logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 set 2016 às 08:54
Raptors estende contrato de Masai Ujiri como presidente de operações

Executivo foi responsável pela formação do elenco finalista de conferência na última temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

A inédita classificação do Toronto Raptors às finais de conferência Leste garantiu uma grande recompensa aos responsáveis pela direção do basquete da franquia. O time canadense anunciou ter chegado a um acordo para a extensão do contrato de Masai Ujiri como presidente de operações, que terminava ao fim da temporada que vem, nesta sexta-feira.

“Estou agradecido pela oportunidade de continuar a consolidar o Raptors como uma das melhores equipes da NBA. Minha família também agradece a liga, os jogadores em nosso elenco, a comissão técnica, torcedores e a cidade de Toronto pela chance de continuar no lugar que tornou-se uma casa para nós”, declarou o dirigente, por meio de nota oficial.

Além da extensão contratual, Ujiri está deixando de acumular o cargo de gerente-geral da franquia para promover dois de seus homens de confiança, trazidos por sua indicação ainda em 2013: Jeff Weltman “herdará” o cargo de GM, enquanto o diretor estratégico Bobby Webster foi promovido para ser o principal auxiliar da gerência.

Em três temporadas com Ujiri, Weltman e Webster, o Raptors conquistou três dos seus quatro títulos da divisão do Atlântico e quebrou seu recorde de vitórias por duas vezes. O grande trabalho culminou com a melhor campanha da história do time em 2016: 56 triunfos na temporada regular e a chegada à decisão do Leste, contra o Cleveland Cavaliers.

“Toda gratidão e respeito que temos por Masai e o corpo operacional do Raptors foram refletidos nessas decisões. Estamos empolgados com o sucesso do time e damos total suporte ao presidente de operações para que vá atrás do primeiro título da NBA para nosso torcedor e país”, finalizou Larry Tanenbaum, líder do comitê diretivo da franquia.

  • Uncle Drew

    Ujiri só tem o defeito de Draftar mal os jogadores escolhidos pelo Raptors. Caboclo, Delon Wright. Escolheu o Poetl (bom jogador) mas poderia ter escolhido o Sabonis ou Ellenson e ter acabado de vez com o problema da posição de PF do Toronto. E tbem draftou um tal de Pascal Siakam, q eu não tinha visto falar entre os melhores jogadores deste Draft.

    • Ricardo Stabolito Junior

      Essa fama de ser ruim de draft do Ujiri é meio exagerada. Ele selecionou Faried e Fournier fora do TOP 20 em Denver. Norman Powell na segunda rodada para o Raptors. E também não dá para julgar escolhas que nem entraram em quadra ainda, como as deste ano.

    • Fabrica de Vassilo

      Escolher Poetl em vez do Sabonis foi muito bizarro. Imagina o entrosamento que ele teria com Valenciunas desde já? afinal eles já são companheiros de equipe na seleção.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados