logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 1 jan 2017 às 23:12
Na prorrogação, Hawks supera Spurs em casa e vence a terceira seguida

Rodada de domingo ainda contou com vitórias de Pistons, Pacers, Blazers e Raptors

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

(27-7) San Antonio Spurs 112 x 114 Atlanta Hawks (18-16)

Em um confronto marcado pelo equilíbrio e com direito a prorrogação, o Atlanta Hawks superou o San Antonio Spurs em casa por 114 a 112 e alcançou sua 18ª vitória na temporada. Paul Millsap e Tim Hardaway Jr – este igualando sua maior marca na carreira – foram os grandes nomes dos donos da casa. Pelo lado da equipe de San Antonio, o ala Kawhi Leonard voltou às quadras com minutos limitados após dois jogos de fora por conta de problemas estomacais. Os destaques do Spurs foram LaMarcus Aldridge e Tony Parker.

O jogo iniciou com os visitantes jogando melhor. Nos primeiros minutos a defesa do Spurs funcionou bem, fazendo com que abrissem de cara 8 a 2. Mesmo atrás durante todo o período, os anfitriões reagiram no duelo e cortaram a diferença para somente uma posse de bola ao final do primeiro quarto, com o placar apontando 27 a 25 para os texanos.

No segundo período a boa sequência do Hawks continuou e com três bolas de três pontos seguidas, os donos da casa abriram nove pontos, forçando um pedido de tempo do técnico Gregg Popovich. Pausa que rapidamente surtiu efeito, com o time de San Antonio equilibrando mais uma vez as coisas. O cenário de igualdade manteve-se até o final do quarto, com as equipes indo para os vestiários com o Spurs vencendo por 46 a 44.

Na volta para a segunda etapa de partida, a diferença no placar permaneceu em apenas uma posse de bola até a metade do período. Sob o comando de Manu Ginobili, os visitantes engataram uma boa sequência e conseguiram abrir dois dígitos de vantagem. No entanto, o Hawks remou para cortar a desvantagem e outra vez com três tiros de três pontos consecutivos, os anfitriões foram para a última parte do confronto perdendo por cinco.

No quarto final, o panorama da partida continuou o mesmo. A pequena liderança do Spurs rapidamente foi embora e o Hawks brigava posse a posse pela frente no marcador. Quando o técnico Mike Budenholzer pediu tempo faltando pouco mais de um minuto para o fim do duelo, a liderança do adversário era de três pontos.

Paul Millsap converteu uma bandeja e cortou para um ponto. Nos dois próximos ataques ambas as equipes erraram o arremesso. Kawhi Leonard entrou no jogo e acertou dois lances-livres aumentando para três a dianteira, com dez segundos para o fim. Tim Hardaway Jr. guardou um tiro de três pontos e empatou a partida para o Hawks com três segundos no cronômetro. Leonard recebeu um passe lateral, cortou para dentro e arremessou na cabeça do garrafão, a bola chorou no aro mas não caiu, levando o confronto para a prorrogação.

Empolgado pela cesta de três nos últimos segundos do jogo, o Hawks veio para o tempo extra mais ligado na partida e na metade do tempo adicional, a diferença era de seis pontos, obrigando o pedido de tempo de Popovich. A parada deu resultado e aos poucos o Spurs foi cortando a distância e com um tiro de três de Leonard, o jogo estava novamente empatado com 34 segundos para o fim.

Hardaway Jr converteu um lance-livre e os anfitriões conseguiram pegar um rebote ofensivo que resultou em mais um ponto de Dennis Schroder, deixando a diferença em dois com quatro segundos para o final. Leonard recebeu o passe na lateral, foi para a infiltração, mas errou a bandeja que seria a da vitória dos texanos, sacramentando o triunfo dos donos da casa.

San Antonio
LaMarcus Aldrige: 27 pontos, 13 rebotes, três tocos
Tony Parker: 22 pontos, seis assistências
Pau Gasol: 18 pontos, nove rebotes
Kawhi Leonard: 13 pontos, quatro rebotes
Manu Ginobili: dez pontos

Atlanta
Paul Millsap: 32 pontos, 13 rebotes
Tim Hardaway Jr: 29 pontos, cinco rebotes
Dennis Schroder: 16 pontos, dez assistências
Kyle Korver: 14 pontos, oito rebotes, quatro assistências


(16-20) Detroit Pistons 107 x 98 Miami Heat (10-25)

Detroit:
Reggie Jackson: 27 pontos, quatro assistências
Andre Drummond: 25 pontos, 18 rebotes
Kentavious Caldwell-Pope: 23 pontos, seis rebotes, cinco assistências
Tobias Harris: 17 pontos, sete rebotes
Marcus Morris: 11 pontos

Miami
James Johnson: 20 pontos, sete rebotes
Wayne Ellington: 18 pontos, quatro rebotes
Josh Richardson: 14 pontos, oito assistências
Tyler Johnson: 11 pontos, cinco assistências
Derrick Williams: dez pontos, seis rebotes


(15-19) Orlando Magic 104 x 117 Indiana Pacers (16-18)

Orlando
Nikola Vucevic: 18 pontos, 11 rebotes
Serge Ibaka: 17 pontos, seis rebotes
Jeff Green: 17 pontos
Aaron Gordon: 13 pontos, seis rebotes
Jodie Meeks: 11 pontos

Indiana
Myles Turner: 23 pontos, 12 rebotes
Paul George: 19 pontos, cinco rebotes
Aaron Brooks: 14 pontos
Jeff Teague: 12 pontos, nove assistências
Al Jefferson: 12 pontos
Thaddeus Young: dez pontos


(15-21) Portland Trail Blazers 95 x 89 Minnesota Timberwolves (11-23)

Portland
C.J. McCollum: 43 pontos, cinco rebotes, três roubadas de bola
Mason Plumlee: 18 pontos, oito rebotes
Evan Turner: 11 pontos, quatro tocos
Allen Crabbe: dez pontos, oito rebotes

Minnesota
Andrew Wiggins: 24 pontos, cinco rebotes, cinco erros de ataque
Zach LaVine: 13 pontos
Gorgui Dieng: 12 pontos, nove rebotes
Shabazz Muhammad: 12 pontos, seis rebotes
Karl-Anthony Towns: 11 pontos, 13 rebotes, seis assistências
Kris Dunn: 11 pontos, quatro assistências, três tocos


(23-10) Toronto Raptors 123 x 114 Los Angeles Lakers (12-25)

Toronto
Kyle Lowry: 41 pontos, nove rebotes, sete assistências
DeMar DeRozan: 31 pontos
Jonas Valanciunas: 14 pontos, dez rebotes
Terrence Ross: 11 pontos, cinco rebotes

Los Angeles
D’Angelo Russel: 28 pontos, quatro rebotes, cinco assistências
Nick Young: 26 pontos
Julius Randle: 15 pontos, nove rebotes, seis assistências, três roubadas de bola
Thomas Robinson: 12 pontos, nove rebotes

  • The Point-GOD

    Ofensivamente cj mcollum tem muitos recursos se for mais consistente e melhorar a defesa vai ser um all-star

  • Gustavo

    Lakers resolveu que não vai abrir mão assim tão fácil desse draft

  • 76

    Lakers entrou no modo tank kkkkkkkkkkk

    OFF:
    Aarão Rogério vc é espetacular. MVP!! MVP!! MVP!!
    Respeitem o maior campeão da NFL.

    • Marcelo Antônio

      Aaron The Surgeon Rodgers !

    • MarceMITO HU3rtas

      Não botam Huertas pra jogar, fica dificil mesmo

  • drakes

    Mais uma vez na história, as duas mais tradicionais franquias L.A e Boston brigam pela melhores posições no draft para escolher um novato, a vantagem do Lakers é que o destino está nas suas mãos de errar as cestas, enquanto o Celtics tem que torcer para os jogadores do Nets não acertar, que destino miserável da equipe de Massachusetts que acabando a regular ainda estará nos playoffs podendo estar até o momento do sorteio dividindo suas preces os verdes esperando que venham as peças para rivalizar com Lebron team, enquanto isso os laranjas descansam, pensam na próxima temporada quem estará no draft.

    • Augusto 2009 ☔☔☔☔

      Bom pelo menos os 17 tem um armador n precisaram morrer no draft todos esses anos pra ver um cara acerta um Air ball na última bola do game o futuro deles ta logo ali

  • Gabriel Pereira Barbosa

    Devin Harris já foi All-Star
    ponto

  • #TheBrodie

    Logo após a espn divulgar a notícia de que o Hawks começou a ouvir propostas pelo Millsap,o cara vai lá e manda bem hueheue

  • #TheBrodie

    Esses sites gringos do Thunder são mt puxa sacos do Donovan. Já tão querendo por o cara na briga pelo Coach of The Year. Isso é um insulto ao prêmio

  • Galvão 🔥 #HEATisOn #305

    Parece que a reunião entre os jogadores que o Pistons fez, em que fizeram criticas a maneira como Reggie vem jogando de forma individual ainda está sendo digerida. Pq ele faz o jogo todo pra ele e o resto de se vire, e quando a bola não é nele o cara não faz o mínimo de esforço para se movimentar, com uma baita birra. KCP muito pelo contrário, é um jogador que dá gosto de ver!

    O Heat começou muito bem o jogo, pouquíssimas jogadas quebrando, todos rendendo bem até vir o 3ºQ com reservas dos reservas (já que Winslow, Dragic e Whiteside não jogaram) mais tempo que o normal em quadra. Se isso não for o tank eu não sei o que é.

    • #TheBrodie

      o q vai ter de time atrás do KCP na FA…

      • Galvão 🔥 #HEATisOn #305

        Ele vai ser restrito né?

        Que jogador incrível! Eu se fosse um GM iria atrás dele na hora.

        • #TheBrodie

          sim.RFA. Já da pra ver que vai vir aquele contrato máximo

  • Rafael Victor

    Kawhi vinha fazendo uma péssima partida, errando a maioria dos arremessos, enquanto que o LaMarcus fazia uma das melhores partidas desde que chegou no Spurs, mesmo assim, na hora da definição da última bola, ela foi pro Kawhi!

    O Parker falou que queria o LaMarcus mais agressivo e com mais responsabilidade, só que ontem não confiaram e não deram a oportunidade pra que isso acontecesse!

  • drakes

    Eu não entendo a notícia que o Hawks quer trocar o Millsap, eles estão a 1 vitória do líder de divisão (Hornets), tem vitórias contra os times top do campeonato ( Cavs, Raptors, Spurs,, Houston, Thunders),

    Nessa altura do campeonato, um time sair da posição deles e tankar dificilmente eles ficam abaixo da oitava pior campanha até por que tem ali times de baixo vão começar a sentir pressionados a manter sua posição de top draft e vão sentar jogadores até com problema capilar.

    • Doug

      Cara, pra mim é o seguinte (sei que o Rodrigo Hawks não vai gostar disso, mas é a minha opinião): o Atlanta já chegou ao seu limite com esse plantel e não vai passar disso…e isso já vem de umas três ou quatro temporadas…está bem claro, ao menos pra mim…é certo que Paul é o cara desse time, mas não conseguiram ir além do que os Hawks já apresentaram…ademais, ele já conta com 31 anos e seu salário é o 29º da liga ($21,472,407 para 2017)…ou seja, precisam abrir espaço no CAP para remodelarem o time e pensarem em um futuro…então, pra mim, é isso…Howard não surtiu e nem surtirá o efeito talvez imaginado…ainda, eu me pergunto de que adiantaria ir aos offs, já contando com uma eliminação bem provável, se, por exemplo, mesmo quando voaram na temporada passada, tiveram uma participação pífia na pós-temporada…eu não vejo mais futuro nesse time que aí está, com exceção do Schroder e outros poucos, então acredito que esse seja o caminho natural das coisas…são necessárias mudanças extremas…

  • Rafael Victor

    Kris Dunn deixou o Napier sem pai, nem mãe, nessa jogada!

    https://www.youtube.com/watch?v=OLgcxSQm1BU

  • Marcelo Antônio

    Clippers na sétima colocação da conferência. Cheiro de rebuild ao final da season.

  • Pedro Ferreira

    Richardson continua evoluindo, será um grande jogador!

  • drakes

    A questão draft forte também é quantos europeus podem ficar na Europa em Stash.

  • Sanliv

    Como eu já tinha dito antes, Lakers vem para ter a pick. No mais, Lowry vem jogando uma barbaridade ultimamente, mais um PG na briga pelo All-Star do leste (Irving, Isaiah, Wall, Kemba), e finalmente uma boa partida do D’Lo

  • Marcelo Antônio

    Race To MVP do nba.com :
    1 – Russ West ( ganhou uma posição )
    2- James Harden ( perdeu uma )
    3 – Futuro GOAT
    4 – Durântula
    5 – Kiwhi ( pra mim, deveria estar abaixo )
    6- Curry ( pra mim, deveria estar abaixo )
    7- Putão ( ganhou uma )
    8- DeRozan ( perdeu uma)
    9- Butler ( era um not ranked )
    10- Isaiah Thomas ( era um not ranked )

    • Doug

      Olha esse Puto entre os 10…que ousadia…monstro esse moleque…muita saúde para ele…

      • Marcelo Antônio

        Se jogasse nos Lakers ou em Boston tava no top 6.

    • #TheBrodie

      esse aí é da semana passada,não?

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados