logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 9 out 2016 às 16:47
Westbrook: “Ataques de times europeus são dez vezes melhores que os da NBA”

Astro do Thunder exalta oportunidade de enfrentar Barcelona e Real Madrid na pré-temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O Oklahoma City Thunder iniciou a era “pós-Durant” com dois desafios bastante competitivos na pré-temporada. O time viajou até a Espanha para encarar os dois maiores clubes do país: perdeu na prorrogação para o Real Madrid e ganhou por só três pontos de diferença do Barcelona. O armador Russell Westbrook não ficou surpreso com a dificuldade das partidas, pois crê que as equipes europeias sejam mais “complexas” de serem marcadas do que os oponentes da NBA.

“O que mudou é que tivemos mais atenção na segunda partida. Acho que uma das coisas que as pessoas não percebem é que os ataques de times europeus são dez vezes melhores do que os da NBA, simplesmente pela forma como todos estão se movimentando sempre. Não há tanto talento nos elencos, então prezam bastante pela movimentação e fazem coisas diferentes para pontuar”, exaltou o astro, no retorno à Oklahoma City após a turnê europeia.

Apesar das claras diferenças para a forma como jogam times da NBA, Westbrook acredita que a oportunidade de atuar contra duas das mais fortes equipes do basquete espanhol foi um acréscimo importante ao período de preparação do Thunder. “Eu acho que foi uma experiência muito boa para nós. Viajar até a Europa e tentar marcar esses ataques, alguns dos melhores do continente, sempre vai adicionar algo positivo”, concluiu o armador.

Westbrook, como de praxe neste período do ano, teve tempo de quadra limitado nas duas partidas de pré-temporada internacionais. Eleito para o quinteto ideal da temporada passada, o craque não atuou mais de 23 minutos em nenhum dos dois confrontos e acumulou médias de 15.0 pontos, 3.0 rebotes e 4.5 assistências na passagem pela Espanha.

  • #TheBrodie

    eu entendo ele dizer que é diferente e bastante eficaz tendo em vista o jogo mais individual da NBA.Mas dizer que é melhor,não. É diferente e eficaz contra os americanos.

    • WESLEY

      concordo

    • Vinícius Maia

      Cara eu acho que o que ele diz dizer é que as movimentações ofensivas das equipes são muito mais elaboradas e complexas do que as movimentações da NBA. Não se trata de qual time tem mais talento e converte mais pontos, se trata de qual time tem as jogadas mais elaboradas e nisso, segundo o Westlouco, as equipes européias são melhores e eu não acho que o Westbrook esteja errado. Eu me lembro de uma partida das olimpíadas em que uma seleção européia fez uma movimentação de bola tão rápida e elaborada que no final da jogada tinha 3 jogadores da seleção americana perdidos sem marcar ninguém.

  • Tem muito a ver com os armadores não terem a capacidade atlética dos armadores da NBA. Como não conseguem infiltrar mesmo com a defesa postada, precisam rodar a bola e procurar os espaços. Já na NBA o mais comum é infiltrar e, caso perceba-se o caminho fechado durante a infiltração, procurar o companheiro que sobrou na dobra.

  • Diego Alexsander

    Claro. E o ataque sulamericano de futebol é melhor que o europeu tb.

    • Claudio R.

      kkkkkkkkk

  • Sid Payne- Dança muito

    Se o mito falou ta falado

  • #TheBrodie
  • Claudio R.

    ahh fala serio… aí chega nas olimpiadas, e mundial não fazem frente contra o time C americano… ah vai te catar westbrook… vai jogar lá então misera

    • Roger Vieira

      Sérvia e França perderam por somente 3 pontos na rio2016

      • João Leonildo dos Santos Canit

        E aí usa a excepção como regra. Lembrando que a Sérvia levou uma surra na final.

      • Guilherme Prates

        Austrália tbm fez frente aos EUA. Galera tem q entender que os EUA ganhar todos jogos de mais de 15 pontos não é fazer mais que a obrigação. O basquete mundial melhorou e muito, e cada vez mais vai melhorar e fazer jogos mais disputados. Isso não quer dizer que vão ganhar, mas fazer frente (de novo, os EUA ganhar de mais de 15 pontos não é mais que a obrigação).

      • Michel Moral

        É bem isso mesmo. A NBA vive de talento. Talento de arremesso, talento defensivo, talento nos rebotes, talento técnico individual, etc.

        Porém, eu ainda acho que taticamente os americanos não são melhores do que ninguém. Sabem transformar jogadores em máquinas e times em contenders. Obviamente que isso é o principal e, quase, autossuficiente.

        Porém, pegar uma mentalidade europeia e também argentina, onde cada um sabe muito bem o que está fazendo ali, é complicado.

    • dirct

      Agora nós sabemos que algumas jogadas que o Westbrook faz burrada e dizem que falta inteligência não é uma mera coincidência, parece que falta inteligência ou bom senso mesmo, como vc disse quando os outros países jogam com os EUA mesmo os EUA estando todo desfalcado eles simplesmente anulam os ataques adversários com marcação sob pressão no perímetro e tocos e mais tocos em baixo da tabela ai vem o Westbrook e solta uma dessa, se ele acha que marcar o ataque de Real Madrid e Barcelona é mais difícil que o dos Warriors ou dos Cavaliers ou acha que eles se movimentam melhor que os Spurs acho que ele não pode ser levado a sério.

      • Rafael Lima

        Não observei falta de inteligência nenhuma.Bem pelo contrário,ele tem razão quando diz que a MOVIMENTAÇÃO de bola dos europeus são melhores que a dos americanos,o que não quer dizer que o ataque deles é melhor.Até por que não existe um padrão do que é ser melhor.Ele peca nesse ponto.

        • dirct

          Como não existe padrão do que é melhor? Se estivermos falando de defesa o tipo de defesa que leva menos pontos é a melhor e se estivermos falando de ataque o mais efetivo é o melhor, na NBA e em qualquer esporte americano tudo se resume a números, se o modo como os europeus jogam basquete fosse mais efetivo (como Westbrook diz) os números mostrariam isso mas não é isso que os números mostram (EUA não cedem nem 100pts/jogo contra os Europeus), todo mundo tem direito a uma opinião mas os números estão ai e repito em qualquer aspecto seja ataque, defesa ou movimentação os times europeus ou qualquer outro do mundo não chega perto dos times tops da NBA, tanto é verdade que o ex técnico dos Cavaliers David Blatt que sabe tudo de basquete europeu foi completamente ridicularizado pelo Lebron e tratado como um amador em questão de basquete competitivo (padrão NBA), demostrando que pelo menos para o Lebron (acho que ele entende um pouco) o método europeu não “se paga” na NBA.

          Vc destacou no seu parágrafo MOVIMENTAÇÃO, vc acha que Real Madrid ou Barcelona tem uma movimentação melhor que os triangulos do Phil Jackson ou a bola sempre girando rapidamente e na mão do jogador desmarcado do POP nos Spurs?

          É só pré temporada e nada pode ser levado tão á sério mas se o Thunder acha difícil conter o ataque dos espanhois eu não quero nem ver quando pegarem “os 3 bichos papões da NBA”

          • Rafael Lima

            Ai você esquece que existe o fator talento.Não tem nem como comparar a disponibilidade de talento que tem na NBA com o que tem lá na europa.Não tem como você querer comparar eficiência tendo uma disparidade de talento tão grande.David Blatt ter sido ridicularizado pelo Lebron (se foi mesmo) não significa nada,até porque Lebron era um comandado dele e deveria ter o mínimo de respeito pela profissional que ali estava,mas voltando ao assunto.Ao que se parece o basquete de Pop se não com o basquete europeu?Ao que se parece o basquete dos “3 bichos papões”(Warriors?) se não com o que nós vimos do Real Madrid? Entende que o que você falou é algo proximo ao que o Westbrook citou?E que não são todos os times da NBA que fazem isso?

          • dirct

            É sua opinião e eu respeito mas entenda que quem comparou dizendo “são dez vezes melhores que os da NBA” foi o Westbrook e não eu, sim eu vejo certo sentido no que vc diz quando vc cita que a disparidade técnica é tão grande que é difícil analisar “quem joga da maneira mais eficiente taticamente” já que o talento individual “mascara” alguma deficiência tática, mas assim como é difícil analisar Westbrook também não teria base de comparação para dizer tal declaração, por exemplo: os espanhois atacaram muito bem ou o Thunder marcou muito mal?.

            Quando eu digo “os 3 bichos papões da NBA” eu estou me referindo aos três melhores times da liga (Warriors, Cavaliers e Spurs), quanto a tese de que Spurs ou Warriors ou outros NBA adotaram coisas baseadas no jogo europeu eu discordo desta idéia, os times da NBA tem o seu estilo de jogar e a grande maioria dos profissionais mais vitoriosos responsáveis pela questão tática dos times praticamente nunca sairam da NBA para trabalhar na Europa, os jogadores europeus quando chegam para jogar na NBA tem que se adaptar ao “padrão” tático e técnico NBA e não o contrário, quando vc pega por exemplo o estilo de jogo dos Warriors e sua “artilharia” de 3 pontos não há como nenhum time da europa ter feito isso por que como vc mesmo disse na europa não existe qualidade técnica deste nível para tentar a todo momento o arremesso de fora com um aproveitamento tão alto, os europeus nem tentariam fazer este tipo de jogo.

        • Claudio R.

          não existe movimentação de bola melhor que a do Spurs, e a do warriors em lugar nenhum do mundo e nem o poder ofensivo do Cleveland em time nenhum.. nem europeu, nem asiatico, nem sulamericano, nem alienigena, nem de outra galaxia…. simplesmente não existe. West falou merda!

          • Rafael Lima

            Ok,encerro por aqui.

          • Claudio R.

            vc pensa diferente?

  • Erick

    A defesa do OKC ser fraca também é uma opção, viu?

  • Michel Moral

    Pessoal não captou o que Westbrook quis dizer.

    Ele tem razão.

    Quando você enfrenta um time com menos talento, se ele for bom (como é o Real), vão saber criar as situações de ataque mais inteligentemente.

    Em qualquer esporte isso não é novidade para ninguém.

    Claro que a responsabilidade continua com aquele que tem mais condições, mas isso não quer dizer que o outro menor não pode ser melhor.

  • Em alguns aspectos ele têm razão, a preocupação com a movimentação de bola na Europa é muito maior que na NBA, eu não diria que o ataque por lá é melhor, porém é mais técnico e equilibrado, mas quando eu vejo jogos de equipes europeias sinto falta do ritmo mais intenso de jogo e dos contra-ataques por isso sempre prefiro ver NBA…

  • Lucas

    Um monte de gente que mal jogou basquete, se é que jogou, retrucando o comentário de um dos melhores jogadores da NBA atualmente. Se existir alguém aqui que jogou contra o SPURS, WARRIORS… etc, e depois jogou contra BARCELONA e REAL MADRID para poder comparar e criticar o comentário do Westbrook, eu até cogito em considerar.
    Esse é o problema do Brasil, muitos entendidos para poucos leigos.

    • Bruno Coutinho

      Exatamente.

    • dirct

      Quer dizer que só quem jogou na NBA pode falar sobre basquete? Só ex jogador consegue entender como o jogo funciona? Todo técnico bom foi um craque quando jogava? Jogadores bons nunca falam besteira e todos tem uma visão perfeita sobre tática? Todos os jogadores sempre falam para a Imprensa o que estão pensando realmente sem demagogias ou hipocrisias? Tudo que sai da boca de grandes jogadores é sempre uma verdade inquestionável?

      Se para qualquer uma das perguntas acima tiver uma resposta “não” vc está errado.

      O que vc insinuou sobre quem não concordou com o Westbrook tem nome se chama “Argumentum ad hominem”, ou seja tentar desmerecer quem tem uma opinião diferente da sua e não tentar debater o foco da questão “Real Madri e Barcelona tem ataques muito melhores que os da NBA?”.

      • Lucas

        Cara, você fez um ENEM de perguntas. Nem rola de ler, mas legal você comentar.

  • Renato Motta

    Ele jogando teve sensação que o ataque dos times europeus são melhores que os da NBA qual o problema disso?

    Dizer que um aspecto do jogo europeu é melhor que o da NBA não é problema algum, isso não quer dizer que times europeus seriam campeões da NBA.

    Imagina só por um segundo os grandes talentos individuais da NBA jogando um jogo mais coletivo sem tentar tomar para si a responsabilidade de jogador dominante/macho alfa que tanto consagrou Jordan. Sim as estatisticas individuais iriam cair, o jogo ia ficar mais tatico e menos emocionante, mas o times iriam ficar muito melhores.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados