logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 17 out 2016 às 12:00
Previsão da temporada – Boston Celtics

Equipe fechou com Al Horford e pretende vir mais forte para a próxima temporada

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Eduardo Ribeiro

Boston Celtics

Campanha em 2015-16: 48-34, 5° colocado na conferência Leste
Playoffs: eliminado na primeira rodada pelo Atlanta Hawks em seis partidas
Técnico: Brad Stevens (quarta temporada)
GM: Danny Ainge (14ª temporada na equipe)
Destaques: Isaiah Thomas, Al Horford, Avery Bradley
Time-base: Isaiah Thomas-Avery Bradley-Jae Crowder-Amir Johnson-Al Horford

Elenco

4 – Isaiah Thomas, armador
36 – Marcus Smart, armador

12 – Terry Rozier, armador
9 – Demetrius Jackson, armador
0 – Avery Bradley, ala-armador
30 – Gerald Green, ala-armador
28 – R.J. Hunter, ala-armador
13 – James Young, ala-armador

99 – Jae Crowder, ala
7 – Jaylen Brown, ala

90 – Amir Johnson, ala-pivô
41 – Kelly Olynyk, ala-pivô
8 – Jonas Jerebko, ala-pivô
42 – Al Horford, pivô
44 – Tyler Zeller, pivô

55 – Jordan Mickey, ala-pivô

Quem chegou: Al Horford, Jaylen Brown, Gerald Green e Demetrius Jackson

Quem saiu: Evan Turner e Jared Sullinger

Revisão

O Boston Celtics surpreendeu positivamente e fez uma temporada que foi além das expectativas. Que a equipe possuía chances de playoffs, não era novidade. Porém, era muito difícil prever um recorde de 48 vitórias e a terceira melhor campanha da conferência Leste. Brad Stevens seguiu mostrando o porquê de ser considerado um dos melhores técnicos da atualidade e soube organizar o elenco, tirando o máximo de seus jogadores.

A temporada marcou a ascensão de Isaiah Thomas como o principal jogador da equipe. Após iniciar a temporada no banco, o baixinho assumiu a titularidade e viveu sua melhor temporada como profissional, sendo chamado para o Jogo das Estrelas. Além dele, outros jogadores como Avery Bradley e Jae Crowder demonstraram evolução e foram essenciais para o time.

O Celtics melhorou, tanto na defesa quanto no ataque, mas os problemas da última temporada ainda foram os mesmos das outras campanhas. No ataque, o aproveitamento nos arremessos de longa distância não foi bom o suficiente, ainda mais para um time que utiliza o recurso com frequência. Na defesa, a falta de um jogador de ponta no garrafão para proteger o aro também foi sentida mais uma vez.

Na offseason, a equipe conseguiu fechar com Al Horford, que deve finalmente acabar com grande parte das preocupações defensivas no garrafão. Além disso, o pivô também contribui no ataque e se encaixa bem no sistema do técnico Stevens. No draft, o ala Jaylen Brown foi a principal escolha da equipe no recrutamento e é uma peça promissora para os próximos anos.

O perímetro

Sem dúvidas, o setor mais forte da equipe. Mesmo com a ausência de Evan Turner como principal reserva, os jogadores do perímetro celta fazem a equipe funcionar, principalmente na defesa. O técnico Brad Stevens possui peças com características distintas e pode mudar o setor de acordo com o andamento da partida, optando por especialistas defensivos ou priorizar o ataque.

Isaiah Thomas é o destaque e terá mais uma vez a função de ser o líder ofensivo do time, assim como na última temporada. A importância do camisa 4 é muito grande no esquema, devido à sua característica no ataque. Thomas consegue pontuar por meio de infiltrações, possui um arremesso de três pontos decente e é perigoso no pick and roll. Seu desempenho defensivo não é uma maravilha, mas outras peças do elenco ajudam a “esconder” o problema no esquema de Stevens.

A função de armador reserva deve ser dividida entre Marcus Smart e Terry Rozier. Smart caminha para a sua terceira temporada na liga e já é um defensor de elite na posição e uma peça muito importante na rotação. O jogador ainda precisa melhorar seu desempenho ofensivo -principalmente nos arremessos de três, onde seu aproveitamento é péssimo- mas parece mais à vontade com a bola e pode ajudar na organização das jogadas. Já Rozier vem se destacando na offseason. O jovem brilhou na Liga de Verão e também somou boas atuações na pré-temporada, surgindo como uma boa opção no banco.

O ala-armador titular será mais uma vez Avery Bradley, que atravessa grande fase e acaba de viver sua melhor temporada na liga. Além de mostrar sua defesa de altíssimo nível mais uma vez – entrando para o time defensivo ideal da temporada-, o jogador também melhorou no ataque, tanto na pontuação quanto no aproveitamento dos arremessos.

Sendo o sexto homem do time, Smart também deve aparecer como ala-armador muitas vezes e é também o substituto de Bradley. Gerald Green também deve ser utilizado em certos momentos, principalmente quando a equipe precisar de mudanças para melhorar o desempenho ofensivo.

Na posição de ala, tudo parece muito bem definido. Jae Crowder é o dono do setor e será titular mais uma vez. O jogador se firmou como titular na última temporada, defendeu muito bem e demonstrou evolução no ataque. Seu reserva imediato será o novato Jaylen Brown que, apesar de não estar totalmente pronto, está desempenhando bem a função, ao menos na pré-temporada.

O garrafão

O Celtics finalmente conseguiu um jogador de alto nível no garrafão. Horford se encaixa quase que perfeitamente no esquema de jogo atual da equipe e será um grande upgrade em relação à Jared Sullinger (titular na última campanha) tanto no ataque quanto na defesa. A possibilidade de formações mais baixas também é algo interessante e deve ser explorada durante a temporada.

Amir Johnson deve ser o ala-pivô titular, pelo menos no início da temporada. O veterano não possui médias de encher os olhos, mas é uma peça útil para o elenco e é bom defensor. Na última temporada, inclusive, era o único jogador de garrafão realmente regular no lado defensivo. Kelly Olynyk deverá ser o principal reserva, mas não se pode descartar a sua introdução no quinteto inicial, dependendo de seu rendimento durante a temporada, já que possui um arremesso confiável e consegue espaçar a quadra.

Jonas Jerebko também será utilizado com frequência. O jogador foi muito bem nos playoffs, atua com muita energia e possui um bom arremesso de três pontos Além disso, Jae Crowder também deve receber minutos como ala-pivô, já que Stevens muitas vezes opta por formações baixas durante a partida.

O novo contratado Al Horford será o dono da posição de pivô e um jogador chave para o sucesso do time. O camisa 42 é muito inteligente em quadra e consegue impactar nos dois lados da quadra. Será muito importante defendendo e perigoso no ataque, possuindo um ótimo arremesso de média distância e podendo formar uma boa combinação com Thomas e Bradley no pick and roll. Olynyk e Tyler Zeller (este, com muito menos frequência) deverão cuidar do setor na segunda unidade.

Análise geral

O Celtics é uma força do Leste. O processo de reconstrução ocorreu de forma rápida e a equipe, que em 2014 ainda estava desfigurada, agora não só já possui “cara” de um time forte, como conta com dois all-stars, além de outras peças interessantes. O elenco em si é mais experiente, até mesmo entre os jovens, muito pelas últimas duas surpreendentes campanhas.

Brad Stevens possui um grupo mais qualificado e cada vez mais acostumado com jogos importantes. O comandante pretende utilizar uma rotação de dez jogadores, sendo oito “fixos” e outros dois variando de acordo com o jogo e seus momentos individuais. A chegada de Horford será de grande ajuda para o técnico, que terá também uma opção de alto nível no garrafão, além da liderança do pivô fora de quadra.

A ausência de Evan Turner, principal reserva da última temporada, pode incomodar, mas não será determinante para os objetivos do time. Sem o ala no elenco, Jaylen Brown e Terry Rozier são dois jovens que receberão boas oportunidades e terão a chance de se transformarem em peças importantes e com potencial para o futuro.

Apesar de toda a evolução, o time ainda não passou da primeira rodada dos playoffs e, com uma equipe melhor, agora talvez seja o momento de pensar na possibilidade. Diferente dos outros anos, o garrafão da equipe agora possui uma referência, o que garante mais equilíbrio ao quinteto inicial. O Celtics deve ser uma das equipes com mando de quadra nesta temporada.

Previsão: terceiro lugar na conferência Leste

  • Danilo

    Conferencia Leste disputada ano após ano, meu chute pros playoffs é:
    Cavs
    Raptors
    Pacers
    Hawks/Celtics
    Celtics/Hawks
    Pistons
    Hornets
    Knicks/Bulls

    • ThiagOo25

      Acho que o Boston pode brigar pela segunda e terceira colocação, viu. Toronto não está em um nível tão elevado em relação a Boston.

      • Danilo

        Toronto manteve o elenco q fez a segunda melhor campanha season passada, nos playoffs Boston pode até levar na melhor de 7 contra os Raptors mas na regular pra mim Toronto ainda é o segundo melhor time da Conferencia.

    • pedrokadf

      concordo com a posição do C’s
      Mas do bulls não, bulls devem está logo atras do hawks e C’s

      • Danilo

        Acho q o Bulls não vai encaixar tão bem, e o Knicks acho q vai sofrer um pouco com lesões, por isso acho q só um dos dois voltam aos playoffs mas se tudo der certo(oq eu acho dificil) ambos estaram e ai sairia o Hornets.

        • Danilo

          Estarão*

        • pedrokadf

          será ? pode ser tb

    • Cavs
      Celtics
      Bulls
      Hawks
      Raptors
      Pacers
      Pistons
      Knicks

      • Danilo

        Ta confiante no Bulls hein, não to com essa confiança toda nem no Bulls nem no Knicks mas são só apostas mesmo

        • bulls e knicks estão com dois times mais fortes quanto a temporada passada, são minhas apostas

  • Rdrigo Cruz

    Tbm aposto num terceiro lugar…

    O complicado é que acho q este ano, o nivel dos playoffs no Leste será altíssimo…
    E com exceção do CAVS, não vejo ninguém com nível pra varridas!!!

    • ThiagOo25

      Eu não descartaria uma segunda colocação para o Boston. Não vejo uma distância tão grande de Toronto para Boston e Pacers. Indiana pode surpreender com os que chegaram;

    • João Paulo Mota

      Eu não vejo nem o Cavs com nível para varrida, por conta da evolução dos outros times que competem com eles nos playoffs.

      A imagem da final épica fica na mente como última lembrança de NBA pra valer, mas tenho a intuição de que este time não será tão contundente quanto o do ano passado, abstração feita à possibilidade – sempre presente em potencial – de o James tirar alguma mágica da cartola em algum momento.

  • #TheBrodie

    Celtics é um elenco interessante.Bem homogêneo, na teoria tem tudo pra fazer um bom campeonato e eu acredito que o vá fazer,pelo menos na regular é certo.
    Quando falamos de playoffs,acredito que precisamos esperar.Acho que o maior problema do time é não ter um craque,craque no sentido de um superstar.Em momentos decisivos isso pode fazer a diferença e outras equipes como Cleveland com James e Irving,Pacers com George e Raptors com uma dupla,que apesar da fama de pipoqueira,resolvem nas vezes em que o time foi longe.
    Agora,se Thomas e Horford explodirem e alcançarem esse status,vai ser bem dificil parar esse time.

    • Lucas

      Quando voce fala super star ou craque acho que nos esportes americanos eles usam a definição “Franchise player” ou jogador da franquia alguém em que o time podeser construido em torno, alguns exemplos: C.Anthony, Durant, Lebron James, Wall, A.Davis…

      Nos jovens vemos Embiid, Towns, Wiggins, Simmons e Ingran com potencial de vir a ser este jogador.

      • #TheBrodie

        mais ou menos.No jumper,na previsão do Atlanta,por exemplo,eles disseram que Al Horford era o FP do Hawks,e ele não é um superstar.

  • Galvão 🔥 #305

    Gostei muito do texto e acho que o Celtics briga lá em cima da tabela mesmo.

    E vou ficar de olho no Terry Rozier, que vem jogando bem demais com consistência e solidez desde a summer league, e repetiu na pré temporada.

  • Yan Alves #Suns

    Fica em 2° ou 3°, não deve fugir muito disso não.

  • Uncle Drew – Revenge Tour

    Marcus Smart tem tudo para ter explodir nesta temporada. Deve ter mais espaço na rotação, e agora q o Turner saiu do elenco é responsabilidade do Smart comandar a 2° rotação do time.
    Ele vem em um “momentum” sensacional. Foi um dos grandes destaques da série contra o Hawks, onde em alguns momentos CRUCIAIS foi marcar o Paul Millsap no garrafão e BIZARRAMENTE marcou mt bem! É jogador de Playoffs o Smart, quando sente a adrenalina e o momento, ele defende ainda melhor,pelo fato de ser bastante raçudo.
    Acho ele uma aposta abaixo do radar para o prêmio de 6° homem, quase tudo tá favorecendo ele na busca por espaço no elenco. Mas além da defesa, o arremesso tem q começar a melhorar mais tbem.

    • Alex Alves

      O Smart é muito talentoso mas é pouco agressivo na minha opinião e é um baita tijoleiro de 3 pontos.

    • Fabrica de Vassilo

      Os próprios torcedores menosprezam demais o Smart. Ofensivamente to esperando aquele smart da faculdade ainda. Mas defensivamente me surpreende cada vez mais.

      • Marcelo Desoxi

        Na faculdade ele infiltrava muito mais fácil.
        E no 3 FG sempre foi tijoleiro.

        • Fabrica de Vassilo

          Sei disso. Chegavam a comparar ele ao Westbrook pelo físico e pela capacidade de “atropelar” quem estivesse na frente. To esperando as infiltrações.Mas ao menos já é um defensor de elite.

  • Julio Zago

    Muito boa a análise, parabéns! Acrescento que o Celtics está a uma boa contratação de se tornar um contender, falta uma peça no elenco com capacidade de arremessar bem do perímetro, poderia ter sido Durant…
    Enfim, o elenco atual é muito bem treinado por Brad Stevens, sendo ele o principal responsável pela ascensão da equipe no último ano, Thomas e Crowder por exemplo cresceram muito sob o seu comando e se tornaram referências na franquia.
    A tendência é que o Celtics continue praticando o basquete coletivo e muito bem organizado do último ano e se consolide como uma das forças da conferência, acredito que este ano exista uma possibilidade real do time chegar até a final da Leste (o Cavs tem o “Fator Lebron” que o leva acima dos demais concorrentes).
    Para o futuro, acho que Jaylen pode se tornar um jogador muito sólido, Stevens tem experiência trabalhando com jovens e uma inquestionável capacidade de tirar o máximo de seus atletas.

  • Samuel Muniz

    Acredito que o Celtao fique entre a 2 ou 3 melhor campanha no leste tbm. É um time com um futuro promissor, os jovens jogadores Smart, Rozier e Brown me agradam, estes dois últimos tem me surpreendido positivamente, otimos jogadores e com bastante teto.

  • DamonHeat

    acho que o celtics chega a semi do leste
    se não pegar lebron team,toronto e pacers.

  • drakes

    Eu vejo o celtics como a terceira campanha do leste, 52 vitórias mais ou menos 1, além dos fatores mencionados, a sequência de jogos esse ano é mais fácil, isso tem um impacto positivo.

    • Matheus Pitarello

      eu acho q da pro Bulls ir melhor… ja com o Miami vc foi generoso rsrsrs…

      • drakes

        Sempre tem mais ou menos vitórias, mas dos times que tem mais elasticidade para subir é o Heat, só que eu não vejo o Pat Rilley querer classificar em 7 ou 8, mais para baixo que isso, só se eles começarem o tank bem cedo na temporada.

        • Matheus Pitarello

          sem duvida, vão tankar desde o começo eu acho… tão nem ai…

    • Lucas Antunes

      Só eu que tô vendo esse wizards tankear? Time tá pior que dá última temporada, na minha opinião e quando beal machucar, wall vai tá na merda total

      • dougmallmann

        concordo

  • Fernando Henrique

    Acho que o que falta no Celtics é um ala-pivo incontestável. De primeira, pensei em alguém como Kevin Love, mas existem opções boas, interessantes, com bom arremesso de média distância e disponíveis? É o que falta pra dar trabalho pro Cavs numa possível final. Hoje, briga com Pacers e Hawks pelo terceiro lugar, e contra eles ou o Raptors nos playoffs tudo pode acontecer

  • Muito boa a Análise
    mas acredito que eles fiquem em segundo, uma pena que KD não se juntou a esse time…
    ficaria muito forte

  • Mattews HeatNation

    Acho q o Celtics belisca um segundo lugar ! Veremos o q acontece ! Abraços !!

  • Paulo OKC

    Acho que o Celtics briga com Pacers e Raptors pela segunda posição.

  • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

    52 vitórias eu acredito

    • João Paulo Mota

      Eu tbm.

    • Felipe Rodrigues

      Vou cravar 55.

    • Viúva do Payne

      tá quase lá

      • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

        nossa kkkkkk q fdp ,

  • – Tiago

    Celtics montou um ótimo time, vão brigar pela segunda posição

  • Os coloco em quinto, não os acho superior a Hawks, Raptors, Cleveland e Pacers.

    Para o Celtics decolar de vez falta um PF decente, porque as outras posições já estão bem formadas, e um banco mais ofensivo. Tem ótimas opções defensivas, mas nenhum pontuador nato-porra-louca.

    • João Paulo Mota

      Griffin, quem sabe? rs

      Para a próxima temporada. Não sei se cabe ele no “salary cap” do time, mas se couber, vale a pena o esforço.

      • Griffin não tem como, ele virá formar o Big Three campeão da próxima temporada em OKC.

        • Felipe Rodrigues

          Big Three??? O West ja ta valendo por dois???

      • Celtics pro ano que vem tem espaço no cap pra mais um contrato máximo e ainda deve ter uma pick top 3 (do Nets).

        Celtics se colocou em posição de competir pelo topo esse ano, mas é no ano que vem que o time vem pra ser um dos favoritos ao titulo.

        • João Paulo Mota

          Verdade, Daniel! Bem lembrado a questão da pick do Nets. Temporada 2017-18, se tudo correr bem, tem tudo pra ser ótima (melhor ainda do que já será esta que está pra começar)!

  • Renato

    O Celtics é uma potência da liga com a chegada do Horford. Falta ainda alguma coisa para o título o tal Franchise Player que todos mencionam, mas a equipe está pronto para competir contra qualquer equipe dando trabalho.

    A temporada regular é muito longa, e se o Celtics conseguir preservar o Horford, tem grandes chances de brigar até pelo primeiro lugar a frente do CAVS e explico, o Cavs é melhor, mas o James é muito poupado durante a regular, Irving e Love se lesionam com certa facilidade e eles não tem reposição, já no caso do Celtics, exceto o Horford, existe jogadores que podem sair do banco e manter o nível do titular.

    O Celtics briga entre as posições 1 a 3 do Leste.

    Nos playoffs acho que a meta tem que ser semi final de conferência, uma final seria incrível e provavelmente o limite da equipe

    • João Paulo Mota

      Concordo com praticamente tudo, Renato. Mas se vc se refere a título de conferência, “apenas”, eu creio que o Celtics já possui totais condições para tal, msm frente ao Cavs do LeBron em sete jogos.

      Sobre título da NBA, só não digo que possui as mesmas condições devido ao fato de que do outro lado está uma das melhores equipes da história. Mas, dá pra levar pra sete jogos a série com eles tbm, hein…

      • Acho difícil o Celtics passar pelo Cavs em um possível final de conferência. Mas vamos ver como a equipe se porta com a adição de Horford.

        • João Paulo Mota

          Difícil é, sobretudo por um tal de James que joga por lá. Mas o Celtics já reúne condições pra bater de frente com eles, diferentemente do ano passado, que nem contra os Hawks foi possível passar. Se vai ganhar ou não, num eventual encontro, aí é do jogo. Mas eu creio que iria pra 7 jogos, hein… rsrs.

          • Hawks o jogo casava mesmo.

  • Bruno Macedo

    Quarta colocacao no leste, chegada do horford vai melhorar mais ao meu ver não vai ser melhor que o Hawks e o Raptors q vai continuar em cima.

  • Kaio_

    2º ou 3 º do leste .. boa analise.

  • Celtics deve ficar mesmo entre segundo e terceiro na conferência.
    Passar da primeira fase do playoff é o que se espera.
    Chegar a final da conferência é lucro e chegar a final da nba é bem improvável.

    O time já se colocou em condições de ser competitivo la no topo, mas o processo de reconstrução ainda não terminou. Ele termina no ano que vem.

    Ano que vem o Celtics tem uma escolha top do nets (que pode até ser a first) e ainda tem espaço no CAP pra dar mais um contrato máximo pra alguém.

    Ou seja…no ano que vem se tudo der certo, o Celtics vem pra ser um dos favoritos reais ao titulo

    • Henrique

      Daniel, o processo de reconstrução, na minha visão, acabou. O Celtics hoje não está mais se reconstruindo, o time já tem base. Ano que vem esperamos (me incluo como torcedor celta) a cereja do bolo, o acabamento final para que a equipe volte a disputar títulos (que esperávamos ser Durant este ano). De resto, concordo totalmente com você.

      • Felipe Rodrigues

        Realmente ja temos uma otima base então não sera mais reconstrução, concordo com vc o que nos falta é o acabamento, que virá na proxima temporada se tudo der certo.

  • Felipe Monteiro

    Minha previsão:

    Boston Celtics: 2º lugar

  • Leo R.

    Difícil cravar uma posição final, mas creio que fique entre terceiro e quinto, disputando com times já consolidados como Hawks e Raptors, além do forte Pacers.

    Um Griffin ou um Hayward da vida em Boston ano que vem e o time seria favorito a final de conferência junto ao Cavs.

  • Felipe Rodrigues

    Esse ano da pra brigar por mando de quadra com certeza, e obviamente esperamos passar ao menos para a segunda rodada dos playoffs.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados