logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 dez 2016 às 11:08
O enigma de Cousins

Ricardo Romanelli apresenta possibilidades de troca envolvendo o polêmico pivô

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Redação Jumper Brasil

Não é de hoje que Demarcus Cousins é um dos principais enigmas que intriga executivos ao redor da NBA. Ao mesmo tempo em que é, possivelmente, o pivô com melhor repertório ofensivo da liga, também é uma das personalidades mais complexas e explosivas que os vestiários da NBA atualmente abrigam.

Com médias acima de 28 pontos e dez rebotes, Cousins é um pivô como poucos na era do small ball. Aos 26 anos de idade e fazendo a sétima campanha na NBA, deveria estar já num estágio onde não pairam dúvidas sobre sua habilidade e capacidade de ser o ponto focal de um time campeão. Justamente por isso não ter acontecido é que ele virou o grande enigma da liga.

Os problemas começaram logo na segunda temporada. Depois de uma bela temporada de estréia, Cousins começou a se desentender com o então técnico do Sacramento Kings, Paul Westphal, que disparou contra o pivô, afirmando que ele não estava disposto a embarcar no mesmo sentido que a filosofia da equipe. Na seqüência, noticiou-se que Cousins desejava ser trocado, e pouco tempo depois Westphal foi substituído. Até o final de seu terceiro ano, o pivô se envolveu em mais polêmicas. Foi suspenso por confrontar o comentarista Sean Elliot de maneira hostil, e em dezembro de 2012 foi suspenso por tempo indeterminado pelo Kings por “conduta não-profissional e prejudicial à equipe”. A suspensão durou dois dias.

Nos três anos seguintes ele se envolveu em menos confusões que resultaram em suspensões, mas apesar da melhor produção em quadra, a eletricidade e tensão continuavam a mandar no vestiário do Kings. O técnico George Karl chegou e foi demitido sem conseguir estabelecer uma boa relação com o pivô. Diversos atletas passaram pelo elenco do Kings nesses anos, e o GM Vlade Divac não conseguiu montar um time vencedor, que apagaria todas as dúvidas e ressentimentos entre pivô e franquia.

Agora, o Kings está numa encruzilhada. Cousins está tendo a melhor temporada da carreira, e tem construído uma excelente relação com Dave Joerger, que também é um dos poucos técnicos na liga que ainda preza o basquete jogado através dos pivôs em detrimento do small ball, o que faz dele o treinador perfeito para Coustins. Por outro lado, o time está muito atrás na tabela para sonhar com uma vaga nos playoffs, e alcançar equipes como Portland, Utah ou Oklahoma City parece ser um sonho impossível no momento.

No começo do ano, Cousins chegou a ser especulado no Cleveland Cavaliers, no San Antonio Spurs e no Golden State Warriors. No Cavs, o pacote seria montado em torno de Kevin Love. Aí Love resolveu ter a melhor temporada com a camisa do Cavs, e duvido muito que após esta subida de produção do ala-pivô a equipe de Cleveland queira mexer com o entrosamento de seu time campeão. No Warriors, a mesma máxima procede, sem contar que um pivô dominante como Cousins alteraria toda a dinâmica da equipe.

O Spurs, por outro lado, poderia ser uma situação interessante. Um técnico como Gregg Popovich, um sistema forte como o do Spurs, e um time que historicamente tem sucesso com grandes pivôs poderia ser a situação ideal para Cousins. Um bom comandante consegue controlar qualquer personalidade difícil no vestiário. É só lembrar o trabalho que Phil Jackson fez com Dennis Rodman e Metta World Peace (na época, Ron Artest). Chegaram a especular que o pivô poderia ir para o L.A Clippers em troca de Blake Griffin, mas com o excelente começo do Clippers e polêmicas passadas envolvendo Cousins e o armador Chris Paul, nada deve acontecer.

E é aí que as opções começam a ficar difíceis para o GM Vlade Divac. Se nas equipes com os melhores atletas da liga uma negociação é difícil, o que o Kings poderia conseguir com outros times? Pouco. Trocar Cousins neste momento com certeza traria ao Kings poucos ativos comparáveis. É por isso que, apesar de toda a especulação, acho difícil que ele seja negociado agora. Além da atual, ele tem mais uma temporada em seu contrato. Acreditaria mais numa troca dele na offseason, caso até lá os problemas continuem e o Kings não consiga melhorar o elenco em torno dele.

Apesar disso, em breve (15 de dezembro) os jogadores que assinaram contrato na offseason já podem ser trocados, e isso sempre deixa o mercado de trocas mais movimentado.

Por fim, apesar das especulações, acredito que a gravidade dos problemas de Cousins não é tão grande como se alardeia, e que isso seja apenas um esforço de executivos de outras equipes para denegrir a imagem do pivô e com isso baixar seu valor de mercado para uma futura negociação. Ele é o tipo de atleta que toda equipe com um técnico forte e que precisa de uma estrela para liderar o time deseja.

Recentemente, Cousins falou que adoraria jogar com John Wall e Eric Bledsoe, seus ex-companheiros no basquete universitário. Os dois armadores, especialmente Wall, estão em situações ruins sem muita perspectiva de futuro. Quem sabe, num futuro próximo, numa NBA onde a autodeterminação de jogadores fez nascer uma liga de panelas e conchavos, não tenhamos um novo supertime?

  • Yan Alves #Suns

    Suns tinha que ir atrás dele!

    • Jefferson Cavalcanti

      Dificilmente eu discordo de você. Essa vez é uma delas.

      Em um time que teve problemas com o Markieff Morris, imagine o mimado do Cousins, sai fora.

      • Yan Alves #Suns

        To apostando na amizade dele com o Bledsoe, essa parceria iria render hahah. Tá tão dificil achar um PF nessa liga, que eu eu tentaria esse risco. Não vai vir ngm melhor, e nem no draft que vem tem Pf bom tbm..

  • Alex Alves

    Sempre é vinculado ao Celtics, e realmente seria um ótimo encaixe a questão é o valor que Divac irá pedir.

    • Luis Gustavo

      o celtics daqui a pouco traz o big four do gsw soh de acordo com os rumores kk.Contando os rumores todo mundo ja jogou no Celtics

      • #NationWins

        na transmissão da espn terça falaram de rumores de troca entre a 3ª pick desse draft pelo Butler… aparece muitos rumores envolvendo o Celtics e no fim das contas nada de mais rola

        • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

          entao pq vcs se preucupam tanto em comentar esses ” rumores” ?. n entendo vcs

  • – Tiago

    Vem ser feliz no Bullsão da massa Cousins

  • King Cuban

    Estatisticas Vazias… prefiro tankar que continuar longe de ser horrivel e a anos luz de ser bom com o Rei das estatisticas vazias… jogador problematico nos Mavs já bastou o Rondo e Lamar Odom….

    #SufferHellforMarkelle #FallforBall #SinkLikeVeniceforDennis #BeVileforJackson

    • Mavscelo

      Vc não quer comparar Rondo e Odom com o Cousins, né? Cousins tem muito mais potencial que esses dois citados juntos.

      • Felipe Monteiro

        Rondo:
        NBA champion (2008)
        4× NBA All-Star (2010–2013)
        All-NBA Third Team (2012)
        2× NBA All-Defensive First Team (2010, 2011)
        2× NBA All-Defensive Second Team (2009, 2012)
        3× NBA assists leader (2012, 2013, 2016)
        NBA steals leader (2010)
        NBA All-Rookie Second Team (2007)

        Odom:
        2× NBA champion (2009, 2010)
        NBA Sixth Man of the Year (2011)
        NBA All-Rookie First Team (2000)

        Cousins:
        2× NBA All-Star (2015, 2016)
        2× All-NBA Second Team (2015, 2016)
        NBA All-Rookie First Team (2011)

        Cousins ainda tem um longo caminho a percorrer na NBA. Nem em pensamento ele pode ser taxado como melhor que Rondo. Do que o Odom caberia até uma discussão. Mas os 2 anéis de Lamar pesa muito mais do que a rebeldia e o jogo sujo do BOM pivô de Sacramento.

        Ao final da carreira, posso até mudar de opinião. Mas nem fudendo que ele é melhor do que Rajon…

  • Pedro Ferreira

    É craque, se tivesse um pouco mais de calma seria mais excepcional ainda

  • Marcelo Antônio

    Nunca vai ser um líder, não esperem isso dele.
    Se tivesse um porte de liderança , como os principais jogadores da liga, o Kings já teria ido aos playoffs.

  • Melhor pivô. Sou fã desse cara.

  • Gabriel De Oliveira Meira

    Poderia jogar aqui no Clube da UFMG , no CEU, como o nome já fala é bem preparado para todos os diabos… Cairia como uma luva e não existe braveza que um CEU não acalme….

  • Rafael Al

    Cousins é foda mete a mala rs ! e é o melhor center da liga

  • Claudio R.

    Pra mim, a melhor opção do Cousins é Phoenix, e Boston, são times em desenvolvimento mais consolidado, tem boas peças de trocas e jogadores chave que podem parear com ele e dá liga, acho que uma Troca de Alex Len + Brandon Knight + Dragan Bender + pick por ele, daria um belo time com ele o booker e o Bledsoe… a outra seria o Celtics mandar o Jaylen Brown + joe Crowder + smart + pick alta e pareava ele com Isaiah e Horford, daria um belo up no time… enfim, a ultima opção é o Sacramento conseguir trazer um allstar na offseason e trocar o Rude Gay por alguem bom…. enfim, do jeito que ta não da pra continuar…

  • Victor Chittolina

    Tem muito pra falar do Cousins, mas, no final das contas, se resume a uma palavra: mimado!

  • Brandow Guedes

    Sei lá, pra mim é de longe o melhor pivô da liga, gostaria bastante que ele fosse mt mais além na carreira, com MVP ou algo grande mas ao mesmo tempo, é complicado pelo fator cabeça dele. Entra ano sai ano, suas estatisticas aumentam, ele se aperfeiçoa mas não leva o Kings p frente e como o artigo diz, com os times teoricamente denegrindo a imagem dele e com toda a bagunça dos bastidores do Kings, é complicado ver um futuro pra ele em Sacramento. Seria legal ver ele nos Spurs, ele com Kawhi daria uma dupla foda e aumentaria ainda mais a concorrência do Oeste. Muito talento sendo jogado no ralo

  • Jean carlos

    Acho que no Spurs seria um desastre no que toca a relacionamento técnico/jogador. Pop tem um estilo durão e acho que Cousins num ia ” obedecer ” mansinho assim não. Ele disse esses dias que estava feliz no Kings e agora na matéria acima diz que ele e o técnico estão se dando bem. Não sai do Kings tão fácil assim. Acho que ele encontrou o ambiente que precisava dentro da própria franquia. O que falta ao time são peças novas e tirar caras como o Rud Gay que já declarou N vezes que queria sair.

  • MDias

    Pode ter um incrível repertório e tal mas não tem perfil de liderança. Não tem condições nenhuma de ser FP de franquia nenhuma. Ele precisa ter um técnico estilo Pop e um líder dentro dos vestiários que bata de frente com ele. Só assim ele vai deixar de ser esse Zé ruela que é.

  • Danilo Veroneze #GreenRunsDeep

    spurs melhor cenario pra ele virar gente

  • Jefferson Cavalcanti

    Ultima chance do Kings conseguir algo bom com o Cousins é agora, ele só tem contrato até 2018.

    E já deu, o Cousins com 26 anos ainda é aquela criança que chora no supermercado se a mãe não compra o cereal que tem na embalagem a foto do Batman.

    Sempre que eu lembro do Cousins eu penso nas crianças de 3 anos que batem na cara da mãe e ela acha isso engraçado.

    Apesar de tudo isso vale a pena apostar nele porque o talento desse rapaz é enorme, mas tem que ser uma franquia modelo, nível Spurs, se não ele continuará fazendo as suas merdas.

  • Joana

    Não tem nada de melhor pivô da liga. Tanto no texto como nos comentários podemos ver diversos analistas de boxscore que não devem vê-lo jogar.

    Ele tem números muito expressivos simplesmente por ser fominha.

    No geral, ele ainda está muito abaixo de Gasol, Whiteside, Drummond e DeAndre.

  • Vince Mendes

    No spurs o Popovich é muito linha dura, as vezes ate escandaloso quando um jogador faz algo errado nao sei se o Cousins do jeito que é fominha e esquentado iria aceitar numa boa talvez teria ate mais atritos

  • Mavscelo

    Cousins caberia bem ao Mavs, caso Dirk se aposente já em 2017. Cuban tornaria ele o rei de Dallas. A pick top 3 do Mavs + Matthews seria uma boa, talvez.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados