logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 30 nov 2016 às 18:46
Dezenove e cinquenta e nove

Ricardo Romanelli comenta a grande temporada de Russell Westbrook

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Romanelli

Dezenove minutos e cinquenta e nove segundos. Esse foi o tempo que Russell Westbrook demorou para marcar seu mais recente triple-double, na última segunda-feira em vitória do Oklahoma City Thunder sobre o New York Knicks.

Foi o 45º triplo duplo da carreira do armador – o oitavo da temporada e o terceiro consecutivo (poderia ser o quarto, mas faltou uma assistência na derrota para o Sacramento Kings no último dia 23). Até agora, Westbrook vem tendo médias de 31 pontos, dez rebotes e 11 assistências. É isso mesmo que você leu: ele está tendo um triple-double de média.

Oscar Robertson, todos sabemos, foi o único jogador a ter média de triple-double por uma temporada inteira – feito alcançado na campanha de 1961-62, quando o basquete era outro. Que Westbrook esteja registrando números perto deste patamar na NBA moderna é algo verdadeiramente impressionante. Que este seja o terceiro ano consecutivo em que ele cada vez mais eleva o próprio patamar chega a ser quase inacreditável.

Com a saída de Kevin Durant para o Golden State Warriors, todos tinham certeza do que aconteceria. Westbrook seria agora o dono inconteste do time e ele encararia de frente a NBA inteira com tudo que pudesse. O que surpreendeu muita gente é que ele pode fazer tanto.

O time do Thunder é, convenhamos, bastante limitado. Victor Oladipo seria, no máximo terceira opção ofensiva num bom time de playoffs. No Thunder ele é responsável por ser o segundo homem na hierarquia, e ainda não tem maturidade suficiente para esse papel. Faz o que pode, mas deixa a desejar. O resto do time é muito mais vontade do que talento. Falando o português claro, não existe qualquer jogador no elenco do Thunder que atualmente esteja sequer próximo ao nível de Russell Westbrook.

E mesmo assim ele continua fazendo uma campanha incrível, onde além das médias incríveis, mantém o time firme na briga por uma boa vaga nos playoffs, atualmente ocupando a liderança da divisão do Noroeste (na frente de Portland Trail Blazers e Utah Jazz), e o sexto lugar da conferência Oeste.

Após o ocorrido com Durant, Westbrook quis demonstrar lealdade e assinou uma extensão contratual que deu ao Thunder tranqüilidade para montar o elenco em torno dele. Agora, vem mostrando em quadra que mesmo sem Durant é capaz de ser candidato ao prêmio de MVP da liga. Com isso, ao mesmo tempo que manda ao Thunder um recado para que melhorem o elenco em torno dele, também deixa claro aos outros times da liga que, caso o Thunder falhe em construir um elenco vencedor, ele seria peça boa o suficiente para elevar qualquer franquia ao patamar de campeão.

Westbrook

Sim, esse é o nível que Westbrook atingiu. Mesmo depois de tantas performances incríveis, segue criticado por muitas pessoas que não entendem seu jogo intenso e o confundem com afobamento e más decisões. Essas pessoas estão erradas. Westbrook, assim como tantos grandes nomes da história do esporte, se pauta por seu próprio ritmo.

Não se dobra a regras e convenções pré-estabelecidas. Ele as quebra e estabelece suas próprias. Esse é o roteiro que muitas lendas do esporte seguiram no passado. Não vou citar nomes para não gerar comparações indevidas, pois o que estou relacionando é a mentalidade desses jogadores com a de Westbrook, e não sua habilidade – por mais que ele não deva ser subestimado por jogador nenhum da atual NBA neste quesito.

Na atual batida, o Thunder faz campanha para algo em torno de 45 a 48 vitórias, o que é uma marca incrível para um time que perdeu um ex-MVP e estrela da companhia depois de uma derrota marcante nos playoffs. Westbrook, por sua vez, poderia alcançar um número surreal de triple-doubles caso continue neste ritmo. É difícil apostar com base somente no que aconteceu até agora, mas se mantiver esta projeção estatística poderíamos pensar em mais de 30 triple-doubles numa temporada. É algo surreal.

E lembremos que o último deles ele alcançou em apenas dezenove minutos e cinquenta e nove segundos. Existem, ainda, aqueles que criticam Russell Westbrook por não ser um armador tradicional. Estes ele cala com os triple-doubles, e com a certeza de que, realmente, não é um armador tradicional. É muito mais que isso.

  • #TheBrodie

    Eita.Que homem esse Ricardo,que homem! (hetero)
    Faço do seu texto o meu comentário. https://uploads.disquscdn.com/images/11b35edfa658ae375ac396f9478e2c14fb240d5ba26c8b8a9f447c6e526b98b9.jpg

    “Existem, ainda, aqueles que criticam Russell Westbrook por não ser um armador tradicional. Estes ele cala com os triple-doubles, e com a certeza de que, realmente, não é um armador tradicional. É muito mais que isso.”

  • Paulo Victor-⚡⚡⚡

    Sem falar que ele lidera a NBA em pontos salvos na defesa

  • Donovan- Best Coach in the NBA

    MVP!!!!!

  • WESLEY

    MVP, Ele Merece Muito

  • Que texto, que jogador, que HOMEM (hétero) esse Westbrook.

    Ele está fazendo milagres em um time HORROROSO que, devido a imensa temporada que faz, parece menos pior do que de fato é.

    Westbrook está fazendo uma temporada histórica em uma temporada que por si só já é histórica. Vários jogadores fazendo a temporada da vida deles (Derozan, A. Davis, Giannis), o nível da NBA excelentíssimo e grandes jogos.

    Somos muito sortudos por estar acompanhando a temporada 2016/2017 da NBA, onde teremos o 2° MVP do OKC.

  • Edson Eu

    (…)” vem mostrando em quadra que mesmo sem Durant é capaz de ser candidato ao prêmio de MVP da liga.”
    Mas é justamente pela ausência de Durant que ele pôde fazer o que está fazendo… não tem sentido evocar um “apesar de você” nesse caso. Isso só prova que a decisão do Durant foi benéfica pra ambos.

    • Claudio R.

      verdade…

  • Claudio R.

    Provavelmente terminará a temporada com numeros de triple-double ou muito proximo dele de media, (acho eu) provavelmente levará o time aos offs com a quinta, sexta ou setima vaga, tem grande chance de ser o MVP, que é algo que ele quer, mas Certeza absoluta que não será MVP finals(que é o mais dificil dos premios individuais) e cairá (pra mim) na primeira rodada(se for aos offs). O que não é demerito nenhum a ele…. O que é incrivel, é saber que ainda existe 3 jogadores melhores que ele na liga, apesar dele já ser monstruoso… Isso sim é um grande orgulho pros outros três… Torço muito pra que ele seja campeão um dia(não hj rsrsr), mas não queria que ele fosse MVP….

  • Vem jogando sozinho, se conseguir levar o Thunder a quarta campanha, fará estragos pós temporada!

  • Igor Pereira

    Merece o MVP sim!!!
    Vejam alguns números de sua temporada.

    Points per game: 31,2 (2)
    Rebounds per game: 10,5 (11) – Número 1 nos armadores;
    Assists per game: 11,3 (2);
    Most total points: 623 (1);
    Active triple double leader: 46 (1);
    Highest score game: 51 (1);
    Most assists in game: 17 (1);
    Free throw made: 8,7 (2);
    Efficiency: 33,4 (2);

  • Para os que criticam o Westbrook por não ser um armador tradicional, eu sugiro a leitura de um artigo daqui mesmo do Jumper, sobre a evolução do armador. Sem contar que Irving, Curry e Lillard, também não são armadores tradicionais, e ninguém fica de implicância com eles.

    Outra questão é o FG%, Westbrook tem recebido muitas críticas por seu aproveitamento nos arremessos, e quem faz essas críticas provavelmente não assiste aos jogos do Thunder. A equipe não tem nem mesmo UM arremessadores confiável de longa distância, essa carência força o Westbrook e tentar preencher essa lacuna, mas Westbrook nunca foi um exímio arremessador de 3PT, sendo o excesso de bolas de 3 prejudiciais ao seu FG%. E ofensivamente o time no geral é limitado, tem que forçar mesmo. É mais provável o Westbrook converter o arremesso mesmo com marcação tripla, do que o Roberson acertar mesmo estando livre.

  • MDias

    Esqueceram de colocar os TO do tartaruga ninja..

  • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

    é o melhor two way player da liga sem duvidas

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados