logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 23 jan 2017 às 19:32
Dez anos e muito obrigado

Jumper Brasil completa dez anos de existência

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

Era dezembro de 2005, eu acabava de retornar dos Estados Unidos, onde morei por aproximadamente um ano, e o Orkut tinha comunidades de basquete. Algumas interessantes, outras nem tanto. Eu comandava a NBA Brasil, com mais de 40 mil membros. Não tinha ideia do que estava por vir.

Cheguei sem a menor pretensão, sem a noção do que poderia fazer. Afinal de contas, a empresa onde eu trabalhava (Varig) estava naquele momento “fim de festa” e já havia fechado seus escritórios em minha cidade. O que fazer, então? Trabalhava apenas como temporário em agências (de publicidade e turismo). Mas ainda queria fazer algo que eu realmente gostasse. Algo que me tirasse o sono. Precisava daquilo.

Um dia, alguns amigos da NBA Brasil me chamaram para fazer um blog. Éramos seis, com foco em diversos esportes. Logo, Seis na Área. Durou pouco tempo. Foi para dar um pontapé naquilo que eu realmente estava buscando.

O Tiago Vasconcelos, então um adolescente de Maceió, fã de basquete, me fez o favor de deletar uma das minhas comunidades com tópicos de cada franquia. Eu queria ir na cidade dele só pra dar uns cascudos nele. Filho da mãe! Mas nós éramos muito amigos. Conversávamos todos os dias no finado e saudoso MSN.

Ele era um sujeito visionário. Lá pelos 15, 16 anos, gostava de acompanhar NBA pelo Draft Brasil. Eu, nem tanto. Nada contra o Menta (Rafael Menta), que é super gente boa. Mas tinha que cuidar da NBA Brasil no Orkut. Então, o Tiago me deu a ideia de montar um site sobre o assunto. Ele faria toda a parte estética da coisa, iria configurar tudo para que eu gerenciasse um grupo de pessoas e escrevesse. Tudo bem. Vamos nessa.

Inicialmente, o nome era NBA Jumper. Era um blog acanhado e até feio visualmente. Culpa do Tiago. Mas quem se importava? Nós trazíamos notícias quase imediatas da NBA em português e criei algo que utilizamos até hoje, o resumo da rodada, com aquele mini box score.

Imagine só. Um ano depois que cheguei, depois de conversar muito com algumas pessoas, finalmente resolvemos criar o Jumper. E do grupo inicial, Ricardo Stabolito e Gustavo Lima seguem por aqui. Outros, como Guilherme Gonçalves e Ricardo Romanelli, são articulistas, entre idas e vindas.

Em 2008, o Tiago montou um layout lindo e que funcionava bem. Cada time tinha sua logo, que trazia internamente notícias sobre eles. As primeiras publicidades, ainda que não rendessem quase nada, começaram a aparecer. O Jumper estava crescendo e já tinha lá suas 15 mil visitas diárias. Era assombroso para todos nós e, assim como as publicidades, apareceram propostas de venda de conteúdo.

Participamos do prêmio iBest, do iG, naquele ano. O mais legal é que não tínhamos ideia do que poderia acontecer. E fomos muito bem votados, tanto que só ficamos atrás do UOL Esporte, Grande Prêmio e do Globo Esporte na categoria Esportes. Já entre os jurados, ficamos com o segundo lugar. Sensacional!

Um dia depois do resultado, Gian Oddi, aquele mesmo da ESPN Brasil, me mandou um e-mail e, em seguida, me ligou. Ele era quem mandava no iG. O cara me ligou e eu não acreditava. Achei, inicialmente, que era um trote.

Não era.

Ele fez uma proposta e, por mais tentadora que fosse, eu tinha que conversar com o pessoal. Liguei para o Tiago, tremendo. Não lembro o que eu falei. Só sei que eu andava a sala toda enquanto ligava. Devo ter quebrado algum recorde de distância dentro de um imóvel, creio. Porém, como tudo tem um porém, recebi no dia seguinte outra proposta, mais abrangente, de um grupo de São Paulo, que investia na minha cidade.

Parecia revolucionário. Queriam 33% do Jumper, investiriam um determinado valor e, de quebra, criariam um site de vários esportes, com investimento pesado de um grupo de telefonia. Agradeci ao Gian e passei a bola para o novo sócio, que tomaria conta de tudo a partir daquele momento. Ledo engano.

Lembra daqueles patrocínios e do layout com as logos dos times? Pois é. A NBA não gostou muito daquilo.

Cara, não era para fazer barulho assim. O Jumper acabou incomodando a liga e, um dia antes de assinar o contrato, recebemos uma carta da NBA, exigindo a transferência do nome NBA Jumper e de todo o seu conteúdo para eles.

O então sócio não quis saber de briga e pediu para fazermos o que a NBA havia pedido para não criarmos problemas maiores.

Passamos todo o conteúdo de basquete para o Newsport, aquele site que o sócio deu. Mas ali, a coisa esfriou. O dinheiro da telefonia não chegava, já tínhamos cerca de 40 pessoas escrevendo nele e, para a surpresa de todos, a empresa fechou suas portas, deixando todos nós sem nenhum centavo. O Jumper foi para a UTI.

Não tínhamos mais nada, além de um layout escuro que fizeram naquela empresa. Precisávamos mudar tudo, mas como? Nem nome a gente tinha mais. Éramos do ex-NBA Jumper.

O Ricardo Stabolito tem um irmão, o Rodrigo, que também fazia parte da equipe. Numa daquelas reuniões intermináveis no Skype, ele sugeriu o Jumper Brasil. Gostei tanto da ideia, pois manteríamos parte do nome, que aceitei na hora.

Depois de cerca de três meses, voltamos com um grupo reduzido, quase sem esperanças de um novo contato com o iG. E não deu certo mesmo. O Gian disse que a empresa que controlava o grupo estava encerrando até as parcerias antigas e que nós não teríamos mais como acertar. Paciência.

Voltamos, no formato de blog. Funcionou bem, até que voltou a crescer e toda hora o Jumper caía. Um colega se propôs a bancar a hospedagem, com estrutura própria, mas o aumento nas visitas deixava a gente com um pé atrás. Sempre caía.

Perdemos patrocínios, jornalistas, pessoas que queriam ajudar. O Jumper voltou para a UTI.

Em 2011, depois de mais dois meses fora, retornamos como blog no WordPress. Na época, o Fábio Sormani me convidou para escrever sobre NBA no iG, com indicação do Luís Araújo, do ótimo Triple Double. Então, sobrava tudo para o xará (Gustavo Lima), o Ricardo Stabolito e o Vini Donato.

Com o tempo, recebemos uma estrutura da Manweb, do Daniel Emiliano, que nos permitia fazer transmissões ao vivo durante o draft e o site não caía por nada.

Lembra daquelas 15 mil visitas diárias? Em 2015 viraram 100 mil. Em dias de Draft, já passamos dos 200 mil! Uau! O Jumper realmente cresceu!

Em uma dessas coberturas, recebemos o convite do Lance!. Era o Eduardo Mansell me ligando, dando os parabéns pelo site e chamando para fazer parte do grupo. Em setembro daquele ano, acertamos e aqui estamos.

São dez anos de muitas noites “estragadas”, de sono interminável durante o dia, mas muita força de vontade para trazer tudo sobre o que a gente mais gosta. Sem o leitor, é óbvio que não estaríamos falando disso agora. Essa confiança em nosso trabalho é o que faz o Jumper seguir em frente.

Durante esse período, tivemos muitas evoluções. Vários blogs nasceram, a TV brasileira passou a transmitir mais jogos e hoje, temos um número considerável de atletas do país na liga. Quando começamos, eram apenas cinco: Nenê, Anderson Varejão, Leandro Barbosa, Rafael Araújo e Marquinhos.

Dez fatos da NBA em 2006-07

  • A NBA resolveu mudar o desenho da bola. Decisão pouco acertada, pelo visto. A Liga voltou atrás depois.
  • Kobe Bryant tornou-se o jogador mais jovem a ultrapassar a marca dos 19 mil pontos.
  • Dirk Nowitzki foi o MVP da temporada regular. Nas finais, o San Antonio Spurs superou o Cleveland Cavaliers em quatro jogos e Tony Parker foi eleito o primeiro MVP estrangeiro daquela fase.
  • O Seattle Supersonics ainda existia. E o Charlotte ainda era Bobcats.
  • O New Orleans, então Hornets, foi jogar em Oklahoma City, por causa do furacão Katrina.
  • O Golden State Warriors, oitavo colocado na conferência Oeste, bateu o Dallas Mavericks, então primeiro, nos playoffs.
  • Brandon Roy foi eleito o calouro do ano.
  • Leandrinho foi o melhor reserva da temporada.
  • Em 2006-07, foi o último ano em que LeBron James não fez parte do time ideal da NBA. Desde então, apareceu em todas as listas.
  • Mehmet Okur e Caron Butler foram para o Jogo das Estrelas. Foi a última aparição dos primos Vince Carter e  Tracy McGrady no evento.

Se tem uma coisa que temos, é gratidão. Abaixo, o nome de alguns que colaboraram com o Jumper em algum momento, sem contar com Gustavo Lima, Ricardo Stabolito, Vini Donato e, claro, Tiago Vasconcelos:

Rafael Proença
Guilherme Gonçalves
Ricardo Romanelli
Rodrigo Stabolito
Michel Zelazny
Pedro Nery
Eduardo Ribeiro
Gabriel Farias
Renan Della Corte
Lucas Colisse
Flávio Faria
Luís Araújo
Luiz Fernando Teixeira
Leonardo Sacco
Bruno Pollice
Caio Corassini
Douglas Lima
Daniel Emiliano
Bruno Fernandes
Pablo Quezado
Airton Ferreira
Arthur Isoppo
Guilherme Silva
Marcelo Urbano
Luís Francisco
Alexandre Spissoto
Antonio Carlos Júnior
Leandro Sarhan
George Raposo
Caio Blois
Renan Ronchi
Igor Dias
João Henrique Olegário
Lucas Vian
Ícaro Costa
Denny Rodrigues
Antony Curti
Fábio Balassiano
Kaio Kleinhans
Thiago Viana
Fabrício Nunes
Luiz Henrique dos Santos
Edison Rizzato
Aline Delamerlina
Alexsander Anzini
João Victor Pires
Leonardo Ferreira
João Otávio Vieira
Vinicius Zaniboni Lopes
Vinícius Giannini
Eduardo D’Avila Ferreira
José Carlos Ribeiro Júnior
Renan Lucco
Zeca Oliveira
Thiéres Rabelo
Paulo Savian
Thiago Avellar
Yuri Iacona
Vitor Camargo
Leonardo Sasso
Rodrigo Lazarini
Gabriel Andrade

  • LeBron Mavs

    É noix Jumper BR!!! Já acompanhava o site desde 2014 pois é o melhor do Brasil quando o assunto é basquete em geral, sempre atualizados e com artigos excelentes!!!
    Criei minha continha no Disqus pra interagir com a galera aqui presente, apesar da queda de comentários creio que os novos leitores que estão por vim irão dar um UP aqui!!!

    Sucesso Jumper que venha mais 10 anos pela frente!

  • Eduardo Saraiva

    Parabéns pela persistência e competência… o site é disparado o melhor sobre NBA, eu curto NBA desde os anos 90, me afastei um pouco e quando voltei a acompanhar direto em 2013 acabei achanado vocês por acaso e mesmo nas minhas ferias com a conexão em 2G no celular dava uma passada pra acompanhar os resultados e noticias.
    Que o Jumper continue por muitos anos.

  • Lucas Calsavara

    melhor site de basquete brasileiro, o unico q acompanho, por ser imparcial e todo dia ter noticias e coberturas. antes de vcs pouco via da nba, hoje nao deixo de vir no site nem um dia. Que venham varias decadas pela frente!!!

  • Felipe Rodrigues

    Parabens galera e q venham os próximos 10

  • Bruno Macedo

    Muito bom trabalho sem dúvidas o melhor site do Brasil, notícias, estatisticas, opinioes, tudo muito bom.
    Parabéns

  • Bruno Araujo

    Esse site salva minha vida desde 2011. Nunca comento, mas eu acho que se deve a um estado de contemplação da sabedoria de vocês. Ou seja, não consigo comentar, apenas admirar os textos, bem como o trabalho de maneira geral, de todos vocês. Muito obrigado!

  • Uncle Drew – On to Houston

    Cara… q texto. O trabalho de vcs é sensacional. Muitos parabéns.
    Depois de tantas batalhas.. hoje o Jumper é referência em site de basquete no Brasil, e é impressionante o vínculo q foi criado aqui, parece uma família (as vezes briga, damos risadas, discutimos de forma saudável e etc.).
    Desde a temporada 2010-2011… é mt raro eu passar um dia sem acessar o Jumper Brasil, pq é mt informação relevante q vcs trazem pra gente. E quando eu ñ acesso , podem ter certeza q é algum problema pessoal, questão de internet,ou algo q realmente impossibilita. Pq o trabalho q vc fazem é FODA! Merecem muito esses 10 anos, e q venham mais 10.. e mais 10..
    Se tiver alguma premiação em q o site esteja envolvido, podem espalhar aqui no site, q a gente vai lá votar para dar o reconhecimento, e retribuir o q vcs fazem para nós.
    Parabéns a todos, e vida longa ao Jumper Brasil!

  • William Felton

    Parabéns pelo trabalho, que é show de bola! Continuem firmes nessa pegada! Nós agradecemos.

  • Parabéns, galera!!

  • Esteferson Matos

    Simplesmente fantástico!!!
    Que maneiro a história, parabéns a todos!!!

  • Guerreiro Maori

    Parabéns pelo trabalho. Um ponto que eu acho que a equipe do Jumper deveria repensar são as bobagens que o rapaz que cuida do twitter escreve quando resolve desvirtuar o propósito do perfil (basquete). Poderia avisá-lo pra postar aquele tipo de coisa no perfil particular dele e não no do site. Afora a falta de educação quando resolvemos alertá-lo a respeito dessa situação naquela rede social.

    No mais, repito, excelente trabalho, de todos. Abraço.

    • gusilvalima10

      Obrigado por nos acompanhar, Matheus. Felizmente, a maioria esmagadora dos nossos seguidores no Twitter aprova a postura de não ficar em cima do muro (nos pouquíssimos momentos em que o assunto lá deixa de ser o basquete para ser algo que afeta a vida de todos como cidadãos). Eu sou o rapaz que cuida do Twitter do site (não tenho perfil pessoal lá porque seria humanamente impossível cuidar dos dois) e escreve o que você considera bobagens. A discordância de ideias faz parte. O restante da equipe do Jumper me apoia porque tem pensamentos e ideias parecidos. E como disse, a maioria dos seguidores se identifica e também dá o suporte. O assunto prioritário no nosso Twitter é basquete, obviamente, mas como cidadão não posso deixar de dar minha contribuição, uma vez ou outra, com algo relevante relacionado à política, entretenimento, outro esporte ou qualquer assunto. Agradar a todos é impossível. Ninguém é dono da verdade, afinal. Mais uma vez, obrigado por curtir o Jumper. Abraço!

  • Hiago Andrade Nicolau

    Ótimo, jumper é meu vício diário!

  • Marcelo Desoxi

    Belíssima história. Parabéns ao pessoal !

    ! Sormani mito hush

  • Diego Costa

    Vida longa ao Jumper Brasil!

  • Michel Moral

    Parabéns, Jumper!

    Um grande abraço a todos vcs!

  • Rafael Victor

    História legal! A gente que acessa (e enche o saco) diariamente (n)o site não faz muita ideia de como as coisas funcionam e dos perrengues que vocês passam pra termos todo esse conteúdo e informação de qualidade que o Jumper Brasil nos disponibiliza!

    Parabéns! Vida longa ao Jumper Brasil!

  • Gustavo Pereira

    Parabéns, que venha muitos anos.

  • João Carlos

    Parabéns Jumper e que venham muito mais aniversários.

  • Ricardo Stabolito Junior

    Passando aqui pelo comentário só para agradecer todo mundo também. Queria poder me empenhar mais no site só para retribuir melhor a atenção de quem visita todos os dias e a paciência dos outros integrantes do Jumper. O sonho continua crescendo – e crescemos juntos.

    Obrigado e abraços!

  • Fábio Henrique Amorim

    Parabéns, sou fã de vocês, bela história, os acompanho desde 2011, recordo bem do wordpress, abraços!

  • Beto #MavsTankNation #MFFL

    Parabéns pessoal, não me canso de dizer que esse é o melhor site nacional sobre NBA, quem acompanha basquete nesse país é realmente apaixonado pelo esporte. E ter um espaço aonde a gente pode consumir um material de qualidade, discutir, trocar ideias, brincar sobre o assunto deixa o esporte ainda mais sensacional! Vida longa ao Jumper!

  • GU— #GSW/SHOW-TIME

    Parabéns a todos !

    Vida longa ao Jumper.

  • Fábio Blazers

    Só posso dizer parabéns Jumper, obrigado pela dedicação em nos trazer notícias quase que imediatas sobre NBA, não sou um comentarista assíduo, mas leitor sim, mais uma vez obrigado.

  • Fernando Mendonça

    Vi o jumper nascer la na comunidade NBA Brasil da qual foi um prazer ajudar na moderaçao … foi uma época dourada … acredito que a 10 anos atras os debates já eram bastante proveitosos e muita gente aprendeu sobre NBA naquela comunidade. Muito massa saber que a ideia deu e esta dando certo. Do orkut dessa epoca nasceram os fantasys mais loucos de NBA no Brasil eu acho. É tanta gente boa que da pra fazer 2 a 3 ligas com rebaixamento e acesso. Parabens Gustavo “Mastodonte” e a todos da equipe.

  • Naum

    Vida longa ao Jumper…parabéns a todos envolvidos!!!

  • Vinicius_nba

    Parabéns ao Jumperbrasil. Creio que muitos aqui, que já admiravam esse esporte, passaram a ser mais fãs e a acompanhar mais assiduamente a nba em razão do conteúdo diário e da cobertura interativa que este site nos proporciona. É o meu caso e, por isso, parabenizo-os novamente pelo merecido sucesso e pela bela história de batalha, sacrifícios e superação pra chegar até aqui.

  • Evandro

    Parabéns. Vida longa e sucesso a todos.

  • TRUETHIAGO

    Bacana demais, que sigam nesse crescimento e consequentemente também sendo valorizados pelo trabalho na parte financeira, pois merecem esse reconhecimento. Nada mais justo, obviamente.

    Ademais, só reforço o que os colegas já comentaram, sem dúvida nenhuma o melhor endereço na cobertura de NBA no Brasil, aborda todas as franquias, notícias atualizadas, artigos, acompanhamento do College/Draft, enfim, não tem nem o que discutir em torno disso, embora existam alguns outros espaços/blogs muito bons.

    Digamos que o Jumper é o mais “All-Around”, rs

  • André Mendes

    Parabéns! Não passo um dia sem visitar o Jumper!

  • Gabriel Andrade

    Orgulhoso de ter feito parte dessa história como convidado em alguns posts. Sempre que pedirem, estamos aí. 10 anos é coisa pra caramba e nem imaginava todos esses perrengues. Em termos de tamanho e visualizações, o site de vocês é realmente uma referência com alcance bem acima dos demais. Parabéns e que venham mais décadas.

  • Luiz Funchal

    Parabéns rapaziada. Me sinto parte dessa história, pois acesso o site desde os primórdios e também sou da época do NBA Brasil no Orkut. Não participo tanto nos comentários pois o tempo é apertado, mas acesso quase que diariamente e admiro demais o trabalho de vocês!

    Um abraço e vida longa!!

  • Thiago Pinto

    Parabéns ao Jumper, que venham muitos anos ainda pela frente. Melhor site do Brasil sobre NBA!

  • Rogério Júnior

    Quando comecei a acompanhar a NBA eram dois sites que eu tinha o prazer de visitar: o Basketeria e o Jumper. Fico feliz que o Jumper esteja firme e forte até hoje já que o Basketeria, por algum motivo que eu não sei, faleceu. Vida longa ao Jumper!!

  • Thiago25-NBA

    Parabéns!!!!

    Se quiserem me contratar também..hahahahaha.

  • Rodrigo SMC

    Valew Jumper ! único site de basquete que eu acompanho no dia-a-dia !!

  • Fillipe Carel

    Parabéns Jumper!

    Virei fã do esporte muito por conta de vocês.

    Vida Longa!

  • Gustavo

    Parabéns pessoal do Jumper, e obrigado pelo sensacional trabalho de vocês.

  • RafaelRox

    Obrigado , Sormani do JUMPER kkkk

  • danielzera

    Rapaziada, já faz pelo menos 1 ano que eu não envio um comentário, mas esse post mereceu um retorno!
    Comecei a jogar basquete em 2005 e na época a gente que não tinha TV por assinatura se contentava com DVD’s piratas de documentários oficiais da NBA e os Mixtapes da AND1 (menção honrosa ao DVD de treinamento do Bobbito Garcia. rs), já em 2007 assisti as finais da NBA pelo esporte interativo e fiquei em choque vendo os Spurs destruindo o fenômeno Lebron James. Para a minha alegria no mês seguinte meu irmão contratou a TV por assinatura da Telefônica e pronto, perdia meu sono toda quarta e sexta-feira assistindo ESPN, e naquela sede por acompanhar o que acontecia nos outros jogos acabei esbarrando no NBA Jumper, confesso que fiquei surpreso em descobrir que já fazem dez anos que eu entro quase que diariamente no site.
    Meu sincero agradecimento por todo empenho em fazer esse projeto dar certo, sabemos como é difícil empreender no Brasil e aqueles que conseguem eu vejo como heróis! Parabéns por produzirem esse conteúdo de qualidade, que venham ao menos mais 10 anos!

  • Marcio

    Muito grande o texto! Mais parabéns só consegui ler a metade !

  • WESLEY

    Parabéns Jumper!

  • Vítor Hugo – #LoudCity ⚡️

    Lendo toda a história, achei muito bacana a persistência de vocês!! Hoje vemos o quanto valeu a pena não ter desistido… Com certeza um dos melhores sites do ramo… Trabalho fantástico!!

  • Parabéns Jumper por não desistir, sempre na luta, e com amor pelo que fazem

  • Felipe Monteiro

    Parabéns pro Jumper Brasil. São anos acompanhando o site e vocês merecem todo esse reconhecimento que podemos ver aqui nos comentários.

  • David Ribeiro

    Parabéns! não tem como ser fã de basquete e não amar esse site a primeira vista! (E depois tbm ;D). Bom trabalho e continuem sempre crescendo.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados