logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 25 maio 2016 às 15:25
Prospecto do Draft 2016 – Cheick Diallo

Ex-ala-pivô de Kansas pode ser selecionado na primeira rodada do recrutamento deste ano

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Cheick Diallo

Cheick Diallo

Idade: 19 anos
Universidade: Kansas
Experiência: freshman
Posição: ala-pivô
Altura: 6’9’’ (2.05m)

Médias na temporada 2015-16: 3.0 pontos, 2.5 rebotes, 0.3 roubos de bola, 0.9 tocos, 0.6 erros de ataque, 56.9% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 55.6% de acerto nos lances livres em 7.5 minutos em quadra.

Pontos fortes: Diallo pode parecer baixo, mas seus 2.24m de envergadura fazem com que seja um jogador fisicamente ideal para atuar como ala-pivô e até pivô em formações mais baixas. Movimenta-se de forma ágil e fluida de um lado a outro da quadra. Compensa sua inexperiência com impressionante nível de entrega, esforço e atividade dentro das quatro linhas. Muito bom finalizador em torno da cesta, que não costuma se retrair diante de contato e apresenta enorme potencial executando o pick and roll. Um excelente reboteiro nas duas tábuas, com recursos físicos ideais combinados a velocidade e aguerrimento para disputar posicionamento próximo do aro. Cobre bastante espaço e tem instintos defensivos apurados. Dono de agilidade e mobilidade para sair do garrafão e manter-se à frente de jogadores de perímetro, defender o pick and roll. Excelentes médias de tocos por 40 minutos. Um dos três principais prospectos da classe colegial de 2015.

Pontos fracos: Diallo precisará de um trabalho físico para aguentar a competição da NBA, especialmente se atuar como pivô. Não se trata de um atleta de elite, em termos de explosão e impulsão. Teve dificuldades de adaptação e espaço reduzido em sua única temporada pela Universidade de Kansas. Seu arsenal ofensivo carece largamente de refinamento, com trabalho de pernas e post game totalmente nulos. Embora possa converter arremessos esporadicamente, a pontaria de curta e média distância não é um dos pontos fortes de seu jogo – como mostra o aproveitamento de lances livres baixíssimo. Não sabe enxergar a quadra, como comprova o fato de ter dado uma assistência na temporada universitária inteira. Puramente instintivo, ele simplesmente não tem maturidade para ler movimentações e reagir a defesas neste momento. Ainda falta-lhe muita disciplina para alcançar seu potencial como marcador. Sua compreensão da dinâmica do jogo é absolutamente rudimentar.   

Comparação: Tristan Thompson (Cleveland Cavaliers)

Projeção: de 20ª a 40ª escolha geral

Confira alguns lances de Cheick Diallo

Legenda
– Freshman (primeiro ano universitário)

  • Sanliv

    Deveria continuar mais um ano em Kansas, no minimo..

  • drakes

    Pelos jogos antes de entrar em Kansas (hoops sumit e macdonalds) pareceu-me uma versão melhorada ofensiva do Clint Cappela, mas foi péssimo na Universidade e agora tese um excelente jogo no Combine, é um jogador que traria para os treinos antes da escolha para ver o que ocorreu.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados