logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 23 ago 2016 às 14:34
Derrick Rose destaca troca de número como sinal de maturidade na carreira

Atleta de 27 anos jogou até aqui com a camisa #1 durante toda a sua carreira. Em Nova York, será o #25

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

Desde que chegou na NBA há oito anos atrás, o armador Derrick Rose sempre atuou com a camisa #1 jogando pelo Chicago Bulls. Após todos esses anos defendendo o time de Chicago, o atleta de 27 anos foi transferido para o New York Knicks. Pela primeira vez em um nova equipe, ele usará a camisa #25. Nesta semana, Rose declarou ao site Yahoo! Sports que a troca de seu número de quadra significa um novo passo em sua carreira.

“Passado é passado, mas eu acho que o número 1 ficará marcado em mim”, declarou Rose. “Sempre vai lembrar as pessoas de como eu jogava despreocupado quando era jovem. Eu tinha um talento cru. Agora, com o 25, vocês vão ver um jogador mais maduro, com mais opções e com mais controle do jogo. O antigo número sempre estará gravado em mim. O novo significa mais um passo, e mais um passo na direção correta”.

Rose que chegou ao Knicks em junho deste ano, perdeu quase 40% de seus jogos desde a temporada de 2012-13, quando começou a sofrer lesões no joelho. Por isso, sua saúde é uma preocupação da franquia de Nova York, mas o MVP de 2010-11 garante que ainda tem muito o que oferecer para a equipe.

“Eu sinto que ainda não estou acabado”, cravou o jogador que será agente-livre ao término da próxima temporada. “É um novo começo. Me sinto rejuvenescido e quando eu entrar em quadra, realmente não sei o que esperar. O que eu estou fazendo agora é apenas me preparando para algo grande. Eu acredito que temos chance de vencer todos os jogos e isto na liga, é raro”, finalizou Rose.

  • ThiagOo25

    quer dizer que o número 1 era quem fazia as jogadas, que foi o MVP de 2011, não o Rose.

    a camisa 25 representa alguém mais contido…resposável?

    Vai dormir vai…olha a relação que o cara faz…

    • Michel Moral

      Cara, essa questão do número ele se referiu a algo simbólico, uma passagem da carreira que foi boa, mas que hoje não existe mais. Ou seja, ele só usou esse “jogo dos números” para dizer que ele respeita a história que ele teve em Chicago, mas que agora já não quer dizer mais nada sobre a carreira dele daqui para a frente.

      Nada a ver esse negócio de que o “número 1 era quem fazia as jogadas”.

      • ThiagOo25

        Pelo contexto que ele falou saiu isso.,

  • Bruno Hornets 🐝

    “Eu acredito que temos chance de vencer todos os jogos e isto na liga, é raro”

    • Sid Payne- Dança muito

      Tbm n entendi essa fala kkkk

      Mal sabem que vai ser 80-2 perdendo os dois pro Thunder

    • ThiagOo25

      Mitou! Hahahahahaha.
      Ele ainda não deve estar maduro o suficiente para analisar a liga.

  • Uncle Drew

    “Eu acredito que temos chance de vencer todos os jogos “. “Eu ainda acredito q, ao lado do Golden State Warriors, nós (Knicks) somos os Super Times da NBA.”
    https://youtu.be/6kS_qLzPWVg

  • wesley

    grande rose tomare que volte jogar a metade que jogou quando foi mvp sera uns dos melhores PG da liga

  • Killer Crossover

    Não começa à soltar essas pérolas “de vencer todos os jogos” que fica difícil te defender D-Rose ! kkkkkk. Desconsiderando as falas utópicas dele, to louco pra ver esse Knicks em quadra, no papel e pra mim parece um bom time e que da pra chegar às finais de Conferência (e quem sabe da NBA, afinal nada é impossível).

    • Vinícius Maia

      Eu gostaria muito de ver LeBron e Melo se enfrentando na final de conferência. Sou torcedor do Cavs, mas também me simpatizo com o Melo e torço pelo sucesso dele e fora a essa questão de torcida, o basquete como um todo só tem a ganhar com uma final de conferência onde duas estrelas de primeiro escalão se enfrentam. Se essa final acontecer, quem sabe não vejamos nascer rivalidade Melo X LeBron que os analistas previam quando eles foram draftados.

  • – Tiago

    “Eu acredito que temos chance de vencer todos os jogos e isto na liga, é raro”

  • Maateeus12

    Galera, acho q é só ter um pouco de bom senso pra perceber que ele ta querendo dizer que ele vai entrar em todos os jogos acreditando que eles podem ganhar e não que ele acredita que o Knicks literalmente vá fazer 82-0.

  • Achei que o novo número (#25) representava o número de lesões que ele teve nos últimos anos, daí a motivação para a escolha. E pelo jeito erraram na dose dos analgésicos para a dor, menino Rose claramente está sob o efeito de tóxicos, vencer todos os jogos? Ou tá doido na droga, ou agora tem rebaixamento na NBA? Knicks foi jogar a D-League? Se foi ai sim eu acredito em vencer todos os jogos.

    Zueras a parte, tomará que ele fique saudável e jogue minimamente bem, é lamentável ver um franchiese player, se tornar um mero starter com menos de 30 anos.

    • Diego Alexsander

      HAHAHAHAHA
      Boa.

  • Thiago Batista

    Rose não tem obrigação nenhuma de ser algo além do que ele é de verdade, mas pra mim, como fã e apreciador dos grandes, me frustra, por vezes a sua falta de força mental. Porém, como ressaltei, isso vem das minhas expectativas. Rose não tem obrigação nenhuma de ser nada além do que ele é de verdade. O que já é muito, diga-se.

  • Gustavo

    Eu acho que a polêmica última frase do texto é mais no sentido de que eles podem enfrentar qualquer time em condições de vencer do que fazer uma campanha 82-0. Embora nem com isso eu concorde, mas pensando por esse lado não fica tão sem noção.

  • Vinícius Maia

    A galera está zoando o Rose por ele afirmar que eles podem vencer todos os jogos, mas ele está mais do que certo em fazer afirmações desse tipo para a imprensa. É óbvio que eles não vão vencer, mas com atitudes assim, ele demonstra que está confiante e passa confiança também para seus companheiros de equipe e para a torcida do Knicks, que provavelmente não tem muita confiança no impacto que o Rose pode causar em quadra. Ao meu ver, Rose está certíssimo em dar algumas declarações que ele tem dado, pois no Bulls, ele parecia ter perdido a vontade de jogar basquete e desde que chegou ao Knicks, ao menos nas entrevistas, ele tem mostrado que tem vontade de voltar a ser um jogador dominante e vai lutar por isso.

    • Michel Moral

      Pela história que Rose e Noah têm, é bom não duvidar do potencial desse time do Knicks.

      Eles podem não ser o que eram, mas nem precisam ser o que eram. A realidade do time ainda é Melo como scorer e a ascensão de Porzingis. O segundanista sim é o futuro do time. É para ele que os veteranos vieram dar suporte.

      A estratégia é boa. Se vai funcionar ou não, só mesmo quando a temporada começar para saber.

      Fato é que Phill Jackson finalmente arregaçou as mangas e fez uma grande FA. Sem draft/picks, o time trouxe dois jogadores de respeito na NBA. E ainda se livrou de Calderon, por exemplo, que já é um jogador para contribuir com experiência, sendo o terceiro ou no máximo o segundo armador da rotação de m time de NBA

      • Vinícius Maia

        Excelente análise Michel. Concordo plenamente. E sobre o Rose, honestamente, não afirmo que ele voltará a ser o que era, isso é praticamente impossível, mas pela motivação que ele vem mostrando nas entrevistas, há grandes chances dele mostrar um basquete melhor do que vinha apresentando nas últimas temporadas pelo Bulls, onde ele parecia totalmente desmotivado e o Carmelo parece interessado em dar espaço para isso, ao menos foi o que ele demonstrou em uma entrevista quando o questionaram sobre a chegada do Rose.

        • Michel Moral

          Acredito que Melo e Rose devem funcionar sim. Melo não é ball handler, gosta de chutar e definir. Já o Rose precisa buscar suas jogadas segurando mais a bola.

          Seria bom que D-Rose desenvolvesse o trabalho de armação também nesse momento, porque Lee, Jennings, Melo e Porzingis são boas armas ofensivas.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados