logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 8 ago 2016 às 12:07
“Pensar em Durant como um vilão é absurdo”, condena Steve Kerr

Para técnico do Warriors, criticar astro por mudança de time é ignorar seu caráter e bondade

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Já faz mais de um mês que o astro Kevin Durant anunciou a decisão de defender o Golden State Warriors, mas o assunto ainda continua gerando repercussão na liga. A resolução do craque em atuar pelo time de melhor recorde em temporadas regulares da história transformou-o no símbolo de uma equipe que, agora, é vista como o novo vilão da NBA. Segundo o treinador Steve Kerr, uma visão bastante exagerada e injusta sobre seu novo comandado.

“Pensar em qualquer um de nossos jogadores – e, especialmente, em Kevin – como vilões é absurdo. Ele é uma das pessoas mais adoráveis da NBA e um ser humano extraordinário, que fez um trabalho magnífico pela comunidade de Oklahoma City. Então, ele tornou-se um vilão só por ter decidido jogar em outro lugar, mudar de equipe e querer um novo desafio?”, questionou o técnico do Warriors, em entrevista à ESPN Radio.

Kerr reconhece que seu relato não vai mudar a opinião dos fãs da liga, positivas ou negativas, mas ele garante que o público teria uma posição muito diferente sobre Durant e não seriam tão duros se vivessem o dia-a-dia da NBA. “As pessoas vão ver Kevin como quiserem. No entanto, tudo o que nós sabemos é o tipo de ser humano que ele é e o tipo de impacto que tem ao redor da liga”, concluiu.

  • Luan

    EI DURANT VAI TOMAR NO C*
    Que quebre a perna
    Vendido safado

    • Thiago91

      o louco hahahahaha

  • DamonHeat

    como ele tá no teu time, tu defende né kerr kk

    • Sid Payne- Dança muito

      Queria ver ao contrario pra ver se ele Kerr isso

  • Killer Crossover

    Ele não é vilão nenhum, só que não pode obrigar os torcedores (do OKC) à amarem ele… Vai doer por um bom tempo, porém, também não se pode criticar a PESSOA Durant (o jogador tudo bem) porque essa já fez muito por quem sequer precisar fazer nada.

    P.S: Como se ele fosse ou não vilão você ia falar que ele era né Ker… Ta bom pra você aqui ó: _|_ kkkkkkkk

  • Tim “Legend” Duncan

    Durant vai ser a peça chave que faltava no quinteto principal dos Warrios, pois foi visível a a dependência dos Warrios nas finais em relação às bolas de 3, quando esses lançamentos de longa distância não surtiam efeito, o time se abalava e quando precisava entrar no perímetro para pontuar, não obtinham o sucesso desejado (Klay “ameba” Thompson que o diga). Agora eles vão ter um pontuador de elite em todos os lados da quadra, principalmente no perímetro, algo que faltava aos Warrios.
    Em relação à comparação com o “super Lakers” de 2012 com o Nash, que fracassaram já na primeira rodada dos playoffs, não imagino que seja justa a comparação, pois Nash já estava no final de carreira e com o restante do elenco sofrendo muitas lesões. Os Warrios tem essas 4 estrelas com idade abaixo dos 30, e os 4 foram selecionados para um dos 3 times ideais da temporada, é claro que alguém terá a média de pontos diminuída (aposto no Thompson).
    Sei que todos vêem essa escolha do Durant como apelação, mas infelizmente, só são considerados grandes jogadores aqueles que obtêm títulos e NBA Finals MVP, mas acredito que após esse título ele deva retornar para o OKC, história parecida com um certo alguém de Cleveland…

    • Sid Payne- Dança muito

      Klay ‘ameba’ Thompson é o msm que ganhou o jogo 6?

      • Tim “Legend” Duncan

        Qual jogo 6?
        Imagino que seja aquele contra o OKC, pois é o que mais faz sentido meu caro amigo dançarino…
        Pois bem, esse mesmo, que fez 38 ou 40 pontos no jogo sendo que 33 vieram de bolas de 3 e apenas 2 pontos vindos do perímetro e o restante vindo de lances livres…
        São números bastante expressivos se tratando de chutes de longa distância, ele é um monstro nesse quesito, mas que carece de melhores recursos quando não tem sucesso nas bolas de 3 e precisa entrar no perímetro, algo que ficou evidenciado nas finais com FG% de 42%, só ficando à frente do Curry e Barnes (pior que o Barnes também seria baixaria)

    • Claudio R.

      peça que faltava? filho, o Warriors já foram campeões!!!…. rsrsrs, o golden state é o time que faltava pro Durant, e não o contrario!

      • Michel Moral

        Exato rs rs rs

        Fora que o time tinha Barnes e Iguodala para a mesma posição do Durant. Qual time tem um arsenal desses na liga entre titular e reserva? Tudo partiu do próprio Durant.

      • Dirk

        Cara, concordo contigo mas com o cara la tambem ate pq cada um precisa do outro, é claro q o Durant precisa mais dos warrios, mas olha só, ebtra Durant: 28,2PPG 8,2RPG 5APG
        e sai o Barnes com: 11,7PPG 4,9RPG 1,8APG
        voce acha q o golden state nao tem MUITO o q ganhar com isso?
        as bolas de 3 foram melhores marcadas nas ultimas finais, precisa variar um pouco mais o jogo e o Durant é o cara certo

    • Felipe Monteiro

      “mas infelizmente, só são considerados grandes jogadores aqueles que obtêm títulos e NBA Finals MVP”

      Cara, discordo! Karl Malone, Jerry West, John Stockton, Pat Ewing, Charles Barkley, Allen Iverson, todos eles e muitos outros jogadores são considerados grandes jogadores e nunca ganharam um título. Esse negócio de ter que ganhar um anel para ser considerado grande jogador, não existe. Infelizmente, Bundant assinou um atestado de incompetente e frouxo, pois poderia ganhar o anel em Oklahoma, porém, se não ganhasse, isso não o diminuiria em nada como jogador, tampouco como um dos grandes ídolos da NBA. Hoje, ainda que ganhe esse anel que ele tanto busca, a admiração e o respeito que ele tinha perante os admiradores do basquete cairá drasticamente (já caiu, né?)!

  • Eduardo Rebelatto

    Novos desafios foi boa rs

  • Pedro

    Kerr tem um ar sínico nas respostas,ele parece medir o que fala a todo momento;
    Não questiono os posicionamentos dele, estão na posição que tem de estar; mas é realmente desagradável ouvir um cara que não acredita nas coisas que fala

    • Fernando

      Tb senti que ele foi sínico nessa declaração, é o reflexo bunda mole dos esportes hoje em dia, todo mundo apático sem emoção. Vide a nossa seleção de futebol e basquete… e os times da NBA, se o cara encara o outro já é falta tecnica. Daqui a pouco vão castrar os jogadores ou dar hormônios femininos para os caras. Por essas e outras só assisto playoffs.

  • Sid Payne- Dança muito

    É um Harvey Dent piorado

  • Danilo

    Vilão não, mas como dizem aqui no interior, foi um carça cagada

  • Matheus Serafim

    To pouco me fodendo pra isso, fé no King que o bi vem
    Lets go cavs

    • LETS GO CAVS.

      LETS GO CAVS.

  • Claudio R.

    E ainda tem gente que acha o Durant era a peça que faltava pro GSW ganhar, mas o que eles esquecem rapido, é que eles já são campeões… eles não precisam do KD, o Durant precisa deles. kkkkk…. É a msm coisa de adicionar 1 milhão numa conta que já tem 1 bilhão… ou seja, vc já é rico cara… faz diferença?

    • Jefferson Cavalcanti

      Vc está dizendo que que Durant não faz/fará diferença pro GS?
      Que é um acréscimo de um 1% no elenco do Warriors?

      • Claudio R.

        to dizendo que ele não é a peça que faltava pra eles serem campeões, pois eles já foram com esse exato elenco. to dizendo que KD é uma excelente adição, mas que não era imprescindível pra eles…

  • Gustavo Santos

    Fora os torcedores do OKC q é natural a chateação, o resto é dor de cotovelo.

  • Michel Moral

    Kerr sempre teve esse perfil apaziguador, o que eu admiro.

    Torcedor do Thunder tem que vaiar cada vez que ele pegar na bola. Ele abriu mão de competir na melhor fase da carreira para jogar no grande rival. Seja lá qual for o rótulo que colocarem nele, não será sobre a pessoa, mas sim sobre um profissional que tem que arcar com os ônus da sua escolha.

    Hoje ele é adversário, pô!

    Isso não tem nada a ver com falta de reconhecimento ou então tirar os méritos que teve durante a carreira. Muito menos chamá-lo de vilão.

    Isso aconteceria com qualquer um em qualquer esporte. Se o Messi, há uns quatro anos, quando iniciava seu auge, fosse jogar no Real Madrid, como será que o torcedor catalão reagiria? O que aconteceu com o Ricardinho quando deixou o São Paulo e foi para o Corinthians? Isso após ser campeão do mundo com o Corinthians (há controversas rs) e com a seleção brasileira.

    Situação que é diferente com a do Fred agora pelo Flu, que foi para o Galo. Mesmo sendo cruzeirense, Fred tem 34 anos. Complicado seria se abandonasse o Flu em 2010, próximo do melhor momento do time nas últimas décadas e fosse para o Flamengo ou Vasco!

    Então o problema não foi sair do time, mas sim como saiu e o momento que saiu.

    • Em termos de exemplos comparados a outros esportes nada se iguala a relação que pode se estabelecer entre Oklahoma City Thunder — Kevin Durant — Golden State Warriors com Barcelona — Luís Figo — Real Madrid. O jogador acaba de ser eleito o melhor jogador do mundo, mas sua equipe só havia no máximo disputado uma semifinal de Champions League e era muito competitiva no nível nacional enquanto o Real Madrid (maior rival) tinha grande prestígio internacional pois já havia vencido duas Champions League e ganho um campeonato mundial no mesmo período. Para onde ele foi??? Sabemos, merece o mesmo ”julgamento” do qual Kevin Durant?

      • Michel Moral

        Ao meu ver, e isso é uma questão de ponto de vista, Figo merece/ia o mesmo tratamento de Durant sim. Claro que é preciso analisar várias coisas, por exemplo: Figo teria condições de vencer? O Durant teve condições de vencer e continuaria tendo as mesmas condições (e melhores) se ficasse em Oklahoma.

        O ponto chave da discussão do Durant foi ele ter ido para o time que o derrotou. O Thunder não era mais aquele de 2012. Em 2016, mostrou-se um time diferente e maduro. E quando estava no ponto ideal para competir, ele reforça o rival para tentar criar uma hegemonia. Isso é algo que coloca uma lacuna do ponto de vista individual do jogador.

        Claro que a rivalidade é algo diferente para cada esporte. Nem quis misturar as coisas. Golden State e OKC não são rivais como Real e Barça, mas enfim.

        • Um fato que citei aqui e que é fundamental para explicar essa lacuna do ponto de vista do Kevin Durant foi a lesão dele em 2014/2015. Por que? Ninguém melhor do que ele pode observar TODOS os cenários de elenco e formatação de cada franquia enquanto fazia a sua recuperação e o assunto em Oklahoma era a alta performance de Russell Westbrook (não saiu uma nota específica sobre isso). Aí cabe ao torcedor em geral fazer a reflexão, por que o front office de Oklahoma não fez a oferta à público de extensão contratual logo após a temporada 2015 (com ele em baixa)? Kevin Durant precisava provar pra alguém alguma coisa? Já não era mais o mesmo MVP de 2014 pra gerência? Por que não falaram sobre uma maneira de agir com cautela (pra não dizer medo de um ciclo de lesões)? Na prática, quando acontece a confirmação da saída de Durant eles correram para assinar com Westbrook para que o filme não se repeti-se.

          E sobre do exemplo de Figo havia condições, eles (Barcelona) perdem uma semifinal de liga para o Valencia (num mesmo nicho competitivo) e na realização de um trabalho de longo prazo havia garantia pois na virada do século eles começaram a colocar nos profissionais e abrir espaço para uma geração muito talentosa: Puyol, Xavi, Víctor Valdés, Iniesta, Ronaldinho Gaúcho, Messi, Deco e Eto’o são prova do material humano que o Barcelona teria ao redor de Luís Figo ao longo do tempo já que esse ciclo foi completo no mesmo período que ele atuava no Real Madrid com os galáticos.

          • Michel Moral

            Não acho que o Thunder negligenciou na renovação com Durant, até mesmo porque confiavam que ela aconteceria naturalmente. Se a franquia tinha que fazer uma oferta para o jogador em baixa/machucado para mostrar que o valoriza, então o jogador deveria renovar com a franquia porque ela deu todo suporte para ele dar a volta por cima, mesmo quando boa parte das pessoas já começaram a desconfiar de que ele voltaria no mesmo nível de antes. É tudo muito relativo.

            Na relação com Westbrook, a situação era diversa. A franquia deixou de ser contender. Sendo assim, os dirigentes se reuniram com West perguntando que se queria renovar ou ser enviado em troca. A estratégia pedia essa movimentação agora. Aconteceu a mesma coisa com LaMarcus Aldridge no Blazers e a posterior renovação de Lillard.

            E Durant não tinha interesse em prévia renovação com o Thunder.

            Sobre o Figo, a situação também é um pouco diferente. Se ele teria um time para o futuro em Barcelona, os pesos e as medidas são diferentes. Durant tinha um time pronto em Oklahoma agora (isso é incontroverso, pois deixaram de eliminar o Warriors no detalhe).

          • Russell Westbrook #OKCLoyalty

            Durant não tinha interesse em renovar antes da FA.Com certeza a oferta deve ter sido feita e ele recusou.Sam Presti sempre fez questao de dizer que KD era inegociavel e que por ele,Kevin jogaria somente pelo OKC.O Thunder não tem culpa nenhuma na saida dele,essa escolha foi apenas movida pela vontade do Durant em sair.E assim o fez.

  • João Paulo Mota

    Concordo com o Kerr.

  • Victor Chittolina

    Quem fala o que Kerr, ouve o que não Kerr

    • LETS GO CAVS.

      É um bom kerr-argumento.

    • LETS GO CAVS.

      Kerr um oscar agora ou no Natal ?

  • Entendo que seja natural o Kerr defender o Durant, mas “meça suas palavras parça”, desafio? Desafio seria assinar com o Bucks, jogar nos Warriors não é um desafio, pelo contrário, é um atalho para evitar desafios e obstáculos.

  • Charles

    O Oklahoma fez uma temporada espetacular. Derrubou o Spurs e esteve a um passo de derrotar o GS – coisa que até merecia. Seria muito lógico o Durant dar continuidade a isso. Sair de um time nessa situação, e pior, ir para o rival de conferência que o eliminou nas finais… poxa, é pedir pra levar pedrada da liga inteira.
    Continuo achando que ele tem o direito em escolher jogar onde quiser, mas também continuo, assim como muitos não-torcedores do Okc, reprovando sua decisão tomada.

    • DamonHeat

      você falou muito bem a situação

    • matheus

      Concordo com tudo que tu falou. É legal isso de discordar da decisão do cara, não achar certo mas ao mesmo tempo “respeitar” não que ele precise desse respeito até porque não faz diferença nenhuma pra ele, mas é melhor do que sair cuspindo “ódio” a ele.

    • Claudio R.

      assino em baixo em tudo o que vc disse parabens…

    • Fabrica de Vassilo

      Tem o mesmo posicionamento que eu tenho. Ele pode ir a onde quiser, que nao é errado, mas eu não aprovo. Mas xingar o cara de covarde e dizer que odeia o cara pra mim é desnecessário e birrento.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados