logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 31 maio 2016 às 18:38
Varejão celebra virada histórica do Warriors: “Não deixamos de acreditar”

Ídolo do Cavaliers, pivô não sabe o que esperar de retorno à Cleveland nas finais da temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Anderson Varejão precisou de apenas três meses para ter seu nome eternizado na história do Golden State Warriors. Contratado em fevereiro, o pivô entrou em quadra e participou da vitória que assegurou a improvável virada nas finais do Oeste e o segundo título seguido de conferência para a equipe de Oakland. Para o brasileiro, o segredo do time para reverter a situação foi muito simples: não deixar de confiar em sua própria capacidade de reação.

“Foi uma virada sensacional. Sabíamos das dificuldades e da força do Oklahoma City Thunder, mas não deixamos de acreditar no potencial da nossa equipe, que quebrou recordes durante a temporada inteira. Sempre soubemos que poderíamos vencer, só precisávamos pensar em um jogo de cada vez. Respeitando o oponente, mas acreditando e jogando com alegria que as coisas foram acontecendo”, contou o reserva, após a sétima partida da série final do Oeste.

Quis o destino, porém, que Varejão encontrasse o time em que consolidou carreira e tornou-se ídolo na NBA na decisão do título. O Warriors enfrentará o Cleveland Cavaliers – franquia que defendeu por mais de uma década e onde jogava até o início deste ano – na série decisiva da temporada, a partir desta quinta-feira (02). Depois de chegar a duas decisões tentando dar o inédito troféu ao Cavs, ele não sabe o que sentirá ao pisar em Ohio, em uma final, como visitante.

“Não sei como vai ser voltar a Cleveland. Com certeza, será uma série em que vou viver muitas emoções diferentes. Eu joguei metade dessa temporada e muito anos lá, então é inevitável passar por esse momento. Eu não sei como a torcida vai me receber, como vai reagir, tenho que preparar-me mentalmente para tudo isso porque vai ser algo muito forte”, reconheceu o “Wild Thing”, como ficou conhecido entre os torcedores do Cavaliers.

O título do Oeste não colocou somente o nome do Varejão na história do Warriors, mas também o tornou o primeiro brasileiro a ser campeão das duas conferências da NBA. Em sua terceira final, ele parece decidido de que o momento de ganhar seu primeiro título chegou. “Agora é decisão, uma série contra um adversário fortíssimo que respeitamos muito. Mas, acima de tudo, estou muito feliz por poder disputar as finais novamente e terminar uma temporada saudável, ajudando meu time”, finalizou.

  • Sid Payne- Dança muito

    ”Nunca deixamos de acreditar no Klay”

    • Pistão

      “Sabíamos que o Westbrook ia entregar a paçoca a qualquer momento”

      • Fred #TrueMagic ORL-MAGIC #1

        ~~dançinha do west e payne pré-jogo~~

  • pacers

    Curry mulher de malandro

  • Galvão – EL HEAT🔥 #305

    Bota essa série na conta do Klay e do Iggy!

  • Uncle Drew

    Varejão, é o único jogador dessa série q já está com o anel de campeão garantido. Durante 31 jogos nesta temporada.. ele esteve no Cleveland, e em 33 jogos… ele esteve no Warriors.
    Se o Cavs ganhar o campeonato, eu acho bastante provável (por causa da identificação dele com a equipe) q ele receba, afinal participou do time na temporada.
    É sortudo esse Varejão! Heuhueheuehue

  • carlos

    warriors 4×1 com varejao mvp

    • Guilherme Prates

      Sim

  • Marcos Gordinho

    Hora de descobrir quem é o verdadeiro pé frio de Cleveland… Varejão ou Lebron.

    • Juan Gabriel

      eehuehueheuhue

  • Elber Sampaio

    Warriors é o time mais brasileiro da liga. Feliz por eles e tem minha torcida.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados