logo lance
undo
Nacionais
Internacionais
Leste
Hawks
Celtics
Nets
Hornets
Bulls
Cavaliers
Pistons
Pacers
Heat
Bucks
Knicks
Magic
76ers
Raptors
Wizards
Oeste
Mavericks
Nuggets
Warriors
Rockets
Clippers
Lakers
Grizzlies
Timberwolves
Pelicans
Thunder
Suns
Blazers
Kings
Spurs
Jazz
Postado em 14 abr 2017 às 12:00
Previsão: Cleveland Cavaliers (2°) x (7°) Indiana Pacers

Time de Ohio caiu de produção na parte final da temporada regular

Compartilhe nosso conteúdo!
Envie por email!
Compartilhe no Google+ Google +
Tweet esse post! Twitter
Compartilhar no Facebook! Facebook
Por Gustavo Freitas

Conferência Leste: Cleveland Cavaliers (2º) x (7º) Indiana Pacers

 LeBron James Paul George

Confrontos na temporada: Cleveland 3 x 1 Indiana

16 NOV – Cavaliers 93 x 103 Pacers
08 FEV – Cavaliers 132 x 117 Pacers
15 FEV – Pacers 104 x 113 Cavaliers
02 ABR – Pacers 130 x 135 Cavaliers

Datas do confronto

15-04: Pacers x Cavs – 16h (em Cleveland)
17-04: Pacers x Cavs – 20h (em Cleveland)
20-04: Cavs x Pacers – 20h (em Indianápolis)
23-04: Cavs x Pacers – 14h (em Indianápolis)
25-04: Pacers x Cavs – Horário a ser definido (em Cleveland)*
27-04: Cavs x Pacers – Horário a ser definido (em Indianápolis)*
29-04: Pacers x Cavs – Horário a ser definido (em Cleveland)*

* Se necessário

Horários de Brasília
 

Cleveland Cavaliers (51-31)

Maior sequência de vitórias: 6 (entre 25 de outubro a 5 de novembro)
Maior sequência de derrotas: 4 (entre 7 e 12 de abril)

Time-base

Kyrie Irving (PG)
J.R. Smith (SG)
LeBron James (SF)
Kevin Love (PF)
Tristan Thompson (C)

Reservas com mais tempo de quadra

Iman Shumpert (SG/SF)
Deron Williams (PG)
Channing Frye (C/PF)
Kyle Korver (SF/SG)
Richard Jefferson (SF)
Kay Felder (PG)

Técnico: Tyronn Lue

Líderes (temporada regular)

Pontos: LeBron James (26.4)
Rebotes: Kevin Love (11.1)
Assistências: LeBron James (8.7)
Roubos de bola: LeBron James (1.2)
Bloqueios: Tristan Thompson (1.1)


Indiana Pacers (42-40)

Maior sequência de vitórias: 7 (entre 26 de janeiro e 6 de fevereiro)
Maior sequência de derrotas: 6 (entre 8 e 16 de fevereiro)

Time-base

Jeff Teague (PG)
Monta Ellis (SG)
Paul George (SF)
Thaddeus Young (PF)
Myles Turner (C)

Reservas com mais tempo de quadra

C.J. Miles (SG/SF)
Lance Stephenson (SF/SG)
Al Jefferson (PF/C)
Kevin Seraphin (PF/C)
Aaron Brooks (PG)
Glenn Robinson III (SF/SG)

Técnico: Nate McMillan

Líderes (temporada regular)

Pontos: Paul George (23.6)
Rebotes: Myles Turner (7.3)
Assistências: Jeff Teague (7.8)
Roubos de bola: Paul George (1.6)
Bloqueios: Myles Turner (2.1)


Análise do confronto

Rivais de divisão, Cleveland Cavaliers e Indiana Pacers se enfrentam em uma série que tem tudo para ser definida de forma rápida. Não que o Pacers seja um time ruim ou algo parecido. A questão principal é que do outro lado está o atual campeão da NBA e, embora tenha entrado em uma fase abaixo do esperado, com quatro derrotas consecutivas, parece não ter motivos para preocupação.

As duas equipes jogam basicamente da mesma forma, com atletas espaçando a quadra e com apenas um jogador de garrafão de origem. Mais que isso, os números mostram exatamente como funcionam. O Cavaliers é o segundo time com mais arremessos de três tentados, convertidos e também, o que tem o segundo melhor aproveitamento. Já na área pintada, nem tanto. Aliás, o garrafão parece um buraco negro para o time de Ohio. Apenas o San Antonio Spurs e o Dallas Mavericks pontuaram menos que o Cavs ali. Enquanto parece música de uma nota só, o Cavaliers aposta ainda no jogo de transição, com passes originados de um rebote defensivo, especialmente de Kevin Love para algum companheiro. O Pacers é o quarto em aproveitamento em chutes de três e tampouco é chegado a pontuar no garrafão, 22°.

Falando em Love, o ala-pivô foi mais envolvido ao ataque nesta temporada e chegou a ser convidado para disputar o Jogo das Estrelas. Entretanto, uma lesão o tirou do evento festivo. Quando retornou às quadras, porém, sua produção ofensiva despencou. Ele caiu de uma média de 20 pontos para 15.8 depois da parada para o All Star Game (14 jogos). Além disso, o arremesso de três, que beirava 39% de aproveitamento, despencou para 32.9% desde então.

kyle-korver

A comissão técnica tem uma grande preocupação quanto ao condicionamento físico de seus atletas. Embora alguns deles tenham sido poupados aqui e ali, quase todos tiveram algum problema com contusão. Até mesmo Kyrie Irving entra nos playoffs sentindo dores no joelho, algo que já o afastou de uma final. Tristan Thompson, que jamais havia perdido uma partida na carreira, ficou fora de quatro das últimas cinco por conta de lesão no polegar direito. Kyle Korver, recentemente contratado, também se machucou e foi desfalque.

O garrafão foi uma pedra no sapato de Tyronn Lue. Thompson é titular, mas quem é o seu reserva de fato? Lue opta por colocar Channing Frye em quadra, o que torna o Cavs ainda mais dependente do arremesso de longa distância. Chris Andersen seria alguém para substituir Thompson em alguns momentos, com características similares. Se machucou e está fora da temporada. Andrew Bogut chegou após ser dispensado pelo Dallas Mavericks. Adivinha? Fez apenas um jogo, saiu de quadra machucado e então, foi dispensado. Depois, conseguiram retirar Larry Sanders da Sibéria. Sanders atuou em cinco partidas, sem a menor condição física e técnica, e acabou liberado pela diretoria. A solução ficou por conta de Edy Tavares, de Cabo Verde e que estava na Liga de Desenvolvimento. Foi bem na única oportunidade que teve.

LeBron James chegou ao seu 13° ano consecutivo com pelo menos 25 pontos por jogo e, só não disputa o prêmio de MVP porque o ano foi de James Harden e Russell Westbrook. James alcançou as melhores médias da carreira em rebotes (8.6) e assistências (8.7). Além disso, converteu 54.8% dos arremessos, a terceira melhor marca desde o seu ano de estreia. Melhorou nos três pontos (de 30.9% em 2015-16 para 36.3% em 2016-17), mas caiu para 67.4% no lance livre, a sua pior de todos os tempos. No fim das contas, todos os seus números foram similares aos que ele obteve quando conquistou cada um de seus quatro prêmios.

O Cavs parece mais lento do que Lue gostaria. O treinador criticou o ritmo de seus atletas nas semanas derradeiras da temporada regular e pediu maior mobilidade nos passes e mais velocidade na hora de definir uma jogada. Ele quer o jogo acelerado, de muita intensidade. O técnico acredita que só assim o Cavs vai superar seus principais rivais até a final.

Já o Pacers, classificou-se na bacia das almas e teria ficado de fora caso perdesse o último jogo da fase regular contra o Atlanta Hawks. O grupo flertou com o nono lugar por um bom tempo, mas só conseguiu engrenar do meio para o fim. Paul George, seu principal ídolo, teve um início de temporada bem abaixo do esperado e não rendeu o suficiente para carregar sua equipe aos primeiros lugares. No entanto, já no mês de abril, George reviveu seus melhores momentos e carregou o Pacers para os playoffs.

turner-injuryupdate-151112

Myles Turner ganhou a titularidade ainda no fim da temporada passada e, como todo pivô da nova geração que se preze, tratou de arremessar de três. Turner precisa amadurecer um pouco seu jogo, especialmente quando o assunto é rebote. Em 69 dos 81 jogos disputados, ele ficou abaixo de dez. Talvez, isso seja uma deficiência não só dele, mas também do Pacers. A equipe é apenas a 26ª no total de rebotes. Ajuda a explicar.

Para quem esperava algum tipo de impacto negativo em Jeff Teague após sua chegada ao Pacers, enganou-se. Até a temporada passada, George Hill, agora no Utah Jazz, era o armador titular da equipe. Paul George era quem preparava a imensa maioria das jogadas, enquanto Hill ficava próximo da linha dos três para arremessar. Neste ano, Teague assumiu a função de arquitetar as jogadas de Nate McMillan e, em janeiro, chegou a somar 16.3 pontos, 9.8 assistências e 5.0 rebotes em 13 partidas. Não por menos, Teague alcançou 7.8 passes decisivos durante 2016-17, melhor marca da carreira.

Se teve algo que definitivamente não funcionou no Pacers quanto o esperado foi o veterano Al Jefferson. Contratado como principal opção do banco para o garrafão, Jefferson mais ficou longe de ser um destaque na defesa, o que não chega a ser surpresa. Mas durante o mês de março, o atleta perdeu espaço e chegou a deixar a rotação de McMillan. Para piorar, ele sofreu uma torção no tornozelo e não atua desde então.

Não se engane. O Cavaliers é experiente o bastante para retomar seu melhor basquete durante os playoffs. Existe a preocupação por conta do desempenho pouco satisfatório nos últimos jogos, mas também existe o fato de que o time estava tentando fugir do Chicago Bulls e a explicação é simples: em quatro partidas na temporada, o Bulls superou o Cavs nas quatro. Caso ficasse em primeiro, o time de Ohio enfrentaria o adversário logo de cara.

O Cavs é o franco favorito na série. Se o Pacers vencer uma em casa, estará de bom tamanho. Mais do que isso, será uma surpresa.

Palpite

Cleveland Cavaliers 4 x 0 Indiana Pacers

  • Hugo Thunder

    Eu quero é 7jogos, com o último sendo decidido após Uma falta técnica no Lance por ter cuspido o LeBron

    • Bruno Da Silva Francisco

      Kkkkk seria épico kkk

    • Matheus Oliveira

      Seria espetacular depois da lesão e tal PG duelando com LeBron em um sétimo jogo.
      Se tem um cara no Leste que não treme pra ele de jeito nenhum é o Paul George ao contrário dos dinossauros. Mas o PG não tem muito suporte…

  • Willian Mendes

    Cavs em 5

  • ThunderSPD-SuperPatrulhaDelta

    CAVS 4 X 1 PACERS

  • Claudio R.

    4 X 0… Lebron com 26 – 9- 9 de média….

  • Thiago26-NBA

    4×2 Cavs.

  • Uncle Drew

    Talvez o Paul George consiga levar o Pacers a uma vitória ainda, e os jogos em Indiana devem ser mt parelhos. Acho q será uma série parecida com a do Detroit Pistons no ano passado.
    Paul George joga com o objetivo de estar em um dos times ideais da NBA (mt gente ñ prestou atenção nisto, mas uma de suas motivações para jogar tanto da parada do ASG para este final de temporada é esta.). Indo para um dos times ideias da NBA, ele vai ganhar mais dinheiro em uma renovação de contrato (pode ganhar cerca de 200 milhões numa extensão contratual máxima com o Pacers)

  • Uncle Drew

    “mas também existe o fato de que o time estava tentando fugir do Chicago Bulls e a explicação é simples: em quatro partidas na temporada, o Bulls superou o Cavs nas quatro.”.
    MAS EIN?! LeBron (no Heat e no Cavs) eliminou o Bulls nos playoffs em todas as vezes q se enfrentaram (inclusive com o Bulls tendo um elenco mais forte q o atual e mais perigoso). Chicago sempre vence na temporada regular pq existe uma mistura de sorte (1º jogo do Lue como treinador por exemplo),segundo jogo de back-to-backs (o time está cansado ou poupa jogadores), com um mal momento da equipe na temporada regular (a famosa “crise”). É uma feliz coincidência, algo q o Knicks, por exemplo, quase nunca tem contra o Cavs.

    • THE BULLS23

      Time bundao este Cavs. Claramente fugiu do Bulls com rabinho entre as pernas.

      • cleberson23- KING JAMES GOAT ♛

        Volta para o YouTube, torcedor de museu.
        Sua franquia, Chicago Jordan, morreu há mais de 20 anos.
        O que resta são apenas lembranças. Time bosta de uma cidade mais bosta ainda

        • Cletus

          Um cara que torçe pra um time que joga na cidade de Cleveland tem que ser alguém completamente alheado da realidade pra dizer que outra cidade dos E.U.A é mais bosta que Cleveland , ainda mais quando essa cidade é Chicago , a 3ª maior cidade dos E.U.A. .
          Se a franquia do Bulls morreu há 20 anos ela pode ficar morta por mais 200 anos que ainda assim terá o dobro da história e do prestigio dos “ one time NBA champions Cleveland Cavaliers “ .

          • Nilton Junior

            Relaxa cara. Esse aí não sabe o que diz, nem compensa.

  • WHY NOT?

    4×1 Cavs e último playoffs do PG no Pacers pro choro do Indian

  • Leo Barcellos

    Cavs em 6… e perderá a primeira partida amanhã. Ano passado eles quase perderam a primeira partida para os pistons. Pacers chega voando , já os cavs em marcha lenta

    • Luan Mello

      Pistons foi o time que mais deu trabalho nos playoffs do ano passado para o Cavs (Exceto The Finals, claro). O Raptors ganhou dois jogos, é vero, mas quando o time de LeBron quis, atropelou. Já contra o Pistons, salvo engano, todos os jogos foram decididos nas últimas posses de bola.

  • Uncle Drew

    “Eu tenho a resposta. Mas não irei dizer a você. Mas eu tenho a resposta sobre o porque eu estou tão confiante de que temos uma grande chance (de vencer o título)”.
    https://twitter.com/espn/status/852921928314748930/photo/1

    • Andre T.

      É a agua mágica, a mesma usada no Space Jam hausuuahuahshauhs

  • Marcelo Desoxi

    Banco do Pacers > Banco do Cavaliers.
    Turner deve engolir o mediano TT.
    Chuto 4 x 2 Cavs.

  • THE BULLS23

    O poderoso Cavs do LeBron, o melhor jogador pós Jordan, fugindo do meu Bulls. Já valeu a pena. KKKKKKK

    • Eduardo Rebelatto

      Kkkkk kkk qm que foge do Bulls? LeBron cansou de bater nas putinhas, deve ser isso

      • THE BULLS23

        Que isso rapaz… respeita a camisa.

  • cleberson23- KING JAMES GOAT ♛

    4 x 1 Cavs (com direito a susto no primeiro Jogo)
    In GOAT we Trust.

  • Acho que vai ser uma série muito empolgante se o Paul george estiver pegando fogo como no último confronto entre os dois times, se isso não acontecer muito, o Cavs deve passar o rodo, coletivo muito melhor e o Pacers tem uma defesa e ataque inconstante apesar de que a chegada do Stephenson melhorou um pouco a equipe, pra mim o Cleveland vence por 4×1…

  • Raphael Alves

    Cavs vence a série por 4×1. Time do Pacers é bom ofensivamente mas é uma lástima na defesa. Espero ao menos que a vitória do Pacers seja emocionante e com uma bola vencedora do monstro Paul George.

  • Matheus Oliveira

    4 x 0 CAVS

  • {A.C} Paulo Henrique

    4×2 Pacers com Lance botando LeBron no bolso e PG com 32 pontos de media

    • Gustavo Santos

      deus te ouça

    • LETS GO CAVS.

      Sonhar, mas um sonho impossível 🎶🎵🎶🎵

  • Gustavo Santos

    Mais uma vez Lebron na frente do Pacers aliás LBJ sempre será uma pedra no sapato de qualquer time nesta conferência. Acho que o Pacers vai jogar como nunca e perder como sempre, mas tomará que o Cavs entre nos playoffs com a má fase do final da regular para vermos o que o Pacers seria capaz. Sobre “existe o fato de que o time estava tentando fugir do Chicago Bulls” pura balela né.. O Bulls também chegou na última rodada sem saber se conseguiria a classificação ou com a possibilidade de se classificar em 7º… Esperando o Pacers vencer pelo menos duas partidas.

  • Claudio R.

    Eu acho com toda a convicção possivel, que eles(cavs), não estavam tentado fugir dos Bulls ou do Heat, mas sim evitar o Wizards na segunda rodada, não pq eles não acreditem que possam vencer, porque iriam, mas pra evitar um desgaste maior na segunda rodada, evitar uma serie longa antes da final seria ruim. Por isso acho que as series longas deem ficar msm pra finais de conferencia e da nba,

    • Matheus Oliveira

      Wizards é o matchup mais foda que o CAVS poderia ter. Concordo com você…
      Pra mim, é o time que pode vencer o CAVS nos offs.
      Tem um banco legal.. Time rápido, transição rápida. Wall jogando pra caralho (sempre deixa o Kyrie na saudade) se o Beal der apoio ainda… Embaça.

      • Claudio R.

        pra mim acho que vai ser a final da conferencia, Cavs x Wizards

    • VamoVerNoQueDá #BC

      Pra mim não fugiram de ninguém, só não passaram por um bom momento.

    • Nilton Junior

      Eu falei isso em outro post. A fuga é do Wizards justamente pra não desgastar o Irving. Lebron vai bem contra qualquer Ala que aparecer. algum ou outro vai dar uma canseira nele mas ele passa por cima. Agora o Irving ser marcado e ter que marcar o Wall é que iria ser tenso.

  • WHY NOT?

    Que bom ver que as tretas de playoffs já começaram

  • Rafael Victor

    Acredito que Cavaliers deva varrer o Pacers mesmo, até com certa facilidade!

    Infelizmente, George-Turner não são capazes de ganhar essa série!

  • Brad

    Aposta em 4 x 1 com o Lebron carregando como sempre.

  • 4×0 com requintes de crueldade!

  • Gustavo

    Diga onde você vai, que eu vou varrendo… vou varrendo, vou varrendo, vou varrendo…

  • wildfire35

    Aposto que os Pacers levam….. 1 vitoria

    4 x 1 cavs

  • Hawin

    Só acho que estão menosprezando muito o Pacers! Pode escrever aí que Pacers passa, e se não passar ganha no mínimo 2 jogos…

    • Chimbinha

      Escolhe,ou é 4 ou é 2.Nao ganha um jogo

  • Gabriel S Monteiro

    A famosa varrida, nada e diferente disso..

    A não ser que PG faça um jogo daqueles e mude algum resultado, mas a tendência é varrida! hahaha

  • Felipe Dallagnelo

    Acho q dá Cavs 4×1 Pacers, Paul George jogará em alto nível, igual a série contra o Raptors na temporada passada, uma pena que o time não mantenha o mesmo nível dele, mas conseguem uma vitória

  • Mattews HeatNation

    4×1 Cavs . Pacers ainda ganha um joguinho p animar a série….

  • Andre T.

    4×1 cavs com Lebron ja fazendo um TD hoje.

  • Bruno Macedo

    4×0 sem choro

  • djwhites

    cavão passa tranquilo……4×0

  • Marco Holanda

    4 X 2 Cavaliers… Se não acertar a defesa, CAVS vai ter muita dificuldade até pro título da conferência.

© Copyright Jumper Brasil 2007-2017 - Todos os direitos reservados