadra pro Lebron e Irving. O que me incomoda é ver um jogador com tanto potencial se limitando a arremessar de três.

          • Rômulo Franco Cardozo

            Penso exatamente nisso… o cara pode fazer Pick com Irving, podia estar ali pra receber bolas de costas pra cesta, mas está sempre aberto…

          • Michel Moral

            Eu pensava a mesma coisa em relação ao Bosh. Aliás, Bosh sim é um jogador que tinha/tem condição para jogar lá em baixo, muito mais do que o Love tem.

            Agora, o ponto forte do Love nunca foi o pick and roll girando em direção à cesta… Ele sempre girou aberto!

            Ele pode jogar dentro do garrafão sim, sabe fazer o fade away e pode eventualmente usar o gancho.

            Mas eu insisto, times com LeBron, costumam espaçar a quadra. Love terá menos espaço para definir as jogadas, na maioria das vezes. O ponto estará no perímetro, com Irving e James.

    • King Cuban

      Quando é que o Love já teve o melhor arremesso entre os Jogadores do garrafão???

      • Michel Moral

        HAHAHAHAHAHA esqueci do seu alemão, Aderito. Desculpa?!

        Acho o Love um ótimo arremessador de perímetro, embora nunca tenha liderado o Wolves a uma rodada de playoffs sequer!

        • Alysson Alberto Elias

          Michel, tirando a qualidade de QB do Love que eu concordo, não vejo o Love se encaixando no Cavs. Ele limitou muito o jogo dele, hoje basicamente é um chutador de três. Poderia entregar muito mais ao ataque e eu não vejo ele sendo envolvido de outras maneiras.

  • Russell Westbrook- MVP STYLE

    Que derrota Ridículo do Thunder, final do jogo o time deixo os cara chutar sem qualquer marcação, e tomou sonoras 19 bolas de 3 parabéns aos envolvidos

  • Kleber

    OFF: Calipari quer 120 milhões de dólares por 10 anos no Nets.
    http://www.si.com/nba/2016/01/11/brooklyn-nets-john-calipari-coaching-contract-lionel-hollins

    • King Cuban

      Se o Rivers recebe mais de 10 milhões anuais (Treinador e Gm) , Gregg Popovich recebe 11 então se ele for GM e Treinador esse contrato não é tão exagerado. Sem contar com a influencia que ele tem com certos jogadores que são amigos dele.

      • Kleber

        Pois é. 10 anos é um bom tempo pra reformular e com alguém influente e bom em convencer jogadores. Se eu fosse o russo eu pagaria. Mudar a mentalidade e deixar na mão de alguém que sabe o que vai fazer. Só assino o cheque mesmo.

  • Diego

    Carmelo tem a cara do All Star e tem nego que quer ele fora para botar pegador de rebote.

  • luiz

    Hornets saindo de grata surpresa a saco de pancadas

    Até o sixers está com uma sequência melhor(venceu 3 das últimas 10)

    Só não tá mais patético q Suns e Twolves.

  • Alysson Alberto Elias

    Outro jogo que tava na mão do Pacers e eles deixaram passar, já tinha acontecido isso contra o Bulls. O Pacers deveria estar lá em cima na classificação.

  • vitorhugoj3 ⚡

    Falando em Ben Simmons, percebo muitos o comparam a LeBron James, mas não seria um exagero? James no High School, por exemplo, já tinha um Jump Shot razoável, Simmons praticamente não arremessa… Penso ser cedo demais para fazer essas comparações…

    • Luiz Henrique Santos

      O.J. MAYO já foi comparado ao LeBron no College, assim como o Wiggins, sempre haverá esse tipo de comparação e pelo jogo All Around Simmons até dá mostras de ter um jogo parecido com LeBron, mas precisa desenvolver seu arremesso!

  • Paulinho Pierce

    Eae galera, voltei rsrs

  • Diego Alexsander

    Moçada, tem algum grupo de whats do Knicks aí?

  • Luiz Henrique Santos

    Clippers venceu 9 jogos seguidos (todos contra times abaixo dos 50% de aproveitamento)

  • indianpeão

    Pacers Com a Vitoria na Mão Deixo Escapar ..! Meu Sonho e ver Algum Jogador do Indiana Fazer um Game Winner Essa Temporada …….Parece que se Cagam Todo na Hora da Decisão

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados