logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 6 out 2016 às 09:28
Wade admite ter considerado possibilidade de assinar com o Cavs

Veterano deixou o Miami Heat após 13 temporadas e fechou com o Chicago Bulls

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Eduardo Ribeiro

O veterano ala-armador Dwyane Wade surpreendeu a todos quando decidiu deixar o Miami Heat após 13 anos, três títulos e a idolatria máxima na equipe, para assinar com o Chicago Bulls. E, apesar de muitos rumores recentes indicando que sua saída do time tenha sido motivada pela baixa oferta contratual feita pelo Heat, o jogador insiste que rumou para Chicago por outros motivos e confessou ter considerado o Cleveland Cavaliers.

“Foi tudo bem simples. Eu tinha uma oferta do Heat de US$ 41 milhões e uma do Bulls de US$ 47 milhões”, explicou Wade, em entrevista ao site Slam Online. “Mas a questão não era dinheiro. Eu pensei no Cleveland Cavaliers, mas não me encaixaria ali. Você não pode escolher isso apenas pensando em títulos. Eu tenho três anéis e não preciso perseguir isso. Eu tomei a decisão que queria e não lutei contra isso.”

Natural de Chicago, o veterano admite estar ansioso pelo início da nova etapa na carreira. “Eu mal posso esperar para que tudo comece”, afirmou. “No primeiro jogo em casa, quando ouvir meu nome ser chamado pela primeira vez, eu só quero entrar e ouvir os gritos da torcida. É uma emoção nova. Eu já estive aqui antes, mas agora é diferente, eu sou um Bull.”

Atuando pelo Heat, Wade acumulou premiações individuais e foi campeão em três oportunidades. Em mais de 850 partidas pela franquia ao longo de 13 anos, o ala-armador de 34 anos registrou médias de 23.7 pontos, 5.8 assistências e 4.8 rebotes.

  • Fabrica de Vassilo

    “Eu pensei no Cleveland Cavaliers, mas não me encaixaria ali.” Ainda bem que escolheu o Bulls então, por que se enchaixa perfeitamente haha.

    • DamonHeat

      pior que eu acho que encaixaria muito bem mesmo kk

      • Fabrica de Vassilo

        Até da pra encaixar, mas precisa de muita coisa acontecendo ao mesmo tempo. Todo mundo dos dois times teria que ceder um pouquinho tbm.

    • Guilherme Prates

      hehehe
      Eu quero ver como vai ser o Buttler jogando de posição 3 e o Mirotic de 4…

  • DamonHeat

    Tô falando. o wade saiu do heat porque quis realizar o seu sonho de jogar por chicago.
    não porque o heat o expulsou. mesmo que a 1° proposta tenha pegado mal

  • Uncle Drew – Revenge Tour

    Na verdade ele não se encaixa nem no Cavs e nem no Bulls. Pq ambos já estão carregados de Ball Handlers. Irving, LeBron e tem o Love, q as vezes precisa da bola para jogar. E no Bulls é pior ainda, Rondo tende a ficar praticamente a posse de bola inteira com a bola na mão, tem o Jimmy Butler (q por ainda está com o arremesso em evolução, precisa da bola para infiltrar e etc.) e agora o Wade.
    Eu não espero muito do Bulls nesta temporada, pq olha…. vai ser surpreendente um técnico com característica de espaçar a quadra e jogar mais rápido, e q foi contratado para isso, ter um time desse nas mãos (com dois veteranos e sua jovem estrela dependendo da bola para jogar) e funcionar. Vai precisar de muito jogo de transição e muito Mirotic e McDermott, para desafogar o time com suas bolas de 3 pts, para dar certo.

    • Vini Moehlecke

      Cara, absurdo o que tu falou ” não se encaixa nem no CAVS nem no BULLS”, piada! O cara é um monstro, tem espaço em qualquer time da NBA, jogador completo em todos requisitos, carregou mesmo lesionado o time(ruim )nos playoffs e metendo os caroço de 3pts na hora que o jogo fica pau, e falam que o cara não mete bola… Jogador bom faz quando precisa.

      • Michel Moral

        Até mesmo porque Wade jogou muito bem “sem a bola” enquanto esteve no Heat, pois todos nós sabemos que LeBron monopolizava a posse de bola em Miami. Flash fazia muito bem o papel “residual” do time.

        Bosh não é tãããão diferente assim do Love (ofensivamente falando). Aliás, Love deveria se encaixar mais facilmente em um esquema sem ter a bola, porque tem como nota característica do seu jogo converter arremessos, portanto, poderia jogar aberto em dados momentos (tal como Bosh fazia)

        Se tem um jogador que teve pouquíssima vaidade para jogar, esse jogador foi Wade. Muito versátil, respeitava o espaço dos companheiros e agia sempre que foi exigido, com a mesma intensidade e determinação.

        Cara para jogar em qualquer time da NBA fácil.

        • Uncle Drew – Revenge Tour

          O Wade joga em qualquer time da NBA, pq é mt inteligente. Isso é fato.
          A questão é q o rendimento não é o msmo, dele com a bola na mão e dele sem a bola na mão.
          Pode ter tido um pouco dessa ilusão de ele ter jogado bem sem a bola no Heat pq o Miami estava quase sempre liderando, isso de alguma forma mascara as coisas. Mas quando começava a ter derrotas… o Wade não jogava bem por causa do seu arremesso (e as lesões tbem) e o Chris Bosh tbem era bastante criticado. Na série contra o Pacers, nas Finais de conferência (acho), o Wade jogou mal, o arremesso não caía. E existiu uma boa queda de rendimento dele da primeira temporada do Big 3 (em q ele tomava conta das ações) em relação as temporadas seguintes.
          Ele é bastante versátil por saber aproveitar as oportunidades de armar o jogo e acertar alguns bons arremessos, é um grande jogador. Mas nesse Bulls eu acho q será uma história bem diferente.
          Alguém vai se dar mal nisso, ou o Rondo ou o Wade ou o Butler. Pq não existe encaixe em q os 3 possam funcionar. Os adversários vão fazer igual ao q fazem com o LBJ, vão desafiar esses jogadores a arremessarem de longe. Cabe a eles treinarem para isso funcionar, o q é difícil nessa fase da carreira para Rondo e Wade (apesar do Flash ter mostrado bons sinais no arremesso quando teve oportunidade.). O espaçamento será mínimo para ajudá-lo, com o Rondo e o Butler em quadra.
          E sobre o Kevin Love, pô Michel. Love jogou mt bem quando o Irving estava lesionado. Teve partidas de 22 pontos e 19 rebotes, 24 pontos e 14 rebotes, 35 pontos e 8 rebotes, e etc. Como isso não é parecido com a época de Timberwolves?

          • Michel Moral

            Love: mas eu digo com regularidade, independentemente de quem esteja em quadra. Ele pode e deve ser melhor do que faz com James e Irving, porque ele é muito bom. Ele precisa assumir um protagonismo. Bosh podia ser criticado, mas definiu até campeonato para o Heat, tanto com arremesso como com toco.

            Sobre o Wade…

            Drew, acho que ele vai dançar. Aquele Wade da última temporada é uma ilusão para um campeonato inteiro. Ele já não tem mais condições para isso. Físicas, não técnicas. A tendência é que ele jogue metade da temporada regular, com tempo de quadra bem reduzido.

            Então, Rondo e Butler vão jogar mais soltos.

            Rondo é uma incógnita não porque joga nesse Bulls. Ele ainda passa por um processo de recuperação, pois o Kings do ano passado foi bom para ele, mas é bem difícil colocar como um grande parâmetro. Além disso, Rondo é Ball Handler que não define. O negócio dele é procurar passe. E isso para o Butler pode ser um prato cheio.

            Difícil era para Jimmy dividir espaço em quadra com Rose, que também gostava de iniciar e terminar jogadas.

      • Danilo

        Mas hoje na NBA nenhum time sobrevive sem espaçar a quadra, no Heat o lineup era Chalmers-Wade-LeBron-Battier-Bosh e tinha no banco Miller, Ray Allen, Lewis, varios shooters fora q o LeBron chegou a chutar 40% 3PT. Não vai ser facil ter um perimetro onde todos os jogadores precisam da bola e não tem um chute de 3 consistente, vai ter muito trabalho o Hoiberg pra encaixar esse time.

      • Dave

        Cara, Wade tem uma carreira de 28,4% pra 3-pts. Isso é ruim, e ele não vai de uma hora pra outra passar a ser um especialista em 3-pts só por conta de uma pequena amostra nos playoffs. Pode acontecer, mas eu diria que é improvável.

        Que ele é um monstro, já sabemos, mas qualquer grande jogador também precisa de um sistema de jogo que o favoreça e ele não tem isso no Bulls e eu não tenho certeza se teria no Cavs, apesar de parecer um cenário bem melhor.

  • Galvão 🔥 #305

    Wade abrir mão de dinheiro é algo que não me convence.

    Basta ver o show que ele faz para renovar contratos, não só salariais, das marcas que o patrocinaram em sua carreira.

    • Michel Moral

      Essa declaração dá mais sustento para minha tese de que ele já premeditava uma saída de Miami.

      Isso não muda nada a sua história como ídolo, nada disso.

      O suposto motivo pelo qual não renovou com o Heat foi dinheiro. Ok. Justo. O que o levaria a considerar assinar com o Cavs, então? Provavelmente o Cavs não ofereceria um contrato sequer parecido com o que o Heat ofereceu.

      “Ah, mas o Cavs pode ser campeão”. Tá… Mas não foi essa justificativa que ele apresentou.

      Por isso eu mantenho meu posicionamento: Wade queria voltar para Chicago, sua cidade natal.

      • Galvão 🔥 #305

        Já sim Michel! Por isso quando o Bulls estava no páreo eu sabia que era o único que poderia levar D-Wade dentre as equipes que se reuniram com ele.

        Não sei se você se lembra, mas em 2010 ele quase assinou com o próprio Bulls na off-season. Que ficou emocionado em receber uma camisa 3 com seu nome, que adorou a visita e disse que sempre foi seu sonho jogar no United Center com a camisa do Bulls, e que amava Chicago. Só que como o Heat tinha o projeto do Big 3 ele voltou para Miami, mas era muito real a possibilidade de ele ter ido em 2010.

        E anote o que eu digo, AD é outro apaixonado pro Chicago e pelo Bulls.

        • Zack Batista

          Verdade, Galvão… Anthony Davis é natural de Chicago e torcedor apaixonado. Tinha alguns rumores envolvendo o nome do ala-pivô recentemente, acho q vai acabar em casamento isso(monocelha e o Bulls)… Iria adorar, claro..rs

        • – Tiago

          AD tem que voltar para casa logo, tem até Chicago tatuado no braço haha

        • Pedro Ferreira

          Espero que o Davis num perca a paciencia com o Pelicans por agora, porque Rondo, Wade, Butler e Davis seria foda demais

          • Matheus Serafim

            Big Four monstro

          • Perder a paciência com o Pelicans jamais, ainda mais agora que eles assinaram com o Sacre, é só alegria.

        • DamonHeat

          AD tem pelo menos mais 4 anos de contrato. Vai demorar um pouco ainda

          • Galvão 🔥 #305

            Sim! Eu não acho que ele vá forçar algo, e que vai cumprir o contrato certinho. Mas é bom os Pelicans ficarem de olho bem aberto com os times que entregam pra ele, pq esse cara é apaixonado pela cidade de Chicago. A primeira tatuagem dele foi o nome da cidade, pro Bulls seduzir tem que fazer menos força que qualquer outro.

  • DirkMito

    Infelizmente esse papo de dinheiro não é verdadeira. Tanto que se o Pat amigo tivesse oferecido o máximo de primeira teria renovado. Sem esse papo Wade. Essas média do Wade são esetaculares. Que monstro.

    • Galvão 🔥 #305

      Micky Arison*

      Ele que negociava os contratos do Wade.

  • BetoMavs

    Wade queria jogar em Chicago essa é a verdade, e a proposta do Heat só foi o empurrão que faltava para essa decisão.

  • WESLEY

    cavs ficaria muito mais forte com wade do que com jr smith

    • Claudio R.

      mas não tenha duvida…. DWade é melhor defensivamente que o JR, e melhor ofensivamente…

      • WESLEY

        e msm

  • Pedro Ferreira

    Wade tinha o desejo de joga em Chicago, e como eu já disse 6 milhões pra um cara que já ganho o tanto que ele já ganho num é nada, foi simples ele queria jogar em Chicago e foi joga lá nada demais, não se tornara menos idolo por isso, e que médias sensacionais

  • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

    da serie q EU JA SABIAAAAAAAAAAAA

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados