logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 9 ago 2016 às 20:59
No sufoco, Lituânia bate Nigéria e conquista segundo triunfo nas olimpíadas

Mantas Kalnietis e Jonas Maciulis foram os destaques da partida, com 21 pontos cada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Lituania x Nigeria

(2-0) Lituânia 89 x 80 Nigéria (0-2)

Em um duelo mais difícil que o esperado, a Lituânia obteve o segundo triunfo no torneio de basquete masculino dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Após ficar em desvantagem no primeiro tempo, a seleção européia se recuperou na segunda metade de jogo e derrotou a Nigéria, considerada a seleção mais fraca do Grupo B, por 89 a 80.

A Lituânia errou bastante nos primeiros 20 minutos de partida (dez desperdícios de bola) e encontrou problemas contra o atleticismo nigeriano. Bem marcado, o pivô Jonas Valanciunas teve uma má atuação, com três erros e apenas quatro pontos anotados. Já a Nigéria, além de defender acima do esperado, teve um ótimo aproveitamento nos arremessos de longa distância no segundo período (46% – seis acertos em 13 tentativas). A equipe africana foi para o intervalo com uma surpreendente vantagem de cinco pontos: 41 a 36.

No terceiro quarto, a Lituânia voltou a jogar seu basquete tradicional: consistência defensiva, boa movimentação de bola e bom aproveitamento nas bolas de três pontos (cinco conversões em dez tentativas). E o detalhe é que a subida de produção coincidiu com a ida de Valanciunas para o banco de reservas após cometer a terceira falta logo no começo do período. O ala Jonas Maciulis (14 pontos) e o armador Mantas Kalnietis (sete assistências) foram os destaques do terceiro quarto e ajudaram os lituanos a abrirem uma vantagem de 11 pontos no placar: 65 a 54.

No período final, a Nigéria reagiu e conseguiu diminuir a diferença no marcador para apenas cinco pontos a 48 segundos do fim. Só que a seleção africana pecou nos arremessos finais e viu Kalnietis converter lances livres decisivos para ajudar a Lituânia a sair de quadra com o suado triunfo.

As duas seleções voltam à quadra nesta quinta-feira (11). A invicta Lituânia enfrenta a Argentina, às 22h30 (horário de Brasília), enquanto a Nigéria faz com a Espanha, às 19h, um duelo de seleções que ainda não venceram no torneio.

Lituânia
Mantas Kalnietis: 21 pontos, 12 assistências e quatro rebotes; 30 minutos
Jonas Maciulis: 21 pontos, quatro rebotes e três bolas de três pontos convertidas; 28 minutos
Renaldas Seibutis: 12 pontos e três rebotes; 25 minutos
Jonas Valanciunas: dez pontos, cinco rebotes, três desperdícios de bola; 23 minutos
Domantas Sabonis: oito pontos, sete rebotes e três roubadas de bola; 24 minutos

Nigéria
Ike Diogu: 19 pontos, sete rebotes, três roubadas de bolas e três bolas de três pontos convertidas; 28 minutos
Michael Umeh: 17 pontos, quatro assistências e três bolas de três pontos convertidas; 26 minutos
Alade Aminu: 12 pontos; 21 minutos

  • – Tiago

    HUEHEUHEUHEUHEUHEUHE

  • A Nigéria foi impressionante, peguei só o fim do terceiro e o último quarto, mas os caras estavam arremessando muito bem de fora, errando pouco no ataque, e o Diogu cavando lances livres, mas apesar do susto a Lituânia é bem melhor e mais técnica e agora lidera o grupo com a Argentina…

  • Eu só espero que o Sabonis seja BEM MELHOR na NBA do que é no basquete FIBA.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados