logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 24 jan 2017 às 12:49
Steve Kerr “dá bronca” em atletas por votos para Jogo das Estrelas

Para técnico do Warriors, categoria não encarou escolha de titulares do evento com seriedade

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

steve-kerr-nba-golden-state-warriors-sacramento-kings-850x560

Os jogadores da NBA tiveram uma antiga reivindicação atendida nesta temporada e passaram a ter voto qualificado na escolha dos titulares do Jogo das Estrelas. Mas, a julgar por certas seleções “peculiares” divulgadas pela liga, a categoria não exibiu o comprometimento esperado com a integridade do evento. O treinador Steve Kerr acompanhou a votação e admitiu não entender a postura dos atletas em geral.

“Eu estou bastante decepcionado com os jogadores. Eles lutaram para ter direito de voto e, agora, fizeram piada com isso. Quer dizer, todos vimos a lista de votados. Os atletas podiam eleger si mesmos? Tinha uns 50 caras que não faziam o menor sentido ali. Eu acho que, se eles queriam tanto votar, deveriam ter levado mais à sério”, lamentou o técnico do Golden State Warriors, em entrevista depois do treino desta segunda-feira.

A votação dos jogadores para a partida festiva reservaram (múltiplas) citações para atletas “alternativos” como o veterano John Lucas III, Cole Aldrich, Bryn Forbes e até Brice Johnson – um calouro que sequer estreou na NBA. Enquanto isso, craques como LeBron James, Kevin Durant e Russell Westbrook apareceram só em pouco mais de metade das cédulas entregues pelos atletas.

  • Michel Moral

    Pura palhaçada.

    Por isso é difícil dar cada vez mais poderes aos jogadores. Não sou um grande defensor de cartolas engravatados, mas dar poderes para que profissionais ajam dessa maneira, é realmente decepcionante.

    Tira regalias. Simples assim. Trata como moleques que foram.

    Esse fato serve também para que a NBA reveja seus conceitos sobre o all star game, algo que a gente vem dizendo há muito tempo. Um evento que está deteriorando a cada ano.

    Uma pena.

  • Felipe Rodrigues

    Sera q ele ficou chateado pq o Curry ficou em terceiro entre os atletas??? rsrsrs

    Por mais que muitos torcedores e atletas não levem a serio o ASG, uma vez q ele é usado como parâmetro na hora de renovar os contratos a reclamação do Kerr faz sentido.

    Porem existe tambem um outro lado de que, se o voto é meu eu voto como eu quiser e se a NBA permite que eu vote em mim pq não? Até pq LeBron James e Kevin Durant entrarão pelo publico e jornalistas de qualquer forma.

    • Vinícius Maia

      Acho que o problema não é votar em si mesmo. O problema seria, por exemplo, LeBron James votar em Varejão só porque são amigos. Acho que o Kerr foi muito claro na crítica dele: faltou coerência por parte dos atletas. Votar num calouro que nunca colocou os pés numa quadra da NBA? What? Qual o sentido e a utilidade disso?

  • Fillipe Carel

    Pior que o voto só a maneira como eles encaram o jogo, não há defesa,
    não há esforço, não ligam a mínima se estão perdendo o jogo, fazem umas
    enterradas lá e tá tudo certo.

    Isso faz com q perca completamente o sentido de haver essa votação, de haver marketing do evento, de haver disputa para estar no time titular, no reserva, de não estar lá e etc.

    Antigamente, o jogo até esquentava no fim, hoje em dia, nem isso.

    É um saco de assistir.

  • Vinícius Maia

    Confesso que quando li o título da reportagem, já tirei conclusões precipitadas pensando “lá vem o Kerr chorando de novo”, mas quando li a matéria, dei total razão a ele. Não sabia que a votação entre os atletas tinham sido esse fiasco. Então quer dizer que os caras brigaram para ter voto, só para no final poderem votar no melhor amigo? Como o Michel falou no comentário abaixo, o nível do ASG tem caído a cada ano, mas eu vejo a liga se esforçando para melhorar. Já tentaram mudar o formato do torneio de enterradas, que apesar de não ter dado certo, eu acho louvável a iniciativa da liga em tentar inovar para tentar atrair a atenção do público; esse ano atenderam o pedido dos atletas de terem espaço para votar (espaço esse que, pelo visto, era pedido a muitos anos), dentre outras mudanças menos significativas. Mas parece que os próprios jogadores não estão dispostos a fazerem o menor esforço para melhorar o evento e se os jogadores que são os verdadeiros protagonistas do show, continuarem fazendo pouco caso do evento, a tendência é que a qualidade continue caindo.

    Talvez uma forma de trazer renovação para o all star, seria dar mais espaço aos jovens talentos da liga. Ano passado tivemos o melhor torneio de enterradas desde que Vince Carter participou e foi protagonizado por dois jovens que, pelo visto, não estavam ali apenas para brincar, mas queria mostrar serviço. Talvez a liga deva começar a encontrar uma maneira de tirar maior proveito dessa vontade dos jogadores mais novos de provar algo.

    • Michel Moral

      Sobre o futuro do all star, eu vejo duas saídas: 1 – dar mais importância para o evento; ou 2 – acaba logo com isso e escancara que é um “joguinho comercial que não vale nada”.

      Na primeira situação, poderia, por exemplo, consagrar que a conferência campeã terá mando de quadra nas finais da liga. Aí eu quero ver essa galera do Warriors votar no roupeiro do time.
      Não acho que isso atrapalharia a temporada regular porque ter mando nos playoffs na fase de conferência é tão ou mais importante do que nas finais, pois são três séries com adversários variados. Então, ninguém vai querer deixar de fazer uma boa campanha.

      Essa não precisa ser uma medida permanente, apenas para dar um gelo nos jogadores, pois eles sim são os culpados pela falência do evento.

      Na verdade, o ideal seria não mexer no formato, mas que os jogadores, no mínimo, respeitassem o público e o evento. Isso começou de uns anos pra cá. Antes, ainda que todos tomassem os cuidados para não se machucar e tudo mais, criava-se aquela rivalidade por grandes jogadas e, se chegasse no final do jogo com pouca diferença no placar, virava jogo sete de playoffs.

      Enfim, não acredito que qualquer medida que a liga tome em termos de formato do evento vai mudar a mentalidade dos jogadores. Parecem crianças, por isso tem que tratar como crianças mesmo.

      Engraçado é que quando fazem reunião para aumento de cap ou ameaçam black out, todo mundo vira adulto, né?!

  • Crossover 🔥Comeback #2

    Eu não sei como (porque deve ser bem difícil) mas a NBA precisa achar uma forma de “reduzir” os jogadores elegíveis ao ASG, é legal qualquer um poder ir e etc, principalmente em casos como do Embiid que já está jogando muito tão cedo, mas precisa existir algumas restrições do tipo: Zaza não é elegível ao all-star, não da pra liberar votos pra um cara como esses, tanto os jogadores quanto público.

    Agora é compreensível o Kerr dizer isso, principalmente se ele tem em mãos quem votou em quem, e talvez seja direcionado até pra alguém do próprio time (não é Zaza ??? Votando em si mesmo…), mais ridículo que isso é pensar em Bradley Beal votando nele mesmo pro ASG, tenha dó alguns caras ai também, direito de voto pra isso ?

  • Atletas se mostraram mais estúpidos que os alguns fãs.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados