logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 20 mar 2017 às 00:59
Kyrie Irving decide nos instantes finais e Cavs bate Lakers fora de casa

Rodada de domingo ainda teve vitórias de Mavericks, 76ers, Pistons, Pelicans, Raptors, Blazers e Spurs

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Pedro Nery

(46-23) Cleveland Cavaliers 125 x 120 Los Angeles Lakers (20-50)

Em uma partida marcada por um duelo particular entre Kyrie Irving e D’Angelo Russell, o Cleveland Cavaliers visitou o Los Angeles Lakers e saiu vitorioso por 125 a 120. O confronto contou com belas atuações dos armadores das equipes, com Irving anotando 46 pontos e Russell 40. O líder da conferência Leste agora possui dois jogos e meio na frente do segundo colocado (Boston Celtics). Já o Lakers segue em último lugar da conferência Oeste, com 50 derrotas somadas.

O jogo começou com as equipes arremessando com frequência na linha dos três pontos, principalmente o Lakers. D’Angelo Russel iniciou a partida com a mão quente e anotou 18 pontos no primeiro período. O trio Irving/James/Love comandou as ações dos visitantes e juntos somaram 29 dos 31 pontos do time no quarto, que venceu a parcial por três pontos.

Logo no início do segundo quarto, os anfitriões embalaram uma sequência de 13 a 0 e abriram de vantagem algumas posses de bola. Os ataques na maior parte de todo o jogo levava a melhor em cima das defesas. Neste cenário, o confronto foi se estendendo e o Cavs conseguiu reagir no final do primeiro tempo, cortando a vantagem para quatro pontos e indo para os vestiários perdendo por 59 a 55.

Na volta do intervalo, a equipe angelina retornou melhor e mais uma vez abriu uma pequena liderança. Russell tomou as rédeas da partida mais uma vez e liderou o time de Los Angeles a abrir dois dígitos. Restando pouco mais de três minutos para o fim do terceiro período, Tristan Thompson levou uma cotovelada no rosto e deixou a quadra. A mão quente do armador do Lakers deixou os anfitriões vencendo por 92 a 82 ao término do quarto.

Nos últimos doze minutos, aos poucos o Lakers foi perdendo o controle do duelo e a superioridade tática e individual do Cavs começou a fazer a diferença. No meio do período, o jogo estava empatado. Nos próximos instantes, o ataque dos donos da casa ficou ineficaz e o time viu seu adversário abrir três posses de bola de diferença. A situação manteve-se assim até o estouro do cronômetro, consagrando os visitantes como vitoriosos.

Cleveland
Kyrie Irving: 46 pontos
LeBron James: 34 pontos, seis rebotes, sete assistências
Kevin Love: 21 pontos, 15 rebotes

Los Angeles
D’Angelo Russell: 40 pontos, seis assistências
Jordan Clarkson: 19 pontos, seis assistências
Brandon Ingram: 18 pontos, seis rebotes
Julius Randle: dez pontos, sete rebotes, sete assistências
Ivica Zubac: dez pontos, seis rebotes


(30-39) Dallas Mavericks 111 x 104 Brooklyn Nets (13-56)

Dallas
Dirk Nowitzki: 23 pontos, nove rebotes
J.J. Barea: 20 pontos, sete assistências
Harrison Barnes: 19 pontos, seis rebotes
Wesley Matthews: 15 pontos, cinco rebotes
Devin Harris: 11 pontos

Brooklyn
Brook Lopez: 27 pontos, sete rebotes
Spencer Dinwiddie: 18 pontos, sete assistências
Randy Foye: 11 pontos, seis rebotes
Quincy Acy: 11 pontos
Isaiah Whitehead: dez pontos


(44-26) Boston Celtics 99 x 105 Philadelphia 76ers (26-43)

Boston
Al Horford: 27 pontos, oito rebotes, seis assistências
Jae Crowder: 15 pontos, sete rebotes, quatro assistências
Terry Rozier: 14 pontos, dez rebotes
Avery Bradley: 13 pontos
Kelly Olynyk: 12 pontos

Philadelphia
Dario Saric: 23 pontos, seis rebotes, quatro assistências
Robert Covington: 16 pontos, oito rebotes
Timothe Luwawu-Cabarrot: 13 pontos


(22-48) Phoenix Suns 95 x 112 Detroit Pistons (34-36)

Phoenix
Tyler Ullis: 17 pontos, 11 assistências, três roubadas de bola
Marquese Chriss: 16 pontos, sete rebotes
T.J. Warren: 15 pontos, seis rebotes, três roubadas de bola
Jarell Eddie: 13 pontos
Alan Williams: 11 pontos, 12 rebotes
Alex Len: 11 pontos, sete rebotes

Detroit
Kentavious Caldwell-Pope: 23 pontos, oito assistências
Andre Drummond: 18 pontos, 18 rebotes
Marcus Morris: 16 pontos, cinco rebotes
Reggie Jackson: 14 pontos, quatro assistências
Aron Baynes: 13 pontos, 17 rebotes
Jon Leuer: dez pontos, sete rebotes


(28-41) Minnesota Timberwolves 109 x 123 New Orleans Pelicans (29-41)

Minnesota
Karl-Anthony Towns: 33 pontos, seis rebotes
Andrew Wiggins: 25 pontos
Shabazz Muhammad: 20 pontos, seis rebotes
Ricky Rubio: dez pontos, 14 assistências

New Orleans
Anthony Davis: 28 pontos, 12 rebotes
Jordan Crawford: 22 pontos
Jrue Holiday: 21 pontos, sete assistências
DeMarcus Cousins: 15 pontos, 11 rebotes, quatro assistências, três roubadas de bola
E’Twaun Moore: 14 pontos
Solomon Hill: 13 pontos, cinco rebotes, cinco assistências, três roubadas de bola


(35-34) Indiana Pacers 91 x 116 Toronto Raptors (41-29)

Indiana
Paul George: 18 pontos, quatro rebotes
Thaddeus Young: 16 pontos, quatro rebotes
Jeff Teague: 16 pontos, sete assistências
Monta Ellis: dez pontos

Toronto
DeMar DeRozan: 22 pontos, quatro assistências
Serge Ibaka: 16 pontos, cinco rebotes
Jakob Poeltl: 12 pontos, sete rebotes
DeMarre Carroll: 12 pontos, seis rebotes
Jonas Valanciunas: 11 pontos, 13 rebotes
Corey Joseph: 11 pontos, quatro rebotes, nove assistências
Norman Powell: 11 pontos


(32-37) Portland Trail Blazers 115 x 104 Miami Heat (34-36)

Portland
Damian Lillard: 49 pontos, cinco assistências
Jusuf Nurkic: 21 pontos, 12 rebotes
C.J. McCollum: 18 pontos, cinco rebotes, cinco assistências
Noah Vonley: 11 pontos, sete rebotes

 

Miami
James Johnson: 24 pontos, sete rebotes, cinco assistências
Hassan Whiteside: 17 pontos, dez rebotes, três tocos
Goran Dragic: 17 pontos, quatro rebotes, três roubadas de bola
Tyler Johnson: 14 pontos
Josh Richardson: dez pontos


(27-43) Sacramento Kings 102 x 118 San Antonio Spurs (53-16)

Sacramento
Buddy Hield: 18 pontos, cinco rebotes, cinco assistências
Willie Cauley-Stein: 18 pontos, quatro rebotes, cinco assistências
Garret Temple: 15 pontos, quatro assistências
Skal Labissiere: 14 pontos, sete rebotes

San Antonio
Pau Gasol: 22 pontos, nove rebotes
LaMarcus Aldridge: 18 pontos, oito rebotes
Tony Parker: 16 pontos, sete assistências
Kawhi Leonard: 12 pontos
David Lee: 11 pontos, sete rebotes
Patty Mills: dez pontos, sete assistências
Jonathon Simmons: dez pontos

  • Roge Lunarde

    Lakers jogou como nunca e perdeu como sempre.
    Mas a garotada fez um belo jogo.
    Zubac,Ingram, Randle,Clarkson e D’Angelo.💪💪💪

    • 2Pac & Snoop – LA to Vegas –

      D’Angelo Russell jogou oque que todos esperam dele , o garoto tem um potencial ofensivo absurdo .. !

  • Albert Medeiros

    Acho q nem os Clippers fariam um jogo duro com os Cavs como a garotada dos Lakers fizeram ontem

  • Michel Moral

    Dame pós all star game muda de figura.

    Liga um botãozinho lá que o coloca no “MVP mode on” rs.

    • Guilherme Prates

      Por isso que ele NUNCA deve ir pro ASG. Pra cutucar o menino mesmo, pra acordar… rs

  • Burnie … Wtf??

    Quem diria que eu sentiria falta do D Waiters nessa vida… o mundo é cheio de surpresas….

    • pedrokadf

      kkkkkk, dois…

  • Olavo #WeAreRipCity

    E teve cara que disse que o Dragic tá jogando mais que o Lillard nessa temporada …

    • Burnie … Wtf??

      Dragic tá jogando bem, mas realmente Lillard é outro patamar, ontem o loco tava imparável. Parecia o Curry em um dia inspirado arremessando de 3, não tinha distância..

  • Marcelo Desoxi

    Vi muita gente dizendo que o Franchise Player era o CJ, calma aí galera.
    Se o Nuggets dormir, D-Lill vai colocar o Blazers nos offs.

  • PISTELTICS

    Como o Celtics gosta de perder jogo bosta, puta que me pariu, que raiva..

  • Vinícius Maia

    46 pontos do Irving
    40 pontos do D’Angelo Russel

    Fico imaginando como deve ter sido eles marcando um ao outro.

    • LeBron Mavs – Família Zyzz

      Ngm marcou, só no último quarto que apertaram o russel e saiu leite

    • Marcelo P. #GoLakers

      Clarkson que ficou no Irving

  • Lillard tá liderando esse Portland. O cara realmente parece querer mostrar o tempo todo que o mimimi que faz não é em vão.

  • Guilherme Mardegan

    Tony Paker jogou com vontade ontem kkkk parecia ter 20 anos

  • 2Pac & Snoop – LA to Vegas –

    Ao contrario de muita gente… eu vejo um potencial absurdo no D’Angelo Russell e no Brandon Ingram !

    • Ruan Silvestre

      Ingram vai ser um belo de um bust rsrs

      • ldalles12

        Acho que não. Muito cedo ainda. Ele não ir bem na primeira temporada é normal. Muito novo e magro.

      • Chimbinha

        Tambem acho.O Russel até vejo alguns lampejos mas o Ingram fede a bust,vamos ver.

  • Bruno

    Acho que suns encontrou seu futuro armador no lugar de Bledsoe. Ullis ta se mostrando o proximo Schroder (não em comparaçao de estilo de jogar, mas de ser aquele cara que tem tempo pra se desenvolver e se tornar o PG número 1 do time.
    Sacramento continua uma bagunça, mas agora parece ter um rumo para seguir. O garrafao com Skal e Stein, Hield como SG e as picks nesse proximo draft, devem render um bom PG devido a ser uma classe bem talentosa e rica nessa posição.
    Nurkic foi outro steal do Denver que acabou virando steal do Portland. Veio por uma pechincha e ta rendendo mais do que Plumlee que tem mais o estilo de grandão passador (apesar de ter atuado como C em alguns jogos ao lado de Jokic como PF, prefiro o Plumlee vindo do banco e Gallinari jogando de ala-pivô mais espaçado revezando com Wilson Chandler que ficaria com a ala junto com Jamal Murray, já que todos poderiam abrir pra chutar de 3) e o projeto Mudiay falhou assim como o Dante Exum. Acho dificil acontecer alguma reviravolta pra um desses dois caras se transformarem no que a hype deles projetava.
    Acho o Brook Lopez um dos caras mais underrated da liga. Uma pena desperdiçar esse auge num time como o Brooklyn. Ofensivamente, para um big man pesado, ele tem um arsenal ofensivo invejável. Cairia muito bem em um time que infiltre para dar assistencia para alguem aberto (o chute de 3 dele ta caindo muito bem). Claro que tem o problema da defesa, estilo o Kanter, mas… Num Wizards da vida revezando com Mahimni poderia fazer um estrago no Cavs rsrs
    E lembrando dos offs, os matchups vao definir muita coisa. Um Gsw ou Spurs pegando um Memphis, que digassi di passagi; é um time que se você nao torce, vc tem uma raiva desgraçada, pq ô time pra ter raça e nao desistir. O ex assistente tecnico do Miami continuou bem o trabalho do Joerger e implantou uma filosofia que ta tirando leite de pedra! Menções honrosas pra Patty Riley que ta fazendo o mesmo em Miami (Spo é pau mandado e todo mundo sabe)

    • Alex Alves

      Brook Lopez no Boston seria sensacional adicionaria muito ao time, sinceramente não entendo o que o Brooklyn deseja com ele deveria ter negociado atrás de uma ótima pick.

  • Rafael Victor

    O Parker que jogou ontem é o que o Spurs precisa, o time melhora muito quando ele vai bem, a bola gira mais, cria-se mais situações pra outros jogadores pontuarem e o Kawhi fica menos sobrecarregado (embora tenha jogado mal ontem)!

    O problema é que como anda bastante irregular, sabe-se lá quando vai repetir outra atuação como essa!

  • LeBron Mavs – Família Zyzz
    • Thiago Dias – MangaLarga

      Desculpa a zoeira.. Mas como conseguiu errar tanto? Rs

      • LeBron Mavs – Família Zyzz

        Sou zikado demais kkkkkkkkk só acertei o clippers

  • Pedro

    Grande partida do D’Angelo Russell, extremamente produtivo e eficiente, com só um turnover no jogo.

  • Pedro Ferreira

    Anthony Davis no fim da carreira sera um daqueles que tera mais de 30 mil pontos, se para de se machuca

  • Alex Alves

    Sacramento parece ter 3 jogadores promissores, agora é adicionar mais 2 no draft e trazer uns 3 jogadores mais cascudos e experientes que a equipe tem potencial.

  • San Antonio Duncan Spurs

    Principais candidatos a DPOY :
    – James Harden
    – Kyrie Irving
    – D `Angelo Russell

    • Albert Medeiros

      kkkkkkkkk, faltou o Curry tb

      • Roger

        Pq?

        • Albert Medeiros

          Está na classe dos exímios defensores da liga,kkkkk

    • Claudio R.

      só monstro ai,,, mas parando pra pensar, porque os piores defensores da nba são na maioria armadores?

      • San Antonio Duncan Spurs

        Talvez por serem aqueles que têm melhor técnica e velocidade e por terem mais habilidade e facilidade em pontuar se habituam desde muito novos a só olhar a parte ofensiva e acabam deixando pra trás a parte defensiva . Também é o resultado da nova era da NBA que consiste em muita correria e arremessos de 3 , fazendo com que os jovens armadores que chegam na liga pensem que basta ter um bom arremesso de 3 pra vingar na NBA . Se tu reparar , os poucos bons armadores que defendem bem são caras que já tao na liga á um bom tempo , como CP3 , Holiday , George Hill , Lowry , Conley e Bledsoe . Os mais recentes já vem com essa cultura de que só o ataque é que interessa e acabam deixando a defesa pra trás , porque atributos físicos de elite pra serem bons defensores quase todos têm , falta querer .

  • TRUETHIAGO

    O Bebê praticamente desapareceu da rotação de Toronto. E não parece ter a ver com alguma lesão e nem pela chegada do Ibaka, pois os minutos que ele vinha tendo foram transferidos para o Poeltl. Ontem o brazuca até entrou no garbage time, enquanto o austríaco atuou por 23 minutos.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados