logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 15 ago 2016 às 16:16
Brasil bate Nigéria e continua com chances de classificação

Seleção brasileira depende agora de vitória da Argentina em cima da Espanha para passar à próxima fase

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

(1-4) Nigéria 69 x 86 Brasil (2-3)

O Brasil ainda possui chances de classificação para a fase de mata-mata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016. Na tarde desta segunda-feira, a seleção brasileira encerrou sua participação na fase de grupos batendo a Nigéria por 86 a 69. A equipe brasileira obteve um aproveitamento ruim nos arremessos de três pontos (7-27), mas conseguiu compensar nos rebotes ofensivos (20). Com a vitória, o time do técnico Rubén Magnano terminou com uma campanha de duas vitórias e três derrotas e agora está na torcida por uma vitória da Argentina em cima da Espanha para classificar-se em 4º lugar no grupo B do torneio. O jogo acontece ainda nesta segunda-feira às 19h (horário de Brasília).

A partida começou com as defesas levando a melhor em cima dos ataques. A seleção brasileira durante todo o primeiro quarto apostou nos tiros de três pontos para abrir vantagem, no entanto, o baixo aproveitamento da equipe (1-10) impediu que os anfitriões distanciassem no marcador. Em compensação, o ataque brasileiro conseguiu coletar seis rebotes ofensivos no período. Os nigerianos também encontravam dificuldades em converter seus ataques e o baixo placar – 16 a 15 para o time africano – foi o resultado final da primeira parcial.

No segundo quarto, os arremessos de três pontos continuaram sendo utilizados como principal arma ofensiva das duas equipes. Rafael Hettsheimeir era o principal nome do time brasileiro e Josh Akognon destacava-se pelos nigerianos. O placar continuava apertado até a entrada dos reservas em quadra. Com Raulzinho, Benite, Marquinhos, Giovannoni e Felício no jogo, o Brasil manteve a defesa agressiva e permitiu somente mais 15 pontos aos africanos. Já no ataque, Vítor Benite entrou bem em mais uma partida e colaborou com dez pontos no período. O Brasil foi para o intervalo vencendo por 42 a 31.

No terceiro período, o time do Brasil não permitiu a Nigéria encostar no placar. Nenê comandava as ações ofensivas do time – o pivô chegou até a acertar um tiro de três pontos – e o ataque africano era controlado pela boa e regular defesa brasileira. Destaque do segundo quarto, Benite voltou ao jogo restando cerca de dois minutos para o fim da terceira parcial, mas ao contrário do quarto anterior, o ala-armador não jogou bem e em duas tentativas de três pontos, errou a primeira e na segunda tomou um toco de Ekene Ibekwe (líder no quesíto do torneio com média de 2.3 tocos por jogo). A seleção brasileira diminuiu o ritmo e permitiu aos nigerianos cortarem a diferença para sete pontos, indo para o último quarto vencendo por 59 a 52.

Logo no início do período final, a Nigéria começou melhor e após um tiro de três pontos de Akognon, cortou a diferença para quatro pontos. O Brasil errou nove dos seus dez primeiros arremessos de quadra. Restando seis minutos para o fim, o Brasil vencia por seis. Nos três minutos seguintes, a defesa brasileira pressionou o ataque africano e com algumas roubadas de bola conseguiu abrir 16 pontos depois de uma bandeja de Alex, faltando pouco mais de três minutos para o final do jogo. Com pouco tempo, a Nigéria começou a precipitar-se no ataque e coube ao time brasileiro apenas administrar a vantagem e consolidar a vitória.

Brasil

Nenê: 19 pontos, sete rebotes, quatro assistências
Rafael Hettsheimeir: 12 pontos, seis rebotes
Alex Garcia: 13 pontos
Vítor Benite: 15 pontos
Marcelinho Huertas: 12 pontos, 11 assistências, seis rebotes

Nigéria

Josh Akognon: 16 pontos
Ben Uzoh: 15 pontos, quatro rebotes
Alade Aminu: dez pontos, sete rebotes, cinco erros de ataque
Michael Umeh: nove pontos, quatro rebotes
Ike Diogu: nove pontos, quatro rebotes

  • Tássio Marcel Hoffmann Coelho

    Independente de passar ou nao, cabou neh. Nao vai ganhar dos EUA nem que a vaca tussa.

  • Tava vendo o time dos Eua que perderam pra Argentina, eles eram bem mais fortes que o de hoje…
    o Brasil passando de fase tem chance de ganhar sim

    • João

      o time argentino tb era bem mais forte

    • Gustavo

      Acho quase impossível os EUA perderam pra alguém, Durant, Cousins,PG, Carmelo,Klay são muito acima dos outros jogadores das outras seleções, eles não vão jogar mal e sem comprometimento a competição toda, a partir do Mata-Mata eles começaram a jogar oque sabem

    • el pistolero

      tambem acho, hettscheimer vai dar show de defesa contra carmelo e cia, e o marquinhos vai fazer chover de 3

      • quase ganhamos dele já, no grupo o Brasil só tinha menos time que a Espanha, empatado com a Lituânia, minha opinião.

  • Russell Westbrook #OKCLoyalty
    • Zack Batista

      Sem clubismo!!! JIMMY BUTLER!! =D

      • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

        aposta uma grana nele la hahahaha

        • João

          Nem achei ele aí. To cego?

          • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

            abaixo do LaMarcus

          • João

            100/1 é uma boa XD

          • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

            se ganhar leva uma bolada haha

          • João

            esses sites n dao $ 10/20 de graça pra vc começar? >:)

        • Zack Batista

          rsrs

    • Galvão 🔥 #305

      Se fosse pra colocar minha grana em uma aposta, ia de Kevin Durant fácil.

      • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

        eu ia no Bronha.Mas a galera ta apostando pesado no Westbrook.Devem estar deixando o odio de lado dps que o Cuzant saiu

        • Galvão 🔥 #305

          Se fosse unicamente por melhor desempenho individual, eu apostaria no West sem duvidas, essa vai ser uma temporada monstruosa pra ele. Mas sabemos que algumas coisas interferem nisso, como campanha da equipe.

          • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

            Verdade. Mas se sair uns 40 TD’s na temporada da pra cagar pra campanha rssrsrs

    • Guilherme Prates

      Jeremy Lin. Sem mais.

    • Sid Payne- Dança muito

      Westaomvp

    • Iggy

      Isaiah Thomas MVP e Celtics campeão
      Quem me chamar de clubista é modinha otário

    • Vinícius Maia

      Acho pouco provável que o WestLouco ganhe. Ele com certeza vai se destacar na temporada, mas acho pouco provável que o Thunder alcance uma segunda ou terceira colocação na conferência e sem isso, ninguém leva o prêmio de MVP. Também duvido muito que Stephen Curry leve, pois com a chegada do Durant, a tendencia é que ele apareça um pouco menos.

      • The Point-GOD

        Concordo contigo e acho que a galera esquece de caras como Damian lillard. Se esse time do Portland que é muito bem treinado fizer campanha ele vem forte na corrida pra MVP também.

    • Alan Raczenski

      Vou apostar todos os meus 2 dolares no KP e ficar rico com 600 dolares

      • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

        KP Kendrick Perkins que vc diz ne?

  • Zack Batista

    A situação da Argentina é inusitada… Lituânia vencendo, os argentinos ganhando ou perdendo ficam em segundo, o que não seria uma boa(acredito), haja visto q enfrentariam os americanos numa eventual semifinal. Por isso, além da tarefa de vencer logo mais, teria q torcer pra Croácia vencer os lituanos, para assim, ficar em primeiro do grupo.

    Então, partindo desse raciocínio, penso q os argentinos darão a vida pra ganhar dos espanhóis, não pisarão no freio. Isso até seria bom pra gente, apesar dos pesares..rs

    • Yan Alves #Suns

      Que situação do Brasil, pqp…

    • Neverminder

      Se Croácia e Espanha vencem, como fica o grupo?
      Sei que rodamos,mas o resto..

    • Charles Teodista

      Zack na minha modesta opinião, os EUA não passam da próxima fase, independente de quem seja o adversário. Falta a eles uma coisa muito importante e que fará toda a diferença daqui para frente: conjunto.

      Até o Brasil se jogar compenetrado pode ganhar deles, já que, DeAndre Jordan e DeMarcus Cousins já demonstraram que não não sabem jogar nas regras FIBA e se carregam de faltas e ai favorece o jogo de Nenê, Felício e Augusto Lima.

      A Sérvia, a Austrália e a França mostraram que com marcação pressão você consegue limitá-los ofensivamente e com isso desestabilizá-los emocionalmente.

      Abraços

      • el pistolero

        nossa, os EUA vao ganhar de mais de 20 pontos
        pode printar

    • Javier Sotomenor

      Mesmo assim, o jogo da Lituânia é mais tarde. Então, tanto faz nesse sentido.

  • Jahlin Habei

    Seria bonito a despedida dessa geração contra aos EUA.
    PS: Nenê joga demais,carai!

  • – Tiago

    Se esse time do Brasil não fosse tão pipoqueiro já estaria classificado…

  • The Point-GOD

    Foi bacana a torcida gritando o nome do Maybyner Rodney. Finalmente ele ta recebendo o respeito que merece do povo brasileiro. Nenê jogo e ainda joga muito!

    • HipHipHurra

      Sim, bacana mesmo. Pelos menos serviu para enterrar aquela ideia estupida de que ele não queria ser brasileiro, queria ser americano difundida por quem nunca pisou na nba… 😀

  • Dirk

    Espanha ganhou, foi bom enquanto durou e a unica coisa q me vem a cabeça é a frase do saudoso Alberto Bial: “O BRASIL VAI BATER DE FRENTE COM OS ESTADOS UNIDOS”, é obvio q a grande maioria q conhece 1% de basquete riu desta frase, mas poucos imaginavam uma eliminação na primeira fase, mas enfim…
    Ainda bem q não bateu de frente com os EUA senhor Bial, pq os cara ia bater de frente, de lado, de costas, de conchinha, frango assado; bater de todas as formas…
    Há males q vem para o bem galera, a torcida não merecia um massacre já previsto…
    Boa noite rapeize!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados