logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 13 out 2016 às 12:50
Melhores jogadores por posição (2016-17) – Ala-pivô

Gustavo Freitas lista os 25 melhores atletas da posição para próxima temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

O ranking dos melhores jogadores por posição para a temporada está de volta.

Antes de qualquer coisa, é um ranking pessoal. Não reflete o pensamento de todos os outros integrantes. Para isso, existe a previsão para a temporada, que será publicada em breve. Todo mundo do Jumper Brasil participa, opina e escreve. Mas não é o caso aqui.

Esta previsão dos melhores jogadores por posição leva em conta números, potencial, surpresas positivas ou negativas, contusões anteriores e seus riscos no futuro, e principalmente, opinião pessoal. Não quer dizer exatamente que um determinado jogador é melhor ou pior que o outro. Esqueçam a parte subjetiva. Não é o que o ranking está propondo.

O histórico conta, mas se o jogador em questão veio de lesão ou ainda vai demorar a estrear, como por exemplo Reggie Jackson, ele cai no ranking.

Entre parênteses, o que subiu ou desceu em relação ao ano anterior.

Veja também:

Melhores alas-pivôs em 2011-12
Melhores alas-pivôs em 2013-14
Melhores alas-pivôs em 2014-15
Melhores alas-pivôs em 2015-16

1- Anthony Davis, New Orleans Pelicans (0)

Eu já havia escrito algo sobre Anthony Davis, imaginando que ele poderia se machucar durante a temporada. Mas isso já aconteceu e agora corre o risco de perder a estreia do combalido New Orleans Pelicans. Seu problema com lesões vem de longa data, apesar de ser bastante jovem. Ele simplesmente não consegue manter-se saudável para ajudar sua equipe. Completo, Davis adicionou ao seu arsenal o arremesso de três pontos. Hoje, é o jogador que mais deverá produzir na posição, até pelas ausências de Jrue Holiday (que cuida de sua esposa, doente), Tyreke Evans (sem previsão de estreia), além de Ryan Anderson e Eric Gordon, que foram para o Houston Rockets. Em 61 jogos na temporada passada, obteve 24.3 pontos, 10.3 rebotes, 2.0 bloqueios, 1.3 roubada e aproveitamento de 49.3% nos arremessos de quadra.

2- LaMarcus Aldridge, San Antonio Spurs (+2)

A aposentadoria de Tim Duncan vai abrir mais espaço para LaMarcus Aldridge assumir a liderança no San Antonio Spurs, ao lado de Kawhi Leonard. Não em números, até porque Pau Gasol chegou e será o substituto do eterno camisa 21. Mas Aldridge pretende ser a referência da equipe texana, dentro e fora das quadras. O ala-pivô viu seus números caírem depois da chegada em San Antonio, inclusive seu tempo de quadra. Porém, Aldridge continua sendo efetivo dentro do garrafão e tem um arremesso de média distância praticamente perfeito. Obteve 18.0 pontos, 8.5 rebotes, 1.1 bloqueio e acertou 51.3% dos arremessos em cerca de 30 minutos de ação em 2015-16.

3- Draymond Green, Golden State Warriors (+9)

É oficial: Draymond Green é tão polêmico quanto jogador espetacular. O ala-pivô conseguiu ser líder em rebotes e assistências no Golden State Warriors, mesmo com as presenças de vários astros. Só que em 2016-17, é provável que seus números sofram uma ligeira queda com a chegada de Kevin Durant. Green é a tradução em quadra do point forward, o ala que organiza o time. Defensivamente, um dos melhores da NBA. Tanto que é o atual duas vezes segundo melhor da liga, atrás apenas de Kawhi Leonard. Merecia ter entrado no time ideal, mas por não ser pivô de ofício, perdeu lugar para DeAndre Jordan. Ele fez 14.0 pontos, 9.5 rebotes, 7.4 assistências, 1.5 roubada e 1.4 bloqueio em 81 jogos na temporada passada.

4- Blake Griffin, Los Angeles Clippers (-2)

É hora de colocar a cabeça no lugar, Blake Griffin. O astro perdeu (muitos) jogos na temporada passada por brigar com um membro da comissão técnica do Los Angeles Clippers, após cortar a mão no incidente. Isso sem contar com a lesão no quadril. Nos playoffs, voltou a se machucar. Griffin é provavelmente o mais talentoso dos alas-pivôs na NBA, com capacidade ofensiva acima da média e tem uma visão de quadra espetacular para um jogador da posição. Não é e nunca foi um exímio defensor, mas mostra interesse em tornar-se um dia. Precisa manter-se saudável, entretanto. Em 35 jogos, ficou com médias de 21.4 pontos, 8.4 rebotes, 4.9 assistências e acertou 49.9% dos arremessos de quadra.

5- Paul Millsap, Atlanta Hawks (+4)

Como Paul Millsap está jogando, não? Entrando em sua quarta temporada no Atlanta Hawks, o atleta entrou no segundo time de defesa de 2015-16, foi para o Jogo das Estrelas e agora é o principal jogador da equipe, com as saídas de Jeff Teague e Al Horford. Para completar, o ala-pivô entrará em seu último ano de contrato, já que possui opção em seu acordo em 2017-18 e sinalizou que pretende permanecer no elenco. Vai se valorizar ainda mais, exceto pelo acaso. Em 2015-16, ficou com médias de 17.1 pontos, 9.0 rebotes, 3.3 assistências, 1.8 roubada e 1.7 bloqueio em 81 jogos. Todos esses números, exceto os pontos, foram os melhores da carreira.

6- Kevin Love, Cleveland Cavaliers (-1)

Estava claro que Kevin Love perderia números depois da chegada no Cleveland Cavaliers. Natural, pelas presenças de LeBron James e Kyrie Irving. Mas não precisava ser tanto. É bom lembrar que Love obteve 26.1 pontos e 12.5 rebotes há duas temporadas no Minnesota Timberwolves e era um nome frequente no Jogo das Estrelas. Mas cada vez mais longe do garrafão (quase 45% de seus arremessos foram atrás da linha de três pontos em 2015-16), Love parece pouco contente com sua posição na equipe. Quer ser mais importante e imaginava-se que, sem Irving no começo da temporada passada, assumisse um papel mais preponderante. Não aconteceu e viu seu arremesso de quadra despencar para 41.9%. Obteve 16.0 pontos, 9.9 rebotes e converteu 36% dos tiros de três.

7- Kristaps Porzingis, New York Knicks (NR)

Quarta escolha do draft de 2015, Kristaps Porzingis foi vaiado quando teve seu nome chamado pelo New York Knicks. Em menos de um mês, aqueles torcedores estavam arrependidos. Porzingis defendeu, atacou de tudo quanto é lado, e acabou caindo de produção no fim da temporada, algo comum em europeus no primeiro ano na liga. Mas o atleta está ainda mais preparado para ser o foco do Knicks de agora para frente. Fez 14.3 pontos, pegou 7.3 rebotes, além de 1.9 bloqueio e acertou 33% dos arremessos de três em 2015-16.

8- Dirk Nowitzki, Dallas Mavericks (+3)

Sim, Dirk Nowitzki está cada vez mais lento, cada vez mais velho. E daí? Aos 38 anos, o alemão continua produzindo e é ainda o principal nome do Dallas Mavericks. Só que isso está chegando ao fim. Ainda não é certo se ele vai seguir jogando após a temporada 2016-17, mas ele sempre fez de tudo para o Mavs ser competitivo, incluindo cortar parte do próprio salário para o time ter espaço na folha para contratar jogadores. Recebeu da diretoria uma extensão de US$ 50 milhões pelos próximos dois anos, mas a segunda temporada é de sua opção. Lenda viva em quadra, amigos. Campeão em 2011, Nowitzki ficou com médias de 18.3 pontos, 6.5 rebotes e acertou 36.8% dos arremessos de longa distância em 2015-16.

9- Derrick Favors, Utah Jazz (+1)

O ótimo defensor Derrick Favors foi a terceira escolha do draft de 2010, mas demorou a aparecer de fato. Chegou ao Utah Jazz dois anos depois, porém seguia vindo do banco e não conseguia produzir. Enfim, há três anos, a titularidade. Agora, o ala-pivô, de 25 anos, tem a missão de levar o time aos playoffs, algo que não acontece desde 2011-12. Passou perto no ano passado, entretanto. Favors faz grande dupla de garrafão com o francês Rudy Gobert e faz a área pintada da equipe ser praticamente intransponível. Obteve médias de 16.4 pontos, 8.1 rebotes, 1.5 bloqueio e 1.2 roubada, além de um aproveitamento de 51.5% nos arremessos.

10- Serge Ibaka, Orlando Magic (-3)

Eleito três vezes para os times ideais de defesa da NBA, Serge Ibaka foi trocado pelo Oklahoma City Thunder ao fim da última temporada por Victor Oladipo para o Orlando Magic. Uma coisa é certa: no Magic, Ibaka poderá explorar ainda mais o ataque, algo que deixou de fazer em 2015-16. Seus números na campanha passada caíram sob quase todos os aspectos, mas ele precisava dessa mudança de ares para voltar a ser um grande jogador. Ficou com 12.6 pontos, 6.8 rebotes, 1.9 bloqueio e acertou 32.6% dos tiros de longa distância em 2015-16.

11- Ryan Anderson, Houston Rockets (NR)

Alguém aí duvida que Ryan Anderson terá os melhores números da carreira em 2016-17? Experiente e ótimo arremessador de três pontos, Anderson cai como uma luva no esquema corrido e espaçado de Mike D’Antoni no Houston Rockets. Se conseguir manter-se saudável, é melhor ficar de olho nele, pois vai produzir. Obteve médias de 17.0 pontos, 6.0 rebotes e acertou 36.6% dos tiros de longa distância em seu último ano no New Orleans Pelicans.

12- Thaddeus Young, Indiana Pacers (+6)

Thaddeus Young é aquele jogador que você espera que um dia exploda e torne-se All Star. Nunca aconteceu, após nove anos na liga. Não evoluiu no arremesso de três pontos, cada dia mais importante na NBA da atualidade, mas ainda consegue ser efetivo dos dois lados da quadra. Agora no Indiana Pacers, Young vai formar dupla de garrafão com o jovem Myles Turner. Ficou com 15.1 pontos, 9.0 rebotes (recorde da carreira), 1.5 roubada e acertou 51.4% dos arremessos.

13- Julius Randle, Los Angeles Lakers (+8)

A temporada 2015-16 foi basicamente a de estreia para Julius Randle. O ala-pivô do Los Angeles Lakers machucou-se no primeiro jogo do ano anterior e ficou o resto de fora. Randle tem a mania de sair em transição com a bola e com a cabeça baixa, mas já estabeleceu-se como um bom passador. Sabe pegar rebotes e precisa decidir se vai tentar evoluir no arremesso de três ou se vai arriscar apenas de média distância. Fez 11.3 pontos, 10.2 rebotes e converteu somente 42.9% dos arremessos em 81 jogos.

14- Marvin Williams, Charlotte Hornets (NR)

Um dos alas-pivôs mais inteligentes da NBA, Marvin Williams é criticado por ter sido a segunda escolha no draft de 2005. Seus números raramente apareciam como o esperado, já que foi selecionado antes de caras como Chris Paul e Deron Williams. Porém, é um ótimo defensor e aprimorou o arremesso de longa distância com o passar dos anos. Williams tornou-se vital no Charlotte Hornets, onde obteve médias de 11.7 pontos, 6.4 rebotes, 1.0 bloqueio e aproveitamento de 40.2% nos tiros de três em 2015-16.

15- Nikola Mirotic, Chicago Bulls (+5)

Acredita-se que Nikola Mirotic será o escolhido como ala-pivô titular do Chicago Bulls nesta temporada. O time de Illinois carece de arremessadores que espaçam a quadra e Mirotic é a resposta para isso. Mesmo que não comece no quinteto principal, o atleta mostrou em 2015-16 que pode ser efetivo ao acertar 39% dos tiros de longa distância. A briga é boa e tem Taj Gibson e o jovem Bobby Portis pela disputa. Mirotic parece ser aquilo que o Bulls precisa. Ficou com médias de 11.8 pontos e 5.5 rebotes em cerca de 25 minutos de ação.

16- Zach Randolph, Memphis Grizzlies (-8)

Zach Randolph será reserva em 2016-17 no Memphis Grizzlies. Mas a ideia, segundo o técnico David Fizdale, é fazer com que o veterano ala-pivô brigue pelo prêmio de melhor jogador vindo do banco na temporada. Não duvide, pois, aos 35 anos, Randolph ainda é capaz de produzir ofensivamente e sabe pegar rebotes como poucos. Números fazem o vencedor do prêmio, como aconteceu com Jamal Crawford em 2015-16. Na última temporada, Randolph obteve médias de 15.3 pontos e 7.8 rebotes em cerca de 29 minutos por noite.

17- Nerlens Noel, Philadelphia 76ers (-4)

Ainda tenho sérias dúvidas se Nerlens Noel termina a temporada 2016-17 no Philadelphia 76ers. Com tantos jogadores jovens e promissores no garrafão, o Sixers fatalmente vai se livrar de pelo menos um deles. Hoje, Noel parece ser o mais cotado a sair, especialmente se Ben Simmons jogar a temporada. Pense só: Jahlil Okafor e Joel Embiid são pivôs e seriam titulares em diversas equipes. Noel pode jogar como pivô ou ala-pivô. Isso sem contar com Dario Saric e o próprio Simmons. São muitos jogadores para poucos minutos oferecidos. De qualquer forma, Noel é um excelente defensor e fez 11.1 pontos, 8.1 rebotes, 1.8 roubada, 1.5 bloqueio e acertou 52.1% dos arremessos em 67 partidas na temporada passada.

18- Tobias Harris, Detroit Pistons (NR)

Confesso: já fui mais entusiasta de Tobias Harris. Seja como ala ou ala-pivô, Harris lembra Thaddeus Young e parece que já atingiu seu ápice e não vai passar disso. É bom jogador, sabe arremessar de longa distância, pega rebotes (os que Andre Drummond deixa escapar) e pode contribuir dos dois lados da quadra. Só não passa disso. Mesmo. Em 27 jogos pelo Detroit Pistons, após ter sido trocado pelo Milwaukee Bucks, Harris obteve 16.6 pontos, 6.2 rebotes e converteu 37.5% dos arremessos de três em 2015-16.

19- Gorgui Dieng, Minnesota Timberwolves (NR)

Seja pivô ou ala-pivô, Gorgui Dieng sempre pareceu ser mais efetivo na defesa. Mas o atleta do Minnesota Timberwolves está procurando evoluir nos arremessos e, talvez por isso ou pela presença de Karl-Anthony Towns, saiu mais do garrafão no ataque, tanto que caiu de 3.1 rebotes ofensivos em 2014-15 para 1.9 na campanha passada. Dieng obteve médias de 10.1 pontos, 7.1 rebotes e 1.2 bloqueio em 2015-16.

20- Amir Johnson, Boston Celtics (NR)

Até 2015-16, Amir Johnson era a única presença de espírito no garrafão do Boston Celtics. Jared Sullinger e Kelly Olynyk nunca souberam defender e Johnson tinha de cobrir buracos para todos os lados. Baixo para jogar de pivô, Johnson precisou segurar o rojão em seu ano de estreia no Celtics.Como prêmio, ganhou Al Horford para esta temporada e Sullinger foi para o Toronto Raptors. Obteve médias de 7.3 pontos, 6.4 rebotes, 1.1 bloqueio e converteu 58.5% dos arremessos. Nota: jamais, em 11 anos na NBA, acertou menos que 54% dos tiros de quadra.

21- Ben Simmons, Philadelphia 76ers (NR)

Se estivesse saudável, Ben Simmons estaria acima na lista de hoje ou até mesmo a de ontem. Pode ser ala, ala-pivô ou até mesmo armador, como chegou a treinar no início no Phliadelphia 76ers. Mas uma contusão séria no pé direito deve tirá-lo de pelo menos três meses da quadra. Isso se o seu agente deixar, já que foi noticiado recentemente que Rich Paul pretende afastar o jogador por toda a temporada. Até faz sentido, para tentar preservar seu atleta. Mas, esportivamente, a NBA perde muito sem Simmons em quadra.

22- Kenneth Faried, Denver Nuggets (-6)

Ah, eu gostava muito de Kenneth Faried no basquete universitário. Procurava por links corsários para vê-lo em quadra. Mas essa admiração chegou ao fim na NBA. Não consegue fazer em quadra o que eu imaginava (liderar a NBA em rebotes) e vive de tapinhas para pontuar, tanto que pegou 3.5 rebotes ofensivos na temporada passada e seria o segundo melhor no quesito, caso tivesse atingido o mínimo de jogos. Mas o futuro de Faried parece estar longe do Denver Nuggets, especialmente com as experiências do técnico Mike Malone, com Jusuf Nurkic e Nikola Jokic no quinteto titular na pré-temporada. Obteve 12.5 pontos e 8.7 rebotes em cerca de 25 minutos em 2015-16.

23- Jabari Parker, Milwaukee Bucks (-9)

A ausência de Khris Middleton por quase toda a temporada deve fazer com que Jabari Parker procure evoluir no ataque. Claro que defensivamente, Parker é uma negação. Até ele sabe disso. Mas sem Middleton, o Milwaukee Bucks fica capenga, e Parker parece ser a primeira opção para assumir algumas de suas funções. O ala-pivô pareceu um “pouquinho” acima do peso na pré-temporada, mas nada que uma temporada desgastante para cortar alguns quilos. Em 2015-16, Parker obteve médias de 14.1 pontos, 5.2 rebotes e horríveis 25.7% nos tiros de longa distância.

24- Jared Sullinger, Toronto Raptors (NR)

Piada pronta, velha e sem graça, mas as redes de fast food da região de Boston estão tristes pela perda de um de seus melhores clientes. Jared Sullinger levou seus hambúrgueres para o Canadá e vai jogar pelo Toronto Raptors nesta temporada. Sullinger é um bom jogador, bastante técnico e que se posiciona bem para os rebotes. Mas nunca está em forma ideal de jogo e arrisca em demasia, sem sucesso, de três pontos. Ficou com médias de 10.3 pontos, 8.3 rebotes e 2.3 assistências em cerca de 23 minutos de ação em 2015-16.

25- Taj Gibson, Chicago Bulls (NR)

Mesmo que venha do banco de reservas, Taj Gibson é aquele jogador que todos sabem que terá muito tempo de quadra. Gibson quebra o galho como pivô e tem um arremesso de qualidade em média distância. É bastante esforçado e é objeto de desejo de diversas equipes, mas segue no Chicago Bulls, onde está desde 2010. Obteve médias de 8.6 pontos, 6.9 rebotes e 1.1 bloqueio, com direito a 52.6% de aproveitamento nos arremessos em 2015-16.

  • luan sousa

    “Griffin é provavelmente o mais talentoso dos alas-pivôs na NBA”

    Davis discorda

    • Doug

      Tb acho o Davis mais talentoso…

  • Danilo

    Porzingis foi a quarta escolha e não a terceira, e a lista ta boa, concordo com praticamente tudo e é espetacular como o Dirk se mantém entre os melhores da posição mesmo com a idade.

  • Tiago

    Esperava ver o Nenê nessa lista.

    • Danilo

      Nenê vai de pivô essa temporada mano, backup do Capela.

    • David Ribeiro

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Charles Teodista

    Taj Gibson é o típico jogador que muitos criticam suas limitações más, todo mundo quer ele no time.

    Kenneth Faried sinceramente para mim é muito superestimado.

    “Griffin é provavelmente o mais talentoso dos alas-pivôs na NBA”: correto, ele evoluiu em todos os quesitos e até na marcação está melhorzinho.

    Porzingis é muito bom.

    Abraços à todos.

  • Doug

    Grande lista…Randle muito bem cotado, mas tem talento p isso o garoto…Dieng tb já mostrou que pode ser muito importante nos Lobos…o Mirota eu acho muito inconstante, cara…Gibson é um cara subvalorizado…joga para o time e costuma contribuir bastante…Parker deve subir de produção nessa temporada, sobretudo com a ausência do Middleton…Sully boy eu sempre gostei, pois o acho talentoso…só precisa para de comer hamburger demais…Faried, pra mim, é limitado demais, embora seja útil…Noel, acho muito bom, defensor de primeira, mas precisa melhorar o arremesso logo…KP será completo (se não já o é) e Marvão foi fundamental nos Hornets…alguns aí o talento fala por si só…

  • Bruno – LA.Lakers 16x🏆

    Velho que decepção o Jabari Parker , eu esperava muito dele , daquela classe de 2014 era o meu favorito , Julius Randle foi algo surreal ter o deixado passar ate a 7° pick em 2014 , o Lakers agradece !

  • JAMnba

    PORZINGS SERA UM HALL OF FAME E PASSARÁ DIRK COMO MELHOR ESTRANGEIRO DA HISTORIA DA NBA.

    PS: vim do futuro

    • 76

      Sensacional!!! Valeu Michael J Fox

    • Victor Chittolina

      Eu ainda acho que o melhor é o Hakeem, se ele for considerado estrangeiro.

      • JAMnba

        Hakeem embora tenha nascido na Nigéria, jogou pelo USA team então é americano hahahaha, até porque se fossemos colocar ele seria covardia, NUNCA teremos um igual ao THE DREAM de novo, quem viu viu….

  • Luiz

    Trocaria a posiçao do Favors por Porzings

  • Galvão 🔥 #305

    Que UP do Letão Sedutor!

    De não ranqueado para 7º em uma temporada, e essa ele vem melhor ainda.

    AD é o melhor deles, sem dúvidas, mas sua dificuldade em se manter saudável é muito preocupante.

  • cristian juan

    belo ranking gustavo freitas parabéns

  • #TheBrodie

    Davis e Griffin são bem talentosos mesmo. Resta saber se Davis vai ficar nessa de se machucar toda hora.Griffin parece que não evoluiu,mas tbm nao tinha mt que evoluir,ele ja veio da universidade jogando mt.

    • cristian juan

      é verdade quem vai carregar o Pelicans sem o MonoCelha? hahaha

    • Denyson

      E o arremesso e condução de bola? Ele evoluiu demais nisso

  • DirkMito

    Não entendo o Love na frente do Dirk. Defendendo são iguais e ofensivamente o Dirk é melhor. Tirando isso pra mim a lista bem legal.

    • cristian juan

      pq fala?

    • Anderson Luis Monteiro

      Concordo plenamente! Love, inclusive, não parece que se mudou para Ohio kkkkk

      • DirkMito

        Muita gente fala: Ah mas ele joga com Lebron e Irving e recebe pouca bola no ataque. Já cansamos de ver o Love sozinho depois de Irving e James abrir espaços e ele errar arremessos livres. Na defesa uma mãe. Fazia 40 pontos por jogo em Minessota mas arremessava 50 bolas por jogo e perdeu a maioria. Na minha opinião bom jogador mas suoervalorizado.

    • Juan Gabriel

      Cara…para velho. Dirk mesmo sendo excepcional, não tem mais o impacto que o Love teria se tivesse um time em que ele seria a primeira opção ofensiva. (Minha opinião, claro)

      • DirkMito

        Mesmo sendo primeira opção em Dallas. Ano passado o Dirk arremessou menos que o Love e conseguiu médias melhores. Mas como você falou questão de opinião. Grande abraço.

      • 76

        Sério? Duvido muito.

    • 76

      Pela primeira vez concordo com vc..

      • DirkMito

        Amem ne. Grande abraço.

      • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • #TheBrodie

      acho que o Gustavo leva em conta mt o fator idade/condicionamento físico e uma possivel evolução do Love.Nao dá mais pra ficar depositando mtas esperanças no Dirk porque ele já sente bastante a idade,por mais foda que ele seja.

      • DirkMito

        Como não depositar esperança em um cara com média de 18 pontos de jogo e que decidiu vários jogos?

        • #TheBrodie

          porque o tempo passa,ele fica cada vez mais desgastado e o time em volta não melhora.Love é 10 anos mais novo e joga ao lado de Lebron e Irving.Acho que o Cuban precisa entender isso,Dirk nao vai aguentar mais mt tempo.

    • King Cuban

      Defendendo o Dirk é melhor mesmo tendo 38 anos…

  • Joao Serafim

    Griffin é o melhor, green a frente dele?!!! Oh meu deus cada um rem a sua opiniao, griffin em forma é dos melhores na nba, faz pontos rebotes assistencias, mais nao digo!

    • cristian juan

      green fica a frente sim ele é melhor

      • Joao Serafim

        Ai sim?! Esta epoca ele nem 10 pts por jogo faz, grava o que te tou a dizer, se o griffin tive.se no luvar do green ele no minimo fazia 18 pts minimo, acorda garoto kkkkkkkkkkkk

        • cristian juan

          fala pq? griffin a frente do green?

    • Victor Chittolina

      Cara, eu entendo o teu ponto, mas tem uma coisa importante pro Green ficar na frente: ele joga a temporada inteira e o Griffin tende a perder muitos jogos por causa de lesão. Além disso, o que o Griffin tem de bom no ataque, o Green tem na defesa. Por mais que o Curry seja um alienígena, o Draymond é a principal peça do esquema do Kerr.
      Individualmente falando, ele pode não ser superior nem ao Millsap, mas é um cara de esquema e que teria uma MVP das finais se o GSW tivesse vencido o último campeonato.

      • Joao Serafim

        Se formos a ver pelo green nao perder jogos e o griffin perde muitos jogos, entao temos de tirar o davis da primeira posicao, mas eu percebo.te perfeitamente

  • Anderson Luis Monteiro

    Griffin se jogar uma temporada inteira, vai justificar os comentários. E Davis precisa jogar em um time decente!

    • Vinícius Maia

      Time descente com departamento médico descente. Outro dia o Lucas, torcedor do Pelicans que de vez em quando dá as caras por aqui, estava expondo como que o Pelicans é ineficiente até em termos de departamento médico. Eu não acompanhei essa fase, mas ele disse que CP3 quando jogava lá, sempre jogava com uma proteção no joelho, o que sinaliza que ele sentia incômodos na região, mas desde que ele deixou o time, os problemas, aparentemente, sumiram.

  • cristian juan

    desses 25 qual jogador vcs tiram da lista?

  • Rafael Victor

    Também acho que com a chegada do Durant e com o Curry tendo novas funções no time, os números do Green vão cair, o que não deve mudar é que deve continuar sendo a peça fundamental do Warriors, tanto pela defesa quanto pela versatilidade! Só precisa ser menos pirado, pra não prejudicar o time na fase dos jogos decisivos!

    E acho que faltou o Turner nessa lista!

    • Gustavo Freitas

      Turner vem amanhã.

      • Yan Alves #Suns

        Boa tem que ter ele, mlk é fera

        • Doug

          Turner tem que estar, no mínimo, entre os dez de pivô, hein…eu colocaria entre os cinco…mas, não quero por pressão no Gustavo, hein…rs…

          • Yan Alves #Suns

            To curioso pra saber o ranking do Gobert, acho esse cara monstruoso. E tbm ver se o Nurkic aparece, tá me surpreendendo muito.

  • Denyson

    Griffin e Davis possuem potencial muito grande para se tornar MVP’s da liga. Mas tem que se manterem saudáveis e Griffin focar somente no basquete.

  • ThiagOo25

    Incrível os números do Dirk pela idade que tem!

    • Vinícius Maia

      Dirk é fenomenal. É incrível como um cara com um corpo pouco atlético, com 37 anos nas costas consegue se manter em alto nível.

  • Guilherme Prates

    Já pode mudar o ranking pq o Davis se machucou…

  • Griffin é meu jogador favorito na posição, mas eu esperava que ano passado fosse o ano dele. Ele não está ficando mais novo e vem uma geração sedenta no cangote, então acho que esse é O ano, tanto para ele quanto para o time dele (e Chris Paul).

    • #TheBrodie

      alguem tem que avisar a ele que a mansão do Durant em Oklahoma está a venda…

  • 76

    Randolph é melhor que uma porrada que ficou a frente dele.

    • Vinícius Maia

      Com certeza, mas o fato de que ele será reserva nessa temporada pesou na classificação do Gustavo.

      • 76

        Pode ser

  • Luiz

    OFF.
    Uniformes de natal são praticamente os mesmo da ultima temporada
    https://uploads.disquscdn.com/images/0a101956cef389b11424b682ee9fd77f4da5cd1c00ad2afc07ef705acc2a0009.jpg

  • Gustavo Rocha

    Acho que faltou o D. West nessa lista ai tbm

  • Victor Chittolina

    Alguns pontos:
    – Monocelha é um grande talento. Tem todas as armas para se tornar um dos maiores PF da história, desde que se mantenha saudável, o que parece extremamente difícil. Sem ele, o Pelicans é não mais que um remendo de time. Com ele, briga pelos playoffs. Poucos jogadores têm essa capacidade;
    – Lamarcão assumiu o comando do Spurs nos playoffs. Quando mais valia, deixou até o Kawhi como segunda opção. Ainda assim, o time é do Leonard, mas acho que ele vem pra uma temporada excepcional;
    – Griffin sofre do mal da temporada de rookie dele, que foi acima de qualquer expectativa. Ainda é excelente, mas talvez se esperasse ainda mais. De qualquer forma, é um dos jogadores com maior arsenal ofensivo da liga. É muito atlético, tem um arremesso consistente e é provavelmente o melhor passador entre os PF. Mas tem que se manter longe das lesões;
    – Por puro achismo, acho que o Jabri Parker finalmente vai explodir. Essa é uma temporada chave pra ver se ele vai ser o AS que todos imaginavam ou vai acabar como não mais que um ótimo jogador pra compôr elenco;
    – Por fim, mas não menos importante, temos que falar do Dirk. O alemão é inacabável. Aos TRINTA E SETE ANOS, ainda é o cara (e a cara) do Mavs. Não vai ganhar mais um anel, mas a qualidade é longevidade já o consolidaram como um dos 5 maiores da história na posição.

  • Alex Alves

    Farried precisa mudar de time urgente seu tempo em Denver já passou venha para Boston ser feliz, e alguém leve o ameba do Amir embora por favor.

  • Lucas

    off topic
    trade rumor
    OKC recebe: Rudy Gay
    Kings recebe: Goran Dragic
    Heat recebe: Ilyasova, McGary e Ben McLemore

    • Doug

      Bom para OKC…não vai nenhuma pick do OKC? Não acho uma boa para Miami…

      • #TheBrodie

        até iria,se tivesse

    • Pedro Henrique

      Heat deveria receber no minimo 2 first pick (deu 2 first na troca pelo dragic). só rumor isso ai

    • Pedro Ferreira

      Sem vim nenhuma pick de 1 round pro Heat nem pensa

    • Galvão 🔥 #305

      Porr*, o Heat ia receber só esses lixos? Aí é pra fechar a franquia.

      • Sid Payne- Dança muito

        Oxe, seria até bom pra vcs

      • #TheBrodie

        turcao ta voando rapaz

        • Galvão 🔥 #305

          Aonde rs.

          Ilyasova já entrou na ladeira da decadência e McGary é 4:20, não dá não rs. Maaas, se tiver um tal de Sabonis e Abrines na história podemos pensar.

          • #TheBrodie

            turcao fez 19 pts segunda.
            novo MIP

  • Uncle Drew – Revenge Tour

    “Jabari Parker é o jogador mais pronto do Draft de 2014. Ja deve chegar causando impacto imediato.O Wiggins deve demorar um pouco para se adaptar. Mas o Jabari….esse sim, vai chegar já pronto para a NBA”, nós dizíamos.
    Até agora, teve azar com lesões, e fez uma segunda temporada bastante inconsistente. Nesta pré temporada já veio um pouco gordo.
    Draft é foda. É imprevisível demais. Será q esse ano o JABARÃO DA MASSA desencanta?

    • Pior que não vejo esse talento todo nele. Não é tão explosivo, marca mal, é fraco para a posição e não tem arremesso. O que viram de tão bom nele?

      • Pedro Ferreira

        Ouvi dizer que na universidade ele chutava bem

      • Uncle Drew – Revenge Tour

        Ele era comparado com o CARMELO ANTHONY na universidade. Pontuava de tudo q é jeito, de 3 pts, usava o jogo de costa para cesta, era letal nos mid-ranges, e tinha o biotipo igual ao Melo.
        Foram 19 pontos de média (números bastante bons, comparável ao q é + ou – 24 pontos por jogo na NBA. Pq no College tem algumas diferenças para a NBA.) 8.7. rebotes em 30 minutos de média. 47% de FG, e 35% nos 3 pts.
        O cara era muito bom na Universidade. Já era horrível marcando, mas compensava muito pontuando.

        • WTF????? Definitivamente isso não se traduziu no profissional, porque ele é muito inconstante arremessando no mid-range e uma negação no 3pts (25.5% de média).

    • Galvão 🔥 #305

      Um pouco gordo é bondade sua!

    • Vinícius Maia

      Na verdade, essa classe para mim foi um pouco decepcionante. Eu lembro que tinham muita expectativa em cima de Wiggins, Embiid e Parker, mas também se falava muito da classe como um todo, com muitos jogadores promissores e tals, mas até hoje só o Wiggins e Embiid que parecem que vão realmente decolar.

      As vezes eu acho que nem o Wiggins vai ser essa coca cola toda. Acho que ele vai ser uma estrela, dar as caras em all-stars e tudo mais, mas muitos esperavam que ele tornasse alguém do calibre de Kobe e LeBron e apesar de ser cedo para afirmar, eu vejo grandes chances dele não atingir esse patamar.

    • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

      bust??

  • – Tiago

    Anthony Davis é o melhor PF com certeza, o foda é que ele vive se machucando. Espero que ele se recupere logo e volte em ótima forma para a disputa da temporada. (Com certeza vai jogar pelo Bulls quando sair do Pelicans)

    Draymond Green é um ótimo jogador e teve uma ótima temporada, mas eu teria colocado o Griffin a frente dele mesmo vindo em baixa na ultima temporada, pra min Blake disputa o posto de melhor PF atualmente com Anthony Davis.

    Pela pré temporada que vem fazendo o Taj merece ser o titular no Bulls, mesmo o time ficando sem chutes de 3 KKK Mirotic até o momento vem decepcionando e irritando bastante nessa pré-temporada… (Acredito que o Mirotic comece a temporada de titular)

  • Galvão 🔥 #305

    OFF:

    Wade toda semana sente a necessidade de chamar a atenção da mídia falando alguma coisa polêmica.

    A não renovação com ele me parece cada vez mais uma decisão correta do que nunca, e meu respeito por Drik e Duncan só aumentam.

    https://twitter.com/TheNBACentral/status/786637755065393152

    • Pedro Ferreira

      Traduz ae por favor

      • Galvão 🔥 #305

        Ele disse que em 2010 ele e LeBron tinham planos de ir para o Bulls, poréém, eles foram para Miami para conseguir incluir Bosh.

        • Pedro Ferreira

          Ta cada vez mais claro, que não importa o que o Pat oferecesse ele sairia do msm jeito, sempre quis joga em chicago

          • Lucs

            Ultimamente ele esta igual o Pelé calado é um poeta, apesar de ser o maior idolo q tenho no basquete e q me fez torcer pro Heat, no fim das contas parece q ele n gosta mt do Heat e só continuou la pra ganhar mais um titulo.

          • Pedro Ferreira

            Ta parecendo que ele só fico no Heat porque dava pra monta uma panela mais forte e não por amor

    • #TheBrodie

      eu até respeito esses tipos de aspirações,até porque eu sou obrigado a respeitar,mas pra mim esse tipo de pensamento só mostra o sonho pequeno que esses jogadores têm.Wade pra mim foi e é um craque,mas eu me recuso a colocá-lo no patamar de Dirk e de comparar Lebron com Jordan,sendo esse tipo de atitude um dos motivos.
      Espero que essa vibe de panela não se prolongue por mt tempo…

  • Michel Moral

    Quem vê esse FG% da carreira do Amir Johnson se impressiona (sempre teve aproveitamento superior a 54%). Só que é um jogador que nunca passou dos sete/oito arremessos por jogo, ou seja, é um cara que nunca foi comprovado no quesito definição.

    Nesse caso, podemos chamar de uma estatística vazia.

    É diferente de um Dwight Howard que, embora se omita muitas vezes no ataque, quando se mete a jogar mantém o alto nível de aproveitamento.

  • Gustavo

    Acho que com a contusão do Simmons, Saric vai ganhar bastante espaço. Deve terminar o ano melhor que muitos caras dessa lista.

  • King Cuban

    Ainda tem quem acredite no rei das estatísticas vazias (também conhecido por Kevin Love)…

    • Vinícius Maia

      Cara eu acho que ele pode render num time no qual ele seja, pelo menos, a segunda opção ofensiva. No Cavs, infelizmente, está claro que ele ainda não se encontrou e não soube se adaptar ao fato de não ser tão requisitado no ataque.

  • VOLTA D’ANTONI

    Thaddeus Young é aquele jogador que você espera que um dia exploda e torne-se All Star. hahahahahahahahhahahahahhahhahahahahahhaahahahhahaahhahahahahahahahahahhahahahahhahahaahahha

  • Marcelo Desoxi
  • Hornets 🐝- MKGLASS

    FAMOSO MARVÃO FEDE A MERDA ! DEUS DOS PLAYOFFS

  • Alefe Miranda

    Amir Johnson está longe de ser melhor que TODOS abaixo dele, Simmons machucado ok, mas Faried abaixo de Amir? Parker?…. Amir Johnson faz o trabalho sujo e ponto final, no Celtics nunca se ateve a fazer mais que isso, e não é todo esse defensor que é cantado não, é um defensor honesto, MUITO, mas MUITO limitado ofensivamente, não há sequer uma característica que ele se destaque, nos dois lados da quadra.

  • Victor Chittolina

    Por mais que eu ache que alguns precisem melhorar alguns fundamentos, quem mais precisa de auxílio é o Anthony Davis. Auxílio pra fazer aquela sobrancelha irada.

  • Mattews HeatNation

    Gostei da Lista ! Tá na hora do Heat pegar um jogador p essa posição 4 no Draft 2017, a chance é essa ! Alguns bons nomes ali no Top 10 ?

  • Bruno Macedo

    Jabari park muito subestimado deveria ta muito mais acima aí kk

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados