logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 28 abr 2016 às 11:58
Prospecto do Draft 2016 – Denzel Valentine

Ex-ala de Michigan State poderá ser uma escolha de loteria

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Denzel Valentine

Idade: 22 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Michigan State
Experiência: Senior
Posição: ala/ala-armador
Altura: 6’5.75’’ (1.97m)

Médias na temporada 2015-16: 19.6 pontos, 7.5 rebotes, 7.5 assistências, 1.0 roubo de bola, 0.2 toco, 2.6 erros de ataque, 47.1% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 45.4% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 84.1% de conversão nos lances livres, 32.7 minutos em quadra

Pontos fortes: Valentine foi um dos melhores jogadores da última temporada da NCAA. Em seu ano derradeiro na universidade, o ala mostrou que é um dos prospectos mais completos da classe deste ano. Versátil (joga nas posições 2 e 3), Valentine gosta de atuar como um point forward (ala que fica com a bola nas mãos e conduz o ataque), já que tem grande QI de basquete. Sua visão de quadra e seu controle de bola são mais apurados que os de muitos armadores por aí. Além de ser um passador acima da média, ele é um dos melhores arremessadores de longa distância do recrutamento. Capaz de criar o próprio chute, Valentine mostrou eficiência nas bolas de três pontos tanto após o drible quanto nas situações de catch and shoot, e nos floaters na área pintada. Sua mecânica de arremesso é elogiável e ele poucas vezes se precipita nos chutes. Apesar de não ser muito atlético, Valentine mostrou também que pode contribuir na extremidade defensiva. Marcador disciplinado, utiliza bem seus braços longos e leitura de jogo avançada para cortar linhas de passe, e ser útil nas dobras. Seu senso de posicionamento ainda o ajuda a ser um reboteiro acima da média para alguém do seu tamanho. Outros aspectos a serem destacados são a liderança e o comprometimento do ala em quadra, o que já rendeu diversos elogios por parte de seu ex-treinador (Izzo). Em suma, Valentine talvez seja o prospecto mais pronto para contribuir de imediato na NBA. Seu jogo possui poucas lacunas, mas ele parece ter atingido o teto como jogador. Por isso, ele não deverá ser selecionado nas primeiras escolhas. Valentine tem as ferramentas necessárias para ser tornar um bom role player na NBA, já que é um ala que tem condições de contribuir nos dois lados da quadra.

Pontos fracos: o ala de Michigan State deixa a desejar no quesito atleticismo, e essa é sua maior limitação. Em uma liga cada vez mais cheia de jogadores velozes, atléticos e fortes fisicamente, Valentine poderá ter dificuldades de encaixar seu jogo. Será que a equipe que o selecionar vai deixá-lo conduzir o ataque como Tom Izzo fez em Michigan State? Se não, que impacto ele pode trazer jogando sem a bola nas mãos? Por causa das limitações físico-atléticas, Valentine deverá ter dificuldades em conter os alas velozes da NBA e em tentar o drible contra marcadores mais ágeis, fraquezas que já foram evidenciadas na NCAA. Além disso, ele costuma ficar perdido na marcação do jogador que está sem a bola. Pela falta de explosão e velocidade, ele tenta pouco as infiltrações (menos de 13% de seus arremessos) e concentra suas ações ofensivas em tiros de média e longa distância.

Comparações: Hedo Turkoglu (ex-Orlando Magic) e Evan Turner (Boston Celtics) com arremesso

Projeção: entre as escolhas 9 e 17

Confira alguns lances de Denzel Valentine

Legenda
– Senior (quarto ano universitário)

  • Luan Sousa

    Escolha segura pra qualquer time.
    Joga muito

  • TRUETHIAGO

    O paralelo que eu tracei vendo Valentine jogar nessa temporada, pelo estilo de jogo, capacidade criativa e ótimo potencial arremessador é o Brandon Roy; embora essa comparação com o Evan Turner (+ arremesso melhor) também seja válida.

    Enfim, na pior das hipóteses, pode ser um jogador de rotação bastante sólido. Dependendo da franquia que o escolher e do espaço que tiver, pois realmente será importante que ele tenha no mínimo liberdade para dividir a bola na armação de jogadas, talvez consiga até mesmo cavar uma vaga de titular no futuro.

  • Sanliv

    Chicago Bulls..

  • indian¿

    Vai sobrar para o Pacers melhor time para ele junto com Utah e Dallas

  • RAFAEL LIMA

    BULLZÃO DA MASSA…….. ABRE O OLHO AI HEIM 😂😂😂😂😂😂😂😂😂🙋🏀🙌

  • Erick #Nuggets

    Vem ser feliz em Denver, ficaria um perímetro jovem interessante Mudiay-Harris-Valentine.
    Mas ainda sim eu preferiria ter a sorte de pegar o Ingram.. seria muito f*da.

  • Nilton Bitencourt

    quando vai ser o sorteio das posições do draft

    • Tiago Silva

      Dia 17/05!

  • Pelo que eu via na NCAA era um monstro, mas se conseguirá ser o mesmo marcando caras como Westbrook e Lebron? Duvido.

  • – Tiago

    Queria que viesse para o Bulls, mas acho que vão escolher ele antes 😐

    • rafael

      também queria. mas ja acho que o bulls vai deixar passar ele.

  • JoaoFJ

    Heat pega ele ou o Jamal Murray rs

  • Vinícius

    É a lata do Danny Green rs

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados