logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 24 maio 2016 às 12:48
Prospecto do Draft 2016 – Gary Payton II

Ex-armador de Oregon State deverá ser uma escolha de segunda rodada no recrutamento

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Gary Payton II

Idade: 23 anos
País: Estados Unidos
Universidade: Oregon State
Experiência: Senior
Posição: armador/ala-armador
Altura: 6’3’’ (1.90m)

Médias na temporada 2015-16: 16.0 pontos, 7.8 rebotes, 5.0 assistências, 2.5 roubo de bola, 0.3 toco, 2.3 erros de ataque, 48.6% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 31.4% de aproveitamento nas bolas de três pontos, 64.2% de conversão nos lances livres, 34.3 minutos em quadra

Pontos fortes: dotado de atributos físico-atléticos de elite (atleticismo, altura, envergadura, força física e impulsão), o filho do ex-armador Gary Payton é um dos melhores defensores de perímetro da classe deste ano. Incansável em quadra, ele é um combo-guard que utiliza bem suas ferramentas físicas para pressionar o adversário com a bola, antecipar linhas de passe, contestar e bloquear arremessos. Payton II também é um ótimo reboteiro para um jogador de sua posição graças ao seu senso de posicionamento, agilidade, antecipação, impulsão, mãos grandes e instintos. Capaz de atuar consistentemente com e sem a bola nas mãos, ele adora atacar a cesta. Seu primeiro passo é muito rápido, ele absorve bem o contato físico no garrafão, é muito explosivo e tem a habilidade de pegar a bola e finalizar bem com uma ou as duas mãos. Sua ética de trabalho e entrega em quadra são elogiáveis. Como organizador de jogadas, o canhoto Payton II mostrou que é um sólido passador, com boa visão de quadra, especialmente quando opera em transição.

Pontos fracos: é um dos prospectos mais velhos deste ano, o que acaba limitando seu potencial. A impressão dos scouts é a de que ele já atingiu o teto como jogador, e por isso, suas projeções no recrutamento não são das melhores, mesmo com as médias espetaculares angariadas no último ano de basquete universitário. O calcanhar de Aquiles no jogo de Payton II é o arremesso. Seus chutes de média e longa distância são inconsistentes e sua seleção de arremessos não evoluiu ao longo de quatro anos na NCAA, o que é preocupante. Sua capacidade como playmaker também é questionável (força demais as infiltrações no garrafão ou os arremessos no início da posse de bola ao invés de procurar o companheiro melhor colocado). Além disso, seu controle de bola deveria ser mais apurado para um armador. Devido a essas limitações, a tendência é que Payton não seja o ballhandler principal de sua equipe entre os profissionais.

Comparações: Avery Bradley sem arremesso (Boston Celtics) e Norman Powell (Toronto Raptors)

Projeção: entre as escolhas 33 e 48

Confira alguns lances de Gary Payton II

Legenda
– Senior (quarto ano universitário)

  • Sid Payne- Dança muito

    ESse ai é o novo Gary Payton

  • Felipe ASM

    Bem que o Lakers poderia conseguir uma pick de segunda rodada para selecioná-lo, me parece um jogador que se bem trabalhado, pode contribuir com a segunda unidade de um time e quem sabe, até arrume um lugar em algum quinteto inicial.

    • Rubens Hurtado

      Mas o Lakers tem a escolha 32 esse ano…

      • Felipe ASM

        Quiz dizer outra pick de segunda rodada, a 32 vem sendo especulada para um jogador de garrafão.

  • Boa pick para o OKC.

  • Lucas Ottoni

    Se jogasse igual ao pai seria pick Top 3 sem sombra de dúvidas… rs.

    https://www.youtube.com/watch?v=YfS8lEzIVSo

  • Marcelo Desoxi

    Só tem 4 porcento de gordura corporal . ‘-‘

  • Fabrica de Vassilo

    Se ele sobrar na 35 até que dá pro celtics pegar,.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados