logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 abr 2016 às 02:04
Pistons vai a Chicago e supera Bulls em confronto direto por vaga nos playoffs

Spurs vence Raptors e quebra recorde de vitórias na história da franquia; Pacers, Kings e Blazers também triunfaram nesse sábado

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

(41-36) Detroit Pistons 94 x 90 Chicago Bulls (38-38)

Em confronto direto por uma vaga nos playoffs da conferência Leste, o Detroit Pistons bateu o Chicago Bulls, fora de casa, nesse sábado (2). A equipe de Stan Van Gundy venceu por 94 e 90 e deu um passo importante para alcançar a pós-temporada.

Com o resultado, Miami Heat e Charlotte Hornets garantiram suas vagas nos playoffs do Leste.

O Pistons contou com 83 pontos do seu quinteto titular para superar a grande atuação do ala-armador Jimmy Butler. Pela primeira vez na carreira, o camisa 21 do Bulls conseguiu um triplo-duplo: 28 pontos, 17 rebotes e 12 assistências.

Vale citar que, mais uma vez, o time de Chicago, atuou desfalcado do armador Derrick Rose, vetado por conta de uma lesão no cotovelo esquerdo. Outro titular do Bulls que não jogou foi o ala-pivô Taj Gibson, que ainda se recupera de uma fratura nas costelas.

A equipe de Detroit volta a atuar na próxima terça-feira (5), quando enfrenta o Miami Heat, na Flórida. Já o Bulls retorna à quadra neste domingo (3) contra o Milwaukee Bucks, fora de casa.

Destaques

Detroit
Reggie Jackson: 22 pontos, quatro rebotes e quatro assistências
Tobias Harris: 21 pontos, sete rebotes e quatro assistências
Marcus Morris: 16 pontos e quatro rebotes
Kentavious Caldwell-Pope: 13 pontos e seis rebotes
Andre Drummond: 11 pontos, 11 rebotes, quatro assistências e 1-10 nos lances livres

Chicago
Jimmy Butler: 28 pontos, 17 rebotes, 12 assistências, três roubadas de bola e dois tocos
Pau Gasol: 16 pontos, 14 rebotes e quatro tocos
Aaron Brooks: 14 pontos


(51-25) Toronto Raptors 95 x 102 San Antonio Spurs (64-12)

Destaques

Toronto
Norman Powell: 17 pontos
Cory Joseph: 16 pontos e sete assistências
Jonas Valanciunas: 16 pontos e seis rebotes
Terrence Ross: 13 pontos
Patrick Patterson: 12 pontos e sete rebotes
Delon Wright: 12 pontos

San Antonio
Kawhi Leonard: 33 pontos, seis rebotes e sete assistências
LaMarcus Aldridge: 31 pontos e 15 rebotes


(40-36) Indiana Pacers 115 x 102 Philadelphia 76ers (9-68)

Destaques

Indiana
C.J. Miles: 25 pontos e cinco bolas de três pontos convertidas
Paul George: 20 pontos, oito rebotes e sete assistências
Rodney Stuckey: 17 pontos e cinco assistências
Monta Ellis: 12 pontos e seis assistências
George Hill: 11 pontos

Philadelphia
Isaiah Canaan: 24 pontos e cinco bolas de três pontos convertidas
Jerami Grant: 20 pontos e nove rebotes
Carl Landry: 19 pontos e seis rebotes
Ish Smith: 12 pontos e seis assistências


(31-46) Sacramento Kings 115 x 106 Denver Nuggets (32-46)

Destaques

Sacramento
Rudy Gay: 25 pontos e nove rebotes
Seth Curry: 17 pontos e cinco assistências
Willie Cauley-Stein: 14 pontos e nove rebotes
Darren Collison: 14 pontos e oito assistências
Ben McLemore: 14 pontos
James Anderson: 13 pontos e oito rebotes
Kosta Koufos: 13 pontos e sete rebotes

Denver
Gary Harris: 19 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Emmanuel Mudiay: 15 pontos seis assistências
Joffrey Lauvergne: 15  pontos e seis rebotes
Axel Toupane: 14 pontos


(44-32) Miami Heat 93 x 110 Portland Trail Blazers (41-36)

Destaques

Miami
Hassan Whiteside: 20 pontos, 13 rebotes e quatro tocos
Goran Dragic: 15 pontos
Luol Deng: 14 pontos, 13 rebotes e três roubadas de bola
Joe Johnson: 13 pontos
Josh Richardson: 12 pontos e quatro assistências

Portland
C.J. McCollum: 24 pontos, sete assistências, quatro roubadas de bola e seis bolas de três pontos convertidas
Damian Lillard: 18 pontos e quatro assistências
Gerald Henderson: 17 pontos
Mason Plumlee: 17 pontos, oito rebotes e cinco assistências
Moe Harkless: 14 pontos e quatro rebotes

  • TiagoCeltics

    Alguém pode me explicar pq,nos standings,Atlanta,Miami e Charlotte estão classificados e o Celtics não?Imagino que seja pq um desses vai ganhar a divisão,mas não deveriam colocar se não tem um campeão definido.

    • João

      Conferi aqui que um eventual empate entre Celtics, Bulls e Pacers eliminaria o time de Boston. Provavelmente não há combinações possíveis que desfavoreçam Heat ou Hornets. Hawks já se classificou pelo número de vitórias mesmo.

      BOS 2-1 CHI
      IND 3-1 BOS
      CHI 3-1 IND

      CHI 4-3
      IND 4-4
      BOS 3-4

      • Gustavo Freitas

        É isso, mas o Celtics basicamente já foi.

      • TiagoCeltics

        Entendi,vlw.

  • Charles

    Não sei se o Pistons tem alguma chance, mesmo que remota, contra Cavs ou Raptors. Mas será muito bom, caso se concretize, jogar os playoffs novamente!
    Com Tobias Harris de starter o record é 14-7. Baita troca!

  • Wellington Origuela

    Os números não mentem

    • MrDraft

      Chalmers 2 aneis
      Iverson 0 aneis

      Os números não mentem!

      • Wellington Origuela

        Não estou comparando os jogadores. Estou falando que o Lebron sempre fez a parte dele, não tem como fazer milagre.

        • Michel Moral

          LeBron é muito mais all around do que Kobe e Jordan. Porém, em termos decisivos, os dois colocam James no bolso!

          Números não mentem, mas também podem ser usados para questões muito pontuais ou específicas. Em outras palavras os números podem ser usados “para quem dança conforme a música”, isto é, um jogador pode parecer muito melhor do que é e também pode parecer muito pior do que realmente joga.

          • Viicente Machado

            Aonde você viu isso que o Kobe coloca o LeBron no bolso? Puro mito também. Claro que o Kobe nunca foi tão mal como LeBron em 2011 x Mavs, aquilo ali foi ridículo mesmo, não supera ninguém, mas de resto não tem nada de colocar ngm no bolso não.

          • Michel Moral

            Aonde vc leu que Kobe coloca LeBron no bolso? Está bem claro que eu coloquei que EM TERMOS DECISIVOS Kobe coloca LeBron no bolso.

            Acho James até melhor do que Kobe, não estou discutindo isso.

            Só que a competitividade que corre nas veias de Bryant é algo que me faz pensar com qual dos dois eu ficaria no meu time. Simples assim.

            Kobe tem/teve tesão pelos jogos difíceis. Por sua vez, quando o jogo entra no “2 minute warning”, LeBron sempre foi tenso e, muitas vezes, fracassa pela pressão.

            Penso que LBJ é um cara que joga para não precisar de fortes emoções. Tanto é que sempre culpou muito o time (e com certa razão porque ele faz sua parte durante o jogo), quando ele não chega no fim do jogo com certa tranquilidade.

          • Viicente Machado

            Não é porque o Kobe grita mais, esperneia mais, que ele é mais competitivo. Kobe já fracassou várias vezes também nos últimos 2 minutos… E por favor, ser clutch não significa só GW e 2 minutos, antes que algum lunático venha falar isso. Já vi LeBron decidir vários jogos importantes nos playoffs, contra o Magic em 09 foi algo fora do normal, Celtics depois com a camisa do Heat, em que ele fez 10 pontos seguidos e acabou com o jogo. E ano passado não precisa nem falar, em termos decisivos é pau a pau, Kobe pode até demonstrar mais suas emoções, mas isso não faz dele mais competitivo que ninguém, e por muitas vezes essa sua competitividade e seu ego, o atrapalharam bastante durante sua carreira.

          • Michel Moral

            Ah ta… Kobe é só grito? É isso que vc quer dizer? (Fazendo um comentário do nível dos seus quando vem me cornetar).

            Em momentos importantes o Kobe chama a responsabilidade, independentemente de acerto ou erro. Não é o aproveitamento que está em jogo (até pq Kobe jogou com Shaq e por várias temporadas não foi o FP do Lakers, onde dividia responsabilidade com outros caras).

            O LeBron eu já vi “cagar na calcinha muitas vezes” durante toda a carreira. E não foi somente nas primeiras finais em que participou. Nessa temporada mesmo ele escolheu o passe quando estava livre para a definição.

            Por fim, eu sei que LBJ é foda. O meu comentário não tem (nem um pouco) o viés de diminuir a sua importância. Só acho que teve jogadores com alguns pontos melhores do que ele. E, quando se trata de preferência (eu disse quando se trata), como eu coloquei, eu fico na dúvida se escolheria James ou Bryant para o meu time.

            Simples assim. Mas acho que tudo é uma questão de opinião. Vc tem a sua e eu tenho a minha.

          • Viicente Machado

            Chamar a responsabilidade é uma coisa, querer ser o herói sempre é outra. Já vimos o LeBron passar a bola várias vezes em situações que companheiros estavam em melhor posição para o chute, inclusive contra o Hawks na sexta feira nos minutos finais. Isso não tem erro nenhum. Cagar na calcinha o Kobe já cagou várias vezes também, posso te citar umas 10 no mínimo em playoffs em que ele fracassou arremessando 25-30 bolas e prejudicando o time.

          • Michel Moral

            Eu não me lembro do Kobe se omitindo num momento decisivo. Pode dizer que ele é fominha e tal, mas foi um cara que não pecou por omissão. Ainda que tenha acontecido alguma vez na carreira inteira, com o LeBron foi algo de certa forma significativo.

            Na sua opinião Kobe quer pagar de herói e não estou aqui nem para rebater isso, pois é uma opinião sua. Cabe a mim respeita-la. Do mesmo jeito eu acho que James tem sim dificuldade para jogar quando apertam o seu calo. Essa é minha opinião.

          • Felipe Monteiro

            Michel, esse Vicente é um hater de marca maior do Kobe. Liga não. Para ele até Avery Bradley ou Marcus Smart é melhor do q Kobe. Falta imparcialidade e discernimento nas análises dele. Se você puxar comentários antigos dele sobre Kobe aqui no Jumper vai ver que só sai abobrinha da boca dele quando se refere ao Black Mamba. Então, releve. Apenas mais um frustrado torcedor celta.

          • Michel Moral

            Não sabia disso, Felipe. Valeu pela informação. Pena que ele não tem o mesmo reconhecimento dos torcedores celtas dos EUA. Lá os caras odeiam, mas respeitam.

          • Viicente Machado

            Se você está desequilíbrado, marcado por 2,3 e tem um companheiro livre, eu prefiro muito mais passar a bola, a menos que fosse um C é claro, e olhe lá. E por favor, toda vez você com esse politicamente correto, mimimi minha opinião, não tem ninguém desrespeitando ninguém aqui, é pra debater, discordar e criticar. Parece que você sempre perde os argumentos quando alguém vai fundo com você, e parte pra essa de minha opinião, respeito… Coisinha chata viu, como se alguém tivesse te ofendendo e te xingando aqui.

          • Michel Moral

            Em que momento desta conversa eu falei em desrespeito? Eu recebi seus “argumentos” numa boa. Só penso que no final ficou claro que é uma opinião sua e não estou aqui para mudar a cabeça de alguém.

            Aliás, argumento muito bom o seu: o Kobe não chama a responsabilidade, ele esperneia e grita. Digno de um hater e ponto (e olha que eu nem curto o Kobe tanto assim para defendê-lo).

            Eu reconheço as qualidades do LeBron, só tenho minha opinião e históricos que sustentam que ele não é um cara com sangue frio como outros caras da liga.

            Falar que ele procura outro melhor posicionado é piada. Exemplo: aquele lance em que ele estava LIVRE na cabeça do garrafão para definição (e muito bem equilibrado) e devolveu a bola para o Irving chutar quase do meio da quadra. Segundo: eu já vi muitos jogadores salvarem a pele do time, como Horry, Ray Allen e mesmo sem ser o FP, então o problema não é esse. Agora, FP que espera estar equilibrado e sem marcação nos momentos mais decisivos não existe! Vai ver se o Jordan passava a bola. Vai ver se o Kobe passava. Vai ver se o Bird passava. Vai ver se o Reggie Miller passava. Vai ver se o Iverson passava. Tem que vc buscar seu espaço e fazer. Os diferentes faziam isso. Capacidade James tem, só não tem a mesma personalidade para esse ponto do jogo.

            E não entendi seu ataque de histeria. Tudo aquilo que vc argumentou eu contra-argumentei. Tal como fiz agora. Ainda que me cause estranheza vc discordar sempre 100% dos meus argumentos toda vez, o que deixa claro que é implicância mesmo (afinal, eu não discordo de tudo que vc escreve aqui), eu não ligo não cara. Só sei que não sou eu que fico respondendo seus comentários o tempo todo. Se é feliz assim e te faz bem, assim faça.

            PS: não estou pedindo para vc parar de fazer nada. É UM ESPAÇO PÚBLICO E VC TEM O DIREITO DE ESCREVER O QUE PENSA. Só achei que nossas discussões deixaram de ser normais e sadia. Sugeri que vc me ignorasse (assim como faço com vc), mas vc prefere me responder, então, agradeço a preferência e o ibope.

          • Jefferson Cavalcanti

            Os números as vezes podem até mentir, mas são casos específicos, nao da pra ignorar os números também.

            Dizer que a porcentagem de acertos de GW pode enganar chega ser até ridiculo.

          • Michel Moral

            Onde eu disse que estatística de game winner pode enganar?! Eu questionei o LeBron nos momentos decisivos, o que não é somente o game winner.

            Ocorre que por diversas vezes ele sequer tentou o game winner ou então se omitiu e fugiu das últimas bolas do jogo. Isso aconteceu demais ao longo da carreira dele. Acho que aconteceu até demais para o grande jogador que ele é. Essas omissões não entram nos stats. Simples assim.

          • MarceloBulls

            Eu não acho que o Kobe seja tão melhor na hora decisiva não, já vi em vários sites as estatísticas desmentindo isso ai.

            Bola pra empatar o jogo ou virar nos 10 segundos finais do último quarto ou OT nos playoffs

            Lebron James 6-14 (43%)
            Kobe Bryant 5-22 (23%)

            Desde 1997, Lebron é 8-20 (40%) com 24 segundos ou menos no último quarto/OT em jogos de playoff. Só fica atrás do Ray Allen que é 7-14. Kobe por exemplo fica em 10º com 7-28 (25%)

            Essa matéria foi feita em maio de 2015, acho que depois daquele buzzer-beater contra o meu Bulls, o 3º na carreira dele ,empatando com o Jordan. Mas não lembro se depois disso ele teve chance de empatar/virar o jogo no fim, pra melhorar ou piorar esses números.

            http://www.complex.com/sports/2015/05/lebron-james-kobe-bryant-clutch-playoffs

          • Michel Moral

            Sim, Marcelo. Concordo.

            Como eu coloquei, nem sempre os números reportam a realidade. Ou melhor, eles indicam aquilo que nosso argumento visa defender.

            E às vezes em que LBJ se omitiu diante de uma decisão? Está computado nesses números? Não foi em uma nem em duas ocasiões em que isso aconteceu na carreira. Só nessa temporada teve uma feia! isso sem falar da época em que era taxado (exageradamente é verdade) de “Amarelão James”, quando sequer tentava fazer o arremesso decisivo.

      • MarceloBulls

        Mas ai nem precisa dos anéis, qualquer um que entenda de NBA sabe que o Chalmers é muito superior.

        PS: zoeira antes que apareça alguém achando que eu falei sério rs

  • Rafael Victor

    Bulls já era! Melhor assim!

    O Pistons tá mais bem preparado pra encarar os Playoffs!

  • Elber Sampaio

    E não é que o Abelhão acordou em 3º. Pronto, agora é só ganhar TODOS os jogos restantes 🙂

    • Gbrunus Boston

      Sobre esse terçeiro lugar:

      Uma derota pros cavs hj e uma vitória dos celtas sobre LAL da essa terçeira posição pra boston 😀😀😀😀😀😀

  • MrDraft

    Heat é uma das maiores incógnitas dos Playoffs. Acho que tanto podem chegar na final de conf. quanto ser elimanado no first round

  • Diego J

    Feliciano deu um cravaço bonito de se ver…

    • TiagoCeltics

      Feliciano kkkk

  • Galvão – EL HEAT #305 🔥

    ACABOU A PAZ!

    • pedrokadf

      kkkkkkkkkkkkkk

    • Alan Raczenski

      É o Mark Cuban segurando a placa ? hahaah

  • David Silva

    Campanha do Pistons desde a chegada de Tobias Harris é 14-7.Sei que é um intervalo relativamente pequeno de jogos, mas durante esse período apenas 5 equipes tem campanha melhor: GSW, Spurs, Hornets, Hawks e Raptors.Evolução evidente não apenas nesse recorde parcial, mas no jogo em si.Se não fosse um banco tão ruim ao longo do campeonato, poderiam estar em uma posição melhor, mas, paciência, na próxima temporada isso deve mudar.
    Quanto ao jogo, foi encarado da maneira que deveria pelas duas equipes.Atmosfera de playoffs, grande público e equilíbrio até o final.Reggie mostrando mais uma vez que não treme nos momentos decisivos, mas ainda comete muitos TO’s idiotas, chega a ser irritante.

    -É até engraçado lembrar que o Pistons conseguiu Marcus Morris por uma pick de 2nd round de 2020 rs.E agora é o nosso MVP desde a chegada do Harris.
    -Não entendo porque o KCP tem jogado 40 minutos por jogo, sendo que o Reggie Bullock, na ausência do camisa 5, era o melhor shooter vindo do banco e hoje não tem nem 1 minuto de jogo!A defesa do Pope é tão indispensável assim?Melhor rever essa rotação aí, Van Gundy.
    -Acho que agora não dá mais pra perder essa vaga, né?

    • Charles

      Jogador mais confiável do banco é o Baynes, rs. Para a próxima temporada o SVG deve ir atrás do Ryan Anderson. Também li especulações sobre ir atrás do Horford, pra posição 4, mas acho que estará muito valorizado, e temos que renovar com o Drummond.
      Caso venha o Anderson e mais um PG reserva, estaríamos já em outro patamar.

      • David Silva

        Realmente, ele é o mais confiável.O Stanley até vinha fazendo boas partidas, mas depois da lesão, voltou muito mal.A posição de armador é claramente a mais carente do elenco, Steve Blake não dá.Não sei se podemos nos dar tão bem com os FA’s a ponto de trazer um dos mais disputados como o Ryan Anderson, pois como sabemos, a cidade de Detroit não oferece grandes atrativos e ainda não somos nenhum Contender.

        • Charles

          Não sei se o Ryan Anderson será tão disputado. Tem uns 7 jogadores na sua frente nessa próxima FA. Ele jogou em Orlando na época do SVG, talvez isso ajude. Mesmo assim, é, de fato, complicado. Mesmo com o time melhorando a cidade continua não sendo atrativa.

      • Michel Moral

        Horford e Drummond? Seria, na minha opinião, cair no mesmo erro quando tinham o Monroe e a equipe não evoluía!

        O Ryan Anderson sim é um cara que modifica taticamente o time, para uma função carente.

        Acho que o Teague cairia muito bem nesse time do Pistons.

        • Charles

          Cara, também não acho Horford e Drummond o ideal, mas nada a ver com Monroe e Drummond. Monroe não chuta nem de média distância e é horrível defensivamente. O Horford, pelo contrário, tem até chutado da linha dos 3 pontos nessa temporada. Ele não é um stretch four, mas é mais PF do que C, pelo menos a meu ver. Poderia dar errado, mas mesmo assim estaria longe da aberração que era ter Monroe e Dru, dois pivôs que só pontuam perto da cesta. E, deixando claro, Horford é insensivelmente melhor que o Monroe.

  • Lucas Ottoni

    Se o Bulls for aos playoffs, deve cair fora rapidinho. Basquete mequetrefe o que eles estão jogando…

  • Doug

    Partidaça do Butler…mas, acho que é tarde…e ainda assim, o time não mostra pegada para os offs…Pacers tentando a última vaga, mas é outro que não vai muito longe…C. Miles faz uma partida boa em 20…Ellis naquele ponto morto e PG agora que voltou a jogar melhor…e olha o Seth Curry aí…que grande partida de Kawhi e LA nos Spurs…e esse time de Portland é surpreendente…gratas surpresas…quem esperava essas campanhas do Portland, do Charlotte com mando de quadra e dos Celtics brigando pelo mando? Muito bom que assim seja…e que vareio tomou o OKC no final four…nada dava certo…acho que vai dar Carolina mesmo…

  • Uncle Drew

    Com a derrota do Bulls, Hornets e Miami garantiram vaga nos Playoffs. Cavs, Raptors, Hornets, Hawks e Heat estão garantidos. Restam 3 vagas, neste momento com Celtics, Detroit e Indiana. É bizarro q o Heat tem o mesmo record e aproveitamento (57,9%) do Celtics, só q a equipe de Boston ainda não está oficialmente classificada.
    Neste momento, Toronto x Pistons, Hornets x Miami, e Hawks x Celtics seriam os confrontos mais equilibrados.
    Eu torço por um confronto entre Cavs x Pistons, é um clássico! Gostaria mt de ver. E a atmosfera do The Palace of Auburn Hills, em Playoffs, é sempre muito foda!

  • Ricardo Costa

    Quando é q vai ser divulgado o MVP?começo de maio?

    • AlexS.F.

      2 rodada dos offs.

    • Rodolfo Ribeiro

      Já vem sendo divulgado há mt tempo.rs:Curry
      A expectativa agora é pra quem vai ser o segundo.

  • Raphael Melo

    Jogo equilibradíssimo, físico e defensivo, como qualquer Pistons vs Bulls. Esse jogo envolve a maior rivalidade da liga. ão acho que seja Lakers e Celtics; este é o maior clásico, mas as distâncias das cidades impedem uma intensidade tão forte quanto ao contronto dos times de Michigan e Ilinois, vizinhos.

    Voltando ao jogo, mais um vez nossos titulares salvaram! Apenas 11 pontos do banco. Porém, o time mostrou força, e a aquisiçao do Tobias Harris foi o melhor movimento do mercado, le longe! Que reforço! Baynes deu conta de suprir o hack-a-Dre, Pope sempre bem na marcaçãoo, Morris ótimo de novo e Jackson nosso clutch outra vez! Butler foi impressionante, mas, de fato, joga só nesse time, exceto ao Pau Gasol.

    Pra finalizar, se é pra decidir algo, o Bulls não pode ver o Pistons q já treme! rsrsrs

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados