logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 3 abr 2017 às 20:48
Ídolo, Patrick Ewing é o novo treinador da Universidade de Georgetown

Lendário pivô deixa comissão técnica do Hornets para comandar sua alma mater

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Ricardo Stabolito Jr.

O lendário Patrick Ewing está retornando para uma de suas “casas” no basquete. O ex-pivô fechou a saída da comissão técnica do Charlotte Hornets nesta segunda-feira para ser o novo treinador de sua alma mater, a Universidade de Georgetown. Será o retorno do ídolo à instituição, que defendeu por quatro temporadas e de onde saiu como primeira escolha do draft de 1985.

O profissional de 54 anos foi entrevistado pela diretoria acadêmica de Georgetown por telefone ao longo da semana passada e recebeu uma proposta oficial em uma reunião in loco, pela manhã. O técnico do Hornets, Steve Clifford, deu total apoio para que ele aceitasse a oferta e liberou-o imediatamente para assumir o novo cargo no basquete universitário.

“Essa é uma grande perda para nós, mas, obviamente, nós estamos contentes pela oportunidade que surge para Patrick. Eu acho que ele sempre encarou a profissão de treinador com a mesma postura e sucesso dos tempos de jogador. É vibrante, atento aos detalhes e busca por melhoria constante. É uma grande perda para o Hornets”, declarou Clifford, em nota oficial.

Ewing chega à Georgetown com o apoio de várias figuras influentes nos bastidores para substituir John Thompson III, dispensado depois de 13 temporadas no cargo. O suporte interno será importante no desafio de recuperar uma instituição que já não se classifica ao Torneio da NCAA há dois anos e saiu do “mapa” das grandes recrutadoras de talento do país.

patrick-ewing-georgetown

Uma das “personalidades” da instituição que fizeram lobby pelo ex-pivô foi outro atleta histórico dos Hoyas, Dikembe Mutombo. “Eu estou tão contente por meu irmão, mentor e técnico. Tenho certeza que Patrick vai trazer grandes mudanças para o programa. Essa é uma excelente notícia para nossa universidade, alunos e legados”, celebrou o ex-jogador.

É esperado que Ewing comece imediatamente a formação de uma comissão técnica muito experiente no trabalho de bastidores envolvidos na NCAA. O foco deverá ser por especialistas em recrutamento, já que o ex-atleta nunca trabalhou no basquete universitário e possui pouco conhecimento sobre os trâmites envolvidos no acerto com talentos colegiais.

O integrante do Hall da Fama é considerado um dos principais assistentes ativos na NBA, com 15 anos de experiência auxiliando profissionais respeitados (como Jeff e Stan Van Gundy). Na verdade, ele estava entre os favoritos para assumir um posto que se abrisse como técnico principal na liga – e esteve próximo de ser contratado pelo Sacramento Kings, em maio de 2016.

Ewing será apenas o quarto treinador de Georgetown nos últimos 45 anos e atende uma tradição “familiar” do programa de basquete da instituição. Pelos Hoyas, o ex-pivô conquistou o título nacional universitário de 1984, foi eleito para o quinteto ideal da temporada em três anos (83-85) e escolhido melhor jogador do país em 85. O ídolo do New York Knicks acumulou médias de 15.3 pontos, 9.2 rebotes e 3.4 tocos em 143 partidas disputadas pela faculdade.

  • Boa sorte ao Ewing. Georgetown era tão tradicional, seria muito bom voltar a ser relevante.

  • Juka

    georgetown , faculdade tradicional que levou grandes pivos para a NBA!

  • Dudu Ferrero

    o Ewing nao vejo ele gritando, falando muito acho ele tao quetinho q é ate estranho ver ele de treinador k

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados