logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 29 ago 2016 às 16:49
Avery Bradley revela seu segredo para excelência defensiva: “Não tenho medo de ninguém”

Ala-armador do Celtics foi eleito para quinteto ideal de defesa pela primeira vez, na última temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Avery Bradley é conhecido como um dos principais marcadores individuais da liga desde que foi escolhido no draft de 2010. No entanto, a consolidação como um dos melhores defensores da liga só veio ao fim da última temporada, com sua primeira seleção para o quinteto ideal defensivo da NBA. Então, qual é seu segredo para tornar-se referência no quesito? Não temer quem está do outro lado.

“Eu amo o desafio de enfrentar os melhores. Não me importo com quem seja. Não me importo em ser humilhado. Não tenho medo de ninguém. Sei que vários atletas ficam nervosos antes de entrar em quadra, mas eu fico empolgado e lambendo os lábios. São eles quem precisam preparar-se para me superar. É assim que penso”, disse o jogador do Boston Celtics, em entrevista ao grupo Booth Newspapers.

Bradley sabe que, a partir de agora, os adversários vão se preparar especialmente para enfrentá-lo e será ainda mais um foco das análises dos oponentes. O que não vai mudar é sua postura em quadra. “Eu continuarei jogando duro, pressionando o jogo inteiro. Não vou me intimidar. Você pode me driblar, derrubar, não importa. Estarei lá novamente na próxima posse. É assim que eu sou”, justificou.

  • ThiagOo25

    Isso ae!!!!

  • Rdrigo Cruz

    Defende muito, fora o arremesso que vem numa boa crescente…

  • Leo

    Se coragem é parâmetro para ser um bom defensor, o Harden é o que? rsrs

  • Paulo Roberto

    Galera do boston ainda n da todo o valor que esse cara merece é smp o primeiro a ser metido em hipoteticas trocas.Na minha opiniao bradley é a identidade desse Celtics trocaria Crowder ou ate o Thomas antes dele.

    • Vinicius Souza

      No lugar do Thomas já acho forçado, mas concordo em relaçao a Crowder, pois tem Jaylen Brown que pode vir a substituir muito bem

    • Fabrica de Vassilo

      Os torcedores normalmente não valorizam. Se Bradley não foi trocado até hoje é por que o Celtics quis mantê-lo. Tanto que a titularidade do Bradley foi um dos motivos da saída do Ray Allen do time, pra ver o quanto a organização o valoriza. Mas não é só ele, pro tocedor, Smart é um inútil, Crowder só fala merda e tem que trocar, Olynyk é outro inútil que atrapalha na defesa. Enfim todos eles foram importantes e viu-se isso quando eles estavam ausentes.

  • Victor Chittolina

    Tá no meu time no 2k, mas só reclama que quer mais minutos.

    • Vinícius Maia

      NBA 2k tem isso agora? kkkkkkkk

      Quando eu jogava não tinha essa parada não kkk

      • Victor Chittolina

        No My GM… os caras vivem reclamando que querem mais minutos e tal.

        • Vitor

          po mano isso é muito chato, caras com 75 de overall reclamando q querem ser titular kkkk

          • Victor Chittolina

            Tô com o Cavs, JR metendo 50% dos 3 pontos e 15ppg… não tá dando brecha pro Avery passar hahahha

    • Chimbinha

      É titular absoluto no meu Seattle !!!!!

  • Leonardo

    Tá. Mas taticamente a entrevista não ensina nada sobre marcação. Caso fosse essa a intenção, como eu gostaria que fosse, não ajudou nada.

    • O segredo dele foi revelado, ué.
      É psicológico, não tático.

      • Leonardo

        Ah, só isso não faz um bom marcador. Tem muita coisa por trás ainda…

  • RafaelRox

    “Não me importo em ser humilhado. ”
    É a chave.. para ser um bom defensor.. até no futebol.

  • Anderson Tomás

    “São eles quem precisam preparar-se para me superar. É assim que penso (…) Não vou me intimidar. Você pode me driblar, derrubar, não importa. Estarei lá novamente na próxima posse”

    Eu vi, com esses olhos que a terra há de comer AB jogando as primeiras temporadas, e lembro do meu desespero, e não conseguia entender como cara com “aquele” basquete conseguia chegar a NBA.

    Ele é o exemplo mais impactante de que um jogador pode desenvolver muito o seu jogo, e que vale dar crédito a alguns prospectos. É muito bacana ver a defesa de AB. Fora o seu arremesso que vem ano ano melhor.

    Orgulho Celta nas alturas!

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados