logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 27 mar 2017 às 07:44
March Madness – North Carolina bate Kentucky no último segundo; South Carolina chega ao Final Four pela primeira vez

Confira como foram as finais das regiões Sul e Leste

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Lima

Região Sul

(2) Kentucky 73 x 75 North Carolina (1)

  • Esta é a 20ª aparição de North Carolina no Final Four, um recorde no basquete universitário.
  • Na temporada regular, Kentucky venceu North Carolina por 103 a 100. Na ocasião, a dupla de perímetro formada por De’Aaron Fox e Malik Monk marcou 71 pontos (24 de Fox e 47 de Monk) e foi responsável por 27 cestas em 49 arremessos. Agora, na final regional, eles combinaram para apenas 25 pontos e 9-24 nos arremessos de quadra.
  • A seleção da Região Sul teve três jogadores de North Carolina (Luke Maye, Joel Berry II e Justin Jackson) e dois de Kentucky (De’Aaron Fox e Isaac Humphries). Maye, eleito o melhor do torneio regional, teve médias de 12.5 pontos e 6.8 rebotes no March Madness.

Kentucky
Bam Adebayo: 13 pontos e seis rebotes
De’Aaron Fox: 13 pontos e cinco rebotes
Isaac Humphries: 12 pontos e cinco rebotes
Malik Monk: 12 pontos

North Carolina
Justin Jackson: 19 pontos, quatro rebotes e quatro assistências
Luke Maye: 17 pontos e a cesta da vitória
Joel Berry II: 11 pontos e quatro rebotes
Kennedy Meeks: sete pontos, 17 rebotes e quatro tocos


Região Leste

(7) South Carolina 77 x 70 Florida (4)

  • Esta é a primeira vez que South Carolina consegue chegar ao Final Four.
  • No primeiro tempo da partida, Florida acertou sete dos 12 arremessos de longa distância que tentou (aproveitamento de 58.3%). No segundo tempo, a defesa de South Carolina apareceu e não permitiu que o Florida acertasse uma bola de três sequer em 14 tentativas.
  • Grande destaque de South Carolina, o ala Sindarius Thornwell anotou ao menos 15 pontos nos últimos 19 jogos em que esteve em quadra. O detalhe é que, no March Madness, ele marcou mais de 24 ou mais pontos em todas as quatro partidas de South Carolina.
  • A seleção da Região Leste teve dois jogadores de South Carolina (Sindarius Thornwell e PJ Dozier), dois de Florida (KeVaughn Allen e Chris Chiozza), além de um de Wisconsin (Nigel Hayes). Thornwell, eleito o melhor do torneio regional, teve médias de 25.8 pontos, 7.5 rebotes e 2.0 roubadas de bola no March Madness.

South Carolina
Sindarius Thornwell: 26 pontos, sete rebotes, 8-13 nos arremessos de quadra e 9-10 nos lances livres
PJ Dozier: 17 pontos e 7-11 nos arremessos de quadra
Chris Silva: 13 pontos e nove rebotes
Maik Kotsar: 12 pontos

Florida
KeVaughn Allen: 13 pontos
Justin Leon: 18 pontos e seis rebotes
Kasey Hill: 11 pontos, cinco assistências e três roubadas de bola

  • Uncle Drew

    Isso aqui! Fox sente o jogo. Pode contribuir demais para o Draft, o cara tem característica vencedora. Da msma forma q impulsionou o Kidd-Gilchrist no Draft.. vai impulsionar o Fox tbem. Foda
    https://twitter.com/chadfordinsider/status/846159774827757568

  • Paulo Sérgio

    Mesmo perdendo, Fox mostrou que pode ser uma escolha muito boa nesse Draft.
    Agora o Monk …. Depois da temporada regular ele sumiu

  • Viúva do Payne
  • TRUETHIAGO

    Que jogo insano foi esse?! É o que eu sempre falo, quem não acompanha a NCAA, não sabe o que está perdendo. Nessa época de MM, então, a NBA fica em segundo plano, pra mim.

    História sensacional de South Carolina, conquistar a região que tinha o atual campeão (Villanova) e eliminando Duke, que vinha numa crescente desde o Torneio Final da ACC, considerado um dos maiores favoritos, enfim, totalmente inesperado, mas merecido.

    Quanto a North Carolina, colhe os frutos por optar pela formação de uma base em vez de seguir a linha dos “one-and-done”. Destaquei aqui algumas vezes que esse quinteto titular deles era muito cascudo, pois são 3 Juniors e 2 Seniors. Nesse sentido, acabou sendo um duelo bem emblemático, de um lado Fox, Monk, Adebayo (19 anos) e do outro Berry, Pinson, Jackson, Hicks e Meeks (variando entre 21 e 22 anos). Faz muita diferença, sim. E mais um Final Four para o Roy Williams.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados