logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 28 jul 2016 às 21:55
Raulzinho lidera e Brasil passa pela Austrália com facilidade

Raulzinho liderou com 17 pontos

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

Austrália 67 x 96 Brasil

Na primeira partida após a confirmação do corte de Anderson Varejão, o Brasil superou a Austrália em Mogi das Cruzes com alguma folga. Ainda sem Cristiano Felício, a seleção encarou um adversário experiente e repleto de jogadores da NBA, como Patty Mills (San Antonio Spurs), Matthew Dellavedova (Milwaukee Bucks), Aron Baynes (Detroit Pistons) e Cameron Bairstow (Chicago Bulls). Raulzinho, com quatro cestas de três, foi o principal destaque brasileiro.

O Brasil errou muitos arremessos no começo de partida e apenas Marcelo Huertas parecia estar em um bom momento, com seis pontos. A seleção do técnico Rubén Magnano chegou a estar atrás por oito, mas aos poucos conseguiu chegar no marcador e passar, em 21 a 19. Em seu melhor momento na primeira etapa, o time brasileiro abriu dez pontos. O Brasil foi para os vestiários com folga, liderando por 44 a 29.

Na volta do intervalo, a vantagem pulou para 20 após cesta de Raul Neto, mas os australianos roubaram duas bolas seguidas no fim do terceiro quarto e a diferença caiu para 12. No começo do período decisivo, a Austrália cortou para nove depois de cesta de três, mas em seguida, Alex sofreu falta flagrante, converteu os lances livres e Vitor Benite fez para deixar o jogo em 68 a 55. Em lances livres, Nenê colocou o Brasil na frente por 70 a 57. Guilherme Giovannoni acertou de três, Alex fez cesta, sofreu falta e o time brasileiro liderava por 75 a 59. De três, Benite deixou o Brasil em vantagem por 78 a 59, restando cerca de cinco minutos para o fim. Sem respostas, a Austrália não conseguiu diminuir a diferença e o Brasil confirmou mais uma vitória.

Destaques

Austrália

Patty Mills: 18 pontos, cinco assistências
David Andersen: sete pontos
Aron Baynes: seis pontos, seis rebotes

Brasil

Marcelo Huertas: nove pontos, sete assistências
Leandro Barbosa: dois pontos, três rebotes, 1-6 em arremessos
Marquinhos: 13 pontos, cinco rebotes
Rafael Hettsheimer: 12 pontos, quatro rebotes
Nenê: dez pontos, seis rebotes, dois bloqueios

Raul Neto: 17 pontos, dois rebotes, três assistências, 4-4 em três pontos
Vitor Benite: oito pontos, quatro rebotes
Alex Garcia: 13 pontos, seis rebotes
Guilherme Giovannoni: cinco pontos
Augusto Lima: sete pontos, sete rebotes, três roubadas
Rafael Luz: zero ponto, três assistências, cinco minutos

  • Vitor – SCCP/Wolvão da massa

    Não acompanho nd de basquete nacional, mas vocês acham que o Rafael Luz é melhor que o Taylor ?
    Achei o Luz meio desligado, perdido em quadra, não tentava nada.. só levava a bola pro outro lado da quadra, se livrava dela e nem queria saber mais de pegar na bola.

    • #JJ48

      Rafa Luz é ridiculo

    • HondaX

      Luz é fraco, mas convenhamos, o Taylor não ia conseguir fazer muita coisa também.. tempo dele já foi!

    • el pistolero

      rafa luz é jogador de defesa e só

    • Renato Dos Santos Jr.

      Melhor o Luz que como vc diz só carrega a bola e se livra dela, do que o Larry chutando de qualquer jeito, e no minimo o Rafa Luz é um bom defensor!

  • LP

    Bom jogo do Brasil, só uma coisa que eu não entendo, como o Caboclo não tem nível pra ta aí? o cara ta ja dois anos nos EUA e tem 6 metros de braço, não é possível que ele não seja pelo menos um defensor razoável já que o Giovanoni que é o ala reserva é muito pesado. Outra coisa é uma pena o Splitter e Vareja estarem machucados, um deles deveria estar na vaga do Rafa Luz que só joga garbage.#APrataVem.

    • Eduardo

      Ele e Bebê não quiseram vir por causa da Summer League. É bem óbvio que eles dois são infinitamente superiores a Giovannoni, Benite, Marquinhos e Hettsheimer.

      Quem deveria estar no lugar do Luz é o Scott Machado.

      • Kyle Singler #Thunder Hope

        Eles não são infinitamente superiores ao marquinhos nem com a vaca tossindo.Tem que evoluir bastante ainda

        • BetoMavs

          Pois é Caboclo é cru demais ainda em dois anos de Raptors evoluiu muito pouco, Marquinhos é muito bom jogador, mas pela falta de ala na seleção Caboclo teria vaga, quanto ao Bebê acho que não merece.

          • Kyle Singler #Thunder Hope

            Ele teria vaga,mas pra ser reserva do Marcos por enquanto.Marquinhos é um dos melhores jogadores da seleção.O fato dele jogar na NBB esconde isso da galera.

      • mitODEN

        O Bebe eu acho ele mt bom e prestativo, encaixaria bem no time como um reserva trombador, mas quem ja viu algum jogo do cabloclo na DLeague ou na propria summer League sabe q ele n tem esse nivel todo nao, n vi evolução no jogo dele q deveria, e Scott Machado? ta de brinks ne? kkkkkkkkk

      • el pistolero

        Nossa, vomitou no teclado agora. Adoro essa geraçãozinha NBA que começou a assistir basquete ontem. Caboclo é infinitamente superior ao Marquinhos KKKKKKKKKKK. O cara não jogou nem 10 minutos na NBA ainda. Na boa, não queria ser agressivo, mas vc passou de qualquer limite de manjar nada.

        Em 2012 esse cara diria que Fab Melo é melhor que os pivos do brasil também, pq joga na NBA.

        Scott Machado kkkkkkkkkkkkk

        • Eduardo

          Geraçãozinha NBA? Eu assisto basquete desde antes do seu nascimento pirralho. Se você entendesse algo de basquete saberia que sim, qualquer cara com 10 minutos de NBA é melhor do que qualquer um que só jogou no Brasil.

          Não vi argumento algum na sua resposta, só um babaca com raiva por alguém ter opinião diferente 😉

          • #newsplashbrothers

            Não vimos nada do Caboclo ainda, por outro lado o Marquinhos vem de uma grande temporada e vem contribuindo muito bem nos amistosos.
            Além disso, ainda não podemos considerar que o Caboclo jogador de NBA, uma vez que ele não tem uma média minimamente razoável de minutos, entrou poucas vezes e mais nada.

          • Vitor Martins

            Não dá pra considerar o Caboclo nem jogador ainda, quanto mais de NBA. Marquinhos é um belo jogador, tanto que o site da ACB (visão imparcial) o citou como um dos diferenciais pra esse time ir bem na olimíada.

          • Kyle Singler #Thunder Hope

            Mas Marquinhos não so jogou no Brasil,como tambem jogou na NBA,e com mais de 10 min.Alem disso,ha dois anos atras ele recusou uma oferta do New Orleans Pelicans para voltar a jogar por la na NBA.E não é dessa forma,ter 10 min na NBA não torna um jogador melhor que qualquer um que só jogou na NBB.

          • #newsplashbrothers

            ele ainda diz que assiste NBA há muito tempo.

          • Kyle Singler #Thunder Hope

            rs

          • TRUETHIAGO

            Marquinhos também não teve mais de 10mpg na sua passagem por NO, era jogador de garbage time/D-League, igual o Caboclo está sendo em Toronto.

            Mas estou de acordo que o simples fato de estar na NBA não faz o jogador automaticamente superior a outro que jogue numa liga inferior, NBB, etc.

          • Vitor Martins

            90% dos jogadores de NBA (chutando por baixo) são melhores que os de NBB, mas o fato é que o Caboclo nem é jogador ainda. Quem viu alguma coisa dele? Nem no NBB ele conseguia jogar. Lucas Dias não foi convocado pq fez um cirurgia, mas ele ainda é um jogador bem melhor que o Caboclo, ou melhor, ele já é um jogador, o ala do Toronto tem que jogar algum jogo de basquete antes de ser convocado pra uma seleção brasileira de basquete, não?

          • TRUETHIAGO

            Sim, nem estou contestando o fato do Caboclo não ter sido convocado. Apenas fiz uma correção dessa informação de que a passagem do Marquinhos tenha sido diferente da dele, na NBA, até o momento.

            O Marquinhos, para mim, titular incontestável dentro das opções atuais de alas brasileiros. Ele é dono da posição e escolhe o número que quiser jogar, sem discussão.

          • Renato Dos Santos Jr.

            O Marquinhos é um puta jogador, tem nivel sim pra estar na NBA, ele mesmo deu entrevista falando sobre propostas que teve mais nao me lembro o porque q nao se concretizaram, o fato é que hoje em dia ele é um jogador muito melhor do que na época em que esteve na NBA por isso nao da pra julgar o cara pelas estatisticas que ele teve na liga, infelizmente foi pra la e nao conseguiu mostrar seu potencial, se tivesse tido chance de continuar por mais uma temporada com certeza teria se firmado na NBA! Quanto ao Caboclo é um jogador que acompanho desde quando foi draftado, ainda nao teve grandes oportunidades na NBA, mas vejo pouca evolução nele nos jogos que acompanhei na D-League, na verdade evoluiu muito na defesa que acho que será seu carro chefe para se firmar na liga, mas no ataque ainda toma as mesmas decisões erradas que tomava no começo, já devia a esta altura ser dominante na D-League pra ter mais chances na NBA! Portanto nao era hora de ele ir pra seleção não, até o Giovanonni é melhor, tem um QI de basquete melhor e mais experiencia, é um jogador que pode entrar e contribuir!

          • Kyle Singler #Thunder Hope

            Na verdade quando falei 10minutos,foi no sentido literal da palavra rs.Ele participou de 26jogos pelo Hornets com media de uns 6 min por jogo.E ele teve propostas pra voltar recentemente(Dallas e Pelicans),o que mostra que ainda tem lenha pra queimar

          • TRUETHIAGO

            Eu tinha entendido que você disse que jogava mais de 10min de média, foi isso. Exatamente, foram 26 partidas em duas temporadas (2006/07-2007-08) + alguns jogos na D-League (Tulsa 66ers) onde até conseguiu bons números, antes de voltar ao Brasil. Depois ainda jogou um ano na Itália, e em seguida retornou pro Pinheiros, aonde jogava demais mesmo, até ir para o Flamengo junto com o Neto, consolidando essa dinastia que criaram

            Nessa época que surgiram convites por ele foi em 2014, tinha notícias que davam como certa a ida dele para o Wizards (inclusive do Jumper) mas acabou não indo.

            jumperbrasil.lance.com.br/2014/09/27/marquinhos-encaminha-acordo-e-deve-assinar-com-o-wizards-apos-mundial/

            Enfim, as médias já não são as mesmas de 2 anos atrás, a idade vem chegando, porém reitero que continua sendo o principal SF brasileiro.

  • – Tiago

    Brasil esta defendendo muito bem, bom jogo da seleção. Raulzinho jogou muito bem, foi agressivo, tentou infiltrações e estava com a mão calibrada, fez um ótimo jogo.

  • BetoMavs

    Hettshemeir arremessando muito, é um jogador muito útil o nosso Zé Colmeia brazuca, Raulzinho parece que melhorou seu arremesso também, além de estar claramente mais forte fisicamente, pena que deve ser pouco aproveitado no Jazz. Enfim a seleção ta redondinha pode sim beliscar uma medalha nas olimpíadas… gostei da atitude torcida gritando o nome do Nenê hoje, o cara sempre que esteve saudavel nunca recusou servir a seleção em grandes competições.

    • Erlana

      Nenê é o maior jogador de basquete da história do Brasil. Oscar pega no pé dele por saber disso.

      Essa seleção e o Magnano não merecem medalha, como pessoa o próprio Nenê é um grande imbecil fanático religioso e também não merece. Mas eu queria que ele ganhasse uma medalha só para o Oscar ficar mais “revoltadinho” ainda. Oscar é uma das maiores fraudes do basquete mundial.

      • Marcelo Desoxi

        pqp… O tal discurso de ódio

      • Kyle Singler #Thunder Hope

        Lol….

      • Julio Zago

        Nenê o maior da história? Respeito sua opinião, como respeito a de todos, mas acho que ele não passa nem perto disso. Nenê teve uma carreira de respeito na NBA, mas nunca conseguiu liderar a seleção brasileira em nenhum grande feito. Wlamir Marques e Rosa Branca, por exemplo, foram expoentes de um time brasileiro que entre as décadas de 50 e 70 foi ouro e prata em mundiais, sem falar em dois bronzes olímpicos e o Nenê que nunca ganhou nada com a seleção é maior que eles só por que jogou na NBA?
        Outra coisa, acho que é preciso respeito com alguns veteranos, realmente o Oscar é chato demais e fala muita asneira, mas daí a chamar o cara de fraude é demais. Acompanhei muitos jogos do Oscar, inclusive ao vivo e ele era um grande scorer, como um cara tão respeitado na Itália e com um média de pontos em uma Olimpíada de 40 pontos pode ser uma fraude?
        Quando Oscar e Marcel jogavam, para quem não lembra ou não viu, o Brasil não passava vergonha no continente americano como atualmente.

      • Paulinho Sérgio

        ????????????????????

      • Gustavo

        Wlamir Marques te mandou um abraço.

      • Felipe Monteiro

        Meu Deus! Quanta besteira, Erlana! Porém é sua opinião, né?

  • Carlos

    O Rafa Luz na minha opinião é do mesmo nível do Larry, mas eu acho que ele não estaria nesse grupo se o Ricardo Fischer estivesse inteiro.

  • Jahlin Habei

    O mundo não se resume a NBA2K… Todo jogador tem sua função no grupo. O Rafa Luz é um dos melhores defensores do perímetro desse time. O Scalabrine era o cara do gatorade, e assim se cria um grupo. E o Larry além de não ser brasileiro, é ruim e velho. Caboclo ainda não tem condições de jogar na seleção! O Lucas Dias joga mais bola que ele e não foi. Não é pq joga NBA que vai ser convocado.

  • eu eu mesmo

    Alguém têm os horários dos próximos amistosos??

    • BetoMavs

      Brasil x China sábado às 14h30, se vencer no domingo joga às 14:30 e se perder 12:00

      • eu eu mesmo

        Brigadão

  • Pará

    Rafael Luz e fraco mais o Larry e a mesma coisa, outra parada e seleção brasileira não tem que ter merda de estrangeiro nenhum

  • Rodrigo Siqueira

    rafael luz e bem desnecessario

    • #newsplashbrothers

      era melhor ter chamado o Curry, Irving ou então o Westo.

  • Vitor Martins

    A vaga do Luz deveria ter sido do Fisher, não de um jogador estrangeiro com 36 anos de idade. Como o Ricardo Fisher tava machucado, Magnano optou pelo que defendia mais.

    • cleberson23 – KING JAMES GOAT♕

      Derek

  • TRUETHIAGO

    Bom, agora sim um amistoso sério que dá para levar em consideração, contra uma seleção que estará nas Olimpíadas.

    Boa apresentação coletiva, após o início fraco. Raulzinho já está pedindo passagem pro Huertas, foi quem comandou a partir do final 1Q e consolidou no 2º.

  • Pikachu

    O ouro vem

    • Lukao010

      Para os EUA vem sim.

  • LP

    O nível da D league é maior que do NBB? A minha argumentação em relação ao Caboclo que fiz la embaixo é se ele tem nível pra ser reserva da seleção no lugar do Giovanoni que é o ala reserva. Vão dizer que Caboclo está cru ainda, mas metade das pessoas que vão responder isso não acompanham a D league(eu tbm não acompanho) as médias dele são 15ppg, 6,5rpg,1 stl, 2 blk alguém que acompanhe o Caboclo sabe se ele tem nível pra contribuir com a seleção BR.

    • Vitor Martins

      Cara, Caboclo não conseguia nem jogar no NBB…

    • BetoMavs

      Eu acompenhei muitos jogos dele na D-League, defensivamente ele vai bem isso é verdade, no ataque sua única arma é o arremesso de 3 , ele não tem confiança nenhuma de pegar uma bola e partir para a infiltração, por isso acaba forçando demais os arremessos de longa distância o controle de bola dele ainda é ruim, se atrapalhando diversas vezes na hora do drible, é inexperiente, ele é fraco para jogar na seleção brasileira. Mas pela falta de opções nas alas ele poderia ter uma vaguinha na seleção.

      • LP

        É isso que eu queria saber, ele iria pra seleção pra jogar uns 15mpg e defensivamente seria importante, com relação a ele não infiltrar o Giovanoni também não é o cara mais atlético do mundo e sua pontuação depende dos arremessos de média e longa distância assim como no caso do Caboiclo também seria.

        • Jahlin Habei

          Cara, o Fab Melo dava uns 10 tocos por jogo na D-league… no NBB ele não faz nem perto disso. A D-league é uma pelada, pior que o nivel do nosso basquete, um estilo piorado de Summer League. O Caboclo pode vir a ser um bom jogador, hj ele não é. Giovannoni joga na posição 4 e não na 3 que é muito necessário um ball handling razoável! Giova já foi um bom jogador a nivel europeu! A época dele passou, mas nem por isso a época do Caboclo chegou.

    • Renato Dos Santos Jr.

      Box score não diz nada, tem que olhar mais afundo as estatísticas, Na D-League ele tem 15ppg mas 40% de fg e 34minutos de média, ou seja, tem liberdade e tempo em quadra pra tentar e errar bastante e por isso tem essa ppg! E ta certo o nome da liga ja diz tudo é pro cara se desenvolver e o time do Raptors905 foi criado mto por conta de que o Toronto queria isso pra ele, la qndo ele está em quadra o time joga pra ele, se cai-se num NBB, a vida dele seria bem mais dura! E pra uma competição de tiro curto como as Olimpiadas vc tem que ter caras que já estão prontos, que já passaram por pressão, e dentre as opções atualmente o Giovanonni ainda ta anos luz a frente do Caboclo!

  • Julio Zago

    Acompanhei o jogo do Brasil e gostei da atuação coletiva da equipe. Em que pese a discordância de muitos com a convocação, principalmente em relação a ausência de alguns jovens, a verdade é que o Brasil não possui em seu elenco um expoente técnico capaz de decidir jogos internacionais, falta um líder, um grande scorer, portanto nos resta acreditar no jogo coletivo e ontem ele funcionou muito bem.
    Raulzinho foi muito bem nos arremessos ontem, começo a acreditar que ele precisa ter mais minutos do que o Huertas, já o Leandrinho, precisa melhorar bastante seus arremessos, ontem ele amassou o aro.

    • Vitor Martins

      Mas esse é o craque dessa seleção: jogo coletivo. Em que pese o nível baixo da competição, a melhor apresentação da seleção brasileira sob o comando do Magnano foi no pan de 2015. Foi um time com uma defesa fortíssima e a bola girando muito no ataque. Ai sim se explica o corte do Larry e o Luz no grupo, faz parte da filosofia do Magnona. O engraçado é que no time B que foi ao Pan o garrafão tinha um poder de arremesso bom, enquanto o garrafão principal (com Splitter, Varejão) não tem. E agora, por causa dos cortes, e com Hettsheimeir, Giovanonni, Nêne com mais tempo, esse característica do garrafão aumenta. É claro que há um declínio técnico com os cortes, mas acabaram entrando mais na filosofia que o Magnano tenta colocar e só conseguiu poucas vezes.

  • Só vi o primeiro tempo, mas estava acontecendo mais ou menos o previsto, Huertas e Nenê mostrando que são os líderes dessa equipe e estavam muito bem, gostei da atuação do Raulzinho tbm, que usou as infiltrações e sempre buscava espaço pra pontuar, a principio foi um bom amistoso pro Brasil…

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados