logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 jul 2016 às 20:54
Campeões da NBA, LeBron James e Cavaliers “varrem” ESPYs 2016

Stephen Curry e Kobe Bryant também foram premiados no “Oscar do esporte”, promovido pela ESPN

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O Cleveland Cavaliers e LeBron James mantiveram o ótimo momento e foram os grandes vencedores do ESPY’s 2016. Os campeões da NBA conquistaram sete troféus na premiação realizada pela ESPN para os melhores do esporte na última temporada. A lista de prêmios incluiu dois dos mais importantes da noite: atleta masculino do ano e equipe do ano.

O craque do Cavs subiu ao palco para receber três prêmios individuais: além de atleta masculino do ano, ele também foi escolhido o melhor jogador da NBA na temporada e melhor performance em conquista de título. Além de time do ano, o Cavaliers recebeu prêmios pelo momento esportivo do ano, jogo do ano (sétima partida das finais) e técnico do ano (Tyronn Lue).

Mas LeBron esteve no palco antes de receber qualquer troféu. Ao lado dos amigos Dwyane Wade, Chris Paul e Carmelo Anthony, o astro leu um discurso pedindo maior ativismo dos atletas norte-americanos no combate ao clima de divisão racial, injustiça e violência que dominam os EUA recentemente.

“Nós estamos nos sentindo frustrados pela violência, mas isso não é aceitável. É hora de olharmos no espelho e perguntar o que estamos fazendo para mudar essa situação. Não podemos ser só exemplos. Falem, usem sua influência e renunciem a toda essa violência. Todos precisamos fazer mais”, afirmou o ala, encerrando o “discurso coletivo”.

ESPYs

Além de LeBron e o Cavaliers, outros dois jogadores da NBA foram premiados nesta quarta-feira. O armador Stephen Curry, do Golden State Warriors, foi agraciado com o troféu por performance em quebra de recorde, com a maior marca de cestas de longa distância em uma temporada. O (agora aposentadoKobe Bryant também subiu ao palco para receber o prêmio especial para ícones do esporte.

“Eu acredito que todos merecem um momento para descansar, mas o meu não é agora. Obrigado por essa incrível honra reconhecendo minha carreira, mas estou longe de terminar minha obra. Meu próximo sonho é ser premiado um dia por inspirar a nova geração de atletas a terem seus sonhos, fazerem seus sacrifícios e nunca se contentarem com o mediano”, afirmou o ídolo do Los Angeles Lakers.

Outro nome conhecido da NBA a ser premiado pela ESPN foi Craig Sager. O icônico repórter, que enfrenta uma longa batalha contra a leucemia, fez um emocionante discurso ao aceitar o prêmio especial Jim Valvano de perseverança deste ano, que já havia sido ganho por George Karl e o jornalista Stuart Scott no passado.

“Tempo é algo que não pode ser comprado, barganhado com Deus e não é infinito. Tempo é simplesmente como vivemos a vida. Eu nunca vou desistir de viver e não vou entregar os pontos. Continuarei lutando, sugando o poço da vida enquanto a vida tira forças da minha medula. Viverei minha vida cheia de amor e diversão. É a única forma que conheço de fazê-lo”, desabafou o jornalista, conhecido por vestir ternos coloridos e excêntricos à beira da quadra.

  • Bruno – Los Angeles Lakers

    ESPN premiando Kobe , quem diria … !

    • Leonardo

      Boiei nessa. Explica ai?

  • DirkMito

    Lu melhor treinador só pode ser brincadeira hahahahah. Até o do Sixers merecia mais. Slc

    • Thiago Dias

      Foi campeão né? Tem que se respeitar..

      • DirkMito

        Respeitar tudo bem, mas ele não foi nada especial principalmente nas finais. Ele se deu bem que o Lebron estava bem fisicamente e jogou 45 min por jogo.

  • Diego

    Carmelo é muito respeitado por ser o único dos Stars que abre a boca por temas polêmicos , é bem ativo nas rede sociais e não deixa de expor suas opiniões em assuntos delicados . Tanto que tem um vlog com a Vice Sports ja esteve em Cuba , Porto Rico e marchou em Baltimore no ultimo episodio de racismo por parte da policia.

  • Rafael Sanderson

    Apesar de ter vencido o campeonato, na minha opinião, os Cavs não merecem a maioria desses prêmios…

    atleta masculino do ano: deveria ser o Curry que esteve bem a temporada toda.
    melhor jogador da NBA na temporada: deveria ser o Curry, isso é incontestável. MVP unânime.
    melhor performance em conquista de título: esse concordo que seja o cavs.
    time do ano: Golden State Warriors

    momento esportivo do ano: Ok, concordo… a história foi realmente incrível. Sair de 1-3 para 4-3!
    jogo do ano (sétima partida das finais): concordo, mas também colocaria o algum jogo da série de OKC x GSW
    técnico do ano: kkkkkkkkkk não venceu nem o prêmio de melhor técnico da NBA.

    Acho ridícula essa mania de só exaltar os vencedores. Sério que passou na cabeça de alguém(maioria) que o melhor time do pode não ter sido o Golden State Warriors?
    Dentre outras bizarrices, essa premiação, ao meu ver, foi ridícula.

    • cleberson23 – KING JAMES GOAT♕

      73-9 não vale nada sem título. Warriors sequer foi lembrado como melhor time em virtude da vergonha que passou nessas finais. CURRY pela segunda final consecutiva amarelou (merece o prêmio Popcorn de qualidade)

      • Rafael Sanderson

        Amarelou tanto que quebrou o recorde de bolas de 3 pontos nas finais no jogo 6 (quando o recorde foi estabelecido em 7 jogos).
        73-9 vale, sim… Claro que o que coroa um time são os anéis, mas nem sempre o MELHOR time vence. Quer um exemplo? Portugal campeão da eurocopa 2016!
        Ressalto: MELHOR time, sem dúvidas: Golden State Warriors.
        Como vi alguém comentando no facebook, enquanto todos estavam saudáveis e completos, nessa última temporada, o placar estava em 5-1 p/ Warrios (2-0 na regular, 3-1 nos playoffs).
        Bastou um jogador importantíssimo para a equipe não jogar um jogo crucial em casa, que, sejamos sinceros, se ele estivesse presente a temporada acabaria ali, que o Cavs cresceu. Sem contar o fato que, mesmo sem ele, o jogo estava parelho (se não me engano 61-61), até o Andrew Bogut se machucar e perderem completamente a referência defensiva pelo resto dos playoffs.

        PS: estou analisando friamente. Não torço pro Golden State Warriors, apesar de admirar o basquete deles.

        • Vinícius Maia

          Até concordo com o negócio de que o GSW merecia mais o prêmio de melhor time e tudo mais. Mas dizer que o Curry não amarelou, por favor né?! Lebron já foi chamado de pipoqueiro por muito, muito menos. Quer um exemplo? no ano do último título do Lebron pelo Miami, no jogo 6, aquele jogo que o Ray Allen fez aquela cesta milagrosa forçando o jogo 7, muita gente caiu matando no Lebron dizendo que ele pipocou, pois errou o arremesso decisivo. A sorte dele, foi que Chris Bosh pegou o rebote e passou para o Ray Allen resolver. Mas a galera na época ignorou o fato de que Lebron fez mais de 30 pontos naquele jogo e no último quarto ele foi o principal responsável por tirar uma diferença de mais de 10 pontos, pois Chris Bosh e Wade não estavam jogando nada. Agora, se Lebron, fazendo mais de 30 pontos, colocando o time de volta no jogo quando perdia por mais de 10 pontos de diferença, é digno de ser chamado de pipoqueiro por ter errado um arremesso decisivo, o Curry com seus 17 pontos no jogo 7 merece muito mais. Curry quebrou o recorde de bolas de 3 nas finais? Beleza, mas esse é o jogo do Curry, tanto que se as bolas de 3 não estiverem caindo, o jogo dele não rende.

          • Rafael Sanderson

            Entendo teu ponto.
            Pra ser bem sincero, acredito que existe um mantra repetido pelas pessoas que votam nessas premiações: “devemos premiar o campeão! devemos premiar o campeão! …”
            Na boa, acho que se o GSW tivesse vencido o jogo 7, todos esses prêmios que foram dados ao Cavs – eu disse TODOS – seriam dados ao GSW. Simples assim. Não importa se o Lebron liderou ambas as equipes em todas as estatísticas.
            Se o Iguodala fizesse aquela bandeja, ninguém mais pontuasse e, consequentemente, o título ficasse com o GSW, a premiação seria bem diferente.

            O pensamento do pessoal seria mais ou menos assim:

            “Melhor jogador? Curry, claro! (Talvez Draymon Green)
            Melhor time? GSW. Passou pela cabeça de alguém aqui premiar outro?
            Melhor Técnico? Por favor, né? Steve Kerr”

            Respeito as opiniões contrárias, mas essa é a minha.

          • JAMnba

            Baba o meu também seu modinha, GSW, foram tomaram um vareio do tal LeBron e Irving que é muito mais completo que o Curry mesmo sendo mais novo.

          • Rafael Sanderson

            Não tem como ter um debate sério aqui mesmo… Sempre tem criança da 2a série comentando… Pra começar, nem torcedor do gsw eu sou. E pra terminar, não vou perder meu tempo discutindo com pré adolescente (ou de idade, ou de cabeça)

          • JAMnba

            Vamos lá velho homem, o clima aqui e de descontração mas se quiser um debate sério teremos, seguindo os pontos.

            1- porque sempre premiar o campeão? Isso nada mais é coroar quem.conquistou o maior objetivo da temporada, O TÍTULO, de que valem os recordes secundários se daqui a pouco outro pode ir lá e quebrar? O título será ETERNO.

            2- melhor time GSW, Se mostrou um.execelente conjunto sim, porém na hora h de provar que tinham culhoes, se amedrontaram e se viram sem variações de jogadas. Vide os chutes deseaperados no final.do jogo. Portanto o melhor time e o Cavs pois além.de ganhar o título se uniu na hora h e venceu.

            3- O Lue pra mim foi um.motivador não um técnico, porém.nao devemos tirar o mérito do cara dentro da equipe, e muito respeitado por todos. Steve Kerr errou em alguns momentos das finais, em.alfumas escolhas erradas nas rotações e no tempo de descanso de craques como Curry e Thompson.

            PS- O Curry não é,nunca foi, e nunca sera melhor que o LeBron, melhor jogador pos Jordan .portanto velho ancião chore e chore mais.

          • cleberson23 – KING JAMES GOAT♕

            Estuprou o jovem senhor.

        • Rogério A S Ifanger

          se o “SE” entrasse na quadra ate concordo com sua analise.

          Cavs na final do ano passado jogou sem 2 allstars e perdeu

          Dessa vez foi o GSW, nada de mais

          Pelo visto esse ano tem tira teima

          • Rafael Sanderson

            Ok, sua opinião..
            Mas pra ser bem sincero, acredito que na final do ano passado o Cavs MELHOROU sem Kevin Love e Irving. De verdade.

            Delly grudou no Curry de uma forma absurda, além de um poste defender BEM mais que o Kevin Love. Não vou me alongar aqui, mas realmente acredito nisso.

            O que aconteceu ano passado foi que alguém do coaching staff sugeriu que o Iggy entrasse de titular, e foi isso que mudou a série.
            Com Irving, sem irving. Com Love, sem Love… O campeão de 14/15 seria o GSW, sem dúvidas.

            Não posso dizer o mesmo com relação à ausência de Draymond Green.

            Enfim, o bonito do esporte é isso: cada um faz uma análise que julga ser a correta. Sempre respeitando a do outro.

          • Danilo

            Nossa, como q um cara q nessas finais fez 28ppg e foi muito clutch e deitou encima o Curry não fez falta nas finais em 2015? Por favor né… Ta passando vergonha mano

          • Rafael Sanderson

            Passar vergonha é não respeitar opiniões diferentes das suas. 28 ppg, beleza.. E a parte defensiva? É isso que ressaltei no delly. E do love você não vai falar nada, não?

          • Danilo

            Eu respeito mas oq vc falou não faz sentido. Tanto q em 2015 o Curry nas finais foi melhor q nessa em q o Kyrie marcou ele. Enfim, respeito sua opinião mas não vejo argumentos pra vc achar q melhorou com Delly no lugar do Irving. Ja o Love fez uma final ruim mesmo, apesar q no jogo 7 ele marcou muito bem, principalmente o Curry na ultima bola do jogo.

          • Rogério A S Ifanger

            Não Rafael, não dei minha opinião.

            Só os fatos que aconteceram

            Cada time ganhou uma e sempre quem perdeu culpa as lesões

            O fato da premiação ser toda do Cavs tem sentido, afinal, o time do GSW fez historia a temporada interira, varios recordes quebrados.

            O Cavs não fez nada disso, a unica coisa, é que venceu esse time.

            Tendo isso em conta, é basicamente a história da história.

      • DirkMito

        73-9 sem título não vale . É um argumento muito fraco.

        • Leonardo

          Fraco para você, pois quando o Bulls de Jordan fez aquela sua campanha história, foram campeões. Quando o Miami em 2012-13 fez 27-0 foi campeão. E quando o GSW fez 73-9 não foi campeão. Argumento fraco?

    • Bruno Hornets 🐝

      Cara atleta masculino do ano achava que o Cam Newton levaria, o que ele fez com aquele recebedores horríveis do Panthers(Só Greg Olsen salvá)deveria ganhar, depois do que o Bronha fez nessas finais seria um absurdo ele não ganhar…

      • Rafael Sanderson

        Não manjo de NFL, então, como diria Glória Pires: Não sou capaz de opinar!
        Ressalto que, dentre os atletas de NBA, acharia mais justo ir pro Curry

    • Victor Chittolina

      Entendo o teu ponto. O que o GSW e o Curry fizeram na temporada foi histórico. Melhor recorde de todos os tempos e primeiro MVP unânime da temporada.
      O problema é que a temporada regular, na verdade, é só uma prévia da parte mais importante: os playoffs. E ali ambos sucumbiram.
      Eu acho difícil premiar uma equipe (e um jogador) que jogou DEMAIS quando importou menos e baixou muito o nível de atuação na hora de decidir um título. E não foi só contra o Cavs. No playoff inteiro, tanto GSW quanto Curry, estiveram abaixo do que demonstraram na temporada regular.
      Então, entendo o teu argumento. É um ponto de vista bem válido. Mas, ainda assim, eu não elegeria nenhum deles.

    • WesleySafamito

      Já dizia um tal de MJ “os playoffs separam os homens dos meninos”. Ter sido MVP unânime da temporada regular é algo fantástico e que não pode ser descartado nem ignorado, porém pra se considerar o atleta do ano, o desempenho nos playoffs pesa mais, pelo menos na minha opinião.

      Sendo sincero, você não acha que o LJ se poupa na regular não? Muitos dizem ser conversa mole, mas só analisar a diferença de postura dele quando começam os playoffs, o cara se mata em quadra, o impacto defensivo dele aumenta absurdamente. O curry fez uma pós-temporada bem abaixo do que se esperava, no momento decisivo, ele não rendeu o que poderia/deveria. Isso pra mim não é postura de “atleta do ano”.

      Por tudo que esse título representou, toda a trajetória da carreira do “garoto de akron”, tudo que ele jogou nesses playoffs, eu acho que, sendo um jogador da nba o atleta do ano, o troféu para o james é algo INCONTESTÁVEL!

      • Leonardo

        Perfeito seus argumentos!

  • Uncle Drew

    A parte em q os jogadores iniciaram o show, falando sobre a violência contra os negros foi demais! Ao lado do discurso do Sager, foi o ponto alto do ESPYS.
    E isso partiu dos próprios jogadores (foi o Carmelo Anthony q teve a ideia), isso é mt legal, os caras sendo ativos nos problemas da sociedade deles. LeBron falando q um dos meios de melhorar isso é investindo nas comunidades, Chris Paul dizendo q eles (os jogadores) devem seguir o legado do Kareem Abdull Jabbar, Jim Brown, Muhammad Ali e etc… foi mt legal.
    AH SE OS JOGADORES BRASILEIROS FOSSEM ASSIM! Em vez disso, eles ficam lá nos Iates deles, só pegando mulher.

  • Uncle Drew

    As únicas bizarrices das premiações foi o Lue ser eleito melhor técnico (foi campeão e tals… mas ele comandou o time por apenas meia temporada, cara! rsrs), e o LeBron não ter ganhado como melhor jogada, naquele toco no Andre Iguodala.
    A Hail Mary do Aaron Rodgers foi sensacional, se tivesse sido nos Playoffs ou no Super Bowl… seria indiscutivelmente o melhor. Mas foi na temporada regular, contra o Lions (uma das franquias mais azaradas da história da NFL)! Como isso é melhor q um lance nas Finais, em um Jogo 7, a 2 minutos do fim, com o jogo empatado?!

    • Marcelo Desoxi

      O Aaron fez duas Hail Marys , tem uma nos playoffs contra o Cardinals nesse mesmo ano , só que eu preferi essa contra o Lions , são rivais de divisão , e era a última jogada da partida.

  • Luciano Flurucava Sá

    ESPN tava numa babação e desespero para o Cavs virar os playoffs e serem campeões que tinham que dar os prêmios para todos eles. E mais: os prêmios dados ao Kobe e ao Curry foram de consolação, rsrs. E digo mais: Lebron é um jogador top, mas só conseguiu se soltar porque o Kyrie estava em quadra e carregou também boa parte do time nas finais. Se não, teria sido como a temporada anterior.

    • HUMota

      Imagina se o pessoal da Sportv se encontrassem com o da ESPN americana nas finais, cabeças rolariam. Alias, algum parentesco seu com Jorge de Sa?

    • Vitor Medson

      Justamente. Coadjuvantes servem pra isso.

  • Uncle Drew

    Kobe dando aquela alfinetada no Lakers. “Peyton encerrou a carreira com outro título de Super Bowl, Abby (Wambach, ex-centroavante da seleção feminina de futebol dos EUA) encerrou com um título de Copa do Mundo, já eu.. faço as coisas meio diferente, achei impressionante terminar minha última temporada com 17 vitórias e 65 derrotas, no meu 20º ano da carreira..” HUEHUEHEUHEUHEUE
    https://www.youtube.com/watch?v=8m1GZ9c_eRg

    • Rafael Victor

      Percebi uma certa decepção e frustração nessa fala do Kobe! Acredito que foi bem mais um lamento do que uma alfinetada!

      • Vinícius Maia

        Mas ele não pode reclamar, pois renovou o contrato com um salário alto que engessou o cap do Lakers.

    • Uncle Drew Imbecil

      HEUEHEUHEU

      DESSAS 17 VITÓRIAS, 11 ELE NÃO JOGOU

    • Albert Cavs

      Kobe foi hilário mas ao msm tempo penso que se ele não mastigasse tanto o lakers com o seu salario, teria um time ao msm competitivo em seu ultimo ano de contrato.

  • Anderson M. Santos

    ” … nunca se contentarem com o mediano … ” serve para tudo … na vida, no esporte e em qualquer área imaginável … não atoa Kobe é um ídolo de todos os esportes e em todos os níveis.

    • Leonardo

      Então kra eu vou lançar uma polêmica aqui. Eu assisti a premiação e entendi o que ele quis dizer, se referindo ao esporte e em algumas áreas da vida tbm. Mas eu sou cientista político e abomino o liberalismo com ideais abstratos e anti-históricos de igualdade, liberdade, contrato social, blá blá blá. Quando dizem mediano já faço analogia ao conceito de medíocre muito caro aos liberais, de que um individuo tem sempre que se mostrar melhor que os outros. Tem que passar por cima dele pra vencer, na concorrência selvagem que o mercado impõe. Você precisa evoluir, inovar, liderar, não pode ficar pra trás, tem que superar os melhores. Acho que esse discurso ideológico frusta muito as pessoas, as pessoas não precisam ser grandes, precisam apenas viver suas vidas em paz com tranquilidade, com amor. Entendo que no esporte isso é bastante louvável e acho até aceitável, afinal o Kobe se tornou lenda justamente por ser competitível ao extremo né, mas não em todas as esferas da vida, principalmente nas relações pessoais. Só queria deixar um comentário alargando essa discussão, lembrando que a vida não é esporte, não é concorrência, mas sim colaboração.

      • Anderson M. Santos

        Leonardo entendo o seu ponto de vista e o respeito, porém, não exponho que para ser “melhor” em qualquer área você precisa ser um trator e passar por cima de alguém, mas no meu ponto de vista, por que não procurar fazer sempre o seu melhor, até mesmo porque algumas pessoas possuem dons natos e/ou aptidão para aprenderem mais fácil e mais rápido determinadas coisas que outras, mas compreendi o seu ponto de vista, e o que seria do verde se todos preferissem o azul? A discussão e o debate é válido, e serve ao menos no meu caso para reflexão. Obrigado pelo debate! Abraço!

        • Leonardo

          Essa discussão também está ligada a uma confusão entre iguais e semelhantes. Igualdade não diz respeito à todos serem os mesmo, sem sal, isso, para dizer conceitualmente, diz respeito à semelhança. Igualdade diz respeito a todos terem a mesma condição material para se desenvolverem como quiserem.Não se trata de todos serem verdes, mas sim de todos terem todas as cores que quiserem disponíveis para pintar sua vida. O problema é que para que você ser grande hoje em dia o único caminho é quando outros perdem. Não há espaço para todos serem grandes, penso eu. Não há emprego, a pobreza aumenta, a riqueza se concentra. Mas as pessoas devem sim se tornarem o melhor que podem, mas hierarquizar é algo ruim. Estou levando a discussão para um âmbito maior, a estrutura na qual vivemos e não consigo ver como as pessoas podem se desenvolver igualmente (e não semelhantemente) da forma como vivemos. A discussão é complexa e tem várias nuances Obrigado por comprá-la!

  • Luis Henrique

    esse rafael so fala merda, falar que kyrie machuca fez bem 2015, cara deve ta de gozação. kkkkkkk, pelo jeito ficou muito puto com titulo do cavs… negocio é engoli o choro e para de falar tanta besteira

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados