logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 4 fev 2017 às 09:04
Para técnico do Jazz, Gobert disputará vários Jogos das Estrelas na carreira

Pivô francês foi considerado um dos “esnobados” na lista de reservas do Oeste

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Rudy Gobert esteve seriamente cogitado para ser um dos reservas da conferência Oeste no Jogo das Estrelas. A primeira convocação para a partida festiva não veio neste ano, mas, para o técnico do Utah Jazz, a presença do pivô no duelo é uma questão de tempo. Quin Snyder acredita que o jovem francês será um dos nomes indiscutíveis para o evento em um futuro próximo.

“Em alguns anos, nós não teremos que conversar sobre Rudy não ser selecionado para o Jogo das Estrelas uma temporada sequer. Pode apostar que ele ainda vai participar de vários desses e é, sem dúvidas, um all star para nós”, assegurou o jovem treinador, que disse ter ficado desapontado com os colegas técnicos pela ausência do comandado entre os suplentes.

Os treinadores do Oeste elegeram três pivôs para suplentes do Oeste, à frente de Gobert: os mais experientes Marc Gasol, DeMarcus Cousins e DeAndre Jordan. O atleta francês participou das 50 partidas do Jazz nesta temporada, acumulando médias de 13.1 pontos, 12.6 rebotes e 2.5 tocos em pouco menos de 34 minutos de ação por noite.

  • Vince Mendes

    enquanto tiver marc gasol, cousins e etc acho dificil ele conseguir

  • paulo hamk

    defensivamente já é o melhor pivô da liga, evoluindo a parte ofensiva tem tudo para ser um all star.

  • Luis Felipe

    Cabia no lugar do deandre jordan

    • Chimbinha

      Ele é muito mais jogador

    • Vinícius Maia

      Não acompanho a carreira do Gobert para poder opinar se ele é melhor ou pior, mas eu acredito que ser selecionado para o ASG não é apenas questão de talento, mas sim o quanto você dar show e o DeAndre Jordan é um cara que, mesmo sendo limitado, vai participar de jogadas que o público gosta de ver. Sendo honesto, eu particularmente, nem sempre quero ver o melhor jogador no ASG, mas sim o cara que dá show. Eu acho que Tim Duncan é o melhor ala-pivô da história, mas eu nunca fiz questão de vê-lo num ASG por causa do seu estilo de jogo mais “contido”.

  • Carlos Eduardo

    O dia que ele pegar mais ponte aérea, dar tocos que a bola volta para o adversário mas vão para o top 10, permitir mais pontos dos adversários no 1-on-1, errar bisonhamente mais lances livres, ele poderá ser All Star e até NBA First Team.

    O que importa não é fazer seu time melhor. O importante é dar muitos tocos imbecis, fazendo todo mundo pensar que o cara é um defensor muito melhor que é. O dia que o Gobert fizer isso, o time dele pode piorar, mas ele ganhará muitos prêmios!

    • Guilherme Prates

      Pode crer! hehehe
      O importante é jogada física pq são bonitas, impressionam, entram no top 10 toda semana…

  • Leonardo

    Lider em blocks, Jazz com melhor defesa da nba….

  • Guilherme Prates

    Dentro de poucos anos, se nada sair muito dos trilhos, facilmente Gobert e Jokic entrariam nesse ASG no lugar de Cousins e Jordan.
    Mas até por uma questão de ego e orgulho, acho impossível ter 3 pivôs estrangeiros e nenhum americano numa seleção de ASG…

    • paulo hamk

      Cousins é jovem ainda, acho que tem 26 anos.

      • Guilherme Prates

        E lembrei tbm do KAT.
        É que o Cousins tem q tomar jeito logo, ele é jovem mas não ta ficando mais novo…

  • Leonardo

    Quem aí além de mim sempre nota que nos top’s 10 para cada enterrada do Gobert tem 10 dunkada na cabeça dele? Lembrem-se daquele do DeRozan monstruosa na cara dele….

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados