logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 29 ago 2016 às 14:09
Cinco armadores para ficar de olho em 2016-17

Gustavo Freitas analisa jogadores que vão mostrar serviço na nova temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

Dennis Schroder (Atlanta Hawks)

Em 2014-15, Jeff Teague foi selecionado para o Jogo das Estrelas após um grande início do Atlanta Hawks. Mas seu reserva, o alemão Dennis Schroder está trilhando o mesmo papel de seu antecessor. Teague era reserva de Mike Bibby quando chegou ao Hawks e agora passa o bastão para Schroder depois de ser negociado para o Indiana Pacers.

Com apenas três temporadas no currículo, Schroder já é capaz de liderar uma equipe do calibre do Hawks. Essa é a aposta da comissão técnica, que viu no armador de 1,85 m um jogador que sabe arremessar de longa distância, mas que também consegue organizar o jogo.

Na última temporada, o camisa 17 obteve médias de 11.0 pontos, 4.4 assistências e quase 80% nos lances livres em cerca de 20 minutos de ação.

 

Derrick Rose (New York Knicks)

Ele já foi MVP. Ele já passou por diversas cirurgias complicadas nos joelhos. Agora, busca a redenção longe do Chicago Bulls, onde atuou em seus primeiros oito anos. De fato, Derrick Rose possui todos os ingredientes para voltar a ser um astro. Talento, nunca lhe faltou. A condição física, no entanto, é a grande questão.

No New York Knicks, espera-se que ele seja mais participativo. Ou seja, que vai procurar mais os seus companheiros antes de buscar o próprio arremesso. Rose sabe que o “dono” do Knicks é Carmelo Anthony e que seus tempos de primeira opção ofensiva ficaram para trás. Mas nada como uma mudança de ares para provar que ainda é capaz de liderar uma equipe.

Em 66 jogos na temporada passada, Rose obteve médias de 16.4 pontos, 4.7 assistências e 3.4 rebotes, além de um aproveitamento de 42.7% nos arremessos.

 

Kris Dunn (Minnesota Timberwolves)

Logo após ter sido escolhido pelo Minnesota Timberwolves, o armador Kris Dunn deixou muita gente intrigada: o que o time vai fazer com o espanhol Ricky Rubio? Por enquanto, nada. O novo técnico da equipe, Tom Thibodeau, quer que Rubio seja o mentor de Dunn nesta transição do basquete universitário para a NBA. Então, até segunda ordem, o calouro vai passar um tempo na reserva para ganhar ritmo e entender como se joga na liga.

Claro que erros de novatos são mais frequentes, especialmente quando são armadores. Mas Dunn tem a confiança de Thibodeau para apender aos poucos e se adaptar sem a pressão de chegar como titular em uma equipe em ascensão. O Timberwolves quer ir longe nesta temporada e vai precisar que Dunn esteja em condições de ajudar na briga pelos playoffs.

Primeiro armador selecionado no último draft, Dunn obteve médias de 16.4 pontos, 6.2 assistências, 5.3 rebotes e 2.5 rebotes em 2015-16 pela Universidade de Providence.

 

Goran Dragic (Miami Heat)

Não faz tanto tempo que Goran Dragic ganhou titularidade na NBA. Na verdade, demorou até se firmar como um armador confiável. De questionado a um dos líderes do Miami Heat. Com a nova filosofia a ser implantada pelo técnico Erik Spoelstra e sem a presença de Dwyane Wade pela primeira vez desde 2003-04, o time da Flórida vai apostar no jogo de transição, mais corrido, de mais posses de bola. E Dragic será o responsável por isso.

O esloveno, de 30 anos, deverá fazer sua melhor temporada da carreira em 2016-17. Ao menos, é o que se espera de um armador de times que jogam com esse estilo de jogo. Se até Chris Duhon foi bem no New York Knicks em 2008-09, então Dragic vai brilhar.

Em 2015-16, Dragic obteve médias de 14.1 pontos, 5.8 assistências e 3.8 rebotes, em cerca de 33 minutos nas 72 partidas disputadas.

 

Rajon Rondo (Chicago Bulls)

De incontestável no Boston Celtics, o armador Rajon Rondo foi usado como moeda de troca para que o time de Massachusetts não ficasse totalmente no prejuízo, já que o camisa 9 seria agente livre no ano seguinte. Trocado para o Dallas Mavericks, Rondo não se adaptou e tornou-se uma pedra no sapato de Rick Carlisle. Deixou o Mavs rumo ao Sacramento Kings como uma aposta, aos 29 anos. Deu certo e foi o líder em assistências pela terceira vez na carreira.

Mas agora ele é o novo reforço do Chicago Bulls. O técnico Fred Hoiberg quer implantar o sistema de jogo corrido, assim como fará o Miami Heat. Na verdade, isso chega ao time de Illinois com um ano de atraso. Hoiberg não tinha peças para fazer o que pretende na temporada passada e, com Rondo, isso é possível. Claro que ele não sabe arremessar de longa distância com consistência, embora em 2015-16 Rondo tenha acertado 36.5% de suas tentativas de três. No entanto, é um dos melhores armadores puros da NBA e tem uma visão de quadra acima do comum. Resta saber se o time vai jogar apenas nas infiltrações, já que Jimmy Butler e Dwyane Wade também não são exímios arremessadores ou se vai apostar mais em Nikola Mirotic.

Em 2015-16, Rondo obteve médias de 11.9 pontos, 11.7 assistências, 6.0 rebotes e 2.0 roubadas, em aproximadamente 35 minutos por jogo no Kings.

  • LP

    POdia ter posto o E.Payton, acho que ele vai ter uma temporada muito boa sem ter que dividir bola com Oladipo e com a melhora do time do Orlando.

  • Jefferson Cavalcanti

    Quero muito ver o Rose, torço para que ele e Carmelo voltem aos Playoffs.

  • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

    sorte pro Dunn.

  • Rafael Victor

    Chegou a hora do Schroder botar pra fuder de vez na NBA!

    A oportunidade chegou, agora com ele!

    • Zack Batista

      Gosto do jogo dele. Tem tudo pra estourar mesmo.

      Boa sorte ao alemão.

  • Zack Batista

    Se não viver trocando socos com Wade no vestiário, ou, não ficar peitando o Hoiberg qdo contrariado, tem tudo pra ajudar muito esse time do Bulls com sua experiência. Talento tem de sobra. 🙂

  • Vítor Hugo ⚡️

    No Mario Chalmers? No respect!
    Jumper pisou feio na bola hein… Cadê o mito Mario Chalmers na lista? …rs

    • samuel

      Concordo. E cadê seu Irmão N. Cole ? Afinal, a dupla acerola e laranjinha e detentora de diversos canecos. 😀

  • Galvão 🔥 #305

    Essa temporada Dragic vai jogar com a bola nas mãos e no sistema que ele gosta, tem tudo pra se sair muito bem!

  • Rafael Oliveira

    Cadê o Raulzinho e o Huertas na lista?!

  • Killer Crossover

    O Rose tem a chance em NY de ser um jogador importante E DECISIVO sem liderar o time. Algo semelhante ao que o Wade (não é uma comparação ou constatação de que ele vai “ser o Wade do Knicks”, é um exemplo) fazia em Miami, ser importante, jogar ao nível de all-star (porque não ? tudo se resume à regularidade, ele tem basquete ainda, apesar de estarmos em uma era de armadores), e isso tudo sem se preocupar em ter que ser o n. 1 do Time. Ele tem o Melo pra liderar o time, pra chamar a responsabilidade quando não der pra ele, fora o KP que também tem tudo pra aumentar o volume de jogo nos próximos anos. SE ele conseguir ter uma certa regularidade física (espero que sim) e se manter saudável, pode voltar à ser um bom jogador (regular, que se pode contar).

  • Além desses ainda ficarei de olho no D’angelo Russell, vamos ver se sem um técnico que o frite publicamente e o coloque no banco quando esta jogando bem, se ele melhora seu desempenho.

  • Charles Teodista

    Algumas considerações.

    Derrick Rose: Vocês já repararam que depois que trocaram quase todo o departamento médico do Bulls, ele conseguiu jogar quase a temporada inteira? Será que o problema das contusões era só ele? Perguntas a serem respondidas nessa temporada.

    Rajon Rondo: Antes de Tudo, não gosto e nunca gostei dele. Agora imaginem que ele e Dwyane Wade resolveram seus problemas e colocaram na cabeça que essa pode ser a última chance de conseguir um título.
    Ele é como diz a matéria um armador puro, extremamente talentoso e lembrem-se que também é um ótimo marcador quando motivado.

    Um time com Rondo, Wade, Butler, Mirotic e Robin Lopez como titulares e um banco que mescla experiência com jovens que pode render frutos pela primeira vez em muitos anos formado por Cristiano Felício, Taj Gibson, Denzel Valentine, Doug McDermott, Isaiah Canaan, Spencer Dinwiddie, Jerian Grant, Tony Snell, Paul Zipser e Bobby Portis é para ficar de olho e se der liga briga fácil por final de conferência.

    Quanto ao New York Knicks é para ficar de olho mesmo pois, depois de muito tempo tem um time no minimo respeitável dentro de quadra.

    Abraços à todos.

    SeeRed

    • Rodolfo Ribeiro #OKCLoyalty

      estranho é achar alguem que goste do Rondo como pessoa srsrsrs

    • Vinícius Maia

      Eu não acompanhei a última temporada, mas recentemente li uma matéria num site estrangeiro mostrando que o Rose foi crescendo de produção após o all-star game. Os números dele melhoraram em todas as estatísticas. Muita gente trata o Rose como um ex-jogador em atividade, mas eu acho que ele ainda pode render muito em quadra. Duvido que jogará novamente como aquele Rose que foi MVP, mas acredito que ele pode apresentar um basquete no Knicks muito melhor do que vinha apresentando nos últimos anos pelo Bulls.

  • DirkMito

    Ue cade o Payne? @—————–@

  • Rondo no Bulls é uma certa incógnita pois se não aprender a atuar em alguns momentos sem a bola pode ter os mesmos problemas que teve no Mavs, mas acho que se cada um do perímetro dos touros conseguir se mover nas alas bem e revezar no controle de bola, o time pode fluir bem…

    Tenho ótima expectativa em relação ao Schroder, Rose (se não se lesionar) e o Dragic terá bastante espaço pra ser o cestinha ou um dos cestinhas do heat, porém quero ver como o spoestra vai armar esse time e quem será a principal estrela ou se vai dividir bem a pontuação entre Dragic, Whiteside, Waiters…

    Em relação ao Dunn vi muito pouco dele em Providence, mas trata-se de um bom armador, mas pela Summer League incrível que fez o Tyus Jones, acho que o segundo-anista ex-Duke deveria ter mais espaço de início nos lobos…

  • King Cuban

    Fiquem atentos no Deron Williams….

    • Thiago Pinto

      pq?

      • JAMnba

        porque, pelo que parece ele não quer mais…

    • Knickerbockers

      Desse aí não se espera mais nada.

      • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

        ex jogador , ex all star

  • Uncle Drew

    Que alegria ver q os posts da Pré-Temporada já estão saindo, <3. Isso significa q AQUELA DANADA está chegando.
    Faltam 57 dias para a temporada da NBA.

  • Uncle Drew

    Esta temporada tbem, pode ser para o Irving se consolidar de vez como um dos melhores PGs da liga.
    Precisa de uma temporada completa jogando de forma consistente.
    Desses 5 aí, acho q o Schroder terá mais sucesso. Os Pick and Rolls dele com o DH12 serão letais! E ainda com o Korver, Bazemore e Millsap abrindo o garrafão e oferecendo opções de pontuação com as bolas de 3 pts…. pode ser bem interessante esse Hawks.

    • Vinícius Maia

      Irving precisa ser mais consistente de uma temporada para a outra. Eu não acompanhei a última temporada, mas vi os números dele e vi que deram uma caída considerável comparado a temporada 2014-2015. Tudo bem que ele estava vindo de lesão e ainda assim, barbarizou nos playoffs, mas vejo que ele oscila muito entre uma temporada e outra. Depois do nível que ele apresentou em 2014-2015 na temporada regular, tendo, inclusive, feito duas partidas com pontuações acima dos 50 pontos, eu achei que ele ia chegar em 2015-2016 voando, mas os números caíram ao invés de melhorarem.

    • JAMnba

      Se consolidar? na minha opinião só esta atras do Curry e por pouco.

  • Eduardo Henrique #55

    Isaiah Thomas?

  • – Tiago

    Quero muito que comece a temporada logo, muito curioso para ver o time do Bulls jogar =D Espero que o Rondo se mantenha focado e longe de problemas, tem muito talento e pode ajudar muito o time do Bulls

  • Yan Alves #Suns

    Faltou o Bledsoe MIP 2017

  • Neverminder

    Lista pra ficar de olho… D’Angelo Russell, Clarkson, Huertas e Calderón…. 😁
    Agora, falando sério… Eu gosto muito de, como diria o Luxemburgo, “armador-armador” (como eram Stockton, Jason Kidd e Deus Earvin Johnson).. Estou curioso para ver como será o encaixe do Rondo em Chicago (gosto muito do estilo de jogo dele, mas nada dos Bulls ou dos Kings, o ex time dele). E tomara que pelo menos a visão de jogo e qualidade de passes do Rubio não esteja desaparecida (nas olimpíadas foi uma negação o espanhol) para que o Dunn tenha um mentor razoável

  • Gustavo

    Eu vou ficar de olho é no Conley, com esse contratinho mais ou menos que ele conseguiu vai ter que jogar muita bola…

    • Kaio_

      sempre jogou rapaz !

  • LEONARDO

    Esse ano Elfrid Payton vai dar uma subida de produção. Time com defesa mais sólida e jogo dentro da área pintada. E tem uma sombra mais consistente D.J. Augustin .

  • THE BULLS23

    O excelente alemão Dennis tem bom aproveitamento nas bolas longas?

    • TRUETHIAGO

      Tem não (32%) embora até tenha melhorado se comparado a temporada de rookie.

  • Não citados na lista mas do qual apostaria bastante na subida de patamar é Reggie Jackson e Emmanuel Mudiay, ficar de olho principalmente no segundo. Mais maduro no seu segundo ano ele pode superar as expectativas da evolução natural.

  • Vitor Martins

    Dunn tem a confiança do Thibodeau? Tô perguntando pq o Thibodeau sempre foi conhecido como um hater de calouros, e eu vi o movimento de não negociar o Rubiu justamente pq o técnico odeia trabalhar com os mlks.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados