logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 13 jan 2016 às 17:22
Baron Davis dá entrada em papéis e jogará na D-League

Armador de 36 anos, que não atua profissionalmente desde 2012, sonha com retorno à NBA

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Baron Davis está de volta! O empresário Todd Ramasar confirmou que o armador de 36 anos deu entrada nos formulários para assinar contrato e jogar a segunda metade da temporada da D-League, a Liga de Desenvolvimento filiada à NBA. O veterano, que não atua profissionalmente desde maio de 2012, tem como meta encerrar sua carreira retornando à NBA.

“Baron está empolgado em jogar na Liga de Desenvolvimento e mostrar aos times do que ainda é capaz. Ele sente que esse é o momento certo e, mais do que tudo, treinou bastante e está confiante em seu corpo. Baron sente estar preparado para voltar à NBA”, contou Ramasar, confirmando rumores que circulavam nos últimos dias, em entrevista ao site Yahoo! Sports.

O último jogo de Davis como profissional foi a quarta partida da série de primeira rodada dos playoffs de 2012 entre o seu New York Knicks e o Miami Heat. Ele deixou a quadra em uma maca, depois de romper os ligamentos cruzado anterior, medial e o tendão patelar do joelho direito. O então titular passou por cirurgia no local e precisou de mais de dois anos para se recuperar.

“Todos os atletas profissionais querem se aposentar aos seus termos e sua última partida não é a forma como ele gostaria de sair de cena. Até por isso, Baron está especialmente excitado com a D-League”, contou Ramasar, que jogou ao lado do hoje cliente em UCLA. Nos últimos meses, Davis esteve em ação na Drew League – torneio amador de Los Angeles que inclui jogadores de rua, profissionais e ex-atletas da NBA.

O armador entra nesta quarta-feira na agência livre da liga de desenvolvimento e pode ter seus direitos requeridos por qualquer time dentro da ordem de seleção pré-determinada pela liga. Ele torna-se disponível no mesmo momento em que outros dois nomes conhecidos chegam à lista de jogadores disponíveis: o jovem Russ Smith (ex-Philadelphia 76ers) e o veterano John Lucas III (ex-Chicago Bulls).

Mesmo com grande concorrência, especula-se que uma franquia já esteja decidida a “pegar” Davis: o Texas Legends, atual terceiro na lista de preferência de escolha de agentes livres. Ele teria realizado um treino fechado para o Dallas Mavericks neste fim de semana e o dono da franquia, Mark Cuban, deixou as portas do time da D-League abertas para que tentasse seu retorno.

O ex-técnico Mike Dunleavy, que comandou o armador no Los Angeles Clippers de 2008 a 2010, não tem dúvidas de que o ex-comandado ainda pode ser útil na NBA. “Baron é um dos atletas mais inteligentes com quem já trabalhei – e isso não se perde. Ele possui controle de bola sensacional, visão de jogo e pode operar de costas para a cesta por sua altura e força física. Não teria dúvidas sobre trazê-lo para meu time como uma terceira opção de armação e mentor”, garantiu.

Davis estava disposto a iniciar sua tentativa de retornar ao basquete profissional já em 2015, mas o nascimento de seu segundo filho atrasou os planos. Ele possui mais de 800 partidas disputadas na NBA, por cinco equipes diferentes – marcando época por New Orleans/Charlotte Hornets e Golden State Warriors. Convocado para dois Jogos das Estrelas, o craque acumula médias de 16.1 pontos, 3.8 rebotes e 7.2 assistências na carreira.

  • Michel Moral

    Aí sim fomos surpreendidos novamente…

    Dizem que ele quer voltar só pra dar uma dunk em cima do Garnett rs rs rs rs

  • Kleber

    Daria pra fazer um top 10 só com o que esse cara fez com o Dallas nos Playoffs de 2007. Aquela série foi espetacular.

  • Diego Alexsander

    Rapaz, as chances dos Knicks acabaram com a lesão do Barão. Era peça importantíssima naquele time. Uma pena ver um jogador desse calibre, em final de carreira, jogando D-League. Espero que volta a ser aproveitado na liga…

  • Thalles Ferreira

    Mito demais, me fez torcer pro Warriors mesmo com o time sendo aquela draga hahaha

  • Luiz Funchal

    Um dos meus ídolos dessa geração que está partindo ou já partiu da liga. Seria legal se realmente conseguisse voltar para se aposentar de uma forma digna e merecida para ele: as quadras da NBA

  • Anderson Tomás

    Era um ótimo jogador. Se não fosse a mentalidade peladeira muitas vezes, e aquele “ar” Carmelo Anthony de tanto fez como tanto faz, seria muito mas lembrado. Mas ainda dá pra quebrar um galho…

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados