logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 10 ago 2016 às 03:55
Argentina bate Croácia e segue invicta nas Olimpíadas

O ala-pivô Luis Scola liderou mais uma vez, com 23 pontos e nove rebotes

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

(2-0) Argentina 90 x 82 Croácia (1-1)

Liderada por Luis Scola e empurrada pela torcida, a Argentina derrotou a Croácia na noite de terça-feira e continua invicta após duas rodadas nas Olimpíadas Rio 2016. O time argentino chegou a ter 20 pontos de vantagem no final do terceiro quarto, mas permitiu uma reação do adversário no período decisivo, especialmente por Dario Saric, que quase alcançou um triplo duplo.

No primeiro quarto, os croatas chegaram a fazer sete a dois, mas em pouco tempo o oponente encostou e o jogo ficou equilibrado, sem que nenhuma das equipes conseguisse abrir mais do que quatro pontos até a metade do segundo período, quando Nicolás Laprovittola acertou de três para deixar o marcador em 36 a 31. O armador repetiu a dose logo em seguida e a diferença subiu para oito. A Croácia anotou sete pontos consecutivos, mas Scola e Carlos Delfino colocaram a seleção argentina na frente por 46 a 40 ao fim dos 20 minutos iniciais.

Na volta do intervalo, a Argentina veio com tudo e fez 15 pontos em menos de quatro minutos, contra apenas dois da Croácia, e Scola deixou o placar em 61 a 43. Roberto Acuña fez cesta e a diferença pulou para 20. A Croácia tentava responder com Saric e depois, com Darko Planinic, mas Laprovittola fez de três e a vantagem estava em 19. Tudo mudou, porém, no último período. Luka Babic e Saric, fizeram os cinco primeiros pontos do quarto derradeiro, enquanto os argentinos não conseguiam responder. A diferença caiu para oito pontos após cesta de Mario Hezonja. Então, o veterano Manu Ginobili apareceu. Ele fez cesta de longa distância e converteu três lances livres para deixar sua seleção com alguma vantagem, freando o ímpeto croata. Hezonja ainda acertou duas cestas de três e Saric fez bandeja, cortando para quatro pontos, restando um minuto para o fim. Depois, Scola e Ginobili, novamente no lance livre, garantiram o resultado.

A Argentina encara a Lituânia na próxima quinta-feira, enquanto a Croácia pega o Brasil.

Destaques

Argentina

Luis Scola: 23 pontos, nove rebotes
Facundo Campazzo: dez pontos, oito assistências, quatro rebotes, cinco erros de ataque
Nicolás Laprovittola: 13 pontos, quatro assistências
Manu Ginobili: 13 pontos
Andres Nocioni: 11 pontos, cinco rebotes

Croácia

Dario Saric: 19 pontos, dez rebotes, sete assistências
Bojan Bogdanovic: 18 pontos, sete rebotes
Mario Hezonja: 16 pontos

  • Neverminder

    Exagero dizer que o Scola, até o momento, vem sendo o MVP do torneio dos normais (excluindo o time dos EUA)?

    • junior

      O MVP DA COMPETIÇÃO ATE COM OS JOGADORES DOS ESTADOS UNIDOS SE CHAMA MATHEW DELLAVEDOVA

      • Neverminder

        Confesso que não assisti a nenhum jogo da Australia direito para ver o Dellavedova jogando…
        Dos jogos que vi, até o momento, o MVP vem sendo o Scola… E pior é que contra o Brasil esse cara sempre joga mais ainda….

  • Jefferson Cavalcanti

    É Inacreditável o que esse Scola faz no basquete Fiba, o cara tem 1000 anos e continua dominando o jogo, Não duvido que ele jogue em 2020.

    • Zack Batista

      Acompanho há um bom tempo e, posso dizer, Scola é um dos melhores jogadores fiba de todos os tempos… Poucos vi dominar a tábua com autoridade como o argentino.

      • Guilherme Prates

        Garrafão FIBA, ninguém dominou como Scola e Gasol. Nem Duncan.

  • Bruno Grotta

    Scola vira um Michael Jordan na FIBA!
    Time argentino é chato pra carai, são intermináveis…
    PS: Brasil x Argentina vai ser imperdível..vai sair pau dentro e fora da quadra hahaha

    • Michel Moral

      Se fosse para a Euro ao invés de atuar na NBA, teria boas chances de ser considerado um dos maiores de todos os tempos.

      Infelizmente o jogo dele não encaixou na NBA, mas também deu azar. Chegou bem na hora me que T-Mac e Yao Ming estavam “encerrando” suas carreiras por conta das tristes lesões. Se aquele time tivesse continuidade, já que estavam todos por volta dos seus 26, 27, 28 anos, acho que Houston teria muita história para contar no presente!

      De qualquer forma, é legal ver o cara jogar em competições internacionais. Muito eficiente!

    • Zack Batista

      Ainda bem q o Brasil amadureceu e deixou de apanhar dos argentinos ultimamente… Na última competição(mundial) metemos vinte pontos neles. Acredito na vitória sobre os hermanos na penúltima rodada. 🙂

  • Michel Moral

    E o Saric metendo quase TD. Minha parte do coração Sixers bate mais forte nesse momento rs rs rs sr

    • Zack Batista

      É um Simmons sem grife..rs.. Vamos ver se ele vai ter espaço pra jogar nesse jovem time do Sixers.

      • Não roube minha frase! rs

        • Zack Batista

          Rsrs… Ah sim, vi esse comentário em um outro post recentemente..rs. Mas já pensava o mesmo, pois conhecia o jogo do croata um tempinho..hehe 🙂

  • Michel Moral

    O Bojan tá jogando pela Croácia, correto? No post da Sérvia ele aparece nos scouts também.

    • Luks

      Mesmo nome jogadores diferentes, um joga nos Nets, o outro os Kings possuem os direitos do jogador.

      • Michel Moral

        Ahhh… Entendido. Valeu!

      • Caseh

        O da Sérvia é o Bogdan

        • Michel Moral

          Verdade. Agora lembrei.

          É que no post da Sérvia x Austrália está como Bojan e da Croácia também como Bojan.

          Sim, tem o Bojan (croata) e o Bogdan (sérvio).

  • Caseh

    A torcida do Brasil terá que se transformar se quiser se fazer notar no clássico com a Argentina, pois os hermanos estão em grande número nos jogos e fazendo a diferença com seu jeito fervoroso de torcer. O animador da Arena nem precisou entrar em ação ontem rs

    • Michel Moral

      Esse é um ponto importante a ser considerado.

      O Brasil joga muito pelo impulso da torcida. Se deixarem os argentinos tomarem conta, vai ficar tenso!

  • Galvão 🔥 #305

    Sempre tem que respeitar a Argentina nas competições! Manu e Scola são monstros!

  • Jogo muito bom, Argentina muito organizada e mesmo sem pivô de ofício (eles deixaram Scola no 5 por bastante tempo) foram muito bem nos rebotes, gostei de ver a raça da Croácia em buscar o placar, equilibraram bem o jogo, Saric e Babic (muito bom esse armador que não conhecia) foram bem, mas a experiência da Argentina e a facilidade em espaçar a quadra e o técnico dá liberdade pra eles chutarem de 3 mesmo, está funcionando bem…

  • Rafael Victor

    Não vi o jogo, mas vendo esse números aí da Argentina… Medo do Scola! hahaha!

    Também mostra que a Argentina tá viva!

  • Alan Raczenski

    Essa Argentina é tipo fênix, renasce das cinzas ta louco

  • Doug

    Como me apraz ver esses caras da Argentina jogando assim, viu…não fazem corpo mole mesmo, nem com a idade…o time é pura garra…antes de começar, geral pensava que eles viriam só cumprir papel de representação, pq o time já teria dado td de si e estaria em decadência em virtude da idade…ledo engano…isso é bonito demais no esporte…essa superação…assim, tb, vale ressaltar como a Austrália começou jogando certinho e surpreendendo…já o Brasil precisa manter essa pegada, que terá boas chances de medalha…

  • Guilherme Prates

    Argentina e Croácia. Dois basquetes que eu gosto pra caraca (mas a sensação desse Rio é a Austrália, claro! rs)

    PS.: Scola é um monstro!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados