logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 16 abr 2016 às 19:20
Previsão: Cleveland Cavaliers (1º) x (8º) Detroit Pistons

Atual campeão do Leste começa a tentar confirmar favoritismo contra a equipe de Michigan

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Conferência Leste: Cleveland Cavaliers (1º) x (8º) Detroit Pistons

Confrontos na temporada: Cleveland 1 x 3 Detroit

17 NOV – Pistons 104 X 99 Cavaliers
29 JAN – Pistons 106 x 114 Cavaliers
22 FEV – Cavaliers 88 x 96 Pistons
24 MAR – Cavaliers 110 x 112 Pistons

Datas do confronto

17-04: Cavaliers x Pistons – 16h00 (em Cleveland)
20-04: Cavaliers x Pistons – 21h00 (em Cleveland)
22-04: Pistons x Cavaliers – 20h00 (em Detroit)
24-04: Pistons x Cavaliers – 21h30 (em Detroit)
26-04: Cavaliers x Pistons – Horário a ser definido (em Cleveland)*
28-04: Pistons x Cavaliers – Horário a ser definido (em Detroit)*
30-04: Cavaliers x Pistons – Horário a ser definido (em Cleveland)*

*Se necessário
Horários de Brasília

 

Cleveland Cavaliers (57-25)

Maior sequência de vitórias: oito (entre 28 de outubro e 13 de novembro; entre 28 de dezembro e 13 de janeiro)
Maior sequência de derrotas:
três (entre 01 e 05 de dezembro)

Time-base

Kyrie Irving (PG)
J.R. Smith (SG)
LeBron James (SF)
Kevin Love (PF)
Tristan Thompson (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Iman Shumpert (SG)
Matthew Dellavedova (PG)
Channing Frye (PF)
Richard Jefferson (SF)
Timofey Mozgov (C)

Técnico: Tyronn Lue

Líderes (temporada regular)

Pontos: LeBron James (25.3)
Rebotes:
Kevin Love (9.9)
Assistências:
LeBron James (6.8)
Roubos de bola:
LeBron James (1.3)
Bloqueios:
Timofey Mozgov (0.7)

 

Detroit Pistons (44-38)

Maior sequência de vitórias: cinco (entre 18 e 25 de março)
Maior sequência de derrotas:
seis (entre 06 e 21 de fevereiro)

Time-base

Reggie Jackson (PG)
Kentavious Caldwell-Pope (SG)
Marcus Morris (SF)
Tobias Harris (PF)
Andre Drummond (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Stanley Johnson (SF)
Anthony Tolliver (PF)
Steve Blake (PG)
Aron Baynes (C)
Jodie Meeks (SG)

Técnico: Stan Van Gundy

Líderes (temporada regular)

Pontos: Reggie Jackson (18.8)
Rebotes:
Andre Drummond (14.8)
Assistências:
Reggie Jackson (6.2)
Roubos de bola:
Andre Drummond (1.4)
Bloqueios:
Andre Drummond (1.4)

Análise do confronto

O Pistons lutou com afinco para encerrar um jejum de sete temporadas sem chegar aos playoffs e o oitavo lugar, por si só, é uma vitória para Detroit e o bom trabalho de Stan Van Gundy à frente das operações da franquia. O que é um alento, porque, certamente, não é um prêmio encarar a equipe de melhor campanha do Leste com um LeBron James subindo de produção e esforço no mês de abril.

Apesar disso, a história da temporada regular parece dar alguma esperança para a torcida de Detroit: a equipe venceu três de seus quatro jogos contra o Cavs e, dos dois jogos em que o adversário jogou com elenco completo, ganhou um. Não é um cenário arrasador, mas, como provou na última temporada, o “modo playoffs” de LeBron e o Cleveland costuma ser um monstro diferente.

Em uma análise geral, o Pistons não parece ter muitas armas para bater de frente com o Cavaliers em uma série de sete partidas: tem uma claríssima desvantagem técnica e não se sobressai em nenhum dos dois lados da quadra (15º em eficiência ofensiva, 13º em eficiência defensiva). Embora Van Gundy seja superior a Tyronn Lue, o elenco de Michigan não possui tantas peças para promover reviravoltas.

Van Gundy construiu o Pistons nesta temporada para ser um time físico, que agride ao invés de movimentar a bola, desacelera as ações e domina as tábuas. O aspecto em que se sobressaiu na temporada foram exatamente os rebotes (segundo melhor em taxa de rebotes ofensivos e defensivos). Infelizmente, nesse duelo específico, o Cavaliers pode ver isso até como algo positivo: dá a possibilidade para que utilizem seus pivôs (Mozgov, Thompson Frye) em Drummond – pivô que, apesar de ótimo reboteiro, não espaça a quadra. Não custa lembrar que, na temporada passada, os campeões do Leste foram até as finais destruindo adversários nos rebotes.

Detroit ainda possui uma boa defesa contra os arremessos de três pontos (o carro-chefe do Cavs) e vários alas com boa altura para potencialmente tentar usar contra LeBron James (Morris, Harris, Johnson) como possíveis vantagens na série. Mas a consistência desse grupo de marcadores é um complicador: nenhum deles mostra o foco, potencial e experiência para realmente “travar” LeBron – e, se não o parar, as bolas de três pontos vão aparecer a partir de suas infiltrações.

Aliás, esse é um dos dois problemas principais do Pistons: consistência. Eles partem para sua primeira série de playoffs, enfrentando os atuais campeões do Leste, sem a experiência e regularidade – tiveram altos e baixos ao longo do ano, mudaram o elenco – que se espera de uma real ameaça. Isto, combinado à impressão de que não possuem nenhum recurso (além dos rebotes) realmente de elite, dificulta suas chances contra um Cavaliers que, sinceramente, já estamos cansados de conhecer e saber do que é capaz – ainda que mostre esforço inconstante aqui e ali.

Palpite

Cleveland Cavaliers 4 x 1 Detroit Pistons

  • THE BULLS23

    Concordo. Cavs em 5 jogos. Só não varre porque Lebron tem que dar pipocada.

    • Vince Mendes

      sorry ele n é q nem o bulls neste final de temporada

  • David Silva

    Para levar a série, o Pistons precisa de uma combinação de fatores bem improváveis de acontecer(Dominar rebotes/garrafão, produção do banco, diminuir as ações de LJ, um Reggie Jackson decisivo etc. )em 4 jogos da série, muito pela inconsistência da equipe, como foi citado.Então, concordo com a previsão.Mas o Cavs não ganha no Palace!Vai ser 4-2. rs

  • Cavs 4×2 pra mim, vejo o Pistons em condições de dar trabalho, eles jogam com dois caras altos nas alas, que podem trocar na defesa e no ataque enganar muito o Cleveland, e os confrontos na temporada foram bons pro Pistons, mas em compensação acho que o Lebron deve arrebentar em alguns jogos e isso faz toda a diferença sem contar no Irving que no fim da temporada voltou a ter boas atuações…

  • Thiago Batista

    O escritor foi muito feliz ao dizer que o CAVS de Playoffs é totalmente diferente do time de temporada regular. O time vem numa crescente muito boa. É difícil não levar esse leste.

  • Thiago Batista

    Só uma lesão do Lebron coloca o Pistons em condição de classificar.

    • Carlos Eduardo

      Sem o LeBron, até o Raptors tem chance contra o Cavs. #apostaarriscada

  • Shaq rei de LA

    Pra quem “previu” o Portland em 15º no Oeste, vc não tem moral pra PREVER mais nada!

    • Vc previu o time nos playoffs/nunca errou?
      Vamos opinar, com clubismo (afinal ser torcedor e não clubista é incoerente!), mas com consciência!

  • Lucas

    Pistons só vai ganhar um jogo se tirar leite de pedra, prevejo uma varrida, no time de michigan.

  • Rafael Victor

    Acho que o sucesso do Pistons nessa série passa muito pelo desempenho do Reggie Jackson, que é um jogador que pode tanto fazer 30 pts por jogo quanto errar tudo, não passando a bola e amassando o aro! Vamos ver como ele se sai pela primeira vez “liderando” um time nos Playoffs!

    Pistons 4 X 3 Manga-Larga

    • Wellington Origuela

      Kkkkkkkkkkkk… Esse é hater demais.

      • Rafael Victor

        Kkkkkkkkkkkk… Esse é mais um bobo da corte da Rainha.

  • Galvão – EL HEAT🔥 #305

    Excelente texto do Stabomito!

    E realmente esse jogo físico do Pistons vai ter que ir a outro nível para bater o Cavs, mas o time tem muitas peças interessantes que se renderem podem dar muito trabalho ao time de Ohio!

  • BMCS

    A verdade é o Cleveland, antes mesmo de iniciar a sua série, já pode pensar em quem vai enfrentar na segunda rodada: Atlanta ou Boston. Chances mínimas, desprezíveis, para o Detroit que, como disse bem o Ricardo, já alcançou o seu objetivo que era chegar aos Offs.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados