logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 1 fev 2016 às 15:25
Wade: “Janeiro foi o mês mais difícil da minha carreira”

Heat atuou 17 vezes em 31 dias, sendo 12 partidas fora de casa

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gabriel Farias

O Miami Heat iniciou a temporada 2015-16 com 18 vitórias nos 31 jogos disputados em 2015. Após virar o ano na quinta posição da conferência Leste, a equipe viu em seu calendário umas das sequências mais difíceis da história da liga, com 17 jogos em 31 dias, sendo 12 deles fora de casa.

Na noite do último domingo (31), o Heat terminou sua maratona com saldo positivo, vencendo o Atlanta Hawks por 105 a 87. Foram nove vitórias e oito derrotas no período. Após a partida, o ala-armador Dwayne Wade mostrou seu alívio pelo fim da sequência.

“Foi a sequência de jogos mais difícil que eu tive em meus 13 anos de NBA”, afirmou o segundo cestinha do time na partida com 17 pontos. “Quando olhamos para o calendário, sabíamos que seria um mês maluco. Então, terminar esse mês jogando nosso melhor basquete, mesmo com o que passamos no meio do caminho, mostra o quanto somos fortes”.

O Heat iniciou a maratona com três vitórias, mas acabou perdendo oito dos dez jogos seguintes. Mesmo com a lesão do pivô Hassan Whiteside, a equipe comandada por Erik Spoelstra conseguiu terminar a sequência com mais quatro vitórias.

O mês de fevereiro promete ser mais tranquilo pelo número de jogos, mas a qualidade dos adversários continuará no máximo. Oito dos 11 confrontos do Heat nos próximos 28 dias serão contra times com pelo menos 50% de aproveitamento até aqui.

  • Bruno Macedo

    Sequência ta matando mesmo mas como ele disse esses últimos jogos o Miami jogou seu melhor basquete na temporada com a volta do Hassan a evolução do winslow e Deng e Stout jogando bem novamente o time tem tudo pra manter esse nivel de vitorias e conseguir a terceira posição da conferencia .

  • Rafael Correa

    A subida de produção do Heat nos últimos jogos passa, diretamente, pelo nível alto de jogo que o Wade tem apresentado. Tem jogado muito bem.

  • Francis Dillari

    NBA: “Wade está saudavel? Nos ja tratamos disso”
    Caraca de sequencia xD

  • JoaoFJ

    Miami tá jogando muito bem nesses ultimos jogos. Quando o Whiteside voltar ninguem segura . Só falta o McRoberts ficar saudável , aí é anel no dedo do patrão

  • JoaoFJ

    http://espn.go.com/nba/tradeMachine?tradeId=hqdrhju

    Tio pat ta dando bobeira.. Olha q troca boa

    • lucs

      Seria uma baita troca cara.

    • DamonHeat

      kkk magic não ganharia nada com isso. Só receberia jogadores de banco por 2 titulares.

    • pedrokadf

      kkk só se o GM do magic for louco de jogar pedra

      • JoaoFJ

        Oladipo ta de birra lá. O Gordon foi só pra completar a trade kkk

        • pedrokadf

          kkk

  • Sumiu!

    “equipe viu em seu calendário umas das sequências mais difíceis da história da liga”

    qual foi a maior da historia?

  • King Cuban

    Os Mavs tiveram 18 jogos em 31 dias sendo 11 deles fora de casa = calendário umas das sequências mais difíceis da história da liga. o calendário teve jogos contra Cavs, Bulls, OKC, Spurs em 5 dias todos fora de casa. se essa for a lógica

  • Gustavo

    http://espn.go.com/nba/tradeMachine?tradeId=glyf8pv

    Se fosse fácil assim heim? Acho que não trocam o Deng pq o contrato experiante ajuda na tentativa de manter Whiteside na free agency, apesar de eu querer muito.

    • Anderson Mendonça

      só o Gay vale mais que esse 3 jogadores

    • DamonHeat

      Realmente só o gay vale mais que esses 3 jogadores.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados