logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 13 fev 2017 às 12:32
#BrazilianWeek – Edição 14

Acompanhe a semana dos brasileiros na NBA no Jumper Brasil

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gabriel Farias

Todas às segundas-feiras, Jumper Brasil dedica uma coluna especificamente aos jogadores brasileiros na NBA. Nosso articulista Gabriel Farias vai trazer as estatísticas da semana, analisar desempenhos e ranquear os jogadores ao longo da temporada. Este é o nosso ponto de encontro para discutir os nove representantes do país na maior liga de basquete do planeta.

Enriqueçam a discussão e deixem suas sugestões nos comentários para que possamos melhorar cada vez mais esse novo espaço do site. Então, segue nosso 14º #BrazilianWeek da temporada 2016-17:

#1 Lucas Nogueira (Pivô, Toronto Raptors)

Médias na semana: 5.3 pontos, três rebotes, duas assistências, 1.7 roubos de bola, um toco bola e 62% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada: 5.3 pontos, 4.9 rebotes, 1.8 tocos e 68% de aproveitamento nos arremessos em 46 jogos

Preterido por Pascal Siakam e Jakob Poeltl no quinteto titular, Lucas Nogueira superou o tempo de quadra de ambos os novatos nas três partidas do Toronto Raptors na semana. Durante a semana, o técnico Dwane Casey enviou Jared Sullinger para a D-League, aumentando ainda mais as oportunidades de Lucas. O brasileiro ficou duas partidas sem registrar um toco, diminuindo seu índice de partidas com pelo menos um toco para 42 em 46.

#2 Nenê Hilário (Ala-pivô, Houston Rockets)

Médias na semana: 7.5 pontos, cinco rebotes e 63% de aproveitamento nos arremessos em dois jogos
Médias na temporada
: 8.1 pontos, 3.8 rebotes e 61% de aproveitamento nos arremessos em 45 jogos

Em mais uma semana com apenas dois jogos disputados, Nenê manteve sua média da temporada em ambas as vitórias do Houston Rockets . As largas vantagens não permitiram que o brasileiro atuasse por muito tempo, com uma média de 15 minutos por partida.

#3 Cristiano Felício (Ala-pivô, Chicago Bulls)

Médias na semana: 5.3 pontos, 4.3 rebotes e 43% de aproveitamento nos arremessos em três jogos
Médias na temporada: 4.7 pontos, 4.8 rebotes e 55% de aproveitamento nos arremessos em 46 jogos

Retornando de lesão, Cristiano Felício manteve seu alto número de minutos vindo do banco de reservas doo Chicago Bulls. As três derrotas consecutivas por pelo menos 18 pontos de diferença também contribuíram para a utilização do pivô brasileiro. Contra o Phoenix Suns, Felício alcançou sua segunda partida na temporada 2016-17 com dois ou mais tocos.

#Leandro Barbosa (Ala-armador, Phoenix Suns)

Médias na semana: 8.3 pontos, 2.3 rebotes e 34% de aproveitamento nos arremessos em quatro jogos
Médias na temporada
: 5.7 pontos, 1.5 rebotes, 1.2 assistências e 44% de aproveitamento nos arremessos em 51 jogos

Mesmo contanto com todas as opções do perímetro, o técnico Earl Watson permitiu que Leandrinho atuasse por 20 minutos ou mais em duas das quatro partidas do Phoenix Suns na semana, fato que só se repetiu em outras cinco oportunidades considerando os 47 jogos restantes. O tempo de quadra refletiu automaticamente nas estatísticas do brasileiro, mas o aproveitamento nos arremessos ainda é o problema do ala. Nas quatro partidas, foram 35 arremessos e 12 conversões. Contra Memphis Grizzlies e Houston Rockets apenas, foram 23 arremessos e seis cestas.

#5 Marcelinho Huertas (Armador, Los Angeles Lakers)

Médias na semana: Oito pontos, três rebotes, duas assistências, um toco e 37% de aproveitamento nos arremessos em um jogo
Médias na temporada: 2.8 pontos, 1.1 rebotes, 2.3 assistências e 37% de aproveitamento nos arremessos em 21 jogos

Em quadra por 12 minutos contra o Detroit Pistons, Marcelinho Huertas aproveitou o gigantesco garbage time para superar a marca de oito ou mais pontos pela primeira vez desde o dia 09 de dezembro do ano passado. Os três rebotes registrados na partida só perdem para os quatro conseguidos no segundo confronto da temporada, contra o Utah Jazz.

#6 Raul Neto (Armador, Utah Jazz)

Médias na semana: Zero pontos, zero rebotes e zero assistências em dois jogos
Médias na temporada: 2.2 pontos, 0.7 rebotes, 0.7 assistências e 43% de aproveitamento nos arremessos em 27 jogos

Após não ser utilizado pelo técnico Quin Snyder, Raulzinho saiu do banco de reservas em duas oportunidades na semana, porém, atuou por apenas quatro minutos totais. Sem registrar qualquer estatística, o brasileiro só jogou porque sua equipe venceu as partidas contra Atlanta Hawks e New Orleans Pelicans por 25 e 33 pontos respectivamente.

#7 Bruno Caboclo (Ala, Toronto Raptors)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 0.4 pontos, 0.8 rebotes, 0.4 assistências e 20% de aproveitamento nos arremessos em oito jogos

Em mais uma semana da D-League, Bruno Caboclo participou de três partidas pelo Toronto 905, com dois triunfos. Porém, o brasileiro ficou abaixo do nível esperado, alcançando médias de 11 pontos, seis rebotes, dois tocos e apenas 35% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Nas duas semanas anteriores, o brasileiro conseguiu superar a marca dos 40% na conversão dos arremessos gerais. Nas bolas de longa distância, foram oito cestas em 20 tentativas.

#8 Anderson Varejão (Pivô, Agente Livre)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada: 1.3 pontos, 1.9 rebotes, 0.7 assistências e 35% de aproveitamento nos arremessos em 14 jogos

Anderson Varejão foi dispensado pelo Golden State Warriors na última semanaa e ainda não teve seu nome especulado em outras franquias.

#9 Tiago Splitter (Ala-pivô, Atlanta Hawks)

Médias na semana: Não atuou
Médias na temporada
: Não atuou

Tiago Splitter continua sua recuperação por conta de uma contusão na panturrilha. De acordo com o Atlanta Hawks, o pivô deve ser liberado após o All-Star Game, cinco semanas depois da previsão inicial.

 

  • Carlos Eduardo

    Alguém sabe de qual lado estava (ou neutro) o Felício durante as confusões do Bulls?

    • Thiago Tecachuk

      Creio que neutro, voz ativa só tem quem é garantido na NBA, kkkk

    • Leonardo

      Na verdade ele ficou na dele, novatão ne.
      Mas pelo que percebi as primeiras criticas do Wade e Jimmy não foram pra ele quando disseram haver falta de motivação dos jovens do elenco.

    • Bruno Macedo

      Wade ajuda muito o Felício no ataque quando tá jogando dá pra ver pelos lances então não acho que ele ficou do lado dos novatos não haha.

  • Diego Varjão

    Raulzinho, Caboclo e Varejão parecem que estão com os dias contados na NBA

    • RalfLakers

      eu acho que o Jazz gosta do Raulzinho e (não acompanho direito os jogos do time) mas me parece que o Exum não é tudo aquilo que parecia ser.
      Então não acredito que ele saia de lá tão cedo. A franquia ta numa excelente fase, com time encaixado e o Raul chegou a pouco e parece agradar ao técnico, fora que ter estrangeiro no elenco é bom pro marketing a nível mundial.
      Já Cabloco e Varejão eu concordo

  • el pistolero

    Alguem pode tecer uma opiniao sobre o Caboclo? E sobre o futuro da selecao, quais os melhores prospectos

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados