logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 26 fev 2017 às 23:26
Com atuação inspirada de Isaiah Thomas, Celtics derruba Pistons em Detroit

Rodada de domingo também contou com vitórias de Spurs, Bucks, Grizzlies, Jazz, Raptors, Thunder e Clippers

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

(38-21) Boston Celtics 104 x 98 Detroit Pistons (28-31)

O Boston Celtics foi até Detroit jogar contra o Pistons e venceu o confronto por 104 a 98. A partida contou com mais uma bela atuação de Isaiah Thomas, destaque individual dos visitantes. Com o resultado, o Celtics segue em segundo na conferência Leste e no encalço do Cleveland Cavaliers. Já o Pistons apesar da derrota, permanece na oitava posição e vê a aproximação de outras equipes por uma vaga nos playoffs.

Os visitantes impuseram seu ritmo de jogo desde o início e logo de cara conseguiram abriram algumas posses de bola de vantagem, com Isaiah Thomas liderando o time de Boston desde o início. O Pistons reagiu no placar e terminou o primeiro quarto atrás por quatro pontos.

No começo do segundo período a reação continuou e os donos da casa chegaram a virar o placar, mas rapidamente o Celtics voltou a controlar as ações e a distância chegou nos dois dígitos. Assim como no começo da partida, os donos da casa reagiram no final do primeiro tempo e os times foram para os vestiários com o marcador apontando 54 a 50 para os visitantes.

O intervalo contou com a cerimônia de aposentadoria da camisa #32 de Richard Ramilton, ala-armador que atuou pelo Pistons por nove temporadas, além de possuir três aparições no Jogo das Estrelas e ajudar o time de Detroit a alcançar seis finais de conferência seguidas, incluindo o título de 2003-04.

Após a solenidade, as equipes voltaram para a quadra e o Celtics manteve-se levemente superior durante todo o período. Os anfitriões sofriam com os lances-livres e terminaram o duelo com um aproveitamento péssimo (45%). Apesar disso, o equilíbrio continuou e as equipes foram para o período final em 79 a 74.

O mesmo cenário se apresentou no último quarto e quando faltava pouco menos de dois minutos para o final do confronto a equipe de Detroit virou o jogo. A partir daí, a defesa do Celtics fez um belo trabalho e permitiu que o adversário pontuasse somente uma vez até o estouro do cronômetro. Do outro lado da quadra, a equipe de Boston consolidou o triunfo cobrando alguns lances-livres, abrindo vantagem e consolidando a vitória.

Boston
Isaiah Thomas: 33 pontos, três roubadas de bola
Jae Crowder: 14 pontos, 11 rebotes, cinco assistências
Marcus Smart: 14 pontos, cinco rebotes
Jaylen Brown: 13 pontos, cinco rebotes
Terry Rozier: 13 pontos

Detroit
Kentavious Caldwell-Pope: 18 pontos
Andre Drummond: 17 pontos, 15 rebotes
Reggie Jackson: 17 pontos, quatro rebotes, seis assistências
Marcus Morris: 16 pontos, dez rebotes, quatro assistências
Jon Leuer: dez pontos, quatro rebotes


(45-13) San Antonio Spurs 119 x 98 Los Angeles Lakers (19-41)

Destaques

San Antonio
Kawhi Leonard: 25 pontos
LaMarcus Aldridge: 16 pontos, nove rebotes
Pau Gasol: 15 pontos, sete rebotes
Dewayne Dedmon: 11 pontos, nove rebotes

Los Angeles
Brandon Ingram: 22 pontos
Jordan Clarkson: 19 pontos
D’Angelo Russell: 18 pontos, cinco rebotes


(18-41) Phoenix Suns 96 x 100 Milwaukee Bucks (26-31)

Destaques

Phoenix
T.J. Warren: 23 pontos, cinco rebotes
Alan Williams: 17 pontos, 15 rebotes, três roubadas de bola
Devin Booker: 15 pontos, quatro rebotes
Eric Bledsoe: 11 pontos, quatro rebotes, nove assistências, cinco erros de ataque

Milwaukee
Giannis Antetokounmpo: 28 pontos, oito rebotes, seis assistências
Michael Beasley: 17 pontos
Malcolm Brogdon: 15 pontos, sete assistências
Greg Monroe: 14 pontos, oito rebotes, três roubadas de bola
Tony Snell: 13 pontos


(35-25) Memphis Grizzlies 105 x 98 Denver Nuggets (26-33)

Destaques

Memphis
Mike Conley: 31 pontos, quatro rebotes, cinco assistências
Marc Gasol: 23 pontos, cinco rebotes, seis assistências
Zach Randolph: 20 pontos, 11 rebotes

Denver
Danilo Gallinari: 24 pontos, quatro rebotes
Gary Harris: 19 pontos
Wilson Chandler: 14 pontos, nove rebotes, seis assistências
Jameer Nelson: 12 pontos, quatro assistências
Jamal Murray: 11 pontos, quatro rebotes
Nikola Jokic: dez pontos, 11 rebotes, seis assistências


(37-22) Utah Jazz 102 x 92 Washington Wizards (34-23)

Destaques

Utah
Gordon Hayward: 30 pontos, nove rebotes
George Hill: 21 pontos, seis assistências
Rudy Gobert: 15 pontos, 20 rebotes, quatro tocos
Rodney Hood: 11 pontos
Derrick Favors: dez pontos, sete rebotes

Washington
John Wall: 23 pontos, 11 assistências, quatro roubadas de bola
Bradley Beal: 22 pontos, quatro assistências
Bojan Bogdanovic: 15 pontos


(24-34) Portland Trail Blazers 106 x 112 Toronto Raptors (35-24)

Destaques

Portland
Damian Lillard: 28 pontos, seis rebotes, oito assistências
Maurice Harkless: 18 pontos, cinco rebotes
C.J. McCollum: 17 pontos
Al-Farouq Aminu: 13 pontos, oito rebotes

Toronto
DeMar DeRozan: 33 pontos, seis rebotes
Serge Ibaka: 18 pontos, dez rebotes
Jonas Valanciunas: 15 pontos, sete rebotes
Corey Joseph: 14 pontos, seis assistências
Delon Wright: 11 pontos


(23-37) New Orleans Pelicans 110 x 118 Oklahoma City Thunder (34-25)

Destaques

New Orleans
Anthony Davis: 38 pontos, sete rebotes, quatro assistências
DeMarcus Cousins: 31 pontos, dez rebotes
E’Twaun Moore: dez pontos, quatro roubadas de bola

Oklahoma
Russel Westbrook: 41 pontos, 11 rebotes, 11 assistências, nove erros de ataque
Enes Kanter: 20 pontos, nove rebotes
Steve Adams: 13 pontos, dez rebotes
Alex Abrines: 13 pontos


(25-34) Charlotte Hornets 121 x 124 Los Angeles Clippers (36-23)

Destaques

Charlotte
Kemba Walker: 34 pontos
Nicolas Batum: 31 pontos, oito rebotes, quatro assistências
Jeremy Lamb: 19 pontos, seis rebotes
Frank Kaminsky: 16 pontos, cinco rebotes, quatro assistências

Los Angeles
Blake Griffin: 43 pontos, dez rebotes, cinco assistências
J.J. Redick: 22 pontos
DeAndre Jordan: 20 pontos, 19 rebotes
Chris Paul: 15 pontos, nove rebotes, 17 assistências

  • DISGRAÇA
  • Taj Careca Come cu come xereca

    Thunder vem pro mando

  • DISGRAÇA
  • King Cuban #MFFL

    DeMarcus Cousins = Rei das estatísticas vazias…

    • Vinicius Ribeiro

      joga mais que o dirk

    • Igor Neves

      Ele faz a parte dele, o resto do time, fora o Davis não ajuda…

  • Rodolfo

    Westbrook tá numa fase da carreira que as coisas simplesmente acontecem ,independente de como ele esteja jogando. Ele nao vinha fazendo uma partida perfeita, cometendo mtos erros e errando muito arremesso,até que chegou o 4Q e o cara faz 21 pts,sendo 16 deles seguidos.O cara ainda deu um showtime no clutch e decidiu a partida. E o triplo-duplo ainda acabou saindo.Isso prova que as coisas não são forçadas,mas que simplesmente se incorporam ao estilo de jogo dele,independente de estar bem ou mal.Esse é o nível de jogo que ele atingiu hoje,fazendo uma das melhores, senão a melhor,aparição individual de um jogador em uma temporada na história

    Essa dunk com que ejetou o Boogie da partida com certeza vão pras Melhores da Temporada.
    https://twitter.com/LegendsofCH/status/836042203382206464

  • DiegoP

    NOLA está em 0 -3 desde a formação das “Torres gêmeas”, nesse jogos AD teve médias de 35,33 pts/10 rbs e o DC de 23,33 pts e 13 rebs.

    Assisti aos jogos contra o Mavs e contra o OKC e é nítido que o Gentry está completamente perdido com a rotação e ainda não faz a menor ideia de como fazer o número desses dois se transformarem em vitórias. Sem contar que é triste ver Cunningham, Frazier e, principalmente, Solomon Hill – com mais de 30 minutos por jogo – acabando com qualquer chance de vitória deles.

    Me decepcionei um pouco com o Kemps, acho que a troca pelo DC caiu no colo dele pela a amizade com o Divac e pela “obsessão” do SAC no Buddy “Novo Curry” Hield, e ele não soube fazer os movimentos para melhorar um pouquinho essa rotação trazendo jogadores pra fortalecer a defesa e tiros de 3.

    Pelicans está 3.5 jogos atrás do Denver e faltam 22 jogos, é possível? Sim, mas tem que começar a ganhar jogos logo e ter uma boa sequência de vitórias para ter chance.

    Lembrando que se olharem pra baixo estão a 4 jogos do Lakers e 4.5 do Suns, que tem a pior campanha do Oeste hehehe

    • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

      ainda acredito numa reação dos pelicans mas tem que começar logo se não a briga ficará entre kings e nuggets

      • ?

        e Blazers

        • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

          é um time muito insconstante faz boas e más partidas tem gente com lesão porém vai ter um mes de março e abril com varios jogos em casa e talvez isso faça a diferença

          • DiegoP

            Se o Kings ficar na briga pros Offs sem DC e Gay será uma grande surpresa.

          • FariaClippers

            O Cauley-Stein está evoluindo muito o jogo dos Kings pode vir surpresa por aí nesses playoffs…

  • Rodolfo

    Knicks vai dispensar o Jennings.
    Que comece a disputa

    • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

      seria uma boa no thunder pra ser reserva do west

    • FariaClippers

      Seria uma boa pro Clippers já que o Felton não está com um volume de jogo muito bom, e o Rivers atua melhor de SG…

  • Al Horford, monstro!

    • The Real Jay

      Complicado baiano, mas ele ta fazendo um bom trabalho com a mulekada, e um bom jogador pro time, mas as estatísticas estão horríveis.

    • Thiago25-NBA

      Não vale o que ganha.

  • Danilo

    Lowry sem DeRozan=derrota
    DeRizan sem Lowry=vitória

    Agora todo mundo sabe quem é o FP de Toronto.

    • Marcelo Perruchio

      https://uploads.disquscdn.com/images/9e4fc54defb0abc801c70139443e9fdc6474179cfe6308d52f6c3c327d961a7d.jpg Danilo, não é bem assim, de fato o DeRozan é mais importante no time que o Lowry, porém, é fundamental salientar que a vinda do Ibaka elevou o nível do time nesses últimos dois jogos.

      • Danilo

        Claro q chegadas do Ibaka e do Tucker ajudam mas não foi pra desmerecer o Lowry não, até pq ele faz a melhor temporada da carreira e acho essa dupla excelente

        • Marcelo Perruchio

          O Lowry tem que ir bem é nos playoffs, pois é aí que o Toronto não consegue se impor. Tudo bem que ganhou dois jogos (não sei como..rs) contra o Cleveland nas finais da conferência do temporada passada, entretanto, até pegar o Cavaliers, foi decisão em sete jogos pra todo lado.

  • FariaClippers

    Chris Paul voltando a ser aquele cara que todos nós conhecemos, com incríceis 17 assistências e ficou há apenas 1 rebote do triple-double, Griffin com 43 pontos foi monstro na partida de ontem e o Deandre pegou 19 rebotes meu Deus, pelo jeito o big-three está voltando para sua melhor forma, sobre new orleans os caras estão combinando pra 70 pontos e o time não retribui, já sobre o lakers dispenso comentários acabaram com a franquia kkk…

  • Uncle Drew

    Principal jornalista da ESPN Dallas, dizendo q existem pessoas dentro do Mavs q esperam q Andrew Bogut irá escolher o Cleveland Cavaliers.
    https://twitter.com/espn_macmahon/status/835939061424504832

    • Taj Careca Come cu come xereca

      Pq as pessoas de Dallas se importariam? ele já saiu msm kk

      • LeBron Mavs – Família Zyzz

        chatuba de okc?

        • Taj Careca Come cu come xereca

          tipo ginecologista

  • Marcelo Desoxi

    Em SA, tínhamos as ” Torre Gêmeas “.
    Em NO, temos as ” Torres Heterogêneas”.

  • Rodolfo

    Scola dispensado do Nets

    • FariaClippers

      O único que merecia respeito junto com o López

  • Thiago25-NBA

    Incrível como o CP3 muda o patamar do time, coitado de quem ficar em LA se o armador sair.

    Não me surpreenderia trocas na offseason em Portland.

    • FariaClippers

      Falta vontade em alguns caras parece, o CP3 deu 17 assistências enquanto o Felton não está dando 5 por jogo , mas outro cara que muda muito a cara do time é o Redick sempre com assistências ou cestas decisivas…

  • Eduardo Rebelatto

    Ja falei é repito, se o pelicans quiser alguma coisa tem que começar pela comissão técnica, gentry é e sempre foi fraquíssimo.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados