logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 18 fev 2017 às 20:38
Tracy McGrady e Chris Webber estão entre finalistas do Hall da Fama

Tim Hardaway, Sidney Moncrief e Rudy Tomjanovich também integram lista de 14 finalistas

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

Os craques Tracy McGrady e Chris Webber estão a um passo de serem eternizados no templo máximo do basquete. A dupla encabeça a lista de 14 finalistas da classe deste ano do Hall da Fama, anunciada neste sábado pelo Naismith Memorial como parte das festividades do Jogo das Estrelas. A relação é composta por cinco ex-jogadores(as), sete técnicos, um ex-árbitro e uma lendária equipe universitária.

“Nós somos agradecidos aos nossos 14 finalistas da classe de 2017 pelo impacto que causaram no jogo que tanto amamos. Chegar até aqui é um incrível feito e estamos orgulhosos de homenagear aqueles que ajudaram a moldar o esporte através dos anos”, declarou o presidente do Hall da Fama e dirigente-mor do Naismith Memorial, Jerry Colangelo.

Além de McGrady e Webber, outros dois ex-jogadores da NBA estão entre os nomes elegíveis deste ano: o armador Tim Hardaway e o ala Sidney Moncrief. Do quarteto, apenas Hardaway já havia sido finalista anteriormente. A ex-pivô Rebecca Lobo, da WNBA, fecha a lista de ex-atletas profissionais individualmente dentro do grupo de finalistas.

Agora, separados por gênero, os 14 candidatos vão ser submetidos a votação pelos 24 membros dos comitês de honra masculino e feminino do Hall da Fama. É preciso ter 75% de aprovação (ou seja, 18 votos) para que o finalista seja aceito e, assim, introduzido no templo máximo da modalidade. Não há número mínimo ou máximo definido de candidatos aprovados por ano.

O anúncio da classe de eleitos de 2017 do Hall da Fama vai acontecer na manhã de 03 de abril, segunda-feira em que o Torneio da NCAA deste ano será decidido. Além dos escolhidos pelo comitê de honra, o Naismith Memorial ainda anuncia as quatro lendas eleitas diretamente pelos comitês especiais do Hall da Fama: internacional, dos contribuidores do esporte, veteranos e pioneiros afro-americanos.

Confira a lista completa de finalistas ao Hall da Fama em 2017:

Tracy McGrady (ex-jogador): Sete vezes convocado para o Jogo das Estrelas e eleito para um dos quintetos ideais da liga, além de ter sido cestinha de duas temporadas. Médias de 19.6 pontos, 5.6 rebotes e 4.4 assistências em 938 jogos disputados na NBA.

Bo Ryan (ex-treinador): Pela Universidade de Wisconsin, ele ganhou três títulos da Big Ten e foi eleito quatro vezes melhor técnico da conferência. Tricampeão da terceira divisão do basquete universitário por Wisconsin-Platteville. Dono de 747 vitórias em quase 1.000 partidas na carreira.

Tim Hardaway (ex-jogador): Cinco vezes selecionado para o Jogo das Estrelas e membro de um dos quintetos ideais da liga em cinco oportunidades. Campeão olímpico em 2000 e camisa aposentada pelo Miami Heat (#10). Médias de 17.7 pontos e 8.2 assistências em 867 jogos na NBA.

Robert Hughes (ex-técnico): Lendário treinador que atuou no basquete colegial do Texas por 47 anos. Cinco vezes campeão estadual e dono de 35 campeonatos distritais. Treinador com maior número de vitórias da história do circuito colegial masculino norte-americano (1.333).

Chris Webber (ex-jogador): Cinco vezes escolhido para o Jogo das Estrelas e um dos quintetos ideais da liga. Eleito calouro do ano da NBA em 1994 e lideraria a liga em rebotes cinco anos mais tarde. Camisa aposentada pelo Sacramento Kings. Médias de 20.7 pontos, 9.8 rebotes e 4.2 assistências em 831 jogos.

Hugh Evans (ex-árbitro): Trabalhou por 28 anos consecutivos na NBA, envolvido em quase 2.000 jogos de temporada regular, 170 partidas de playoffs, 35 duelos de finais e quatro Jogos das Estrelas. Também foi supervisor assistente de árbitros da liga, ajudando na formação de profissionais.

Sidney Moncrief (ex-jogador): Cinco seleções para o Jogo das Estrelas, para um dos quintetos ideais da liga e um dos times de defesa da liga. Vencedor dos dois primeiros prêmios de melhor defensor da NBA. Camisa aposentada pelo Milwaukee Bucks. Médias de 15.6 pontos, 4.7 rebotes e 3.6 assistências em 767 partidas.

Bill Self (treinador): Atual técnico da Universidade de Kansas, onde possui uma sequência de 13 participações seguidas no Torneio da NCAA e conquistou o título nacional em 2008. Carreira com 613 vitórias e um dos seis técnicos da história a comandar três instituições diferentes ao Elite Eight da NCAA.

Rudy Tomjanovich (técnico): Trabalhou 34 temporadas seguidas no Houston Rockets, como atleta, auxiliar e técnico. Comandou a franquia ao bicampeonato da NBA em 1994 e 95. Mais de 500 vitórias na carreira. Campeão olímpico no comando do USA Team em Sidney-2000.

Rollie Massimino (treinador): Lendário técnico com quase 50 anos de carreira e mais de 800 vitórias em várias divisões do basquete universitário. Levou Villanova a 11 Torneios da NCAA e ao seu primeiro título nacional, em 1985. Já membro do Hall da Fama Universitário norte-americano.

Rebecca Lobo (ex-jogadora): Líder da equipe campeã universitária invicta de Connecticut (1995), sendo eleita MVP do Final Four. Campeã olímpica em 1996 e dona de carreira de seis temporadas na WNBA. Atualmente, analista de basquete feminino da ESPN norte-americana.

Muffet McGraw (técnica): Treinador da Universidade de Notre Dame há 30 anos, com sete participações no Final Four da NCAA e um título nacional. Eleita três vezes melhor técnica da temporada e uma das quatro profissionais com 800 triunfos na primeira divisão do basquete universitário feminino.

Kim Mulkey (treinadora): Técnica da Universidade de Baylor desde 2000, com oito títulos conferencionais e dois títulos nacionais pela instituição. Possui 473 vitórias em 565 jogos como treinadora universitária. Única mulher a ter vencido o Torneio da NCAA como jogadora, assistente técnica e técnica principal.

Wayland Baptist University (time): Equipe feminina que venceu 131 jogos seguidos entre 1953 e 58, conquistando dez títulos nacionais universitários em um período de 20 anos. Teve cinco atletas eleitas para o Hall da Fama e foi comandada pelo lendário técnico Harley Redin.

  • ThiagoMagic

    Boa TMac!!

  • Vince Mendes

    Entre T-Mac, T Hardaway e Webber, vejo o Hardaway como nome mais forte levando em conta a carreira num todo

  • Ballin!

    O mito T-Mac, tem que estar lá. monstro !

  • Bruno Araujo

    Chris Webber me introduziu, de certa forma, no basquete com o NBA jam 2000, de Nintendo 64. Nunca me esqueço dele na capinha. T- Mac é o meu jogador favorito de todos os tempos, vou torcer muito para ele entrar.

  • Gustavo

    T-mac rules

  • João Rafael Barros

    T-Mac é o segundo SG melhor jogador da última decada. Só perde para o A.I.

    C-Webb um dos 10 PF melhores da história.

    Merecidos!!! Parabéns!!!

  • Meio complicado esse Hall da Fama, difícil entender os critérios. O que T-Mac, apesar de todo talento, fez na carreira para ser considerado “imortal”? Não sei, sem dúvidas era genial, mas colocá-lo no mesmo patamar dos gigantes me parece incorreto.

    • Bruno Araujo

      “(…)estamos orgulhosos de homenagear aqueles que ajudaram a moldar o esporte através dos anos”. T-Mac influenciou e continua influenciando a maneira de jogar a posição em que ele se consagrou.

      • Dito por quem e com base em quê?

        • Bruno Araujo

          “declarou o presidente do Hall da Fama e dirigente-mor do Naismith Memorial, Jerry Colangelo.”.

          • RAPAZ , JURO QUE NÃO LI ISSO!!!!

          • Bruno Araujo

            Ué, você não perguntou quem disse?! Eu, hein…

          • Não não amigão, não foi reclamando, foi retórico pelo mole que dei de não ter lido isso no texto.

          • Bruno Araujo

            Ah, sim. Acontece. rs

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados