logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 30 abr 2016 às 19:19
Previsão: Golden State Warriors (1º) x (5º) Portland Trail Blazers

Atual campeão enfrenta o time sensação da temporada em uma das semifinais do Oeste

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Conferência Oeste: Golden State Warriors (1º) x (5º) Portland Trail Blazers

 

Confrontos na temporada: Golden State 3 x 1 Portland

08 JAN – Warriors 128 x 108 Blazers
19 FEV – Warriors 105 x 137 Blazers
11 MAR – Blazers 112 x 128 Warriors
03 ABR – Blazers 111 x 136 Warriors

Datas do confronto

01-05: Blazers x Warriors – 16h30 (em Oakland)
03-05: Blazers x Warriors – 23h30 (em Oakland) – com transmissão da ESPN
07-05: Warriors x Blazers – 21h30 (em Portland)
09-05: Warriors x Blazers – 23h30 (em Portland)
11-05: Blazers x Warriors – Horário a ser definido (em Oakland)*
13-05: Warriors x Blazers – Horário a ser definido (em Portland)*
16-05: Blazers x Warriors – Horário a ser definido (em Oakland)*

* Se necessário

Horários de Brasília
 

Golden State Warriors (73-9)

Playoffs: eliminou o Houston Rockets, na primeira rodada, em uma série de cinco jogos
Maior sequência de vitórias: 24 (entre 27 de outubro e 12 de dezembro)
Maior sequência de derrotas: não perdeu dois jogos seguidos a temporada inteira (único time da história da liga a conseguir essa marca)

Time-base

Stephen Curry (PG)
Klay Thompson (SG)
Harrison Barnes (SF)
Draymond Green (PF)
Andrew Bogut (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Andre Iguodala (SG/SF)
Shaun Livingston (PG/SG)
Festus Ezeli (C)
Marreese Speights (PF/C)
Leandrinho (PG/SG)
Brandon Rush (SG/SF)
Ian Clark (SG)
Anderson Varejão (C)

Técnico: Steve Kerr

Líderes (temporada regular)

Pontos: Stephen Curry (30.1) – cestinha da liga
Rebotes: Draymond Green (9.5)
Assistências: Draymond Green (7.4)
Roubos de bola: Stephen Curry (2.1)
Bloqueios: Andrew Bogut (1.6)

Líderes (playoffs)

Pontos: Klay Thompson (23.4)
Rebotes: Draymond Green (9.6)
Assistências: Draymond Green (6.6)
Roubos de bola: Stephen Curry (2.0)
Bloqueios: Andrew Bogut (1.6)


Portland Trail Blazers (44-38)

Playoffs: eliminou o Los Angeles Clippers, na primeira rodada, em uma série de seis jogos
Maior sequência de vitórias: seis (entre 06 e 23 de fevereiro)
Maior sequência de derrotas: sete (entre 08 e 18 de novembro)

Time-base

Damian Lillard (PG)
C.J. McCollum (SG)
Maurice Harkless (SF)
Al-Farouq Aminu (PF)
Mason Plumlee (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Allen Crabbe (SG)
Gerald Henderson (SG/SF)
Ed Davis (PF/C)
Chris Kaman (C)

Técnico: Terry Stotts

Líderes (temporada regular)

Pontos: Damian Lillard (25.1)
Rebotes: Mason Plumlee (7.7)
Assistências: Damian Lillard (6.8)
Roubos de bola: C.J. McCollum (1.2)
Bloqueios: Mason Plumlee (1.0)

Líderes (playoffs)

Pontos: Damian Lillard (22.0)
Rebotes: Mason Plumlee (13.2)
Assistências: Mason Plumlee (5.7)
Roubos de bola: Damian Lillard e Mason Plumlee (1.0)
Bloqueios: Mason Plumlee (1.0)


Análise do confronto

Quem diria há alguns meses que o atual campeão da NBA enfrentaria, em uma das semifinais da conferência Oeste, um time que perdeu quatro titulares, sendo um deles sua grande estrela? O Portland Trail Blazers é a grande surpresa da temporada e promete lutar para continuar fazendo história e derrubando prognósticos.

O fato de o Warriors estar desfalcado do armador Stephen Curry ao menos nos dois primeiros jogos do confronto dá uma esperança para o Blazers, que foi uma das equipes que conseguiu a façanha de derrotar o time de Oakland na temporada regular. Falando nisso, os quatro jogos disputados pelas equipes em 2015/16 tiveram uma altíssima média de pontos (124.2 do Warriors e 117.0 do Blazers). A promessa é de que isso persista no confronto.

Mesmo sem poder contar com seu principal jogador, Golden State continua favorito no duelo por, simplesmente, ter um elenco bem mais qualificado. Na série contra o Rockets, os recordistas de de vitórias em temporada regular não passaram sufoco. Shaun Livingston, o substituto de Curry no quinteto titular, foi muito bem. Klay Thompson e Draymond Green fizeram o que todo mundo esperava deles. Andre Iguodala e Marreese Speights vieram muito do banco de reservas. Só Harrison Barnes deixou a desejar no duelo contra Houston. A movimentação de bola e o ritmo intenso em quadra, marcas registradas do Warriors nos últimos dois anos, não ficaram abalados pela ausência de Curry. Tudo bem que o time perdeu o melhor arremessador de perímetro da liga, mas o ataque continuou forte, com Thompson sendo uma ameaça da linha de três pontos (aproveitamento de 44.2% nessa área), Green pontuando de várias formas, Livingston utilizando bem sua altura para fazer suas cestas em post ups e Iguodala e Speights tendo médias acima de dez pontos. Isso mostra a qualidade do elenco.

Já o Blazers chega à semifinal depois de virar o confronto com o Clippers, após perder de lavada os dois primeiros jogos da série. Não dá para ignorar, obviamente, que a virada do time de Portland, historicamente azarado (por lesões), aconteceu em boa parte pelas contusões dos principais jogadores adversários (Chris Paul e Blake Griffin). Mas o Blazers não tinha nada com isso, não desperdiçou a chance e se classificou com méritos. Damian Lillard foi, mais uma vez, o líder, protagonista e cestinha do Blazers. Vale dizer que ele teve média de 36.5 pontos e acertou 23 bolas de três pontos nas quatro partidas contra o Warriors na temporada regular. C.J. McCollum fez jus ao prêmio de jogador que mais evoluiu e os heróis improváveis Al-Farouq Aminu, Mason Plumlee e Maurice Harkless tiveram um desempenho acima da média contra o time de Los Angeles. Aminu foi eficiente nos dois lados da quadra, com direito até a um jogo de 30 pontos. E Plumlee tornou-se o primeiro jogador da história da franquia desde o lendário Bill Wallton (1977) a angariar dez ou mais rebotes em cinco jogos seguidos de playoffs. Além disso, o subestimado pivô foi o principal passador da equipe na primeira rodada.

Pela qualidade, experiência e profundidade do elenco, aposto que o Warriors rouba um triunfo em Portland, vence a série em cinco jogos e chega novamente à final do Oeste. O time encanta, mesmo sem o MVP da liga. Já o Blazers chegou bem mais longe do que poderíamos imaginar – Terry Stotts (meu voto para técnico do ano) merece muitos aplausos pelo notável trabalho com um elenco jovem (quinteto titular tem média de 24.4 anos) e sem pompas. Cair na semifinal de conferência para o atual campeão e forte candidato ao bicampeonato não será demérito. Pelo contrário, o torcedor do Blazers deve ficar orgulhoso de seu time e esperançoso de que a equipe poderá dar um passo a mais na próxima temporada.

 

Palpite

Golden State Warriors 4 x 1 Portland Trail Blazers

  • Lucas

    4a2 Blazers Lillard e McCollum vão detonar o GSW.

    • RodrigoBrBa

      hahahahaha

    • Edílson

      4×1 Blazers se e somente se o curry voltar….

    • TRUETHIAGO

      Esqueceu do Barba… Ah não, ops, esse foi na outra lá

  • Gustavo Rocha

    Curry não vai nem precisar jogar essa série. KL, Iguodala, Livingston, Barnes e Green vão dar conta do recado com tranquilidade. Aposto também no 4×1 GSW.

  • Rodolfo Ribeiro #ThunderUp

    Seria o sonho do Spurs,Thunder e Cavs se os blazers passasem.Mas mesmo que Curry não jogasse nenhum dos jogos acho que daria Warriors de qualquer maneira.

  • JoaoFJ

    4 x 3 Blazzers

  • bkmtf

    4×0 GSW com ou sem Curry.

  • Danilo Veroneze

    volta olavo mitooooo

  • MarcoLakers #MambaDay

    Meu palpite é 4 a 1 para o GSW tb.
    Possivelmente o Curry nem jogue.

  • Melo

    4 a 3 com a volta do curry no jogo 7 e ainda fazendo uma GW capenga, no estilo CP3…

  • DamonHeat

    heat x blazzers na final da nba.

    • RodrigoBrBa

      e o campeão é o…
      haha

  • Caseh

    Concordo, 4 x 1 Warriors

  • – Tiago

    Warriors tem total favoritismo nessa série e acho que com certeza vai vencer, porém a temporada que o Blazers fez depois de ter perdido vários titulares é de se aplaudir.

    Warriors 4×1 Blazers

  • Matheus Oliveira

    GSW é muito mais time que o Portland mesmo sem o Curry. Não acho que terá problemas nas partidas em Oakland.
    4 x 0 GSW.. Mas creio em uma possibilidade de o Portland vencer pelo menos um jogo em seus domínios..
    GSW é um time com vários caras que pode decidir o jogo, o que diferencia do LAC sem CP3 e Griffin. Klay é uma estrela, pode facilmente fazer 30+ pontos, tem Green, Iggy, Livingston que sempre entra bem, Speights, Leandrinho.. Timaço !!! Não consigo ver chances para zebra, sinceramente…

  • robertolakers

    4×2 GSW porque curry ta machucado, se n seria 4×1 ou 4×0

  • Daniel Nogueira

    Acompanho a previsão do Jumper. GSW em 5 jogos.

  • Bruno Macedo

    4×2 GSW

  • Elber Sampaio

    Tudo depende se o Lillard vai voltar a mitar ou não. Se ele fizer aquela fase MVP que teve na regular aparecer nos OFFs pode dar uma complicada sim, ja que o elenco mostrou personalidade na primeira rodada. Levando em conta ainda a ausência do Garoto de Marte.

    4 x 2 Warriors

  • Portland VIVE

    Recordo da previsão do jumper no início da temporada: Portland 15o no Oeste e pior da Liga com a primeira escolha de Draft.kkkkkk
    Mãe Dinah, sqn

    • gusilvalima10

      Gozado que todos os veículos que trabalham com NBA colocaram, antes da temporada começar, que o Blazers faria uma campanha ruim por causa da desmontagem do time titular. Era óbvio, né? A graça do esporte é quando ocorre a surpresa. E seu comentário é típico de oportunista. Tripudiar agora é fácil, fácil…

  • Bigfan

    Olha nao sei nao hein o portland pode surpreender e tou torcendo pra isso

  • Tem tudo pra ser uma série muito divertida de ver, jogos com muita velocidade, transição, tiros de 3 pra tudo quanto é lado, eu acho que mesmo com Curry lesionado (pela previsão deve voltar mais ou menos daqui há uns dez dias) o GSW tem mais rodagem pra vencer mas pode ser que o Blazers complique pois no ritmo de jogo deles com muitos arremessos de fora eles conseguem dar trabalho…Warriors 4×2 Blazers

  • TRUETHIAGO

    Portland merece toda consideração e respeito pela campanha que fizeram, mas dentro de uma normalidade (ou seja, se não acontecer alguma outra lesão de um jogador importante do GSW) digamos que chegaram no limite.

    Mesmo sem o Curry, os Warriors continuam fortes. Enquanto na defesa dos Blazers, embora esforçada, não possui matchups favoravéis para segurar o ataque de GS. Esses prováveis duelos entre Livingston x Lillard e Klay x McCollum devem ser determinantes. Aposto que o Lillard preferia ser marcado pelo Curry “meia bomba” do que Livingston e seus +2,00m.

  • Provavelmente GSW leva, mas o que fez o Portland é digno de filme.

  • Danilo Félix

    Vamos só lembrar que Chris Paul e Blake Griffin jogaram até o jogo 4 na série contra o Blazers, então as contusões influenciaram, mas o time poderia passar mesmo com eles em quadra (a série estava ficou 2×2 no jogo das lesões). Acho que o Blazers foi subestimado no começo da temporada muito pelas perdas, mas não se avaliou bem o potencial de quem chegou. Plumlee mesmo é muito melhor que Robin Lopez, muito mais inteligente.
    Agora contra o Golden State o buraco é mais embaixo. O time é superior aos Blazers mesmo sem Curry. A série pode até ser uma varrida, no máximo 4×2 pro Golden State. Mas isso não tem cara de tragédia pro time do Oregon, essa temporada não é a do Portland. O time montado é bom e tem evoluído. No mercado de free agents pode chamar a atenção de bons valores, como Al Horford e Ryan Anderson. Com um ou outro reforço e a manutenção de caras como Moe Harkless e Meyers Leonard pra compor o time, a próxima temporada tende a ser ainda melhor.

  • Norrin Radd

    O GSW sem o Magrelo não é assim aqueeeelas coisas.
    Mas leva por 4×2.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados